Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mundo 06/Jan/2016 às 11:46
52
Comentários

Coreia do Norte diz ter testado, com sucesso, a arma mais poderosa do mundo

Países reagem ao anúncio da Coreia do Norte sobre teste nuclear bem sucedido. ONU e EUA confirmam tremor na região. Conheça o potencial de destruição da bomba H

bomba Coreia do Norte
Bomba de Hidrogênio testada pela União Soviética em 1961 foi a mais forte já registrada, com potencial destrutivo 3 mil vezes maior que a bomba de Hiroshima

A Coreia do Norte afirmou que fez um teste bem-sucedido com uma miniatura de bomba de hidrogênio, mais conhecida como bomba H.

Se confirmado, o anúncio significa que o país agora tem uma arma que, segundo o cientista Matthias Grosse Perdekamp, que dá aulas sobre o controle de armamentos nucleares da Universidade de Illinois, nos EUA, é a mais poderosa do planeta.

O governo anunciou o teste na TV estatal norte-coreana. Ele veio depois de o Serviço Geológico dos Estados Unidos ter detectado uma atividade sísmica fora do comum no nordeste da Coreia do Norte.

O tremor, de magnitude 5,1, foi detectado às 10h00 locais (23h30 de terça-feira em Brasília) a cerca de 50 km da cidade de Kilju, perto da área de testes nucleares de Punggye-ri. A Organização do Tratado de Proibição Completa de Testes Nucleares (CTBTO, sigla em inglês) informou que sua rede de estações de medição detectou um “evento sísmico incomum” na Coreia do Norte.

Segundo especialistas, o tremor não teria sido provocado por causas naturais.

Este seria o quarto teste nuclear do país desde 2006 – mas o primeiro com a bomba de hidrogênio, mais poderosa que a bomba atômica.

Quando o país anunciou que possuía a tecnologia, muitos especialistas duvidaram da capacidade do país para tal.

A confirmação do teste por fontes independentes pode levar duas ou até semanas.

Potencial

Até hoje, nenhuma explosão superou a potência da “Bomba-Czar”, uma bomba de hidrogênio de 50 megatons (o equivalente a 50 milhões de toneladas de dinamite) detonada durante um teste do governo soviético em outubro de 1961 (confira mais detalhes sobre a explosão da ‘Boma-Czar’ aqui).

Essa bomba, por sinal, era 3 mil vezes mais poderosa que a lançada sobre Hiroshima em agosto de 1945, a primeira vez que uma arma nuclear foi usada em situação de conflito.

A “Little Boy” “(Pequeno Garoto”, em tradução literal), como foi batizada a bomba que devastou a cidade japonesa, teve sua energia destrutiva gerada pela fissão de átomos de urânio ou plutônio.

As bombas de hidrogênio, porém, funcionam seguindo um processo de fusão nuclear, oposto ao da bomba de fissão: em vez de partir ou quebrar, diversos átomos – nesse caso, os de isótopos do hidrogênio deutério e trítio – se juntam formando núcleos maiores antes de explodir.

“A potência que pode ser alcançada com a fusão nuclear basicamente não tem limites”, diz Perdekamp à BBC Mundo.

O especialista, porém, explica que esse processo é extremamente complexo – e que, por isso, havia um certo ceticismo quanto à capacidade norte-coreana de desenvolver uma bomba H.

A primeira explosão nuclear se encarrega de gerar a elevadíssima temperatura necessária para que os isótopos de hidrogênio se fundam, o que explica porque a bomba H também é chamada de termonuclear.

A potência final é determinada pelo volume de hidrogênio, mais precisamente seus dois isótopos radioativos, o deutério e o trítio.

“A energia nuclear liberada na fusão tem a mesma origem que a energia que sustenta a vida na Terra: o Sol”, explica Perdekamp.

No caso da bomba de hidrogênio, porém, o objetivo é apenas a destruição.

Reações

Após o anúncio da Coreia do Norte, houve forte reação de outros países.

A Coreia do Sul disse que o teste é um sério desafio para a paz global e uma violação de resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, chamou o suposto teste de “ameaça à segurança do Japão”.

