Luis Soares
Colunista
Política 19/Set/2011 às 17:32 COMENTÁRIOS
Política

Passagens bíblicas imorais são rasgadas por manifestantes

Luis Soares Luis Soares
Publicado em 19 Set, 2011 às 17h32
Trechos pouco racionais geram polêmica
Deuteronômio 22, nos versículos 23 e 24, diz: “Quando houver moça virgem, desposada, e um homem a achar na cidade, e se deitar com ela, então trareis ambos à porta daquela cidade, e os apedrejareis, até que morram […]”

Em Tiago 4:14  “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor; […]”

Em uma praia de Orange County, na Califórnia (EUA), um de grupo de ateus rasgou nesse fim de semana fotocópias de trechos da Bíblia imorais ou obscurantistas, como esses acima. 

Leia mais:
Bruce Gleason, o líder do grupo Os Céticos, disse que o objetivo do protesto não foi ofender os cristãos, mas fazer “um mundo melhor”. “A razão, a ciência e o pensamento crítico são muito mais benéficos para as pessoas do que a fé e a oração”, disse.

Não foi assim que entendeu a imprensa cristã, como o site Christian Post, que disse ter sido “uma oposição pública contra o cristianismo”. 

O site informou que o protesto atraiu cerca de 100 pessoas, entre eles o cristão Greg Allen, que disse que os ateus pinçam trechos da Bíblia para desmoralizar todo o texto sagrado. “É deturpação.”

Já o pastor Ray Comfort, conforme noticiou o site, admitiu que, de fato, alguns trechos bíblicos não fazem sentido hoje em dia, mas os ateus não deveriam responsabilizar os cristãos por aspectos da cultura judaica de 3.000 anos atrás. 

Leia também:

“Muitos ateus não percebem que nós os amamos”, disse o pastor. “Nós estamos preocupados com eles e queremos que se aproximem de Deus e peçam perdão.”

_

COMENTÁRIOS