Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 09/Nov/2015 às 19:39
38
Comentários

Homem tatua imagem ofensiva à Dilma e gera discussão

Tatuador se defende nas redes sociais após ser criticado por divulgar imagem em que retrata Dilma Rousseff fazendo sexo oral. Senadora afirma que a imagem apenas reforça a cultura do estupro e da violência contra as mulheres

tatuador Dilma sexo oral
Dilma Rousseff é retratada por tatuador fazendo sexo oral (Reprodução/Facebook)

Um tatuador de Uberlândia compartilhou neste fim de semana, em sua página pessoal do Facebook, uma arte criada por ele para retratar a presidente Dilma Rousseff numa situação nada convencional. Na imagem divulgada por Irineo Júnior, Dilma está fazendo sexo oral.

Na internet, vários usuários compartilharam a imagem fazendo críticas ao tatuador. Muitos julgaram que, além de ser uma brincadeira de mal gosto com a presidente, ainda se trataria de uma imagem sexista. “Misógino, doente, porco”, escreveu uma internauta.

“Isso não tem nada a ver com política: tem a ver com misoginia, com violência contra a mulher. Pq não fazem uma tattoo assim com o Cunha?”, questionou outro.

Alguns seguidores questionaram, inclusive, a decisão de fazer uma tatuagem de Dilma em posição constrangedora e não do ex-presidente Lula.

“Inclusive, quem odeia a Dilma, costuma odiar o Lula. Logo aí em cima tem uma montagem com essa tatuagem, como se a Dilma estivesse chupando o pênis do Lula. Por que isso? Porque nenhum ódio de homem será maior e mais prazeroso do que praticar misoginia com mulher. Do que buscar humilhar mulher através da sexualidade. Sua “arte” é uma bosta, quem escolheu ter isso no corpo é um bosta e isso aí não é crítica política, é imbecilidade e misoginia”, disparou uma internauta.

No entanto, houve também quem fizesse piada com a situação. “Coitada da Dona Florinda, ninguém respeita o finado Bolaños”, comentou um seguidor.

Tatuador se defende

Em nota divulgada em sua página, o tatuador se defendeu das acusações. ” No momento só pensei em executar meu trabalho bem feito e ver o cliente indo embora feliz , sem intenção alguma de ofender alguém muito menos a presidenta”. No longo texto, Irineo também revelou: “Não tenho vínculo com nenhum tipo de ideologia política. Meu compromisso é em oferecer o melhor do meu trabalho. E se o cliente quiser tatuar um soldado nazista. Por que não?”.

Senadora lamenta episódio

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) lamentou que, mais uma vez, a presidente da República, Dilma Rousseff, tenha sido vítima de agressões de cunho sexual.

Segundo Gleisi Hoffmann, a tatuagem não passa de crime e a representação bruta, grotesca e animalesca apenas reforça a cultura do estupro e de violência contra as mulheres na sociedade brasileira. “É por isso, por essa permissividade, que temos meninas e mulheres sendo diariamente violentadas, invadidas, abusadas e mortas em nosso país, sem que haja punição dos culpados. Há uma impunidade crônica nos crimes de violência contra a mulher, como se a mulher fosse uma posse, a qual o homem pode ter acesso a qualquer momento”, disse a senadora.

com informações de iBahia

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. João Paulo Postado em 09/Nov/2015 às 20:48

    Se a Dilma não fosse tão passiva, acionaria judicialmente todas essas figuras e converteria as indenizações em prol de programas sociais. Ia ter coxinha se suicidando.

  2. Duarte Postado em 09/Nov/2015 às 21:20

    Fala serio, ou leve a serio a cabeça desse doante, o pior e que ele pensa que esta mudando o Brasil.

  3. Isabela Postado em 09/Nov/2015 às 21:52

    Esse cara vai ter a vida inteira para notar que foi ele que levou a pior nisso tudo kkkkkkk

    • Filipe Postado em 10/Nov/2015 às 00:00

      Né?? Pensei na mesma coisa....

    • Rodrigo Postado em 10/Nov/2015 às 18:06

      (Outro Rodrigo) Concordo...

  4. goncalo dos santos Postado em 09/Nov/2015 às 22:35

    Um babaca desse tipo ainda diz que é profissional. em outro Pais serio estaria preso

  5. Vinis Postado em 09/Nov/2015 às 23:28

    O sujeito tatuado deve ser o tipo de idiota que diz que vivemos em uma "ditadura do pt".

  6. enganado Postado em 09/Nov/2015 às 23:55

    Será que o vagabundo tem coragem de tatuar a mamãe dele de quatro nua fazendo sexo oral no CÚnha e colocando uma """tornozeleira eletrônica uma no Aópio e outra no FHC"""?

  7. Mary Postado em 10/Nov/2015 às 00:18

    Ainda se Diz bom profissional em tatoo ? E um bosta ou melhor é uma besta 666. Devia ter tatoado a mãe dele, ofendeu a todas as mulheres.

  8. sidney Postado em 10/Nov/2015 às 00:49

    Certamente esse sujeito é um tipo estuprador perigoso também.

  9. Alfredo Postado em 10/Nov/2015 às 00:55

    Primeiro precisa ter muita imaginação para ver a cara da Dilma nessa tatuagem e segundo já que ele quer um pinto tatuado no corpo poderia fazê-lo na bunda.

  10. Trajano Postado em 10/Nov/2015 às 01:50

    Meu compromisso é em oferecer o melhor do meu trabalho. E se o cliente quiser tatuar um soldado nazista. Por que não?” Que seja. Bom, eu não faria uma coisa dessas. O meu porquê é simples: entendo que um bom trabalho de tatuagem envolve criatividade, maestria e precisão do traçado, bom uso da palheta de cores, efeito de sombra/iluminação decentes, entendimento de diferentes estilos, etc. E um bom profissional é aquele que apresenta o seu trabalho para engrandecer a profissão aos olhos da sociedade e que assegura aos cidadãos uma postura ética, desde os cuidados ao se colocar produtos químicos na pele de forma tão invasiva até o produto final que não deve comprometer as atividades da vida diária do cliente por causa da má qualidade e/ou pelo vexatório de um significado – ética é parâmetro profissional e não uma opção. Sobre o “soldado nazista” x “bom trabalho”, existe uma questão mais ampla aí: Auschwitz não surgiu e se manteve por tanto tempo unicamente pelas mãos de psicopatas carniceiros: precisou de engenheiros, administradores, contadores e mais uma gama de profissionais/técnicos que igualmente queriam mostrar um bom trabalho, racionalmente falando, ainda que esse bom trabalho se traduzisse, por exemplo, em trilhos e trens que levavam pessoas para campos de concentração. Genocídio requer indiferença da população e dos profissionais envolvidos. Em escala infinitamente menor – ainda bem -, ao tatuar uma imagem de um símbolo nazista poderá: acarretar imenso desconforto para pessoas ao redor do tatuado; te deixar na corda bamba da linha de trabalho e o fosso do crime (vide o caso Siegfried Ellwanger); colocar em risco o cliente frente à indignação de terceiros; acarreta publicidade negativa ao estúdio etc. E o cara ainda pergunta “por que não?”... Em tempo: a ideia da tatuagem é medíocre, mas o trabalho do tatuador é uma aberração. Isso era pra ser old school? A imagem deveria parecer com a Dilma ou com a Nair Belo? Oras, do que adianta pisar na ética com um discurso “vou oferecer um bom trabalho doa a quem doer” se o resultado final é de uma qualidade técnica (?) tão vexatória quando a ideia do cliente? Já vi pessoas que fizeram tatuagem dentro da cadeia com uma qualidade melhor do que essa. Discurso ruim, tatuagem ruim, justificativa ruim. Enfim, não me parece que se estabeleceu um compromisso de oferta de um bom trabalho, mas, sim, um pacto de mediocridade entre o tatuador e seu cliente.

    • luann Postado em 10/Nov/2015 às 11:43

      Palmas!

    • Trajano Postado em 10/Nov/2015 às 13:06

      *paleta, tatueiro (ótima observação do Fernando).

    • Jeferson Santos Postado em 10/Nov/2015 às 18:22

      Aplausos para sua explanação! Acrescento apenas que nem como caricatura serve.