Os Estados Unidos pediram que a Coreia do Norte respeitasse seus compromissos e obrigações internacionais e disse que iria responder às provocações.

Para John Nilsson-Wright, do programa de Ásia do centro de estudos Chatham House, o teste indica que Pyongyang continua investindo em seu programa nuclear sem dar importância aos significativos custos políticos e diplomáticos da empreitada.

Após testes anteriores, a comunidade internacional respondeu com sanções políticas e econômicas.

BBC

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Guilhermo Postado em 06/Jan/2016 às 12:01

    Ta aí uma Revolução que gostaria de ver. Povo da Coreia do Norte, vocês precisam se libertar dessa aberração de governo. Quanto à bomba, o líder Kim podia pegar esse negócio, e enfiar no próprio (...)

    • MAURICIO Postado em 06/Jan/2016 às 14:39

      PODIA TACAR NA SUA CABEÇA!! VIVA A REPÚBICA POPULAR DA CORÉIA!!!! MORTE AOS YANKEES!!!

      • Rodrigo Postado em 06/Jan/2016 às 17:39

        (Outro Rodrigo) ???????????????????????

      • Rodrigo Postado em 06/Jan/2016 às 17:40

        (Outro Rodrigo) Mais um triste dia na história da humanidade...

      • Guilhermo Postado em 06/Jan/2016 às 19:23

        Você é retardado ou apenas troll?

      • Rodrigo Postado em 07/Jan/2016 às 17:42

        (Outro Rodrigo) Está se dirigindo a quem, Guilhermo?

      • Guilhermo Postado em 07/Jan/2016 às 21:28

        Ao Maurício.

      • Rodrigo Postado em 08/Jan/2016 às 12:25

        (Outro Rodrigo) Blz

    • Marcus Vinicius Postado em 06/Jan/2016 às 17:51

      Cala boca ! Vai estudar um pouquinho mais sobre o povo Norte-Coreano. Até 2001 o Brasil não tinha diplômacia com a Coréia do Norte, isso explica o motivo de se terem apenas notícias da mídia Ocidental. Notícia cretinas ainda por cima !

      • Guilhermo Postado em 06/Jan/2016 às 20:13

        Leia os seguintes livros: "Fuga do Campo 14" e "Nada a Invejar - Vidas Comuns na Coreia do Norte" e depois venha discutir sobre o país. O povo de lá precisa de autorização até para viajar dentro do território. Sair de lá nem pensar sem autorização oficial. Nos anos 90 muitas pessoas literalmente morreram de fome. Felizmente a Coreia do Sul, em sua constituição, atribui cidadania sul-coreana a todos os cidadãos do norte, uma vez que consigam fugir e chegar até o sul. Se não quiser ler, assista esse documentário: https://www.youtube.com/watch?v=vjKgxftL85M... Será que todos os dissidentes estão mentindo? Experimente viajar para lá e tentar sair livremente nas ruas e passear por lá. Não vão te deixar desgrudar do guia. Sinceramente, é difícil acreditar que alguém defenda o indefensável.

      • gustavo0 Postado em 06/Jan/2016 às 21:20

        Tente você amigão, fazer um estudo sociológico sobre os norte-coreanos, in loco.

    • Thiago Teixeira Postado em 06/Jan/2016 às 22:47

      "...e enfiar no próprio (BURACO DO IMPERIALISMO E SEUS PUXA SACOS)".

  2. junior maia Postado em 06/Jan/2016 às 12:16

    Para quê criar uma bomba dessas proporções? Para quê?

    • MAURICIO Postado em 06/Jan/2016 às 14:38

      PRA BRINCAR

    • João Paulo Postado em 06/Jan/2016 às 15:04

      Enquanto o Tio Sam tiver um arsenal com milhares de bombas nucleares e cogitar a utilização dessas armas para atacar o "poderoso" Iraque numa guerra rápida, uma só "bomba H" ainda é pouco.

    • Thiago Teixeira Postado em 06/Jan/2016 às 22:44

      Rússia, EUA, França, Inglaterra e Israel também tem ... Para quê? Não é mesmo?

