Redação Pragmatismo
Homofobia 18/Jun/2013 às 16:30 COMENTÁRIOS
Homofobia

'Cura gay' é aprovada em Comissão presidida por Feliciano

Publicado em 18 Jun, 2013 às 16h30

Com todas as atenções voltadas para os protestos em várias cidades brasileiras, Comissão de Direitos Humanos aprova 'cura gay'. Votação é vitória de Feliciano e da bancada evangélica, que tenta avançar com o projeto há dois anos

Comissão de Direitos Humanos da Câmara aprovou, nesta terça-feira (18), a proposta conhecida como “cura gay”. O projeto permite que psicólogos realizem “tratamento” com o objetivo de reverter à homossexualidade.

feliciano aprova cura gay

‘Cura gay’ é aprovada em Comissão presidida por Marco Feliciano

A proposta aprovada nesta terça-feira anula um artigo da resolução que determina que “os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica”.

Na justificativa do documento, o deputado João Campos (PSDB-GO), autor do projeto, afirma que o conselho “extrapolou seu poder regulamentar” ao “restringir o trabalho dos profissionais e o direito da pessoa de receber orientação profissional”.

A votação é uma vitória da bancada evangélica, que tenta avançar com o projeto há dois anos.

Leia também

Antes de virar lei, o projeto ainda terá de ser analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família e de Constituição e Justiça até chegar ao plenário da Câmara. Se aprovada pelos deputados federais, a proposta também terá de ser submetida à análise do Senado. Somente então a matéria seguirá para sanção ou veto da Presidência da República.

Sessão

Em contraste com as primeiras sessões presididas por Marco Feliciano, marcadas por tumultos e protestos de dezenas de integrantes de movimentos LGBT e evangélicos, a sessão desta terça atraiu poucos manifestantes. No fundo do plenário, um rapaz e uma garota ergueram cartazes durante o encontro do colegiado protestando contra o projeto da cura gay.

Uma das cartolinas dizia “não há cura pra quem não está doente”. Já o outro manifesto ressaltava “o que precisa de cura é homofobia”.

com agências

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendações

Comentários

  1. Leandro Postado em 18/Jun/2013 às 16:49

    Cansado desse crente

  2. Müller Postado em 18/Jun/2013 às 17:28

    Covarde e cínico...

  3. Dinio Postado em 18/Jun/2013 às 21:06

    Sou Gaúcho e bem macho, mas se fosse gay, exigiria também meus direitos! A vontade que tenho é de pegar este desgraçado e dá uma sova de relho trançado de oito, pra este vagabundo aprender a ser gente. O que este imbecil está tentando fazer é criar o ódio no nosso País. O Brasileiro é um povo alegre, que tem por princípio a busca da felicidade, cada um a seu modo, cada um com suas crenças e suas opções ...sexuais, políticas, esportivas, culturais, etc...O risco grave que corremos enquanto que sociedade, se esta cobra se criar, é de nos tornarmos, aí sim, intolerantes, preconceituosos, radicais, e estúpidos, a exemplo de muitos povos, que se consideram de "primeiro mundo", e são sim evoluídos tecnologicamente, mas atrasados enquanto que seres sociais. Já o nosso povo - que constitui esta GRANDE NAÇÃO junto com esta terra maravilhosa - a qual temos o privilégio de ter nascido nela; apesar das enormes desigualdades sociais, é um povo tolerante, compreensivo, amistoso, de paz, e que leva a vida numa boa, de causar inveja a muitas outras nações . Mas o truque deste Bandido, é velho e manjado, visa o lucro financeiro e o poder, ao pregar a instabilidade e se aproveitar dela," ARREBANHANDO AS OVELHINHAS", que acreditam precisar de sua "PROTEÇÃO", suas "VACINAS" e seus " CONCELHOS ESPIRITUAIS E PSICOLÓGICOS" e claro . . . pagando por isto! Não podemos deixar esta cobra se criar, tchê! Somos muito maior que este verme! Em tempo, cobras são animais maravilhosos e fundamentais na natureza, não merecem esta comparação, só usei porque é um ditado gaúcho forte.

  4. mario Postado em 19/Jun/2013 às 17:00

    Gente marcos feliciano está correto, pois quem quizer ser gay que sejam e quem quizer deixar de ser que sejam isso é democracia e quem quizer procurar psicólogos pra deixar de ser hétero e ser gay que procurem e sejam pois tem hétero que quer ser gay e tem gay que quer deixar de ser ,e ser hétero,que problema tem isso? a DITADURA acabou ACORDA gente

  5. Pablo Vieira de Mendonça Postado em 21/Jun/2013 às 15:16

    ( ué, PRAGMATISMO... onde foi parar meu comentário? )

  6. renato Postado em 26/Jul/2013 às 17:05

    Parece que não é isto......tem coisa errada aí ...............ai não ..