Redação Pragmatismo
Mulheres violadas 10/Mar/2017 às 10:00
0
Comentários

Discurso de Temer no Dia da Mulher vira vergonha internacional

Michel Temer provoca vergonha internacional com discurso do Dia da Mulher. Fala do ex-presidente foi criticada pelos principais veículos de comunicação do mundo. Confira o que disseram CNN, The New York Times, El País, The Independent e outros

discurso de temer dia da mulher

Não foi apenas no Brasil que o discurso de Michel Temer no Dia da Mulher causou espanto pelo tom retrógrado e depreciativo.

Os principais veículos de comunicação da mídia internacional criticaram a fala do atual presidente brasileiro.

Relembre trechos da fala de Temer:

“Tenho absoluta convicção, até por formação familiar e por estar ao lado da Marcela, do quanto a mulher faz pela casa, pelo lar. Do que faz pelos filhos. E, se a sociedade de alguma maneira vai bem e os filhos crescem, é porque tiveram uma adequada formação em suas casas e, seguramente, isso quem faz não é o homem, é a mulher […] ela é capaz de indicar os desajustes de preços em supermercados e identificar flutuações econômicas no orçamento doméstico”.

Para a CNN, Michel Temer foi merecidamente criticado por “elogiar as habilidades das mulheres no supermercado” em um dia que se celebra a luta histórica das mulheres por direitos.

A rede de televisão americana também disse que o presidente foi acusado de ser machista por milhões de brasileiros nas redes sociais. A reportagem afirma ainda que o governo Temer tem recebido críticas mais amplas da população e que tem tido níveis de aprovação muito baixos desde que ele assumiu o cargo no lugar de Dilma Rousseff.

O El País falou sobre o discurso de Temer em reportagem intitulada “O presidente do Brasil reduz o papel da mulher à casa e ao supermercado“.

O “The New York Times” também repercutiu o assunto, com um texto chamado “Brasileiro Temer irrita mulheres com elogio às suas habilidades no supermercado”. O texto lembra que Temer assumiu em maio com uma equipe toda masculina. “Agora, seu gabinete de 28 membros tem duas mulheres”, diz.

O jornal britânico Telegraph lembra que Temer já é impopular entre as mulheres por seu papel no impeachment da primeira presidente mulher do Brasil, por ter abolido o Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos e por ter assumido o poder com um gabinete inteiramente masculino.

O também britânico The Independent disse que a fala de Temer foi ‘sexista’ ao lembrar que “o presidente brasileiro parabenizou as mulheres por ‘tomarem conta da casa, educarem as crianças e checarem preços no supermercado'”.

“Especialistas em trabalho doméstico, crianças, compras: Michel Temer quis fazer um cumprimento às brasileiras no Dia das Mulheres. Mas a tentativa do presidente brasileiro saiu pela culatra”, apontou o jornal alemão “Frankfurter Allgemeine“.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários