Redação Pragmatismo
Compartilhar
Geral 07/Jan/2016 às 13:00
23
Comentários

A farsa da montagem que diz que brasileiros são sujos e americanos civilizados

Montagem que compara praia de Miami à de Copacabana após a festa de Réveillon tenta induzir internautas a acreditarem que brasileiros são sujos e americanos civilizados. No entanto, publicação não diz que a foto estadunidense retrata uma praia particular fora da época

Réveillon Copacabana Miami Rio de Janeiro EUA
Nas redes sociais, uma montagem comparando uma praia de Miami à de Copacabana após a festa de Ano Novo sugere o quanto norte-americanos seriam “civilizados” e brasileiros não, por conta da sujeira. O meme, no entanto, não diz que a foto estadunidense retrata uma praia particular fora da época de Réveillon

Ivan Longo, Revista Fórum

Vem circulando pelas redes sociais, desde o último dia 1º, uma montagem comparando a quantidade de lixo deixado em uma praia de Miami (EUA) e na praia de Copacabana (RJ) após a festa de Ano Novo. O intuito da postagem, que foi compartilhada por centenas de internautas, era o de depreciar o brasileiro diante do cidadão estadunidense, conforme sugeriu o próprio autor da montagem na legenda.

“A primeira foto abaixo é Copacabana no dia 1º de 2016. A segunda foto abaixo é de Miami no 1º dia de 2016. Acho que este país merece o governo que tem… Porcos! Lamentável! Complexo de vira-lata? Não! É a realidade”, escreveu.

A montagem, no entanto, não passa de uma farsa. A foto da praia de Copacabana, de fato, corresponde ao fim da festa de Réveillon de 2016. A de Miami, por sua vez, registra uma praia particular, de South Beach, e foi tirada em junho de 2009 por Ben Granthan. O local é considerado de elite e uma diária em um hotel da região varia entre mil e dois mil dólares – ao passo que a praia de Copacabana, que recebeu 2 milhões de pessoas esse ano, é pública.

Esse costume que parte da elite brasileira tem em depreciar o Brasil para enaltecer uma dinâmica clássica de desigualdade social ao reafirmar que “prefere Miami” é, constantemente, alvo de ironia por parte de figuras do humor. Marcelo Adnet, por exemplo, interpretou em 2012 o personagem Marco Graco – estereótipo escrachado do brasileiro com o “complexo de vira-latas”. Confira o vídeo abaixo.

Para se ter uma ideia de como a montagem induz a uma falácia, basta comparar uma foto real da festa de Ano Novo entre os dois países. A fotografia abaixo da NewsWeek, por exemplo, retrata como ficou a Times Square, em Nova Iorque, após o Réveillon de 2015.

Réveillon Nova York Times Square

O local, inclusive, é considerado por muitos uma “roubada” no Ano Novo por conta da superlotação e falta de estrutura. O jornalista Guga Chacra, por exemplo, lembrou, no último dia 31, que algumas pessoas vão comemorar o Réveillon na Times Square de fraldas por não existirem banheiros públicos.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. eu daqui Postado em 07/Jan/2016 às 16:12

    Pra mim não muda nada. Desde quando a imundicie de um país justifica a imundicie do outro?

    • poliana Postado em 07/Jan/2016 às 16:23

      cara, atente-se ao fato de que estávamos em uma festa de reveillon, a virada do ano, com milhões de pessoas na praia. e vc mesma sempre atentou para o fato de q há milhões de turistas ali. isso é normal em qq lugar turístico mundialmente conhecido. qtos milhões de turistas o rio de janeiro e a times square em ny receberam? e vc queria q no final da festa, o chão estivesse limpo?! seria algo impossível!

