Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 02/Dez/2013 às 17:10 COMENTÁRIOS
Mulheres violadas

Estudante que teve fotos íntimas divulgadas: "me senti impotente e com nojo"

Publicado em 02 Dez, 2013 às 17h10

Thamiris Sato, 21 anos, acusa ex-namorado búlgaro Kristian Krastanov de ser responsável por divulgar material após término do relacionamento

thamiris sato facebook fotos íntimas
(Captura de Tela / Facebook / Thamiris Sato)

Thamiris Sato, 21 anos, teve sua intimidade exposta na internet. O episódio ocorreu no fim de outubro, quando mensagens de desconhecidos no Facebook oferecendo ajuda em troca de favores sexuais a alertaram para o que havia acontecido: uma foto dela nua estava em sites pornográficos e em perfis falsos da rede social.

A humilhação foi tamanha que a estudante de Letras da USP pensou em transferir o curso para outra cidade ou Estado, fazer um intercâmbio na Rússia e até mesmo em cometer suicídio.

Veja também:
Jovem se suicida após vídeo vazar no Whatsapp

Pensei diversas vezes em resolver tudo com suicídio, mas me contive por afeto e amor aos meus familiares. Colocar-se no papel do outro é fundamental. Imaginei todo o sofrimento que um ato egoísta poderia causar à minha família, e como um suicídio afeta cada uma das pessoas que vivem ao seu redor. Lidar com tudo é muito cansativo. Cogitei fazer intercâmbio para Moscou, na Rússia, e também pedir transferências para universidades em outros estados e cidades

[listaposts tipo=”relacionadosportags” titulo=”Leia mais” total=”5″ posicao=”direita”]

Thamiris falou ainda do preconceito que sofreu:

“Apesar de muitos me apoiarem, várias pessoas me culparam, pois eu “deveria saber” que não posso aproveitar minha intimidade da forma que desejo. Claro que para meu ex-namorado essa possibilidade existe, pois ele não é condenado nem perseguido por sua intimidade exposta. A sociedade está dividida, mas, se casos semelhantes ao meu acontecem, é porque não há um combate generalizado em favor das minorias”

Também por meio do Facebook, Thamiris publicou um dossiê com mensagens e e-mails para acusar o ex-namorado Kristian Krastanov, um estudante búlgaro da mesma faculdade, pelo vazamento das imagens. “Me senti impotente. E com nojo”, afirmou.

Thamiris decidiu terminar o namoro de um ano e sete meses em julho, e, segundo ela, a partir daí, as ameaças de expor suas fotos começaram. “Foram quase dois meses sem ir à delegacia, até que ele me ameaçou de morte em setembro.”

A estudante fez um boletim de ocorrência contra o ex-namorado no início de outubro e, semanas depois, a foto íntima foi publicada na internet. “Atualmente, a situação mais difícil é ter de trancar meu curso de Letras na USP, pois meu ex-namorado também estuda lá”, relatou.

com Bruna Carvalho, CartaCapital

Recomendações

COMENTÁRIOS