Redação Pragmatismo
Exploração Trabalhador 23/Apr/2015 às 19:07 COMENTÁRIOS

Como a Terceirização pode afetar a sua vida

Trecho de episódio de Os Simpsons revela, de maneira didática e bem humorada, o impacto da terceirização no mundo do trabalho. PL da Terceirização no Brasil foi aprovado pela Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (22)

terceirização os simpsons
Episódio de Os Simpsons explica o impacto da terceirização no mundo do trabalho

Aprovado nesta quarta-feira (22) pela Câmara dos Deputados por 230 votos a favor e 203 contrários, o PL da Terceirização já é considerado o mais duro golpe contra a classe trabalhadora brasileira no período pós-ditadura.

Entre os partidos favoráveis à emenda estão PMDB, PSDB, PP, PTB, DEM e PPS. Foram contra PT, PRB, PDT, PCdoB, Pros, PSOL e, em parte, o PSB. Já o PSD e o PR liberaram as suas bancadas. Veja aqui como votou cada deputado.

O texto aprovado ainda será submetido à votação no Senado Federal. Caso seja novamente aprovado, caberá a Dilma sancioná-lo ou vetá-lo. É importante salientar, porém, que se os senadores rejeitarem ou modificarem o projeto de lei, o texto poderá ainda retornar à Câmara, onde foi inicialmente aprovado, para que os deputados façam as alterações finais, ou, simplesmente, anulem todas as mudanças realizadas pelo Senado. O projeto ainda está sujeito a uma ação de inconstitucionalidade perante o STF.

O PL da Terceirização não configura um golpe contra o governo, mas um golpe contra o povo brasileiro que está próximo de perder muitos de seus direitos conquistados a duras penas. Para quem quer uma explicação mais didática e bem humorada sobre os impactos da terceirização no mundo do trabalho, a dica é assistir a um trecho de um episódio da 17ª temporada do seriado Os Simpsons:

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. poliana Postado em 23/Apr/2015 às 19:34

    gente, mas esse pl já n havia sido aprovado há umas semanas pela câmara? o próprio pp deu a lista dos deputados q votaram a favor e contra. tô boiando agora...

    • Denisbaldo Postado em 23/Apr/2015 às 20:02

      Duas semanas atrás foi aprovado o projeto base, ou seja, aquele que serviria como referencia mas aberto a algumas modificações ainda. Tanto que o PT e o PSDB votaram a retirada da possibilidade de terceirização para empresas públicas e sociedade de economia mista, que havia sido aprovada no projeto base. Hoje eles aprovaram o texto final, definitivo, que irá para o Senado. O Renan Calheiros está dizendo que engavetará o projeto,mas a PL 4330 é um projeto de iniciativa de um deputado federal, dando a Camara a competencia exclusiva para aprová-lo ou não, mesmo que o Senado seja contra. Ou seja, se a Camara realmente quiser ele será aprovado contra tudo e todos.

      • poliana Postado em 23/Apr/2015 às 20:12

        ok..obrigada.

      • Ricardo Postado em 24/Apr/2015 às 11:21

        Não, se o Senado REJEITAR, é arquivado; a Câmara só derruba em caso de EMENDA, ou seja, alteração do texto (a Casa iniciadora pode derrubar a alteração e encaminhar para sanção presidencial), conforme art. 65 da CF...

      • Denisbaldo Postado em 24/Apr/2015 às 12:58

        Em caso de Emenda não há sanção presidencial.

      • Denisbaldo Postado em 24/Apr/2015 às 13:15

        Emenda Constitucional quero dizer. Entendi o que voce disse.

    • Denisbaldo Postado em 23/Apr/2015 às 20:06

      O aprovado hoje é o texto final e definitivo por parte da Camara, o Senado logicamente pode alterá-lo, mas aí cabe Camara aceitar ou não as mudanças.

  2. Wander Postado em 23/Apr/2015 às 21:12

    Apagão de produtividade? Hããã?? Da onde vc tirou essa? Vc quer dizer apagão da lucratividade do empresário, acredito. A regulamentação do trabalho que existe no Brasil, ainda é pouco em se tratando da grande desigualdade que temos aqui. Querem acabar com o único patrimônio de uns 90% da população brasileira que é a mão de obra e nada mais. Irão proliferar balcões de empregos em cada esquina e na primeira caganeira que o caboclo tiver, a placa de substituição subirá assim como se substitui um jogador numa partida de futebol e sem direito a reclamação. E depois disso, como diria o professor Raimundo: " O salário ó!" O governo que vc se referiu é o Alkimin, não é? Um governo que destruiu com a educação em SP deve ser super "competente". MG e SP são os estados com a pior educação do país.

