Redação Pragmatismo
Política 11/Nov/2013 às 23:59 COMENTÁRIOS
Política

Marco Feliciano, um “novo Tiririca”?

Publicado em 11 Nov, 2013 às 23h59

Partido de Marco Feliciano acredita que notoriedade alcançada pelo deputado pode fazer dele um dos mais votados de 2014, garantindo a eleição de mais três parlamentares em São Paulo

marco feliciano tiririca
Marco Feliciano (Folha-PE)

Dirigentes do Partido Social Cristão (PSC) em São Paulo acreditam que o deputado federal paulista Marco Feliciano, graças à notoriedade alcançada desde que se elegeu presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, possa ser um grande puxador de votos da legenda em 2014, repetindo fenômeno de Tiririca (PR-SP) em 2010.

Na ocasião, o humorista foi o parlamentar mais votado do país, com 1,35 milhão de votos, assegurando a própria vaga e outras três cadeiras para sua coligação.

[listaposts tipo=”relacionadosportags” titulo=”Leia também” total=”5″ posicao=”direita”]

De acordo com declaração dada ao jornal Folha de S.Paulo, o presidente do diretório regional da agremiação, Gilberto Nascimento, prevê que o partido possa passar dos atuais dois deputados eleitos por São Paulo para até cinco nas próximas eleições. “Feliciano virou um pop star”, afirmou o também pastor evangélico à reportagem do periódico.

“É o deputado mais citado do país, acho que é o evangélico que mais tem CDs rodando por aí e já deve ser o mais procurado [por candidatos a deputado estadual] para fazer dobradinhas em 2014.”

Para que a bancada do PSC chegue ao número projetado por Nascimento, Feliciano teria que obter uma votação superior a 1,2 milhão de votos, segundo estimativas.

A possível concentração de votos evangélicos em Feliciano, contudo, preocupa líderes da Assembleia de Deus, que temem uma diminuição de sua bancada em Brasília.

Isso poderia acontecer se os eleitores acostumados a votar de forma pulverizada nos candidatos da igreja resolverem votar maciçamente em Feliciano, o que ajudaria a eleger candidatos do PSC que não necessariamente evangélicos, prejudicando outros da Assembleia.

Fórum

COMENTÁRIOS