Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mídia desonesta 21/Apr/2016 às 10:15
21
Comentários

Agência Câmara manipula matéria de 2014 que viralizou e se tornou inconveniente

Agência Câmara manipula matéria de 2014 que viralizou e se tornou inconveniente: Apenas 36 deputados se elegeram com seus próprios votos

agência cãmara deputados eleitos 2014 sem voto
Deputados federais eleitos em 2014 (Imagem: Pragmatismo Político)

O texto a seguir é do jornalista Leandro Fortes e foi originalmente publicado em sua página no Facebook.

Neostalinismo na Agência Câmara

No dia seguinte à pantagruélica votação da admissibilidade do impeachment da presidenta Dilma Rousseff, na Câmara dos Deputados, uma reportagem feita pela Agência Câmara, em 7 de outubro de 2014, começou a circular freneticamente pelas redes sociais.

Assinada pela repórter Lara Hage, a matéria tinha o seguinte título:

Apenas 36 deputados se elegeram com seus próprios votos

Era, portanto, o argumento lógico e matemático a explicar o circo de horrores onde se revezaram aquelas caricaturas políticas que, entre surtos de fanatismo religioso e espasmos de cretinice, fizeram do Brasil uma triste piada internacional.

A abertura da matéria, disseminada por milhares de perfis, sites e blogs internet afora, era assim:

Apenas 36 dos 513 deputados federais que vão compor a Câmara na próxima legislatura (2015-2018) alcançaram o quociente eleitoral com seus próprios votos. Desses, 11 são parentes de políticos tradicionais em seus estados. Os outros 477 eleitos foram “puxados” por votos dados à legenda ou a outros candidatos de seu partido ou coligação. O número é o mesmo de 2010, quando também houve apenas 36 deputados eleitos com votação própria”.

Não demorou muito para a turma do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), perceber o estrago extra provocado pela matéria na já combalida imagem da votação do impeachment – rapidamente traduzida como “golpe” pela imprensa estrangeira.

Na terça-feira, 19 de abril, portanto, dois dias depois da votação, a direção da Agência Câmara aventurou-se no inimaginável: adulterou o título e o texto da matéria para tentar estancar a disseminação da informação original nas redes sociais.

Como na fase mais aguda do regime de Josef Stálin, a Agência Câmara decidiu dar sumiço em uma informação depois de ela ter se tornado inconveniente, da mesma maneira que o antigo líder soviético fazia com dissidentes em fotos oficiais.

O nome da autora da matéria, aliás, também foi apagado do texto.

Assim, o título “Apenas 36 deputados se elegeram com seus próprios votos” transformou-se na seguinte pérola:
Eleição para a Câmara dos Deputados segue o modelo proporcional previsto na Constituição”.

Mas o ridículo não para por aí.

A informação sobre os 36 deputados eleitos desapareceu completamente do texto que, para a incredulidade geral, foi editado como se o responsável pelo arranjo ainda estivesse em 2014!

A abertura da matéria, depois de editada, virou essa maravilha da subliteratura parlamentar:

Os deputados federais que vão compor a Câmara na legislatura de 2015 a 2019 foram eleitos pelo sistema proporcional previsto na Constituição brasileira. Nas eleições proporcionais, primeiramente verifica-se quais foram as coligações partidárias que receberam mais votos: o total de cadeiras na Câmara – 513 – é, então, dividido proporcionalmente entre essas coligações. As vagas de cada coligação são distribuídas para os candidatos mais bem votados dentro de cada uma delas. E todos os 513 deputados eleitos têm a mesma legitimidade em seus mandatos”.

Um primor de texto. Jornalismo em estado puro!

Incrivelmente, foi mantida a data da matéria – 7 de outubro de 2014 – para que o texto original jamais pudesse ser acessado outra vez pelos arquivos da Agência Câmara. Esse tipo de artimanha na internet, no entanto, exige um nível de profissionalismo que, certamente, o adulterador sob o comando de Cunha não tem.