    • Denisbaldo Postado em 23/Apr/2015 às 22:48

      Pelo o que eu sei Rodrigo esta lei abre a possibilidade de qualquer empresa solicitar que voce preste serviço a ela como um autonomo, mesmo sendo um funcionário de periodo integral. Eles pedem que voce abra uma empresa e emita notas fiscais a eles pelos seus serviços prestados, dessa maneira voce perde todos seus direitos trabalhistas. Essa possibilidade só podia ocorrer com alguns ramos de atividades, mas esta lei tornará isso possível para todos eles. Podemos todos nos transformar em "free-lancers" de periodo integral do dia para a noite.

  3. Denisbaldo Postado em 23/Apr/2015 às 21:30

    Eh verdade Minduim, mas isso só é possível devido a um fato: Nos países desenvolvidos a sociedade é muito mais igualitária, há muito menos diferenças entre as diversas camadas sociais, por isso não há uma necessidade tão grande de leis trabalhistas tão rígídas, afinal todos competem em pé de igualdade. Quanto mais igual, mais liberal; quanto mais desigual,mais rígido. Eh uma consequencia natural do príncipio da igualdade: "Deve-se tratar igualmente os iguais e desigualmente os desiguais nas medidas de suas desigualdades". A medida em que o Brasil for se tornando um país mais igual a tendencia é que se torne cada vez mais liberal também.

  4. Hugo Diniz Postado em 23/Apr/2015 às 21:41

    É nos EUA também não existem férias e assim mesmo o desemprego continua alto e muita gente que perdeu os empregos estão morando em barracas, conhecidos meus que moravam em Detroit em uma ótima casa estão na rua.

  5. Administrador
    Administrador Postado em 23/Apr/2015 às 22:23

    O resultado da 'flexibilização' no México: https://www.pragmatismopolitico.com.br/2015/04/o-fiasco-da-lei-de-terceirizacao-no-mexico.html

  6. angela Postado em 23/Apr/2015 às 22:43

    Pura ilusão Estados Unidos....E Poliana só pra vc se inteirar o PT, PSOl e PCdoB votaram todos Não nas duas votações!

    • poliana Postado em 23/Apr/2015 às 23:03

      angela, eu sei. peguei a lista do pragmatismo com os nomes e partidos dos deputados q votaram contra e a favor do pl. só n tava entendendo essa 2º votação...

    • Denisbaldo Postado em 24/Apr/2015 às 08:56

      Mas há uma luz no fim do túnel. Se a Dilma vetar, será necessária maioria absuluta na Camara para derrubar o veto, algo que não aconteceu nesta votação, somente 230 deputados votaram SIM (suficiente para lei ordinária). Para derrubar o veto serão necessários no mínimo 257 votos. Resta saber se ela vai vetar e comprar essa briga com o Cunha, talvez se o Renan ajudar...olha só na mão de quem nós caímos...A Globo/Veja venderam um impeachment e entregaram uma terceirização.

      • Pereira Postado em 24/Apr/2015 às 09:49

        Apelando para o Calheiros ? Tá feia a coisa. Quando eu digo que o Cunha está mandando no Brasil e meteu um impeachment branco na Dilma eles dizem que eu estou delirando. É claro que o projeot passará no senado. Cunha já ameaçou de engavetar os projetos do senado e mesmo se a casa vetar, a câmara tem a prerrogativa de aprovar sem o aval do senado(caso este não faça em tempo hábil) por ter sido apresentado por ela. Resta a Dilma sancionar, para não levar um processo de impedidmento levado adiante por cunha. No máximo será vetado a questão da área fim, coisa que está dentro da margem de negociação.

      • Pereira Postado em 24/Apr/2015 às 09:51

        A saída como sempre é apelar para a judicalização da pauta, tentando cassar da câmara a independência do seu poder, levando até ao STF aparelhado em forma de mandado de segurança. O STF está tão aparelhado que até sem terra tem la.

