Redação Pragmatismo
Mobilidade Urbana 07/Mar/2016 às 11:29 COMENTÁRIOS
Mobilidade Urbana

As 10 melhores cidades para ciclistas no mundo

Publicado em 07 Mar, 2016 às 11h29

Ranking das 10 melhores cidades do mundo para andar de bicicleta leva em consideração fatores como a infraestrutura, a segurança para os ciclistas, e a aceitação social e política da prática

Melhores ciclovias do mundo mobilidade urbana
Melhores ciclovias do mundo (Imagem: Pragmatismo Político)

Todos os anos, a Copenhagenize Design Company, uma empresa de consultoria e comunicação especializada na promoção do uso da bicicleta elabora um ranking das melhores cidades para ciclistas do mundo, analisando fatores como a infraestrutura, a segurança para os ciclistas, e a aceitação social e política da prática.

Confira as 10 cidades melhor ranqueadas de acordo com a Copenhagenize:

1ª Copenhague – Dinamarca

Copenhague foi eleita a melhor cidade para andar de bicicleta no mundo. Ali, pedalar é até mais fácil do que usar carro. A cidade também investe constantemente em sua extensa infraestrutura

2ª Amsterdã – Holanda

A Holanda possui atualmente mais bicicletas do que habitantes, mas isso não foi suficiente para manter Amsterdã na primeira posição da lista da Copenhagenize. A razão apontada pelo ranking é a falta de modernização e inovação na grande infraestrutura destinada aos ciclistas da cidade.

3ª Utrecht – Holanda

Utrecht é um dos melhores destinos para amantes do ciclismo e da tranquilidade. Atualmente, está em construção na cidade o maior bicicletário do mundo, com capacidade para 12.500 bicicletas. No entanto, por se tratar de uma cidade pequena, suas ruas não são ideais para passeios de longas distâncias.

4ª Estrasburgo – França

Estrasburgo tem mais de 500 quilômetros de ciclovias em sua área metropolitana e um sistema de compartilhamento de bicicleta que oferece aluguel de bicicleta a curto e longo prazo.

5ª Eindhoven – Holanda

Assim como muitas outras cidades na Holanda, Eindhoven tem uma ampla estrutura que facilita o uso das bicicletas, além de uma rotatória suspensa, acima de pistas para carros, destinada exclusivamente aos ciclistas, chamada Hovenring.

6ª Malmö – Suécia

A cidade conseguiu subir do nono lugar no ano passado para o sexto lugar da lista nesse ano após construir um novo bicicletário, melhorar a infraestrutura de suas ciclovias e iniciar uma campanha para reduzir o uso dos carros por seus cidadãos.

7ª Nantes – França

Nantes tem uma avenida principal onde é proibida a circulação de carros e uma desenvolvida infraestrutura para o ciclismo. Mas a bicicleta nem sempre é o meio de transporte mais fácil para se locomover na cidade, por isso Nantes não está no topo da lista da Copenhagenize.

8ª Bordeaux – França

Bordeaux investiu pesado na infraestrutura para os ciclistas da cidade, e lançou inclusive um sistema de uso coletivo das bicicletas, chamado VCub. Ao investir em linhas de trem, o governo local também conseguiu reduzir o trânsito de carros, tornando as ruas da cidade mais acessíveis aos ciclistas.

9ª Antuérpia – Bélgica

A Antuérpia tem bicicletários de primeira linha, especialmente nas estações de trem da cidade e um forte sistema de aluguel e uso coletivo das bicicletas. Mas, de acordo com a Copenhagenize, seu governo parece estar indo na contra mão de todo o resto do mundo: os políticos estão tentando encontrar formas de levar mais carros para as ruas do centro da cidade.

10ª Sevilha – Espanha

Sevilha é a melhor cidade para andar de bicicleta na Espanha, e conseguiu aumentar consideravelmente o número de ciclistas andando por suas ruas. A Copenhagenize critica o governo da cidade por não investir tudo que pode para melhorar a estrutura física de suas ciclovias. Mas, comparada ao resto da Espanha, Sevilha é um paraíso: em todo o país, apenas 1,6% dos moradores usam a bicicleta como seu principal modo de transporte.

Leia também:
Como a Alemanha mudou sua visão sobre as ciclovias
Os incontáveis benefícios das ciclovias
88% aprovam mais ciclovias em São Paulo, diz pesquisa

Brasil Post

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendações

Comentários

  1. Guilhermo Postado em 07/Mar/2016 às 14:12

    Tudo na Europa. Em contra-mão do desenvolvimento sustentável, os E.U.A continuam com seu amor implacável pelos automóveis. Claro que os carros são importantes, mas se a cidade for agradável e sem muitos desníveis, andar de bike é, além de um exercício, um desestressante. ^^

  2. Jonas Schlesinger Postado em 07/Mar/2016 às 14:12

    Olha, não vou comparar com São Paulo, pois tais cidades têm um histórico de civilidade. Mas também não vou culpar o Haddad pelas ciclofaixas mal feitas porque isso é novidade num país como este. Apenas vou criticá-lo, pois poderia melhorar o nível das ciclovias. Inclusive aqui em Fortaleza, por ser uma cidade relativamente pequena (310km²) ciclofaixas conseguem ser piores do que em SP.

  3. Eduardo Ribeiro Postado em 07/Mar/2016 às 16:16

    Bem, se não é mais Amsterdã, então meus coleguinhas paulistanos, educados e civilizados, precisam atualizar seus dados. Agora, quando eles civilizadamente tentarem assassinato jogando suas gigantescas SUVs importadas pra cima de ciclistas em ciclofaixas, eles civilizadamente tem que gritar: "aqui não é Copenhague!!!! seu filho da puta arruaceiro desgraçado comunista". Fica o toque aí para os envolvidos, pra não parecerem desatualizados.