Redação Pragmatismo
Mercado 17/Dez/2013 às 10:39 COMENTÁRIOS
Mercado

Redatora morre após 3 dias seguidos de trabalho

Publicado em 17 Dez, 2013 às 10h39

Redatora morre após trabalhar 3 dias seguidos. Orgulhosa de seu empenho, Mita Diran postou em sua conta pessoal no Twitter: “30 horas de trabalho e ainda estou firme e forte”

jovem redatora morre 3 dias trabalho
A jovem mita diran morreu após trabalhar 3 dias seguidos (reprodução)

A redatora Mita Diran, da Y&R da Indonésia, morreu após cumprir uma jornada de três dias seguidos de trabalho. Segundo a imprensa local, Mita faleceu depois de combinar excesso de trabalho com abuso no consumo da bebida energética Kratingdaeng, uma espécie de versão tailandesa do Red Bull. O coração de Mita não teria resistido à combinação

De acordo com um print screen feito de uma conversa entre Yani Syahrial, pai de Mita, que é diretor executivo de criação de outra agência (não revelada), e um funcionário seu, Mita trabalhou além de seu limite. O funcionário, preocupado, repassou a mensagem com a ressalva: “Por favor, saibam os limites de seu corpo, não se esforce tanto”.

[listaposts tipo=”relacionadosportags” titulo=”Leia também” total=”3″ posicao=”direita”]

No sábado, às 8h47 da manhã, a jovem postou na rede de microblogs Twitter a seguinte mensagem: “30 horas de trabalho e ainda sigo forte”.

Ontem, o braço indonésio da Y&R divulgou, em sua conta no Facebook, uma nota lamentando a morte da funcionária: “Mita era uma redatora talentosa com um sorriso gentil e que sempre irá viver em nossos corações”. Segundo o comunicado, a agência seria fechada hoje.

Segundo informações de sua página no LinkedIn, Mita trabalhava há 1 ano e 8 meses no grupo. Antes disso, havia atuado como escritora freelancer.

Em agosto, um estagiário do Bank of America também teria morrido por excesso de trabalho em Londres. O jovem de 21 anos sofria de epilepsia e teria virado pelo menos três noites trabalhando.

com informações de Exame

Recomendações

COMENTÁRIOS