      • Denisbaldo Postado em 24/Apr/2015 às 10:53

        Pereira, o Cunha realmente está dando as cartas agora, mas ele não é o Presidente da República e está perdendo aliados. Basta ver que a votação de ontem não foi tão expressiva quanto há duas semanas. Com relação a aprovação ou não da PL 4330 tenho tres observações: 1a.) A terceirização das atividades fim é a grande mudança a ser aprovada, afinal as atividades meio já são terceirizadas e as estatais ficaram fora do projeto. Não consigo enteder como as atividades fim estão sendo tratadas como margem para negociação. Elas são a alma do projeto. 2a.) A razão pela qual a Dilma não quer se indispor com o Cunha é com relação a futuros projetos do governo e não com o impeachment (isso já é passado). Eh necessário um quórum de 2/3 da Camara para se dar inicio ao processo, e ontem ficou claro que só 230 deputados são pró-Cunha. E este número está diminuindo dia a dia. 3a.) O Renan Calheiros já está demonstrando certo desconforto com esse protagonismo todo do Cunha, e sinceramente eu acredito que o Renan tem mais bala na agulha que o Cunha. O próprio Josias ontem disse em seu blog: "O PMDB se transformou na mosca de sua própria sopa". Aos poucos tudo está voltando ao normal; o PSDB desapareceu novamente, as ruas estão calmas, a oposição perdeu mais uma eleição (o 3o. turno) e os números positivos da economia estão aparecendo novamente.

      • Ricardo Postado em 24/Apr/2015 às 11:27

        É a tábua de salvação dela. Como li um tempo atrás: o PSDB é o melhor cabo eleitoral do PT. É incrível como as opções são equivocadas do ponto de vista eleitoral...

      • Pereira Postado em 24/Apr/2015 às 11:57

        As ruas estão calmas ? talvez as panelas não. O pronunciamento de 1 de maio já está sendo terceirizado, talvez fale o ministro do trabalho que ninguém conhece. O PSDB está sumindo ? é óbvio isso é parte da estratégia, o PSDB como partido de centro esquerda serve apenas para fazer uma oposição de mentira. O Pt já acabou com o PFL que agora é o quase inexpressivo DEM. Tentou sem sucesso quebrar a espinha do PMDB, se deu mal. Como o Pt não consegu mais comprar ilicitamente parlamentares, dobra o fundo partidário, uma manobra indecente para tentar recuperar espaço no CN, daí o número menor de deputados votando contra o PL. Quanto aos números da economia, a pequena melhora que teve, é aquela melhora que a economia de mercado proporciona a qualquer um. Não há a mínima participação de Levy nisso muito menos de Dilma, que não entende nada de economia, só entende de ideologia. A economia cresce naturalmente até um certo ponto, os preços baixam devido a concorrência do mercado e não por uma manobra espetacular do maravilhoso governo corrupto do PT. Terceiro turno ? essa é velha, sai dessa. Investigar roubalheira agora é terceiro turno. E o Pizolato vem aí, mais uma dor de cabeça para a já baratinada e perdida articulação política da "inteligente política" Dilma.

      • Pereira Postado em 24/Apr/2015 às 12:05

        "daí o número menor de deputados votando contra o PL". Substitua "menor" por "maior".

      • Denisbaldo Postado em 24/Apr/2015 às 13:04

        Panelas!?!?!?! Hahahaha! Pereira, vamos falar sério vai. Ou voce acha que as panelas vão derrubar a Dilma??? Voce sempre terá desculpas para suas derrotas, já vá preparando a próxima para a terceirização. E não me venha com essa que as atividades fim são negociáveis tá bom? Cunha e Calheiros estão disputando a posição de novo cacique do PMDB e o PT já achou sua brecha. Eh o fim do Cunha.

      • Pereira Postado em 24/Apr/2015 às 13:23

        Derrubar Dilma ? Derruba dilma e aí ? Entra quem ? o Temer ? Segue a mesma estrutura de poder consolidada de maneira duvidosa. Eu acho que Dilma deveria ser investigada tão somente, embora está evidente sua participação direta nos esquemas de corrupção. Agora descobre-se que sua campanha usou os correios de maneira ilegal. Há coisas a serem esclarecidas que ocorreram durante a campanha. A indignação é geral, o fato de irem menos pessoas às ruas no dia 12 é só um detalhe. Nem o datafolha consegue levantar a moral de um governo que tem apenas um dígito de aprovação. As pessoas que não sairam para a rua dia 12, estarão em casa batendo suas panelas, elas não morreram e tampouco mudaram a sua opinião. Para piorar, a briga agora passa a ser interna, Haddad o ministro que achava que poderia ser pior o Brasil tirar os últimos lugares em testes internacionais de educação, ingressa na justiça para obrigar Dilma a cumprir os novos índices de ajustes das dívidas estaduais. E você acha que a vida esta voltando para as boas para o governo ? Ainda bem, fico feliz que os petistas erroneamente pensem assim, será menos resistência para nossos movimentos.

