Redação Pragmatismo
Mídia desonesta 07/Nov/2014 às 16:36 COMENTÁRIOS
Mídia desonesta

Fernando Rodrigues também é demitido da Folha

Publicado em 07 Nov, 2014 às 16h36

Depois de Eliane Cantanhêde, outro que deixa a Folha de S.Paulo é Fernando Rodrigues, um dos blogueiros mais lidos do jornal. Rodrigues não revelou as razões de sua saída, informando apenas ter encerrado sua "colaboração" após 27 anos

fernando rodrigues cantanhêde folha
Assim como Eliane Cantanhêde, Fernando Rodrigues também sai da Folha (Imagem: Pragmatismo Político)

Os jornalistas Eliane Catanhêde e Fernando Rodrigues são os nomes mais conhecidos entre os 25 profissionais que deixam a Folha de S.Paulo. Ambos escreviam para a página 2, na coluna ‘Brasília’, de maneira alternada. Eliane às terças, quintas, sextas e aos domingos.

Rodrigues informou aos leitores sobre sua saída do veículo ao publicar post no Facebook e em seu blog. O jornalista afirmou que continua a escrever para o UOL, onde está desde 2000. Seus comentários matinais na Jovem Pan, no ar desde 2006, também continuam sendo veiculados. “A partir desta sexta-feira (7.nov.2014), estarei aqui no UOL (onde já estava desde o ano 2000) e nos comentários matinais na JP (no ar desde 2006). Depois de 27 anos, encerrei minha colaboração no jornal Folha de S.Paulo”.

No impresso, a carreira dele é extensa. O profissional foi repórter, editor de Economia, correspondente em Nova York, Tóquio e Washington e, atualmente, estava na sucursal de Brasília produzindo suas colunas.

Crise na mídia impressa

As demissões de destaques das páginas políticas da Folha, que trabalham há décadas na publicação, indicam crise mais aguda na mídia impressa. As informações são do Portal dos Jornalistas.

Entre os demitidos estão os repórteres Flávia Marreiro, ex-correspondente do jornal em Caracas, Eduardo Ohata, de “Esportes”; Ana Krepp, de “Cotidiano”; Lívia Scatena, de “Gastronomia”; Euclides Santos Mendes, Editor do “Painel do Leitor”; Samy Charanek, pauteiro de “Cotidiano”; Gislaine Gutierre, “Ilustrada”; e Thiago Guimarães, coordenador adjunto da Agência Folha. Para anunciar a demissão, a direção do jornal disse aos funcionários que os cortes foram realizados por motivações econômicas.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

COMENTÁRIOS