      • ninguem Postado em 07/Jan/2016 às 22:04

        impossível p8 nenhuma, pra não estender discussão...Possível é, mas a cultura daqui ou de lá é de "joga aí mesmo", desde a infância. Existem sim países em que a cultura é de "vamos achar uma lata ou levar o lixo pra casa". É tudo cultura, meme de infância. Somos escravos de memes, e não mudamos individualmente por mero comodismo. Uma lata de cerveja cheia, carregamos com prazer. Vazia, começa a pesar... vai cagar!

    • Eduardo Ribeiro Postado em 07/Jan/2016 às 17:07

      Quem justificou?

    • Pedro Postado em 07/Jan/2016 às 19:54

      A crítica foi somente ao "vira-latismo". Ninguém aplaude a sujeira.

    • Daniel Postado em 07/Jan/2016 às 22:50

      Só para lembrar, grande parte dos "imundos" do Rio são estrangeiros de todas as partes do mundo.

    • Brito Postado em 08/Jan/2016 às 20:07

      Concordo, bando de porco!

    • luciano Postado em 09/Jan/2016 às 04:01

      muda sim , claro que muda. esta reportagem mostra que tanto cá como lá um evento de grande magnitude deixa sujeira, talvez faria sentido se a comparação fosse com uma praia ou um local qualquer no Japão, penso eu, talvez

  2. Jéssica Postado em 07/Jan/2016 às 16:30

    Mesmo assim totalmente desnecessária toda aquela sujeira no Rio de Janeiro.

  3. Eduardo Ribeiro Postado em 07/Jan/2016 às 17:06

    Viralatice, desonestidade, ódio do próprio povo e profunda ausência de vida social/sexual (feriadão de reveillon e o viralatinhas fazendo montagem com foto fake pra causar). Os quatro juntos e em níveis extremos. Resultado: essa bela obra.

  4. Eduardo Ribeiro Postado em 07/Jan/2016 às 17:12

    Só uma observação: que momento épico do Adnet...uma das melhores peças que eu vi o humor nacional criar. Genial. E os meninos buchudos achando que humor é Gentilli oferecendo banana pra negro e chamando de macaco, chamando uma doadora de leite de "espanhola" (uau hein...mega engraçado), chamando mulher de "arrombada" em rede social e queimando a bandeira semi-nu por aí...""hurr durr engrasssadaum danilo kkk é iço aí kkk comtinue açim hurr durr""...

  5. Marcelo Postado em 07/Jan/2016 às 18:25

    Caí nessa mas logo pensei, como conseguiriam manterem uma praia limpa sem ao menos uma garrafa de champagne? Nem em festa vegana seria possível isso

  6. EDUARDO Postado em 07/Jan/2016 às 18:51

    Complexo de vira lata mesmo, se somos sujos, mude para lá.... Só uma pergunta: ALGUÉM VIU APARATO MILITAR NAS RUAS PARA EVITAR ATOS TERRORISTAS NA ORLA DE COPACABANA???? Lá tinha e sem contar que vivem em constante medo de tão limpos que são.

    • Rogério Britto Postado em 07/Jan/2016 às 20:37

      Apoiado.

    • Thiago Teixeira Postado em 08/Jan/2016 às 13:55

      Pode crê!!!!

    • Márcio Ferreira Postado em 08/Jan/2016 às 15:47

      "se somos sujos, mude para lá". O mesmo argumento medíocre do "vai pra Cuba".

  7. Adriano Vieira Postado em 07/Jan/2016 às 20:41

    isto prova que o ser humano é relaxado em qualquer parte do mundo e não alivia nada o lado dos Brasileiros...

  8. Onda Vermelha Postado em 07/Jan/2016 às 20:58

    Esse vídeo com o Marcelo Adnet é antológico. Não me canso de assisti-lo e descobrir que ele continua atualíssimo. Inclusive quando faz referência a uma possibilidade de golpe no país. É uma bofetada na cara de nossa elite e de seus lacaios.

