Redação Pragmatismo
Homofobia 26/Dez/2013 às 11:28 COMENTÁRIOS
Homofobia

Ator russo diz que gays devem ser 'queimados vivos'

Publicado em 26 Dez, 2013 às 11h28

Ator russo diz que quer colocar todos os gays ‘no forno’. Ivan Okhlobystin, que tentou se candidatar à Presidência da Rússia há dois anos, afirma que homossexuais deveriam ser queimados vivos

Ivan Okhlobystin homossexuais gays
Ivan Okhlobystin diz que gays são uma ameaça para seus filhos (Reprodução)

Um ator russo, mais conhecido pela sua intenção de se candidatar às eleições presidenciais há dois anos na Rússia, afirmou que gostaria de colocar todos os gays “no forno”. Diante de uma plateia na cidade siberiana de Novosibirsk, Ivan Okhlobystin disse que todos os homossexuais deveriam ser queimados vivos, o que foi fortemente condenado por grupos de direitos humanos.

[listaposts tipo=”relacionadosportags” titulo=”Leia também” total=”5″ posicao=”direita”]

De acordo com o Hollywood Reporter, citando o jornal local Komsomolskaya Pravda, o ator classificou os gays de uma ameaça para os seus filhos.

– Gostaria de colocar todos os gays vivos dentro de um forno – disse Okhlobystin, que já foi padre. – Isto é Sodoma e Gomorra. Como uma pessoa religiosa, não posso ser indiferente porque é uma ameaça real para os meus filhos.

Okhlobystin usou o Twitter para confirmar os seus comentários.

“O significado foi processado corretamente”, disse ele no microblog. “Todo mundo tem o direito de expressar suas opiniões”.

O ativista Nikolay Alexeyev disse à rádio RSN que as declarações de Okhlobystin configuram incitação ao ódio contra homossexuais e que poderia vê-lo banido de “países civilizados”.

A Rússia introduziu severas leis que proíbem a exposição de “propaganda gay” a menores.

Okhlobystin ganhou fama no final dos anos 1990, mas se desligou para se juntar ao sacerdócio depois de uma conversão religiosa. Em 2010 , ele anunciou seu retorno à cena artística . Há dois anos, ele anunciou sua intenção de concorrer à presidência, mas não chegou a registrar sua candidatura.

Agência Globo

Recomendações

COMENTÁRIOS