Redação Pragmatismo
Homofobia 03/Out/2013 às 18:13 COMENTÁRIOS
Homofobia

Travesti de barba sofre preconceito ao ser selecionada para festival de música

Publicado em 03 Out, 2013 às 18h13

Travesti que foi selecionada para festival anual de música recebeu alta rejeição e mensagens homofóbicas. Página contra sua participação no evento já conta com milhares de assinaturas

Travesti de barba sofre preconceito conchita wurst festival de música
Travesti com barba é escolhida para representar Áustria em festival de música e causa polêmica (Reprodução)

Ainda faltam 7 meses para começar o Eurovision, festival anual de música da Europa, mas as polêmicas em torno de uma candidata escolhida para representar a Áustria já começaram.

[listaposts tipo=”relacionadosporcategorias” titulo=”Leia também” total=”4″ posicao=”direita”]

Tudo por que Conchita Wurst, de 25 anos, é uma travesti que se destaca por seu visual incomum à maioria das moças: com cabelos compridos e um perfeito corpo e rosto de mulher, sua proeminente barba se destaca em meio aos traços femininos.

A escolha de Conchita foi através de uma comissão interna, que decidiu sua voz como a melhor para representar a Áustria. No entanto, mesmo com o talento da cantora, diversos austríacos protestaram contra a presença de Conchita no festival.

Com mensagens homofóbicas, os fãs do Eurovision pedem para que se mudem as regras do evento e que o púbico volte a escolher a represente de seu país, como aconteceu nas últimas edições.

Uma página denominada “Não à Conchita Wurst no concurso de música” já conta com mais de 40 mil assinaturas. O festival Eurovision será realizado em Copenhague nos do dia 6 a 10 de Maio.

Assista abaixo ao vídeo de Conchita Wurst

A Capa

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendações

COMENTÁRIOS