Redação Pragmatismo
Compartilhar
Justiça 04/Oct/2016 às 16:00
36
Comentários

Livro que mostra conversa entre William Bonner e Gilmar Mendes é censurado

Justiça manda recolher livro que mostra conversa entre William Bonner e Gilmar Mendes. Diálogo do editor-chefe e apresentador do Jornal Nacional com o ministro do Supremo Tribunal Federal é comprometedor

william bonner gilmar mendes

O advogado e professor Clóvis de Barros Filho terá de pagar uma indenização ao ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes e recolher todas as edições ainda não vendidas do livro Devaneios sobre a atualidade do Capital, escrito com Gustavo Daineze.

Ele foi condenado porque narrou uma conversa entre o atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o apresentador do Jornal Nacional, William Bonner.

“Fui a uma reunião de pauta do Jornal nacional, e o William Bonner liga para o Gilmar Mendes, no celular, e pergunta. ‘Vai decidir alguma coisa de importante hoje? Mando ou não mando o repórter?’. ‘Depende. Se você mandar o repórter, eu decido alguma coisa importante'”, diz o trecho incluído no livro.

O ministro considerou o texto inapropriado e entrou com processo por danos morais contra os autores da obra e a CDG Editora. Esses, por meio de acordo, comprometeram-se a pagar a indenização estipulada e a retirar todos os exemplares de Devaneios… de circulação e apagar o trecho dos próximos.

Monica Iozzi

Nesta mesma semana, a apresentadora e humorista Monica Iozzi foi condenada a indenizar Gilmar Mendes por conta de uma postagem feita em sua conta do Instagram.

No post, Monica, que apresentava o Vídeo Show na Globo até fevereiro deste ano, colocou uma foto do ministro do STF com a legenda “Gilmar Mendes concedeu habeas corpus para Roger Abdelmassih, depois de sua condenação a 278 anos de prisão por 58 estupros” e escreveu: “Se um ministro do Supremo Tribunal Federal faz isso… Nem sei o que esperar”.

Por meio de sua assessoria de imprensa, Monica afirma que não houve qualquer tipo de ofensa ao ministro e que vai recorrer da decisão.

“Mas sim a expressão de uma opinião sobre um fato público a respeito do julgamento de um médico que chocou o país. Médico acusado e condenado por ter abusado sexualmente de dezenas de suas pacientes”, diz o comunicado.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Nelo de Carvalho Postado em 04/Oct/2016 às 16:48

    São esses que combatiam o PT, em de que mesmo?

    • vitorino almeida Postado em 05/Oct/2016 às 08:45

      Dificilmente a moral volta a reinar nesse país

      • RICARDO Postado em 05/Oct/2016 às 15:11

        DIFICILMENTE? NÃO! É IMPOSSÍVEL COM ESTA GENTALHA QUE A MORAL VOLTE A REINAR POR AQUI.

  2. Ivan Postado em 04/Oct/2016 às 17:31

    É uma dor canalha Que te dilacera É um grito que se espalha Também pudera Não tarda nem falha Apenas te espera Num campo de batalha É um grito que se espalha É uma dor Canalha

  3. Thiago Teixeira Postado em 04/Oct/2016 às 17:44

    Tudo hipócritas, direitistas, golpistas e escórias do País. O que a Monica disse que não entendi a "ofensa"? Ou ela não quis sentar no colo do titio e ele ficou bravinho?

  4. Reginaldo Postado em 04/Oct/2016 às 18:04

    Simples: divulgacão maciça do livro em PDF.

    • Eduardo Postado em 04/Oct/2016 às 21:57

      kkkkkkkkkk exato.

  5. Juliana Postado em 04/Oct/2016 às 18:17

    Essa frase já era conhecida. Não sei porque tá tão chocado....

  6. Neuza Ramos Wagner Postado em 04/Oct/2016 às 18:42

    Já está valendo a lei da mordaça? Daqui alguns dias vai ser a escola sem partido e depois dizem que a justiça é para todos.

  7. Wendel Postado em 04/Oct/2016 às 20:09

    Interessante ela não pode ficar indignada com a decisão de um juiz? Ela não pode expressar descontentamento? Não pode questionar? No caso do Clóvis de Barros, era de se esperar pois não tinha provas e seria fácil alegar calúnia ou coisa assim. Ele deveria ter falado certo ministro do supremo. As pessoas saberiam de quem se tratava. Se ele estivesse dizendo que Lula tem sítio ou triplex passaria a ser testemunha chave na Lava Jato. Enfim...