Isso porque o texto foi alterado, mas a URL (no caso, o endereço de hospedagem na internet) não tem como ser mexido. Assim, adivinhem onde aparece o título que os sábios da Agência Câmara tentaram esconder?

Aqui, ó: http://www2.camara.leg.br/…/475535-APENAS-36-DEPUTADOS-SE-ELEGERAM-COM-SEUS-PROPRIOS-VOTOS.html

Mas, calma, não acabou ainda.

Além de adulterar o texto da matéria, a turma de Cunha também suprimiu da publicação original um quadro pelo qual era possível ao leitor localizar os nomes dos 36 deputados eleitos.

O link, no entanto, pode ser recuperado aqui: http://www2.camara.leg.br/…/imgNoticiaUpload1412701605642.jpg

A justificativa da direção da Agência Câmara para a adulteração da reportagem, um ano e meio depois de o texto ter sido publicado no site oficial da Câmara dos Deputados, é o retrato definitivo da desonestidade intelectual aplicada ao jornalismo.

Segundo o desconhecido editor da obra-prima, a matéria foi atualizada “para garantir uma explicação correta do funcionamento do sistema de eleição proporcional no Brasil”.

Isso porque “ao contrário do que dizia o texto anterior, não foi apenas um determinado número de deputados que se elegeu com os seus próprios votos. Todos os deputados são eleitos com os seus próprios votos dentro das regras do sistema proporcional. Portanto, todos os deputados têm a mesma legitimidade nos seus mandatos”.

Esqueçam o cinismo.

Concentrem-se na curiosidade de a direção da Agência Câmara só ter se dado conta da sagrada legitimidade de todos os deputados com 18 meses de atraso – e justamente depois daquela tertúlia verde e amarela que pode, vejam vocês, resultar na anistia de Eduardo Cunha, esse probo parlamentar acusado de manter contas na Suíça para receber propinas parceladas.

A propósito, o editor-chefe da Agência Câmara, acreditem, é um jornalista e se chama João Pitella Junior.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. C.Paoliello Postado em 21/Apr/2016 às 12:54

    Câmara dos Horrores: fale com um deputado que votou "sim" no mesmo baixo nível dele https://www.youtube.com/watch?v=1ciMC4eJKVg

  2. Leonardo Postado em 21/Apr/2016 às 13:55

    "foram eleitos pelo sistema proporcional previsto na Constituição brasileira" qual o problema então? Tem se mudar eh constituição. O próprio Cunha tinha uma proposta o ' distritão', em q seriam eleitos os mais votados.

    • Moacir Postado em 22/Apr/2016 às 11:12

      Já pra dar golpe na Democracia nem precisa mudar a Constituição!

      • Richard Postado em 22/Apr/2016 às 15:47

        Discordo quando você diz “golpe”, dos 11 juízes do STF, 8 foram indicados pelo PT (Lula e Dilma). Também o STF faz parte do golpe? Com 8/11 dos juízes indicados pelo PT? Falar que foi um golpe é uma retórica. Durante todo esse governo a maior parte de sua prática foi passar mais tempo promovendo a dependência do que encorajando a autossuficiência. Por isso e por outros motivos não concordo com essa retórica de golpe alardeado pelo PT e os movimentos sociais.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 22/Apr/2016 às 18:43

        """""Durante todo esse governo a maior parte de sua prática foi passar mais tempo promovendo a dependência do que encorajando a autossuficiência. Por isso e por outros motivos não concordo com essa retórica de golpe alardeado pelo PT"""""....só pra ficar claro: pra você, o claro e evidente GOLPE não é golpe porque o Bolsa-Familia, MCMV e outros programas sociais te incomodam profundamente? Os programas sociais que pela primeira vez na história do Brasil melhoraram a vida de milhões de brasileiros miseráveis fazem você sangrar e POR ISSO o golpe não é golpe? Isso faz muito sentido, tá sertu..

  3. Deisi Postado em 21/Apr/2016 às 18:02

    Uma vergonha, por isso eles não votam a reforma política, porque muitos dessa corja de canalhas, que não tem votos seria eleita.