      • Guilhermo Postado em 07/Jan/2016 às 09:09

        Também têm. Mas não deveriam. A raça humana é tão inteligente a ponto de criar armas nucleares e ao mesmo tempo tão burra a ponto de criar essas mesmas armas nucleares.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 07/Jan/2016 às 10:49

      Pra que? Pergunte pra quem tem um arsenal nuclear pronto há décadas, capaz de destruir o planeta sei lá quantas vezes, e agora paga de bom moço dizendo que não pode haver proliferação de armas. Mas eu respondo: proteção da soberania nacional, poder de dissuasão - poder nuclear no caso, mas é dissuasão - , vantagem competitiva...há muita coisa envolvida. Aliás, a última resposta do "pra que uma bomba dessas proporções?" é "explodir". Chegar às vias de fato e picar o pau na bomba H é a última das últimas opções, sempre, obrigatoriamente e necessariamente.

    • Junio Postado em 07/Jan/2016 às 11:53

      O resultado da fusão de núcleos de hidrogênio é o elemento hélio, que é exatamente o mecanismo de funcionamento da nossa estrela, o Sol! o Hélio por ser um elemento atômicamente mais leve que o hidrogênio, faz com que a energia desprendida nesta fusão seja infinitamente maior que a resultante da fissão de átomos, mas tudo isso respeitando o E=MC2 desenvolvido por Einstein. O calor que gera a fusão dos núcleos é geralmente provocada, exatamente, por uma bomba nuclear "comum", faltou apenas isso para fechar o ótima explicação. E ninguém constrói armas para deixar guardadas, armas são caras! A defesa ou o ataque são meras desculpas, o que esses líderes querem é apenas destruir e ameaçar! O ideal seria que o mundo abandonasse seus programas de armamento de destruição em massa, ou corremos o sério risco de não termos mais um planeta para abrigar as próximas gerações!

  3. Julio Bittencourt Postado em 06/Jan/2016 às 13:44

    É TZAR BOMBA e não "czar"

    • sergio50 Postado em 06/Jan/2016 às 14:08

      Tzar ou Czar é a mesma coisa...

    • enganado Postado em 06/Jan/2016 às 16:45

      Caro Júlio, É __czar__ , pois essa palavras vem do latim __CESAR_. Tire a letra E, e fica ""CZAR"".

  4. João Postado em 06/Jan/2016 às 14:01

    Solidariedade à Coréia Popular, respeitem a soberania dos povos, Império Ianque.

    • Joao Postado em 07/Jan/2016 às 09:59

      Falou o fã do capitão américa !

    • Lucas Postado em 07/Jan/2016 às 16:13

      Provas? Tem alguma? Não trate o que a Veja fala como uma prova....

  5. LEANDRO Postado em 06/Jan/2016 às 14:31

    TZAR É COMO SE FALA. SE ESCREVE CZAR MESMO

  6. Lucas Postado em 06/Jan/2016 às 15:48

    Prevejo os Estados Unidos provando do próprio veneno logo logo.

  7. guria Postado em 06/Jan/2016 às 17:19

    so ano passado esse a coreia fizeram 6 testes sem conhecimento do mundo, mas sera que foram so 6 ???

