Redação Pragmatismo
Justiça 06/Dec/2011 às 13:38 COMENTÁRIOS

Aécio Neves e Maitê Proença entre os maiores descasos com a Lei Seca no ano

Na prática, infelizmente, a punição é inexistente para casos envolvendo motoristas irresponsáveis ricos e famosos

Aécio Maitê bafômetro lei seca

O consumo de álcool é responsável por 40% dos acidentes de trânsito registrados no país. A legislação atual considera alcoolizado o motorista com mais de 6 decigramas de álcool no sangue, o equivalente ao consumo de um copo de cerveja. Mas a CCJ (Comissão de Constituição Justiça e Cidadania) do Senado aprovou, em novembro, projeto de lei que exige teor zero de álcool aos motoristas. Ainda falta sanção da Câmara.

Veja alguns casos envolvendo embriaguez ao volante em 2011:

24/03/11 – Em blitz, Maitê Proença admite ter bebido e se recusa a fazer teste do bafômetro

A atriz Maitê Proença foi parada pela blitz da Lei Seca em frente ao Copacabana Palace, no Rio e admitiu ter ingerido bebida alcoólica. Ela não fez o teste do bafômetro e estava sem carteira de habilitação. Seu carro foi rebocado.

17/04/11 – Aécio Neves se recusa a fazer teste do bafômetro

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi parado pela Lei Seca no bairro do Leblon, no Rio, e, além de se recusar a fazer o teste do bafômetro e ser multado em R$ 957,70, estava com a habilitação vencida. O parlamentar chamou um amigo para dirigir a Land Rover que guiava e foi liberado.

22/10/11 – Motorista embriagado mata dois garis atropelados

Dois garis morreram e um terceiro ficou gravemente ferido após terem sido atropelados por uma caminhonete Toyota Hilux na Marginal Pinheiros, em São Paulo. O motorista do veículo, que apresentava sinais de embriaguez, foi detido e indiciado por homicídio doloso (quando há intenção de matar).

O acidente ocorreu no trecho que dá acesso à ponte Engenheiro Ary Torres, na região do Morumbi, zona sul de São Paulo. O motorista da caminhonete, um bancário de 32 anos, teria perdido controle do veículo e atingido os garis enquanto eles trabalhavam.

O condutor do veículo confessou aos policiais que estava voltando de uma festa, onde teria ingerido bebida alcoólica.

23/07/11 – Jovem morre após ser atropelado por Land Rover

O administrador de empresas Vítor Gurman, 24 anos, morreu após ser atropelado por um Land Rover na rua Natingui, Vila Madalena, na capital paulista. Ele voltava a pé para casa depois de uma festa quando foi atingido pelo veículo.

A nutricionista Gabriella Guerrero retornava de uma casa noturna com o engenheiro Roberto de Souza Lima, seu namorado e dono do carro, quando perdeu o controle da direção. Laudo do IC (Instituto de Criminalística) aponta que o jipe estava a 57 km/h no local do acidente. Na via, o limite de velocidade é de 30 km/h.

Segundo a polícia, no dia do acidente Gabriela se negou a fazer o teste de bafômetro e também o teste de dosagem alcoólica, mas realizou o exame clínico no qual foi constatado que estava alccolizada. A nutricionista foi indiciada sob suspeita de homicídio doloso (quando há intenção de matar).

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Comentários