Redação Pragmatismo
Compartilhar
Corrupção 15/Dec/2015 às 11:17
10
Comentários

Polícia Federal apreende celular de Eduardo Cunha

Polícia Federal cumpre mandados de busca na casa de Eduardo Cunha. O celular do presidente da Câmara foi apreendido e um chaveiro foi chamado para abrir um cofre em sua residência oficial, mas nada foi encontrado. Nova fase da Lava Jato chama-se Operação Catilinárias – referência à tentativa de golpe em Roma

Polícia Federal Eduardo Cunha casa
PF cumpre mandado de busca e apreensão na residência (esq.) de Eduardo Cunha

A Polícia Federal apreendeu nesta terça-feira, 15, o celular do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O parlamentar foi alvo de busca e apreensão na Operação Catilinárias, deflagrada pela manhã.

Um chaveiro foi chamado para abrir um cofre na residência oficial de Cunha, em Brasília, mas nada foi encontrado. O presidente da Câmara estava na residência quando a PF chegou para fazer as buscas. Segundo um de seus advogados, Eduardo Cunha estava ‘tranquilo’ e só se irritou com o ruído incessante dos helicópteros de TV, que desde muito cedo sobrevoavam o local.

Foram alvos de ação de busca e apreensão dois atuais ministros de Dilma: Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) e Henrique Eduardo Alves (Turismo).

A operação da PF tem outros alvos: os senadores Edison Lobão (PMDB-MA) e Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), os deputados Anibal Gomes (PMDB-CE) e Áureo Lídio (SD-RJ), o prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier (PMDB-RJ), o ex-vice-presidente da Caixa Econômica Federal, Fábio Cleto (aliado de Cunha e exonerado na semana passada pela presidente Dilma), Aldo Guedes – ex-sócio de Eduardo Campos -, Lúcio Bolonha Funaro – delator do Mensalão -, Altair Alves Pinto – emissário de propina de Cunha, segundo os investigadores – e o ex-presidente da Transpetro Sergio Machado.

A Catilinárias cumpre ao todo 53 mandados de busca e apreensão – na Câmara dos Deputados, sede do PMDB em Alagoas, na residência dos investigados, endereços funcionais, sedes de empresas, escritórios de advocacia e órgãos públicos – expedidos pelo STF, referentes a sete processos instaurados a partir de investigações da Lava Jato. Os mandados, expedidos pelo ministro Teori Zavascki, estão sendo cumpridos no Distrito Federal (9), em São Paulo (15), no Rio (14), no Pará (6), em Pernambuco (4), em Alagoas (2), no Ceará (2) e no Rio Grande do norte (1).

CATILINÁRIAS

Nome da nova fase da operação Lava Jato, “Catilinárias” são uma série de quatro discursos que Cícero, o cônsul romano Marco Túlio Cícero, proferiu no Senado romano.

Os textos de Cícero referem-se a Lúcio Catilina, que teria comandado uma revolução para dissolver o Senado e tomar o poder em Roma em 63 a.C.. Uma das frases mais conhecidas do discurso é a seguinte: “até quando, Catilina, abusarás da nossa paciência?”.

Segundo registros históricos, na noite de 6 para 7 de novembro de 63 a.C., Catilina reuniu dirigentes da conspiração para tomarem as últimas decisões antes de uma nova tentativa de golpe em Roma.

Ao saber disso, Cícero teria decidido convocar o Senado. Na reunião, o cônsul teria ficado indignado com a presença de Catilina e acusou-o através do primeiro da série de discursos, que veio a ser conhecida como “Catilinárias”. A fala de Cícero teria convencido o Senado de uma possível conspiração de Catilina.

Em dezembro, após o quarto discurso de Cícero e já condenado à morte, Catilina recusou-se a entregar-se. Em janeiro de 62 a.C., Catilina foi morto em um campo de batalha.

informações de Agência Estado, EBC e Folhapress

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Denisbaldo Postado em 15/Dec/2015 às 11:39

    Hahahaha! Assim o Pereira infarta!!!

  2. Esmael Leite da Silva Postado em 15/Dec/2015 às 14:04

    Bolsonaro saiu do grupo Temer saiu do grupo, Feliciano saiu do grupo Paulinho esta sózinho no grupo e a PF só printando, rsrsrrsrs

  3. Márcio Ferreira Postado em 15/Dec/2015 às 15:11

    Lamentável apenas que não tenha sido autorizada a busca na casa do presidente do senado. Nem sua prisão.

  4. Tchekowski Postado em 15/Dec/2015 às 15:11

    Demorou. Cunha encerrou a sua "chantagem institucional" ao desengavetar o pedido de impedimento logo que soube que o PT votaria a favor da sua cassação. Por outro lado, a ação contra ele por parte dos órgãos responsáveis se deu exatamente no segundo dia após ser constatado o fracasso das manifestações da direita inconformada em favor do golpe, quando os especialistas atribuíram o fiasco à liderança de Cunha no processo. Se Cunha era o problema, o problema está sendo extirpado. Então, todo o apoio dos movimentos sociais, da OAB, da CNBB, de prefeitos, governadores e até do movimento estudantil que os tucanos fizeram o favor de reativar em São Paulo, são importantes para a próxima quarta-feira, amanhã, 16/12, quando a legalidade pode suplantar, mesmo que momentaneamente, as tentativas de golpe que tem toda uma estratégia erguida nas sombras.

  5. Eduardo Ribeiro Postado em 15/Dec/2015 às 15:18

    Semana dificil pros golpistas..."minifestação" dominical patética e digna de pena - ofuscados pela rapaziada da maromba e por um pato de borracha - , aí no dia seguinte corre a conversa de que as tais "pedaladas" provavelmente darão em nada, e agora a viga-mestra do GOLPE leva um tranco violento, PF batendo na porta 6 da manhã, celular confiscado...lembrando sempre que "somos todos Cunha", e lembrando que mal estamos na metade da semana, e o dia de hoje nem acabou ainda...deve ser dificil, triste, melancólico demais ser vocês, meninos buchudos e GOLPISTAS que não sabem lidar com a democracia...que derrota, meu deus...que derrota...

  6. julia Postado em 15/Dec/2015 às 15:57

    O golpe ainda continua...só que com uma nova roupagem.

  7. poliana Postado em 15/Dec/2015 às 18:33

    A casa tá caindo, CUnha!!!!!!! Hahahahahaha

  8. Thiago Teixeira Postado em 15/Dec/2015 às 23:00

    Ahhhh .... sei ... "Alou Cunha? Tudo bom com o senhor? São para dar satisfações estamos indo a sua casa, depois de amanhã, para aprender seu celular e o que estiver no cofre". Quanta ingenuidade.

  9. enganado Postado em 16/Dec/2015 às 00:03

    Apreendeu só o celular? E aí MORO? É isso mesmo, seu safado!

  10. Luis Guilherme Postado em 16/Dec/2015 às 09:32

    Vão ver os nudes que Cunha e o deputado Paulinho da Força trocavam. Que vergonha.