Redação Pragmatismo
Compartilhar
Impeachment 16/Apr/2016 às 07:49
5
Comentários

Michel Temer volta às pressas a Brasília após debandada de golpistas

Michel Temer pretendia passar o fim de semana em São Paulo, após dar o impeachment como "favas contadas", mas decidiu voltar às pressas a Brasília neste sábado. O motivo é o crescimento da onda em favor da democracia e contra o golpe

michel temer golpe impeachment

Uma luz amarela se acendeu no projeto Michel Temer. O vice-presidente, que pretendia passar o fim de semana em São Paulo, após dar o impeachment como “favas contadas”, decidiu voltar a Brasília neste sábado.

O motivo é o crescimento da onda em favor da democracia, que ameaça o projeto de derrubada da presidente Dilma Rousseff sem que haja crime de responsabilidade.

“O maior sinal de alerta veio da decisão de Temer de, chamado, retornar a Brasília para tentar segurar a perda de votos”, diz o colunista Jorge Bastos Moreno, do Globo.

“O peemedebista havia embarcado para São Paulo no final da tarde desta sexta-feira (16), após passar o dia recebendo parlamentares no Palácio do Jaburu, residência oficial da Vice-presidência em Brasília”, informa reportagem de Gabriel Mascarenhas, Daniela Lima e Mariana Haubert, da Folhapress.

“O plano inicial de Temer era permanecer na capital paulista, pelo menos até o domingo, dia em que a Câmara apreciará o pedido de impedimento da presidente. O peemedebista ainda não definiu a agenda deste sábado. O retorno, no entanto, tem por objetivo intensificar as conversas com os indecisos e outros aliados em potencial”, dizem eles.

Na tarde de ontem, o jornal Folha de S.Paulo divulgou que Michel Temer já tinha os 342 votos necessários para aprovar o impeachment de Dilma na Câmara e continua sua empreitada em busca de tomar o poder.

Horas depois, no entanto, o mesmo jornal revelou que alguns deputados do PP, PSB e PSD haviam mudado de voto. Alguns revelaram preocupação de entrar para a história com a pecha de golpista.

com Folhapress e 247

Recomendados para você

Comentários

  1. Júlio Postado em 16/Apr/2016 às 08:24

    Ele percebeu que seus deputados golpistas também se vendem e ficou arrepiado... kkkk. Nós também sabemos jogar sujo Sr Michel. Vai tomar um susto com as ausências de seus comparsas que aceitaram um agradinho $$ pra não comparecer na votação. NÃO VAI TER GOLPE.

  2. sandro Postado em 16/Apr/2016 às 09:54

    Foram alertados por pesadelos, em que viram a dupla,temer cunha assumindo o Brasil.

  3. OLNEY C GALVÃO Postado em 16/Apr/2016 às 10:08

    Duvido que os partidos nanicos não vão ocupar os postos que o PMDB mamou durante décadas ... ocg

  4. Rita Candeu Postado em 16/Apr/2016 às 10:56

    interessante - ele usar o Jaburu pode Dilma receber pessoas non Alvorada não pode - a oposição reclama alegando que ela usa pra fins pessoais - caramba!!! não é Dilma cidadã que está sendo acusada - é a Presidenta que está sendo golpeada vai vendo

  5. Carlos Prado Postado em 16/Apr/2016 às 19:42

    Contra o golpe? Então impeachment já está tão confirmado assim e o golpe petista irá cair?