Pragmatismo Político (P)
Corrupção 23/Nov/2012 às 12:42 COMENTÁRIOS
Corrupção

Liberdade de Carlinhos Cachoeira é celebrada com 2 dias de festa

Pragmatismo Político (P) Pragmatismo Político (P)
Publicado em 23 Nov, 2012 às 12h42

Na casa de Andressa, no condomínio de luxo Alphaville, celebração é intensa, com música alta e guloseimas da predileção do marido. Mais de 100 pessoas já passaram pelo local para confraternizar com o ex-detento. Em Anápolis, cidade natal do contraventor, chegou-se a cogitar a realização de uma carreata

As comemorações pela libertação de Carlinhos Cachoeira do presídio da Papuda, em Brasília, não cessam na mansão de Andressa Mendonça, situada no condomínio de luxo Alphaville, em Goiânia. Uma pequena multidão de amigos e parentes se revezam em visitas para levar as boas-vindas e uma palavra de estímulo ao contraventor. Em Anápolis, cidade da família do contraventor, chegou-se a cogitar uma grande festa, com a realização de uma carreata.

andressa carlinhos cachoeira

Andressa Mendonça posta foto abraçada com Cachoeira no Instagram logo após a soltura do bicheiro (Foto Divulgação)

Desde que chegou à capital goiana, nas primeiras horas de quarta-feira, o objetivo de Cachoeira era descansar por alguns dias e passar algum tempo sozinho com os três filhos (do casamento com a ex Andrea Aprígio) e atual mulher, Andressa. Mas, pelo menos uma centena de parentes e amigos mais íntimos correu ao seu encontro. Desprevinida, Andressa precisou contar com a ajuda das amigas para receber os convidados. Uma delas providenciou uma leitoa à pururuca, um dos pratos mais apreciados pelo contraventor.

Embora muito magro, abatido e com muitos mais cabelos brancos após quase nove meses preso, Cachoeira esteve sempre sorridente. Sua aparência preocupou Andressa, que chamou um cabeleireiro para dar uma repaginada no visual do marido. Segundo o relato de amigos, ela quer chamar um médico para avaliar as reais condições de saúde do amado. Espera apenas terminarem os festejos.

As celebrações pela libertação de Cachoeira começaram na madrugada da própria quarta-feira (o contraventor deixou a Papuda junto com Andressa às 0h04 e foi diretamente para Goiânia). Na casa do Alphaville, um jantar cuidadoso o esperava. Pela manhã, a mulher lhe presenteou com um rico café da manhã, encomendado de um bufê famoso.

Leia também

À noite, segundo o jornal O Popular de Goiânia, a festança ainda continuava, com musica alta e muitas pessoas na casa do Alphaville. Pelo relato do periódico, que telefonou à residência, uma mulher que se identificou como Cláudia atendeu ao telefonema em meio a muito barulho de comemoração. “Ele está ótimo”, teria gritado. “Estamos em festa, não tem hora para acabar”, emendou, para, em seguida, acrescentar que não estava autorizada a repassar nenhuma informação.

Anápolis

Na cidade natal de Cachoeira, Anápolis (localizada no meio do caminho entre Goiânia e Brasília), o clima também era de festa, embora parte dos moradores critique o culto ao contraventor. À tarde correu o boato de que era organizada uma grande celebração pela soltura de Cachoeira, com a realização de uma carreata pelas ruas do município. Parentes e amigos mais próximos disseram não saber do evento, mas que, se acontecesse, sem dúvida todos se fariam presentes.

Fernando Cunha Neto, sobrinho de Cachoeira e vereador reeleito pelo PSDB com 1.912 votos em Anápolis, afirma que a comunidade anapolina gosta muito de seu tio e de toda família. “Falo isso pela expressiva votação que tive, conquistando a reeleição”, disse ao a O Popular, completando que não sofreu qualquer retaliação dos colegas vereadores ou mesmo dos adversários pelo fato de ser parente de uma das figuras mais controversas do país na atualidade.

Goiás 247

Recomendações

COMENTÁRIOS