  8. Felipe D. Postado em 04/Oct/2016 às 20:45

    Não precisamos de trecho de livro pra saber as atitudes duvidosas desse ministro e a desastrosa atuação da grande mídia nacional. Lamentável.

  9. Jorge Santos. Postado em 04/Oct/2016 às 20:57

    Só espero que um dia esse pessoal pague muito caro pelo que estão fazendo.

  10. Luiz Postado em 04/Oct/2016 às 21:18

    Juízes intocáveis e sensíveis. Tirania de toga.

    • enganado Postado em 04/Oct/2016 às 23:28

      Tirania de toga???? NUNQUINHA!!!! Quem garante esses GÂNGSTERES, é o pessoal da ___"""TROPA"""___, leia o artigo 142 da atual PROStituição do ""braziUS"". Leia en Tire esta dúvida, e veja que estou coberto de razão.

  11. Rodrigo Postado em 04/Oct/2016 às 21:28

    De onde eu venho o nome disso é censura. Pelo conteúdo da reportagem, uma medida inócua, já que muitos mais comentarão o livro agora que foi censurado. Ainda assim é bastante preocupante, especialmente se analisada a decisão na atual conjuntura.

  12. valdely costa Postado em 04/Oct/2016 às 22:42

    Ela falou alguma mentira? O BRASIL TODO VIU ESSE ESCÂNDALO. MAS COMO ELE É O SUPER PRESIDENTE DO TSE FOI ATENDIDO POR SEUS PARES MAIS RAPIDAMENTE QUE OS BRASILEIROS QUE TÊM CAUSAS LEGÍTIMAS PARA SEREM JULGADA E ESPERAM ANOS PARA OBTEREM UMA DECISÃO.

  13. Irven Postado em 04/Oct/2016 às 22:50

    Porque Sérgio moro e sua trupe nao censurou as conversas da ex presidente e do ex presidente?

  14. Roberto de Souza Postado em 04/Oct/2016 às 22:58

    Tempos sombrios...

  15. mauro Postado em 04/Oct/2016 às 23:30

    Pode mostrar Lula e Dilma numa gravação e não acontece nada e NÃO pode mostrar uma conversa entre Gilmar e Bonner?que democracia é esta?Moro não aconteceu NADA e o eacritor vai ser encarcerado na Papuda?Que diabos é isso???

    • Thiago Teixeira Postado em 05/Oct/2016 às 12:28

      Isso chama-se a Ponte Para o Futuro.

  16. Janio Postado em 04/Oct/2016 às 23:37

    Tamo perdido no Brasil....é o fim...somos escravo do governo brasileiro infelizmente... Só por deus mesmo.....

  17. Brasil Postado em 05/Oct/2016 às 00:09

    Ainda não perceberam?! Estamos vivendo um Estado de Exceção! É pura CENSURA. Numa VERDADEIRA DEMOCRACIA, jamais a liberdade de expressão e de opinião seriam cerceados. Mas como se trata de uma nova versão de GOLPE; dessa vez jurídico/parlamentar/midiático. Vivemos um retrocesso, estamos de volta ao século XX (período da Guerra Fria), quando se justificavam as ditaduras no países classificados, à época, de 3º mundo. "Esse tipo de gente" querem manter as massas no "cabresto", não se conformam e não sabem conviver com a democracia: uma minoria originária das oligarquias escravista, desde o período colonial.

  18. AlexRio Postado em 05/Oct/2016 às 00:34

    Essa noticia sai no PIG?

  19. Inalda Regina Paz Postado em 05/Oct/2016 às 00:37

    Interessante que se trata, em ambos os casos, de um servidor público e dos atos que ele cometeu enquanto servidor público, ou seja, é sim assunto de interesse público, e não privado. E, na condição de servidor, há que prestar contas de seus atos aos cidadãos que pagam seus proventos. Ou existem servidores a quem a lei não se aplica?