  8. enganado Postado em 06/Jan/2016 às 20:44

    Menos um país a ser destroçado/invadido/arruinado/chantageado/dominado ...etc, ou seja todos aqueles predicados aplicados/usados pelos Anglo-Sionistas qdo entram qq país para obrigarem a serem DEMOCRATAS nos moldes do capital Anglo-Sionista, ex: UScrânia. E aí Japão vai correr para debaixo das saias do papaizão. Se pode iSSraHell, ___"""PODE TODO MUNDO"""___ . Parabenizo a C. do Norte pela bombinha H, assim sendo me lembro que enquanto o KADAFI manteve seu programa nuclear em andamento, os EUA/iSSraHell/OTAN não se atreveram em tirá-lo do poder. Depois que o mesmo o extinguiu, a Líbia está no que está: “”Literalmente DESTRUÍDA””. É este o prêmio que se ganha qdo não se protege dos EUA/iSSraHell. Só para lembrar: “”A ex-embaixadora dos EUA”” no BRASIL, disse em muito bom tom e ainda bem explicado que o BRASIL não era respeitado porque não possuía BOMBA ATÔMICA. Imagino que o sr. Enéias-56 deve ter dado dez voltas no túmulo de alegria. Dá para entender VC possuir um submarino atômico sem ter bombas atômicas? Será que os Anglo-Sionistas vão permitir tal fabrico? E a soberania ficará onde? Na cabeça do Apátrida, FHC-çERRA-AÓPIO? Me respondam! Voltando, peço encarecidamente que a C. do Norte faça pelo menos uma 50 Bombas destas e espalhem pelo mundo, e então só assim nos mortais ((7P’s)) conseguiremos por freio nos Anglo-Sionistas. Esses Anglo-Sionistas pensam que estão lidando com árabes, aqueles que só tem metade do cérebro, se degolam entre si e com isto iSSraHell morre de felicidade de tanta burrice/ignorância/analfabetismo juntos. Vale lembrar que os cientistas da C. do Norte estudaram nas universidades da RÚSSIA na época da guerra fria, portanto agora estão pondo em prática tudo aquilo que aprenderam, pois sua Pátria se encontra ameaçada pelo EUA/iSSraHell, diga-se de passagem, o Japão-Alemanha continuam OCUPADOS (vassalos) dos EUA/iSSraHell e não matam nem baratas sem ordens de Washigton/Tel Aviv. Parabéns aos cientistas Nortecoreanos.

    • enganado Postado em 07/Jan/2016 às 13:51

      Se Vc gosta tanto dos EUA/iSSraHell pois então vá VC morar no Iraq/Afg./Líbia/Gaza/Cisjordânia/Somália/UScrânia/... etc. Lá neste países a vida está maravilhosa depois das ___""Intervenções Humanitárias""___ patrocinadas pelos Reis de sua DEMOCRACIA, pois a única coisa chata são as ___Mortes Colaterais___, aquelas que só matam civis com o objetivo de destruir suas ""Infraestruturas Básicas"", para logo após as ""Intervenções"" as construtoras Anglo-Semitas=Sionistas agasalharem a grana que ainda resta dos 7P's locais. Aguardo ansiosamente sua ida para estes locais para ajudar aos Anglo=Sionistas a porém em prática todas sua DEMOCRACIA. Boa sorte!

  9. luis Postado em 06/Jan/2016 às 22:28

    Nunca sei quando alguém está defendendo a Coréia do Norte de verdade ou quando é zoeira...

    • Guilhermo Postado em 07/Jan/2016 às 08:54

      Somos dois. Mas to achando que a maioria aqui ta realmente defendendo. Acho que eles pensam que todos os dissidentes do regime estão mentindo descaradamente.

    • enganado Postado em 07/Jan/2016 às 14:00

      Caro Luis. Vc já leu a verdadeira "HISTORIA" porque a COREIA está dividida? Pois leia e veja que mais uma vez os EUA/iSSraHell são os responsáveis por esta divisão, ou seja antes da 2a. WW eram um único país. Após o término da guerra os EUA/iSSraHell exigiram um quinhão da COREIA, e aí, a merda foi feita, e dura até hoje! Vc sabia que lá era um reinado? Vc sabia que a invasão do Norte foi para unir novamente o PAíS? Me desculpe, mas a porra do EUA como não estava satisfeito em __ocupar__ o Japão e todas as ilhas que pertenciam ao Japão, fez o que fez com a COREIA. Mais uma da política externa dos EUA/iSSraHell; só preciosidades! Não conte pra ninguém porque verdades doem.

      • luis Postado em 08/Jan/2016 às 00:01

        E daí, você vai defender um ditadorzinho de merda só por causa disso? Isso é mais importante que um Estado assassino que joga milhões na miséria? Troque seu nome de enganado para retardado, embora os dois sejam certos.

