Redação Pragmatismo
Compartilhar
Impeachment 11/May/2016 às 23:15
17
Comentários

Senadora que teve bens bloqueados faz oração após declarar voto

Senadora que teve os bens bloqueados convoca Deus para votar a favor do impeachment de Dilma Rousseff. Simone Tebet (PMDB) resolveu encerrar sua exposição no plenário com uma oração

impeachment simone tebet dilma

Depois de muitos deputados terem evocado Deus na votação sobre o impeachment de Dilma Rousseff no mês passado, a senadora Simone Tebet (PMDB-MS), resolveu fazer a mesma coisa.

Ela votou pela admissibilidade do impeachment e criticou aqueles que chamam o processo de golpe. “É um processo previsto na constituição. Ele é democrático. O que vemos não é golpe, é democracia, pois é isso que diz o Supremo Tribunal Federal (STF).”

AO VIVO: ACOMPANHE AQUI A VOTAÇÃO DO IMPEACHMENT

Após sua exposição, a senadora, que teve os bens bloqueados em fevereiro desse ano, por causa de irregularidades em obras na época que exercia o cargo de prefeita de Três Lagoas, resolveu encerrar sua exposição com uma prece.

“Encerro numa oração, peço a Deus que ele nos ilumine, que ilumine o povo brasileiro. Que haja paz aos homens de boa vontade, que haja paz em terras brasileiras. Mais preocupada do que com o hoje, estou preocupada com o amanhã. Portanto que este processo não seja apenas um fim em si mesmo, mas um recomeço do povo brasileiro, do pais, do nosso querido e amado Brasil.”

Em mais uma crítica ao governo, ela disse que o que foi feito foi “semear o joio em vez do trigo”: “E o que se colhe é um sonoro nada”.

VÍDEO:

Brasilpost

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Jonas Schlesinger Postado em 12/May/2016 às 02:16

    Uma das senadoras mais equilibradas de todas Assisti às comissões e todas as sessões deliberativas. Ela nunca havia feito isso. Ela somente fez isso no dia da admissibilidade. Não é proibido orar, falar em Deus no tempo do discurso dela. Portanto, este post nada tem a acrescentar. Só reforça a política ateísta deste blog.

    • Pedro Postado em 12/May/2016 às 04:18

      Você confundiu separação de religião e estado com ateísmo.

      • conceição carneiro Postado em 12/May/2016 às 12:57

        Perfeita colocação.

      • Pedro Postado em 12/May/2016 às 14:37

        Conceição, o Jonas sempre comenta, e sempre comete erros simples.

  2. sandro Postado em 12/May/2016 às 05:44

    Como o povo vai acreditar nos homens públicos,quando esses tem seus bens bloqueados.

    • Renata Postado em 12/May/2016 às 19:58

      Exato.

  3. Mônica Costa Postado em 12/May/2016 às 07:52

    Nossa Jonas! O Blog é ateu! Só agora vc descobriu? Tá difícil juntar o tico e o teco, né?

  4. Deisi Postado em 12/May/2016 às 09:33

    Liga não Mônica o Jonas é um troll inveterado.

  5. Guilhermo Postado em 12/May/2016 às 10:16

    Mônica Costa, o blog é ateu mas paga pau para o papa. #comofaz? O blog pode ser laico, isso sim. Quanto ao discurso da senadora, eu não faria orações no lugar dela porque prefiro deixar a religião e a política em quartos separados mas é inegável que este país tem profundas raízes cristãs, por isso era quase inevitável que discursos assim aconteceriam.

  6. Marco Sousa Postado em 12/May/2016 às 11:10

    Tanta hipocrisia assim, só podia ser uma protestante!.

  7. Eduardo Ribeiro Postado em 12/May/2016 às 11:56

    Preguiça demais desse povo super moralista religioso que ora na hora que não deve. Vai rezar em casa, no raio que a parta, na puta que pariu. Se existe um deus ele tem coisa mais nobre pra fazer do que tomar partido num GOLPE. Alem do que, Deus Mercado tá no controle da situação, então não tem porque outro deus se intrometer.

  8. Júlia Postado em 12/May/2016 às 13:25

    Deus ta vendo essa canalhice toda sendo feita em nome Dele....deve ter um lugar reservado no inferno pra esses santos.