      • Denisbaldo Postado em 24/Apr/2015 às 13:39

        Foi voce quem disse que a Dilma deveria seguir as ordens do Cunha para evitar um processo de impedimento. Pra mim isso é assunto morto, voce que citou, então tive que te explicar que é impossível. Pelo jeito voce entendeu agora, que bom! Não se esqueça que o PMDB ainda é governista, o vice é PMDB, só pra te lembrar. E esse Cunha tá conseguindo seus 15 minutos de fama, é só. Seus aliados estão sumindo, compare a votação da PL 4330 duas semanas trás e ontem e verá. O único movimento que lhe restou é votar.

  7. Edson Postado em 23/Apr/2015 às 22:51

    Nem desenhando quando nada se sabe!!!!

  8. Carlos Prado Postado em 23/Apr/2015 às 23:30

    Aceita Dilma Vez!

  9. Roberto Pedroso Postado em 24/Apr/2015 às 00:22

    O reflexo dessa votação será a precarização iminente do mercado de trabalho bem como o enfraquecimento dos sindicatos e sua inevitável desarticulação e a perda de sua capacidade de mobilização para reivindicações justas por melhores condições salariais e de trabalho ,tudo isso irá ocorrer dentro em breve de forma abrupta e implacável, estamos diante da derrota inconteste dos ideias trabalhistas,direitos históricos estão sendo eliminados sem uma maior discussão e participação da sociedade, o pior é que sem uma previdência social sólida e bem estruturada e na ausência do conceito de Estado de Bem Estar Social o que teremos é uma situação preocupante onde o trabalhador será ainda mais aviltado, sendo nivelado a mera condição de objeto descartável.

  10. Pereira Postado em 24/Apr/2015 às 09:44

    Olha aí a inteligência política. https://www.youtube.com/watch?v=wywJj8bSi6A

  11. Antonio Carlos Postado em 24/Apr/2015 às 10:06

    Sabemos q a terceirização só atende aos interesses do empresariado. Se o nosso eleitor fosse sério projetos desse tipo nem chegariam ao congresso, pois os defensores dessas barbaridades ñ estariam lá.

  12. Rodrigo Postado em 24/Apr/2015 às 11:11

    Eu trabalho como terceirizado para uma multinacional americana. Faco o mesmo trabalho que uns poucos americanos que ainda restaram na equipe fazem. Ganho 1/4 do que eles ganham, porem o numero de americanos vem sendo reduzido dramaticamente. Percebo tambem que o numero de brasileiros tambem tem sido reduzido, na minha equipe soh tem eu, eramos em 3. Os empregos estao indo tudo para India e Filipinas. Esta lei tem somente uma finalidade: beneficiar o empresariado, permitir que eles contratem mao de obra onde o povo aceita menos de U$ 1 por dia para fazer servicos muitas vezes bem especializado. Eu trabalho na area de TI, por exemplo. Tenho graduacao em Ciencia da Computacao e estou concluindo mestrado. Meu salario nao eh muito baixo, mas nao eh o ideal para sustentar uma familia. Quem eh a favor disto e eh empregado ou sera empregado esta redondamente enganado ou faz alguma faculdade de ciencia que nao eh ciencia. (Exemplo: Economia e Administracao). Tanto nao sao ciencia que todos os economistas sao a favor disto tudo. Como uma empresa que terceiriza a mao de obra vai ganhar dinheiro com a terceirizacao se estes IDIOTAS aparecem dizendo que o trabalhador vai continuar ganhando a mesma coisa???????? A conta dos cientistas financeiros nao fecha. Vamos a matematica (que eh uma ciencia exata): 1) Trabalhador ganha SALARIO da Multinacional Y mais BENEFICIOS; 2) O mercado eh terceirizado e o trabalhador vai trabalhar para Empresa X que paga a ele SALARIO - LUCRO; 3) SALARIO ATUAL DO TRABALHADOR = SALARIO - LUCRO - BENEFICIOS; Nao existe magica, eh tao simples quanto parece, porem para alguns IMBECIS eh preciso desenhar.

