Redação Pragmatismo
Eleições 2014 11/Set/2013 às 10:00 COMENTÁRIOS
Eleições 2014

Eleições 2014: Dilma lidera em nova pesquisa CNT

Publicado em 11 Set, 2013 às 10h00

Se a eleição presidencial fosse hoje, Dilma Rousseff venceria tanto o primeiro turno quanto um possível segundo turno. Confira os números completos a seguir

O governo da presidenta Dilma Rousseff tem a aprovação de 38,1% da população, segundo pesquisa divulgada nesta terça (10) pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Na última pesquisa da CNT, em julho, o governo teve avaliação positiva de 31,3% da população, o que mostra um aumento de 6,8 pontos percentuais.

Apesar da recuperação gradativa, os índices ainda são inferiores aos 54,2% de aprovação divulgados em junho. a avaliação negativa do governo também registrou queda acentuada de 7,6%, passando de 29,5% para 21,9%.

O desempenho pessoal da presidenta foi avaliado como positivo por 58% dos entrevistados. O dado mostra aumento da aprovação de Dilma, que tinha avaliação pessoal em 49,3% na última pesquisa.

pesquisa cnt dilma
Dilma lidera pesquisa para eleições 2014 (Divulgação / CNT)

No total, 40,5% das pessoas desaprovam a gestão de Dilma. Em julho, o percentual era 47,3%; em junho, 20,4%.

Nesta edição, foram entrevistadas 2.002 pessoas, em 135 municípios de 21 estados, entre os dias 31 de agosto e 4 de setembro.

Eleição presidencial

A pesquisa também aponta que, se a eleição presidencial fosse hoje, a presidenta Dilma Rousseff venceria tanto o primeiro turno quanto um possível segundo turno . Segundo o levantamento, Dilma teria 36,4% dos votos na pesquisa estimulada, quando os nomes são citados aos entrevistados.

A ex-senadora Marina Silva (sem partido) aparece em segundo lugar, com 22,4% das intenções de voto. O senador Aécio Neves (PSDB-MG) vem na terceira posição, com 15,2%, e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), aparece em quarto lugar, com 5,2% das intenções de voto.

[listaposts tipo=”relacionadosporcategorias” titulo=”Leia também” total=”5″ posicao=”direita”]

Em cenários virtuais de segundo turno, Dilma também venceria em todos. Na disputa com Marina Silva, a presidente teria 40,7% dos votos, contra 31,9% da ex-senadora. Contra Aécio Neves (24,5%), a vantagem de Dilma se ampliaria para 44%. Já se o oponente fosse Eduardo Campos, Dilma venceria com 46,7% dos votos, contra 16,8% do pernambucano.

A rejeição da presidenta foi de 41,6%, contra 36,8% de Aécio Neves, 33,5% de Eduardo Campos e 30,8% de Marina Silva.

Ainda assim, Dilma é a que mais tem citações quando o entrevistado é questionado sobre em quem seria o único no qual votaria. Dilma foi lembrada por 20,2% dos ouvidos na pesquisa. Aécio recebeu 6,5% da intenções, Marina teve 11,1% e Campos, 2%.

Declaração espontânea

Na declaração espontânea de voto, Dilma aparece com 16% das intenções de voto, seguida pelo ex-presidente Lula, com 9,7%. Marina Silva tem 5,8% das intenções, e Aécio vem com 4,7% de preferência do eleitorado. Campos foi lembrado por 1,6% dos entrevistados e apenas 1% declararam voto no ex-governador José Serra (PSDB-SP). O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, foi citado por 0,5% dos entrevistados, mesmo índice marcado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa.

A ÍNTEGRA DA PESQUISA PODE SER VISTA AQUI

Agências e CNT

Recomendações

COMENTÁRIOS