Redação Pragmatismo
Impunidade 17/Out/2013 às 14:09 COMENTÁRIOS
Impunidade

Médica Kátia Vargas tenta fugir de Hospital em ambulância do SAMU

Publicado em 17 Out, 2013 às 14h09

Médica acusada de matar os irmãos Emanuel e Emanuelle tenta fugir de hospital pelos fundos dentro de uma ambulância do SAMU. Ministério Público diz que médica deverá ser presa quando receber alta

médica kátia vargas assassina
Kátia Vargas deverá ter habilitação cassada. Médica tentou fugir de hospital na noite de ontem, quarta-feira (Reprodução)

A médica Kátia Vargas, que está internada no Hospital Aliança e deve deixar a instituição médica para ir direto à 7ª delegacia prestar depoimento, nesta quinta-feira (17), tentou fugir do hospital. A informação foi dada com exclusividade pela TV Record, no início da noite desta quarta (16).

De acordo com a emissora, a médica tentou deixar o hospital utilizando para isso uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência), que deixaria o local pela área de serviço. Ainda não se sabe qual seria o destino da médica, após a fuga. A fuga só não aconteceu por conta do coordenador chefe da vigilância, que proibiu o ato.

[listaposts tipo=”relacionadosportags” titulo=”Leia também” total=”5″ posicao=”direita”]

Estado de saúde

Numa coletiva de imprensa do Ministério Público, realizada na tarde desta quarta-feira (16), foi apresentado o laudo em que a médica Kátia Vargas aparece bem de saúde e sem indícios que a mantenham internada. Por conta disso, a acusada deve deixar o hospital e sair diretamente para a 7ª Delegacia para prestar depoimento. Em seguida, ela pode ser conduzida ainda para o presídio feminino, que fica no bairro de Mata Escura.

Médica deve receber alta e ser presa, diz MP

Numa coletiva de imprensa do Ministério Público, realizada na tarde desta quarta-feira (16), foi apresentado o laudo em que a médica Kátia Vargas aparece bem de saúde e sem indícios que a mantenham internada no Hospital.

O Ministério Público afirmou que a médica já tem condições de receber alta e pode ser presa a qualquer momento.

Por conta disso, Kátia deve deixar o hospital e sair diretamente para a 7ª Delegacia para prestar depoimento. Ela pode ser conduzida ainda hoje para o presídio feminino, que fica no bairro de Mata Escura.

O caso

A médica oftalmologista Kátia Vargas Leal Pereira, de 45 anos, é acusada de matar os irmãos Emanuel e Emanuella. A moto em que os irmãos estavam, uma Yamaha XTZ (placa NTQ-8040), foi atingida por um Kia Sorento branco (placa NZK-6668), guiado por Kátia. Imagens de câmeras de segurança mostram que a médica dirigia em alta velocidade, o que provocou uma discussão com Emanuel, que chegou a bater com o capacete no capô do Sorento. O advogado da acusada, Vivaldo Amaral, justificou a ação afirmando que a cliente teria “se assustado” com a moto e por isso avançou o sinal antes do acidente.

(ATUALIZAÇÃO) – Médica Kátia Vargas é presa e será denunciada por homicídio triplamente qualificado

A médica Kátia Vargas deixou o Hospital Aliança às 9h15 desta quinta-feira (17), em uma viatura da 7ª Delegacia Territorial (DT/Rio Vermelho). A médica, que estava internada desta a última sexta (11), quando provocou a morte dos irmãos Emanuel, 21, e Emanuelle, 23, em um acidente de carro, não foi algemada.

Segundo o repórter Gil Santos, que acompanhou a saída da oftalmologista, Kátia estava chorando, com o rosto entre as mãos, e segurando um terço. Ela estava acompanhada pela titular da 7ª DT, Jussara Souza, sentada na viatura entre dois policiais, enquanto tentava cobrir o rosto.

Kátia foi encaminhada para o Presídio Feminino, no Complexo Penitenciário da Mata Escura, onde chegou às 9h37, onde deve responder às denúncias presa. O advogado de defesa da médica, Vivaldo Amaral, acompanhou tudo e conversa neste momento com a imprensa. O advogado da família de Emanuel e Emanuelle, Daniel Keller, também está presente no presídio.

Assista abaixo ao vídeo do momento do incidente:

com Varela Notícias

Recomendações

COMENTÁRIOS