  4. Rodrigo Postado em 22/Apr/2016 às 15:46

    (outro Rodrigo) Publiquem a lista dos deputados "sem voto".

  5. Jocelia Postado em 22/Apr/2016 às 16:56

    Sumiram com os botões de compartilhamento...Pela manhã, travou insistentemente enquanto eu tentava compartilhar isto no face. Agora, os botões para todas as redes sociais desapareceram, aqueles que sempre aparecem abaixo das matérias. De manhã, travando, agora isto. Mas compartilhei, só fiquei com esta pulga... Pulga bem grande. O que está acontecendo? Será que estamos sujeitos novamente a tudo o que consideramos acabado desde a primeira eleição direta nesta minha curta vida de 52 anos? Limite de dados na internet, grandes corporações de mídia manipulando informações, uma câmara que, novamente, não me representa e agora, sob o título "vírus", estaremos fadados a sofrer novamente da doença chamada censura? Ou eu é que sou uma louca esquizofrênica e paranoica?

    • João Paulo Postado em 22/Apr/2016 às 21:53

      Não vi alguém associar a questão da banda larga com a desmoralização do Governo Federal até agora. Se mexer neste vespeiro, sairá golpista voando para tudo que é lado.

  6. Sérgio Postado em 23/Apr/2016 às 03:59

    O Brasil inteiro pela democracia: https://www.youtube.com/watch?v=1IagAiOK9go

  7. Jonas Schlesinger Postado em 23/Apr/2016 às 10:41

    Quero falar aqui a minha indignação com o Pragmatismo Político por ter me censurado na quinta-feira. Nesse dia eu escrevi um comentário, no post sobre o jornalista da CNN, até hoje não foi liberado pela moderação. Mas tudo bem... Quero dar a minha opinião: não acho esse processo de impeachment seja um golpe de estado, se fosse assim teríamos o exército na rua conforme a constituição; porém, não é isso que vemos. A Gleisi Hoffman, uma das poucas petistas que eu tenho respeito, começou a mudar o tom do discurso no Senado (assisto À TV Senado). Agora ela está começando a se convencer de que a palavra "Golpe" não tem efeito naquele plenário nem nas ruas; quanto mais se falar assim, menos defesa tem a presidente. Ponto positivo. Dilma será julgada por 2 supostos crimes de responsabilidade: plano safra e os 6 decretos, e só! Outra coisa que eu quero me expressar é que AGORA, ATUALMENTE, eu sou a favor da admissibilidade do impeachment por algumas razões, precisa-se de provas e contra-provas sobre esses 2 supostos crimes, claro. Acho até que esse afastamento por 6 meses da Dilma seja algo benéfico para ela pois vai resguardar a desgastada imagem dela, ela poderá a formular uma nova forma de governar, poderá encontrar inúmeras provas de que não há de fato crime de responsabilidade e por fim ver o governo Michel Temer cair na popularidade. A Dilma precisa parar de incompetência (eu sei que isso não leva ao impeachment ^^) precisa ser mais humilde, articular até com a oposição. Verás, meus caros, depois de 6 meses ela poderá ficar mais forte no dia do julgamento. Por ora, porém, aprecio muito a abertura do processo. (minha opinião, haters caiam fora!)

    • poliana Postado em 23/Apr/2016 às 14:13

      Jonas, discordo totalmente de vc! Veja, o impeachment eh um processo politico. Assim q ele for aberto e dilma for afastada por 180d, michel temer assumirá a presidência e terá um poder de barganha ainda maior. Veja q muito antes de ele assumir ou antes da câmara aprovar o processo, ele ja vinha sondando nomes pra compor os ministérios para seu governo. Agora imagine o poder q ele terá assumindo a presidência da república interinamente. Se com dilma na presidência e barganhando com os ministérios e cargos, varios aliados abandoram o barco (pq será?), agora imagina com ela afastada do cargo por 180d e temer o assumindo interinamente. Se esse processo for aberto pelo senado (e será), e dilma for afastada, já era! Ela sofrera sim o impeachment. Não será feito nenhuma análise jurídica do proc. Se assim o fosse, ele nem seria aberto. Vc viu o q joaquim barbosa falou sobre tudo isso? Sobre o pedido n ter fundamento e ser fraco? Mas n adianta, o julgamento será político esbemos como tudo isso irá acabar. Esqueça esse lindo discurso de ela ser afastada e recuperar sua credibilidade. Isso n acontecerá. Assim q o processo for aberto e ela for afastada, já era! Infelizmente...mas já sabemos o desfecho desse episódio.