    • Ricardo Postado em 24/Apr/2015 às 11:33

      Rodrigo, economia é ciência, sim, apenas não existe solução única (ao contrário da matemática, por exemplo). Se o economista é de uma linha que privilegia o capital em detrimento do trabalho, apoia a terceirização(e está certo); se privilegia o trabalho, é contra ela (e está certo). Errado estaria se apoiasse o trabalho e defendesse a terceirização (estaria errado ou de má-fé). Acho que é unânime, entre aqueles que trabalham com a matéria, que a terceirização precariza o trabalho, a diferença é que alguns acham isso correto e outros (como nós dois) consideram isso errado. E vc está completamente certo na análise matemática da questão, é exatamente isso o que ocorre - aliás, Marx não falava de algo semelhante...?!

      • Rodrigo Postado em 26/Apr/2015 às 02:09

        Qual é o objeto de estudo da Economia? Seria dinheiro? Dinheiro nada mais é do que uma invenção humana, se todos não acreditassem nele seria como uma folha de papel. Economia não é ciência, de acordo com https://movimentozeitgeist.com.br. Eu honestamente prefiro acreditar neles do que em você.

  13. Ricardo Postado em 24/Apr/2015 às 11:25

    Não é desenvolvido POR CAUSA da lei trabalhista, a riqueza é resultado de muitos fatores, assim como a DESIGUALDADE. Aliás, nos EUA há muito mais LIBERDADE SINDICAL, e é isso que confere a força do trabalhador apesar de leis trabalhistas mais tímidas. O que querem colocar para o Brasil é O PIOR DOS DOIS MUNDOS: flexibilização dos direitos trabalhistas individuais + ausência de liberdade sindical (em bom português: sem direitos e sem sindicatos fortes). É o começo da morte do direito do trabalho, que serve justamente para reequilibrar a balança entre dois agentes tão díspares (trabalhador e empregador).

  14. Jorge Elias Hakim Postado em 24/Apr/2015 às 13:24

    Se o povo soubesse da força que tem quando está unido deputado nenhum se atreveria a criar projetos que vão contra a vontade da população.

  15. Alexandre Postado em 24/Apr/2015 às 14:49

    me desculpem a ignorância, mas alguém pode esclarecer como ficará o plano de carreira de um terceiro ? Trabalho em uma multinacional desde 2007 e minha experiência mostra que o sonho deles é ser efetivado para ter os mesmos direitos dos efetivos, e raramente isso acontece. Me parece que se isso se tornar comum teremos outros milhoes de contratados que ficarão eternamente na mesma posição dentro das companhias, ao menos é a minha limitada opinião sobre o assunto, somente os efetivos mudam de posição e conseguem ter um plano de carreira, os contratados ficam anos fazendo a mesma coisa, depois vão pra outra empresa fazer a mesma coisa e o ciclo se repete ano a ano, só mudam as caras dos terceiros. Sei não, me parece que isso vai precarizar a mão de obra e ser efetivo em uma companhia no futuro será para poucos.

    • Rodrigo Postado em 26/Apr/2015 às 02:05

      Exatamente isto, eu trabalho desde 2008 e estou exatamente no mesmo lugar e recebendo um pouco menos do que ganhava anteriormente. Não existe e NUNCA existirá plano de carreira. Aliás, as pessoas são capazes de rir de você se falar em plano de carreira, ou dizer que isto é coisa só de funcionário público. Funcionários públicos que têm que ficar atentos, pois um dia a coisa chega neles também. A precarização dos empregos vem sido praticada há muitos anos, é só comparar como viviam as pessoas com formação superior há 20 anos com a situação atual.

  16. JoaoMineirim Postado em 24/Apr/2015 às 19:23

    Assiste ao documentário dublado "os gigantes da indústria" e entenderá as causas da riqueza do EUA. Quem foram os homens que fizeram do país uma potência.

  17. Fabrício Postado em 28/Apr/2015 às 19:13

    Não há nenhuma relação causal entre a situação de lá e a de cá. Mais que isso, pra quem entendeu direito o desenho, a mão-de-obra estadunidense foi substituída pela indiana justamente pelo fim da terceirização nos EUA. Artigo desonesto.

  18. Paula Postado em 03/May/2015 às 01:44

    E em que medida terceirizar é modernizar??? Isso é retrocesso... portuários, que nunca foram tutelados pela CLT é que possuem o OGMO - Órgão Gestor de Mão de Obra e não possuem emprego fixo. Isso antecede a CLT. Vamos modernizar? Beleza, então vamos modernizar de verdade!!!