      • enganado Postado em 09/Jan/2016 às 01:21

        Luís, continua a ler o gRoubo. Então o presd. dos EUA/iSSraHell não passam de ditadores, ou será que a DEMOCRADURA dos EUA ainda não entrou na cabeça? Olha o ditadorzinho=Patriota faz inveja a qq país de que não tem SOBERANIA, Aliás VC conhece um país que, por incrível que pareça, meia dúzias de vagabundos torcem contra aqueles que pensam em ter algum dia soberania? Que se liberte da banca Internacional Anglo-SIONISTA? E que tenha alguma lei que proíba mentiras, como esta da Coreia do Norte, para enganar seu povo? Onde foi que inventou os milhões na miséria, foi na gRoubo? A gRoubo esqueceu de lhe contar que os seus Patriotas=EUA assassinaram 8,5 milhões de pessoas com suas Intervenções Humanitárias. Sinto pena de VC por suas desinformações, mas se fores ""judeuSS"" , o seu cinismo faz juz a mortandade de Palestinos que qq número que apresente sobre a C. do Norte. Vai estudar e pare escrever asneiras. Parece que foi reprovado na escolinha da dona Tetéia.

      • luis Postado em 09/Jan/2016 às 13:31

        Plot twist: não leio globo nem veja, apenas não apoio assassinos sujos e isso inclui EUA e Israel (DOUBLE PLOT TWIST!)

      • enganado Postado em 11/Jan/2016 às 19:07

        Ainda bem que não apoia assassinos, com isso folgo em saber que não apoia o malandro que em sua mesa de trabalho tem a já famosa "" KILL LIST "" e foi agraciado ainda com o tal prêmio dado pelo menos suspeitos russofóbicos sUSecos. Ainda bem ...

  10. Thiago Teixeira Postado em 06/Jan/2016 às 22:39

    O JN de hoje foi simplesmente nojento. Uma avalanche de noticias negativas referente ao governo (pra variar), vários especialistas esquentando a notícia enfatizando somente a opinião do noticiário, nenhuma entrevista mostrando o outro lado. Ao chegar na Coréia do Norte, a mesma coisa, apenas a versão da Direita como verdade absoluta, dois especialistas internacionais puxando a mesma opinião, nenhuma mostrando as reais preocupações do país comunista. Para dizer que não teve opinião a favor, colocaram um andarilho norte coreano, mal vestido, durante 2 segundos, dizendo ser a favor da Bomba. No final, em tom de "sem importância", a declaração do governo brasileiro. Manchete seguinte???? VENEZUELA ... ai sai do restaurante e fui pagar a conta ... me recusei a continuar assistindo esse lixo de tele jornal.

    • Guilhermo Postado em 07/Jan/2016 às 09:03

      Ela apenas tentou viver em outra parte do mundo. Só isso. Mas isso não pode na Coreia do Norte, claro que não. Adoraria que o vídeo fosse falso. https://www.youtube.com/watch?v=aUa3W5bZkbM

  11. sidney Postado em 07/Jan/2016 às 00:37

    Quem se mete com a Coreia do Norte agora? O Brasil precisa fazer uma imediatamente...

    • Guilhermo Postado em 07/Jan/2016 às 09:07

      IronicMode On: Isso. Vamos transformar o mundo num enorme arsenal de bombas de hidrogênio! Vai ser bem """"legal""" se alguma, acidentalmente explodir, né? IronicMode Off...... Chega de guerra. Paz e amor, pow.

  12. Douglas Postado em 07/Jan/2016 às 11:10

    Sim claro, e matando todos num raio de quilômetros correto? Tragam alguns COMANDOS que o serviço é feito de forma barata, rápida e com menos sujeira.

  13. Fonseca Postado em 07/Jan/2016 às 11:13

    Pq só os EUA e Europa podem ter?

    • Rodrigo Postado em 07/Jan/2016 às 17:47

      (Outro Rodrigo) Melhor seria ninguém ter, não? Se todos os líderes começarem com esse raciocínio de "se ele pode, eu também posso", estamos é lascados.

      • Guilhermo Postado em 07/Jan/2016 às 21:31

        Exaamente. Daqui a pouco o planeta vai estar lotado de bombas atômicas, de hidrogênio e sei lá mais o que... Vai que uma dessas explode acidentalmente.

    • Thiago Teixeira Postado em 08/Jan/2016 às 14:28

      É a logica coxinha. Porque a corrupção do DEM-PPS-PSDB não incomoda? E ninguém fala ou faz nada diante das fabricações de bombas pelos países cheirosos e limpinhos.