    • poliana Postado em 23/Apr/2016 às 14:16

      A esperança pra essa palhaçada chegar ao fim, era n passar na câmara dos deputados onde seriam necessários 2/3 dos votos. Se passou lá, imagine no senado onde o quórum pra abertura do processo eh apenas de maioria relativa.

      • Jonas Schlesinger Postado em 23/Apr/2016 às 15:30

        Eu sei, porém se não tem provas sólidas para os 2 crimes de responsabilidade, você não acha que ela pode ser absolvida em novembro? O Michel não tem popularidade por isso eu ainda acho que o governo interino dele não será nada bom. O Cristóvão Buarque disse que vai votar sim para a abertura, mas o julgamento é outra coisa. Quem vai condenar alguém sem provas? Não tem jeito, Poliana. Se os militantes do governo pararem de falar em GOLPE aí a Dilma terá mais chances. O Senador José Medeiros, forte opositor do governo, elogiou a Gleisi uns dias atrás porque ela não levou o discurso de Golpe para o senado. Eu concordo que o vice presidente terá mais poderes, porém até agora não vi os senadores serem chamados. Isso porque não adianta não gostar da Dilma, tem que julgá-la conforme o rito; e esse rito diz claramente que depois da admissibilidade do processo, os senadores viram juízes. Você, logo você vai levantar a bandeira branca? A Deisi pelo visto já levantou. Não existe, apesar de eu ser a favor, eleições diretas já! Isso não vai existir até 2018. Teremos que nos contentar ou com a Dilma ou com o Temer. Um dos dois vai até lá justamente porque a oposição (esmagadora na câmara e no senado) vai impedir das diretas porque o Lula tá em primeiro nas pesquisas e não duvido nada eles fazerem uma emenda const. para impedir uma 3ª eleição de um presidente. O jogo é esse, poliana. É um toma-lá-dá-cá, mas ainda acho que no momento a Dilma não está fazendo o certo. Esse processo tem que ir para o lado jurídico e permanecer assim. Procurar provas contundentes que inocentem a presidente. Outra coisa, a Dilma, ao falar em NY depois da ONU, pediu para o Mercosul e a Unasul avaliarem a permanência do país depois do afastamento dela. Um tiro no pé. Se isso acontecer, aí que o Temer vai lamber o saco dos EUA e tudo mais. Desculpe-me mas eu repito que ela não foi estadista como o Lula foi, não foi! Nunca articulou com a oposição. Ela recebeu alguém (digo no primeiro ano em 2011) do PSDB e do DEM no palácio da Alvorada? Nunca vi isso. Lá nos EUA o Barack Obama de vez em quando tem jantar com líderes dos Republicanos. É por isso que ela hoje está sofrendo as consequências. E pra finalizar, o Brasil não é Venezuela, não é Bolívia. O nosso país é o mais capitalista da América Latina, só perdendo mesmo pro Tio Sam já que o Canadá é uma Monarquia. Possui uma elite bastante conservadora e uma mídia que bota no chinelo os tabloides ingleses. O Lula e ela não democratizaram a mídia, cadê a coragem? O LIVRE MERCADO, o livre mercado que eu tanto defendo o PT demoniza. Aqui era para ter umas 100 operadoras de telefonia e internet no mínimo, pois quanto maior a concorrência menor os preços, e o que vemos? Um cartel querendo limitar a nossa internet. É lamentável que o Brasil esteja nesse nível e ela em 5 anos não teve o culhão para resolver boa parte dos males que eu citei aí em cima. Agora só nos resta esperar quem vai puxar a alavanca da guilhotina para assim cortar a cabeça da senhora Vana. Boa tarde.