  9. Márcio Ferreira Postado em 08/Jan/2016 às 13:10

    Falando em “montagens”, há cerca de 2 anos, quando passei pelo Rio durante uma conexão em que tive que trocar de aeroporto, trafeguei num longo trecho de favelas com terrenos imundos e abandonados, mas escondidos atrás de painéis enormes. É uma verdadeira “montagem” ou maquiagem mesmo. Literalmente esconder a “sujeira” para debaixo do tapete. É notória a recente campanha do PP a favor do Rio, e não há outro motivo senão as manifestações recíprocas de apoio entre o governo e o futuro candidato a presidente Eduardo Paes (partido a confirmar). Da mesma forma, há uma indisfarçável implicância do PP (e da esquerda como um todo) com Miami e com os brasileiros que para lá viajam. Mas esquerdista que se preze e veste a camisa segue uma outra regra, essa implícita: senta no próprio rabo para falar do dos outros. Recentemente o deputado Marco Maia (PT) se viu enrolado numa situação, no mínimo, constrangedora acerca de um apartamento luxuoso em... Miami! Enquanto esse imbróglio não é esclarecido, negar que visita a cidade frequentemente é uma afirmação da qual ele não pode se valer. Indo mais longe, o ex-governador do DF, Agnelo Queiroz (PT), também conhecido como “Agnulo”, não só não conseguiu se reeleger, como não foi nem para o segundo turno, deixou dívidas impagáveis, calotes, contas em frangalhos, obrigou o cancelamento da Universíade no DF (o segundo maior evento esportivo do mundo, atrás apenas das Olimpíadas) e chegou ao cúmulo de dificultar a transição de governo para o eleito Rollemberg. Pois bem! Fez e aconteceu e, no primeiro dia útil após entregar o cargo, ele se pirulitou para onde? Miami!!! Passou uma temporada lá descansando e gastando em dólares ianques opressores e está sendo processado por improbidade administrativa. Quase me esqueci! Antes de ir para o PT, ele era do (risos!!!) Partido Comunista e (mais risos!!!) Ministro dos Esportes do governo Lula!

  10. Thiago Teixeira Postado em 08/Jan/2016 às 13:58

    E se fosse verdade? E dai? Tem fotos de Copacabana dia 02 de Janeiro? A prefeitura destrói na limpeza em 2 tempos, o importante é a arrecadação e movimentação da economia local nestes eventos. Não pode é sujar e deixar sujo, como o imperialismo americano faz com o mundo.

  11. George Postado em 08/Jan/2016 às 13:59

    o personagem do Marcelo Adnet é certeiro. É a representação do "hue-br gibe-mony", que endeusa o exterior e deprecia qualquer coisa do Brasil de forma descerebrada.

  12. Wanderson Postado em 08/Jan/2016 às 14:51

    Nossa.Mas o que aconteceu com o Marcelo Adnet hein?Antes um humorista seminal,um dos melhores de sua geração,hoje em dia,digerido pela Globo onde não tem nem a metade da influencia que tinha no início de sua carreira na época da MTV.Que pena. Mas sobre a questão do lixo,sim,o brasileiro é mal educado nesse tocante,apesar da desonestidade desse meme vira-lata.Me lembro do Japoneses na Copa de 14 quando limparam toda a arena Pernambuco antes de saírem no final da partida,causando vergonha alheia e genuína na população.Na verdade temos dois problemas graves aqui:A síndrome do vira-latas do brasileiro do estilo Fausto Silva e a relação quase mágica dos brasileiros com o lixo, que depois que cai no chão desaparece como que por encanto.Isso também é um tipo de vira-latismo.

  13. sidney Postado em 08/Jan/2016 às 21:40

    Aqui ta cheio de vira lata coxinha dando uma de limpinho, mas tira meleca do nariz e come escondido. kkkkkk Vai morar nos EUA e deixa o Brasil infeliz, lá você pode latir pros americanos e aproveita e limpa o rabo deles com a boca... kkkkkk