  20. Rodrigo Postado em 05/Oct/2016 às 10:41

    (Outro Rodrigo) Realmente, pela Constituição, a censura não tem lugar. Teria lugar, sim, reparação por eventual dano que a publicação da obra venha a causar ao pretenso ofendido. E, quanto à alegação posta no livro, todo o problema reside em ele ter se limitado a alegar que ouviu tal diálogo e no direito há o brocardo "Allegatio et non probatio, quasi non allegatio" (alegar e não provar é o mesmo que nada alegar).

    • Henrique Postado em 05/Oct/2016 às 15:57

      Pois é, mas ele pode dizer o que quiser, cabe ao leitor acreditar ou não. Ah, já sei! Como o pessoal costuma acreditar em qualquer merda (como "a mídia internacional foi comprada pelo PT" ou "não é golpe porque o procedimento é previsto na CF"), é um risco permitir liberdade de expressão (mas só pra alguns, ok?!).

      • Rodrigo Postado em 05/Oct/2016 às 22:40

        (Outro Rodrigo) Mas aí é partir para argumentar ao absurdo. Se eventualmente alguém ache isso ou aquilo deste ou daquele partido, não há norma legal a permitir que, em razão de tanto, possa-se publicar o que quiser, sobre quem seja, sem a possibilidade de responder por eventual excesso na liberdade de expressão. Não há, pois, direitos absolutos, mas direitos e obrigações recíprocas.

  21. Moacir Postado em 05/Oct/2016 às 10:47

    O Sr. Roger Abdelmassih, depois de condenado e preso, foi solto, fugiu do país e foi necessário um grande gasto de recursos públicos para recapturá-lo. Algum responsável irá indenizar esse prejuízo público? Perguntar não ofende, né?

  22. Annethe Postado em 05/Oct/2016 às 10:48

    - Ministro Gilmar Mendes toma posse como presidente do TSE - Temer ordenou a liberação de R$ 150 milhões para Gilmar Mendes gastar nas eleições municipais...logo que manda nas urnas é Gilmar mendes...A auditoria nas urnas de São Paulo foi acompanhada por Gilmar Mendes

  23. Marcos Vinicius Postado em 05/Oct/2016 às 11:28

    Não adianta cesurarem, pois já mostra o que muitos já sabem.

  24. Smith Postado em 05/Oct/2016 às 15:17

    Lei da Mordaça.

  25. Rodrigo Postado em 05/Oct/2016 às 16:01

    A mídia apoiou o golpe e tirou uma presidente eleita. Todos sabiam que a consequência viria depois. Quando se rasga a constituição o fascismo entra em campo. Estamos vivendo a volta do autoritarismo, os Juízes tem violado a lei enquanto a população e a mídia aplaude os excessos relativizando-os (a exmplo do Mouro e outros). Quando as leis de um país não são cumpridas, abre-se espaço para o fascismo, censura, autoritarismo. Já temos esse caso do Carandiru, também Gilmar Mendes censurando jornalista e livros, temos Ministérios Publico mandando retirar cartazes "Fora Temer" das escolas, e é só o começo. Em breve a mídia se dará conta do monstro que ajudou a criar...

  26. robério batista campos Postado em 06/Oct/2016 às 13:55

    Gilmar mendes, o coronel de diamantino, o dono da Escolinha do prof Gilmar(ministra "cursos" de direita, para funcionários sem licitação,) ataca novamente . Agora esta processando ditatorialmente a grecos e troianos,, exigindo indenização. Abre-se um novo mercado para os arrivistas faturarem.Pobre povo brasileiro. Judiciário brasileiro ,Caixa preta do país. Impedir este ditador de toga é urgente necessidade.

  27. José Geraldo Resende Postado em 06/Oct/2016 às 17:33

    Uai, cadê a liberdade de expressão. Já começou o novo estado de vilania fascista?

  28. a.ali Postado em 07/Oct/2016 às 00:10

    E o beiçola continua todo poderoso... e como seus pares são rápidos em sentenciar já o cidadão comum morre esperando. Mais do que atual o GOLPE VESTE TOGA!

  29. magda santos Postado em 11/Oct/2016 às 17:24

    Todo o mundo agora pagando para o beiçudo!! Quem devia ser processado era ele por danos morais contra os brasileiros!! Certissima Monica quando diz: “Se um ministro do Supremo Tribunal Federal faz isso… Nem sei o que esperar”. É o descalabro total da in- justiça brasileira que envergonha o país!!