      • poliana Postado em 23/Apr/2016 às 16:59

        "Eu sei, porém se não tem provas sólidas para os 2 crimes de responsabilidade, você não acha que ela pode ser absolvida em novembro"? ....................NÃO! não vai. como te falei, trata-se de um processo/julgamento POLÍTICO. se o aspecto jurídico fosse levado em conta, esse processo jamais seria aberto. as chamadas pedaladas fiscais sempre foram usadas por todos os chefes do executivo, seja no âmbito municipal, estadual e federal. todos os presidentes q tivemos até hj fizeram o uso das pedaladas e nunca isso foi motivo pra questionarem a legitimidade de seu mandato. mas agora "abriram os olhos" pra esse expediente e decidiram q o mesmo é crime de responsabilidade. tudo pra impedir o governo dilma e derrubá-la! logo, dilma sofrerá impeachment pq recorreu às pedaladas! agora note q em sp, geraldo alckimin fez o mesmo, inclusive no q tange à abertura de créditos suplementares, e n vemos ninguém questionando a legitimidade de seu mandato ou dizendo q o mesmo cometeu crime de responsabilidade. e isso pra ficar nesses dois chefes de poder executivo. não precisamos falar dos demais, pois TODOS sempre governaram fazendo o uso das chamadas pedaladas. então se estivéssemos falando sério, esse processo jamais seria aberto, jonas! e sabemos muito bem como isso vai terminar. as pedaladas usadas por dilma são crime de responsabilidade, mas as pedaladas dos demais, n o configuram! isso é revoltante. inclusive o próprio michel temer autorizou 11 bi em pedaladas no ano passado e ninguém está vislumbrando a futura abertura de um proc de impeachment dele por isso! é tudo tão montado, jonas, é tanto apelo midiático, tudo um circo montado com um único propósito: impedir q dilma siga com seu mandato, derrubar o pt, tirá-lo à força do poder, já q pelas urnas n conseguiram, e minar de uma vez por todas a candidatura de lula em 2018. o cretino do moro já sinalizou q a lava jato será concluída em dezembro. assim q lula perder o foro privilegiado, ele será preso e ficará inelegível. até lá, dilma já terá sofrido impeachment, e "tudo voltará ao normal"!é só isso q está em jogo. tudo q a elite e a grande mídia pretendem. vc sabe q esse será o desfecho da história! é algo extremamente frustrante, revoltante, mas é a mais pura realidade. e ainda tem gente q está vibrando com isso.

      • poliana Postado em 23/Apr/2016 às 17:11

        mas jonas, a própria mídia internacional, TODA ELA, está tratando a nossa atual situação política como um golpe! o impeachment em si não é golpe não. está previsto constitucionalmente. a questão não é essa. o mesmo está sendo chamado de golpe, pq não há crime cometido por dilma! pedaladas fiscais nunca foram consideradas crimes de responsabilidade. nunca! tanto q sempre foi um expediente utilizado por todos os governantes desse país! só q agora, decidiram considerar essa prática crime de responsabilidade somente pra derrubarem dilma! É ISSO QUE É GOLPE! É GOLPE SIM E É ASSIM QUE DEVE SER CHAMADO! o mercosul e nada é a mesma coisa! o bloco nunca foi visto com respeitabilidade, sobretudo pra direita brasileira. se dilma recorrer ao mercosul visando punição ao país, isso pouco importa pro temer e pra turma do psdb/dem...pra eles, tudo q importa é ser servil aos interesses americanos mesmo! não adianta recorrer ao mercosul. moço, e nem me faça falar do quão revoltante é saber q todo esse processo está sendo conduzido por EDUARDO CUNHA!!! jonas, isso é revoltante!!!! vc n acha q depois de tudo isso, quase 2 anos das eleições de 2014, no final das contas, o impeachment n vingar né?! É LÓGICO Q DILMA SERÁ AFASTADA! veja os nomes q michel temer está sondando há muito pra compor o seu governo. os próprios aliados de dilma a abandonaram. vc acha q eles fariam isso se não tivessem a certeza q ela cairia!? agora veja as pautas política do pmdb, veja os nomes que o temer está sondando pra compor a sua equipe, veja o famigerado projeto ponte para o futuro do partido, e diga se não é algo estarrecedor pro país!!!! o governo temer/pmdb vai acabar com o país, jonas!!! não tenha dúvidas!!! e sim, eu já nem tenho mais esperanças. tenho certeza q dilma será afastada!