      • beto Postado em 09/Jan/2016 às 00:35

        Acho q não da pra compara o potencial destrutivo de um globo onde cada grande/medio país possui sua própria bomba de hidrogênio com a corrupção do PT! Eu pessoalmente confiaria mais a bomba de H na mão da Dilma que na mão do Kim, tu quer trazer a o foco pra política brasileira, tudo bem, mas repito, não tem como comparar o acesso a uma arma que pode destruir com o globo com a corrupissaum

  14. Marcos Kim Postado em 07/Jan/2016 às 11:29

    Quem não se defende se sujeita a imposição do mais forte.

  15. Eduardo Ribeiro Postado em 07/Jan/2016 às 12:18

    Você não planejou direito isso aí. Ou você está ciente de que seria um genocídio de milhões de brasileiros? A palavra "genocídio" é familiar, faz algum sentido pra você?

  16. Mônica Postado em 07/Jan/2016 às 22:10

    Tanta coisa melhor pra fazer com essa tecnologia. Energia farta e infinita quando se usa o elemento mais abundante no universo (nitrogênio também) mas preferimos construir bombas... Vai entender o ser humano...

  17. Héber Pelágio Postado em 08/Jan/2016 às 16:26

    "Coreia do Norte diz ter testado, com sucesso, a arma mais poderosa do mundo". E um monte de gente aqui parece vibrar de emoção com esse fato... Noooosssaaa, como os esquerdinhas são "pacifistas" e "tolerantes"!

  18. José de Pindorama Postado em 09/Jan/2016 às 12:57

    Caros Comentaristas Uma explosão de hipocrisia! Em primeiro lugar, cuidado com a 'guerra de informações', não se iludam, grande parte das informações veiculadas em Países, infelizmente, de soberania controlada e/ou satélites do ocidente, tal como o Brasil; são meticulosamente controladas e distorcidas pelos USA --controlam sim as informações. Dentro disso, a 'demonização' da China, Russia, Coreia do Norte, Irã, Brasil, Índia, Africa do Sul, OM, serve a quem, contempla quais interesses? Outro ponto, creio na autodeterminação dos povos, e no seu direito inalienável de autodefesa; como qualquer pessoa com um mínimo de bom senso. Se nós brasileiros não enxergamos assim e não temos, como povo estratégias de defesa da Nação; aí o problema é nosso. A estratégia de defesa deve ser proporcional à intensidade da ameaça; logo uma ameaça de invasão à Coreia do Norte pelos USA e seus 'aliados', deve provocar reação de retaliação mais intensa possível! Com relação ao regime que vige na Coréia do Norte, cabe sempre ao povo, isso em qualquer Nação, decidir o rumo do regime. Uma decisão ruim produz resultados ruins, uma decisão equilibrada resultará em um caminho mais sóbrio. A questão central; não seria conveniente que todas as Nações pudessem descartar, por completo, todos os arsenais nucleares, porquê não o fazem? Quando a agência Internacional de energia nuclear soube que o Brasil possuía um modelo de centrífuga por levitação magnética, pressionou nosso País às inspeções, desrespeitou nossa soberania, queria a todo custo; em realidade, conhecer o projeto de nossa centrífuga (projeto este, dirigido pelo Vice-Almirante Othon). Já com Israel, que teve tecnologia nuclear repassada e desenvolvida em parceria com a França, nenhuma palavra, nenhum ato; e com o Irã? E como será tratado o Brasil, uma Argentina num futuro? Uma outra questão que é colocada indevidamente pela nossa subserviente mídia o que a Coréia do Norte, Venezuela, Cuba, Russia, China, Irã fizeram, fazem, ou farão contra o Brasil? Tenho ouvido pessoas em debates, em conversas: - Vá para Cuba, vá para a Coreia do Norte, vá para ... Quando o cidadão externa um ponto de vista, algumas vezes até consistente, à respeito desses Países. Um pouco mais de discernimento e ponderação não fazem mal a ninguém. Quem fez, faz, e fará mais mal ao mundo a Coréia do Norte ou os USA e Inglaterra. Pesquisem e respondam para si próprios? Outra pergunta. Os USA realmente estão no comando de todas essas operações ou existe um núcleo duro cercado e defendido por 'confrarias secretas' ditando o que deve ser feito?