  9. Alessandro Postado em 13/May/2016 às 02:37

    Mais uma que mamou nas tetas do governo Tres lagoas era um sitio vai la hoje ver o que o PT fez pelo estado do Mato grosso do Sul hipocrisia desse povo enoja.

  10. João Paulo Postado em 14/May/2016 às 00:29

    Esse golpe não é de Deus. Ao menos, não de um do bem.

  11. José de Pindorama Postado em 14/May/2016 às 15:32

    Caros Comentaristas, boa tarde! O Estado é uma entidade, que deve, quando focar os cidadãos, 'enxergar' apenas o indivíduo. Ao Estado é vedado quaisquer tipos de discriminações com base na raça e/ou etnia, gênero, credo, ideologia política, deficiência física, natureza social e financeira. E ainda, em confrontação com a Justiça, os cidadãos devem ser tratados de forma equânime. Isto é o Laicismo, nossa Constituição é bem clara nisso. Cabe lembrar também, que o povo que elegeu a referida'bancada evangélica', o fez, pensando que os 'homens escolhidos por Deus', por si, só emanam honestidade. Há...se fosse assim! Quando avaliamos, criteriosamente, como essa 'bancada' vota verdadeiramente no Congresso, constatamos que estão distantes de Deus e dos incautos, que alienadamente, os elegeram. O que isso significa? Um projeto de poder. Estão, com a oligarquia congressista conservadora, desfigurando a Constituição de 1988; promovendo caos, e cerceando os direitos individuais do cidadão. Escolhendo um candidato, devemos considerar; trabalho social, ficha limpa, já ocupou cargo público? Como foi? Em grave infração como seu partido pune; pune? Isso posto; essa Senhora, se desejasse orar, é permitido -- vá a Catedral de Brasilia, obra do ateu e comunista Osca Niemeyer, e, juntamente, com outros 'evangélicos e religiosos', clamem para Deus livrar o País de hipócritas, de injustos, de maus cristãos, de aproveitadores, e por aí vai... No Congresso, Câmaras alta e baixa, orações, invocações religiosas, Não!!! Existem objetos de interesse comum de muita maior relevância tramitando; de que questões de foro intimo, que nada acrescentam à Nação. Aproveitaria para comentar também, um fato que considero deslize de alguns Senhores Parlamentares. Muito embora, o Parlamentar, sendo eleito graças a sua base de apoio, seja ela de qualquer natureza, em seu Estado; estará compondo, numa das Câmaras, o Congresso Nacional. Ainda que, um dado candidato tenha sido eleito, por exemplo, pelos coirmãos das igrejas, das Polícias, das Forças Armadas, etc. No momento, em que estiver na Câmara, o referido Parlamentar, falará em nome do Povo Brasileiro e o defenderá em suas causas. Portanto, na minha modesta opinião, considero falta de Decoro Parlamentar, o cidadão, eleito pelo povo, comparecer fardado nas dependências do Congresso, e/ou fazer pregações religiosas, ou se conduzir por abordagens, que nada acrescentam à Nação e ao Povo Brasileiro. Necessitamos de sobriedade e discrição no exercício Parlamentar. Temos Parlamentares se portanto como 'pastores'; 'policiais'; defensores de incivilidades; etc. Vi Parlamentares, do Senado, enquanto se discutia a admissibilidade do impedimento da Presidente, preocupados com seus 'celulares' não dando a mínima importância ao que se discutia. São esses que vão salvar o País? Por gentileza, vamos nos corrigir, para o bem da Nação. Não podemos fazer das Câmaras, verdadeiros 'mercados de peixe', onde nada que interessa é abordado. Um abraço a todos!

  12. José de Pindorama Postado em 14/May/2016 às 16:54

    Caros Comentaristas, boa tarde! Apenas mais uma consideração. Pelo tempo que comento aqui, e pelas diversas tendências de comentários; pelo posicionamento adotado pelo Blog, ao menos, para mim, que o prestigioso Blog é Laico! Aos Editores do Blog, se eu estiver errado peço, que me corrijam. Um abraço a todos!

  13. enganado Postado em 19/May/2016 às 21:13

    Filhinha reza para DEUS mesmo! Porque se o diabo te pegar, vai sem vaselina, com areia e caco vidro.