      • poliana Postado em 23/Apr/2016 às 17:15

        agora tenha certeza de uma coisa: tudo isso só irá fortalecer marina silva, q em 2018 será eleita se lula se tornar inelegível. anote o q eu estou lhe falando! não há a menor possibilidade de o pmdb, o psdb ou jair bolsonaro serem eleitos em 2018. certeza absoluta!!!! todos eles carregarão eternamente a pecha de golpistas. o psdb, coitado, está quase um cachorro morto, nem assustam mais. com certeza marina silva será eleita. só nos resta esperar pra ver com quem ela irá se aliar pra concorrer...enfim...deus tenha piedade desse país! apesar de tudo, tenho muita pena do povo brasileiro, mesmo a massa manipulada e servindo de combustível para o golpe. serão eles os mais afetados em tudo isso. apenas espere o pmdb "flexibilizar" os direitos trabalhistas. aí vc vai ver a desgr%$# q será!!! isso pra n mencionar as demais pautas direitistas q estão todas na lata pra serem aprovadas. aguardemos, jonas...aguardemos!

      • poliana Postado em 23/Apr/2016 às 17:16

        e o cristóvan buarque e o paulo paim, dois políticos q sempre tiveram minha admiração e meu respeito, me decepcionaram profundamente com a postura deles diante desse golpe! um absurdo!!!! profunda decepção!!!!

  8. Jonas Schlesinger Postado em 23/Apr/2016 às 20:08

    "e o cristóvan buarque e o paulo paim, dois políticos q sempre tiveram minha admiração e meu respeito, me decepcionaram profundamente com a postura deles diante desse golpe! um absurdo!!!! profunda decepção!!!!" - Mas o Cristóvam ele não é militante, poliana. Ele apenas quer que o processo de impeachment seja aberto para debater com mais profundidade a respeito disso. tem senadores ali que podem inocentar ou condenar a Dilma, porém, primeiro, precisam da abertura. O Paulo Paim apenas quer o que o brasileiro mais sensato quer. Se a presidente não consegue mais governar até 2018 e não querem o Temer, eleições presidenciais. Não sei porque está tão decepcionada com eles dois. Existem minorias que estão contra a Dilma, estão, mas nem por isso quer dizer que eles estão de mãos dadas com o conservadorismo. Concordo contigo quando fala que as razões e não o processo do impeachment é golpe. Porém dizer que é golpe, golpe, golpe, golpe... é a mesma coisa de um direitista chamar um esquerdista de mortadela ou petralha. SÃO JARGÕES. E a defesa da presidente tem que procurar outro caminho nem que seja na corte internacional. Mas ainda não entendo, poliana, que ela fala golpe e na constituição diz claramente quando há um perigo nacional (golpe de estado) a presidente tem que recorrer às forças armadas e isso não acontece. Por que será? Não entendo a relutância dela de fazer isso, mas algo aí nesse assunto tá mal explicado. Existe muita coisa mal explicada e talvez os advogados da Dilma usarão esse artifício das pedaladas, explicar que outros governantes em vários âmbitos, cometem pedaladas e não são cassados. Como eu disse, poliana, a Dilma nunca levou alguém da oposição pra jantar no Alvorada. Desde o começo ela sempre foi arrogante com o Congresso. Não se pode, como quer os movimentos sociais, tratar adversário político como inimigo. Inimigo são os terroristas da Al Qaeda, chefes do tráfico, assassinos, estupradores, etc. Só porque você é do DEM o PT não pode conversar. Se eu fosse o presidente e petista eu conversaria com a oposição na boa. Eu admiro muito o senador Ronaldo Caiado, mil vezes ele que o Bolsonaro. Mas também já disse aqui que admiro da mesma forma a Gleisi Hoffman. Mas não foi com esse pensamento amistoso que a Dilma subiu ao Planalto. Sempre estava lá a CUT, MST, MTST, movimentos de extrema esquerda e ela ouviu a todos e sequer fez políticas moderadoras como abrir o mercado da telefonia!! A Anatel fodeu o Brasil por causa desse maldito cartel que agora está aí. Ela colocou um presidente chinfrim que nunca acessou a internet e diz que a culpa é do cliente, outro erro = agências reguladoras que impedem a entrada de novos concorrentes. Lamentável esse governo Rousseff, lamentável que o Brasil esteja nessa situação atual. Só Deus, só Jesus pra nos salvar porque não temos governantes bons.Marina Silva me decepcionou quando ficou mais religiosa; quem sabe ela agora vire de centro esquerda depois de uma conversa que teve com a Luciana Genro. Enfim, independente do resultado de novembro (pois a Vana não vai renunciar) teremos o presidente Temer e há o que temer sim! Mas não perca a fé no judiciário ou senão, poliana, você e tantos outros irão criar uma espécie de "complexo de conspiração" achando que tudo e todos estejam contra a presidente. Eu não acho o fim do mundo, ela vai descansar a imagem lá no Alvorada (acho que ela tem o direito por ser ainda a chefe de estado) e vai colher mais provas para provar a sua inocência. J´a desistiu? Não vai mais pra rua pra tentar o impeachment do Temer ou a cassação do Cunha? Quem é militante tem mais é que ir, eu não sou por isso nunca fui; mas respeito quem vai. Agora uma coisa é certa, o brasil não é como os demais sul americanos. Nesses países (você vai adivinhar quais são) o presidente fica 10, 15 anos no poder! Inadmissível! Tratar a oposição feito bandido é pior ainda! Então eu quero a abertura do impeachment, a Dilma será afastada, alguém terá que assumir e infelizmente o vovô-da-chibata-mole vai fazer essa difícil tarefa e no julgamento veremos o resultado. Colham provas, procurem provas concretas e eu tenho a certeza que ela não será punida pois ainda existe político neutro, honesto e imparcial! Enfim, vamos aguardar o desenrolar de tudo isso e essas duas semanas finais do mandato (ou não) da presidente Dilma. Eu não me simpatizo com ela, mas se ela ter muitas provas de que é inocente eu quero ser justo e serei o 1º a querer que ela fique. Agora se ela for absolvida em novembro (nos EUA o novo presidente e aki tbm mas de formas diferentes, putz) tomara que ela não cometa os mesmos erros que cometeu no seu governo (não das pedaladas que eu acho que dificilmente ela faria de novo) referente à corrupção, gastos abusivos de dinheiro público. Sei que ela nunca roubou 1 centavo, mas não foi competente o suficiente pra dar uma faxina nos seus lacaios gatunos. Tomara que agora ela tenha a redenção que mereça e comece a ser mais humilde. Boa noite.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 24/Apr/2016 às 18:26

      """""""Porém dizer que é golpe, golpe, golpe, golpe... é a mesma coisa de um direitista chamar um esquerdista de mortadela ou petralha.....""""""""....mas Jonas....dizer que o golpe não é golpe é exatamente o que eles querem, é tudo que eles mais desejam. O sucesso do golpe passa pela não identificação do golpe enquanto golpe. Não é um jargão. Lembre-se que até "ontem" o golpe de 64 era chamado de revolução. Poucas piadas na história brasileira foram maiores. Temos que chamar as coisas pelo que elas são.

  9. Sérgio Carneiro Postado em 24/Apr/2016 às 19:48

    Olha só quem esta falando sobre a manipulação de noticias. Vocês são hilários.