  11. Rosali Cantlin Postado em 10/Nov/2015 às 02:42

    Ele pode até ter tido a pretensão de tatuar a Dilma, mas o mais próximo que le conseguiu chegar da Presidenta foi com o número 13. O rosto da tatuagem não é da Dilma. Nem sequer se parece com ela. E ainda tem coragem de dizer que se importa em fazer um trabalho bem feito e deixar o cliente satisfeito. Coitados, dele e do cliente. Dois perdedores.

  12. Thiago Teixeira Postado em 10/Nov/2015 às 07:05

    Sério? Ex-assessor da Gleisi? Obrigado pelas informações, não vou mais votar no PT, vou votar no DEM. Obrigado.

    • eu daqui Postado em 10/Nov/2015 às 11:13

      ótima escolha a sua os estupradores do dem.......

  13. Phelipe Postado em 10/Nov/2015 às 07:21

    E assim caminha a imbecil direita desse país, sem rumo, sem propostas, somente com atos de calúnia e difamação. Parabéns, Aécio, VC conseguiu irracionalizar ainda mais a burrice política que já existia, mas não chegava a tanto!

  14. Fernando Rezende Postado em 10/Nov/2015 às 07:31

    Um coitado, ele e o cliente. Tenho tatuagens e todas elas foram feitas por tatuadores de verdade e não um boçal sem talento desses. O cliente é uma ameba, sem dúvidas e vai ser conhecido por essa "arte" por toda a vida, ou seja, já é um puta castigo. Agora, esse tatueiro (pra quem não sabe, no meio dos tatuadores esse é um termo pra definir pessoas que se metem a tatuador sem conhecer nada), é um infeliz patético e deve saber disso. Suas tatuagens não ganham notoriedade pela qualidade que tem, mas por polêmicas pontuais, como essa. Essa tatuagem está ruim demais e está claro que é um péssimo "artista". Vai procurando outra profissão, filho, essa, já era...

  15. SILVIO MIGUEL GOMES Postado em 10/Nov/2015 às 07:33

    A coluna fala em 'arte"?. Tenha dó, o elemento fez uma porcaria, não sabe tatuar.

  16. SILVIO MIGUEL GOMES Postado em 10/Nov/2015 às 07:33

    A coluna fala em 'arte"?. Tenha dó, o elemento fez uma porcaria, não sabe tatuar.

  17. JOHN J. Postado em 10/Nov/2015 às 09:28

    Tinha que ser coia de eleitores do Aécio. GENTE DESPREZÍVEL, SEM ÉTICA, SEM MORAL, POSSIVELMENTE DROGADOS COMO SEU CANDIDATO. LIXO DA HUMANIDADE.

  18. Eduardo Ribeiro Postado em 10/Nov/2015 às 09:28

    Como você fez pra passar vergonha pública imensurável durante a última semana em que não tivemos atualizações no PP?

  19. Lopes Postado em 10/Nov/2015 às 09:30

    O que voces tem contra o sexo de hora em hora?

  20. Leonardo Postado em 10/Nov/2015 às 09:37

    Se eu pedisse para ele fazer uma tatuagem igual, só que com a mãe dele no lugar da presidente, será que ele faria?

  21. Pedro Accioli Postado em 10/Nov/2015 às 11:02

    Na boa, se o coxinha odeia a Dilma e fizer uma tatuagem protestando contra ela com um proibido por exemplo, blz, agora este tipo de tatuagem não dá para engolir mesmo!

    • Lopes Postado em 10/Nov/2015 às 13:13

      Gostei do trocadilho :-)

  22. Thiago Teixeira Postado em 10/Nov/2015 às 12:01

    Colocamos em fim a disputa ideológica, política entre esquerda e direita no Brasil. Agora é pessoal, virou guerra. Se a Direita quer assim, então assim seja.

    • Rodrigo Postado em 10/Nov/2015 às 18:11

      (Outro Rodrigo) A atitude de um ser como esse representa a totalidade do pensamento, seja da esquerda, da direita ou dos demais intervalos do espectro político? Que negócio de guerra e pessoal que nada. A gente fica nessa torcida organizada e os políticos dão é uma banana pra gente. Esses dias lia o histórico da vida política comum de Lula e FHC, podendo então concluir que o povo se ilude com essa de "direita e esquerda". Político segue o que lhe é conveniente, ora dizendo que não sabia (Lula), ora dizendo para esquecermos o que ele escreveu (FHC). Se é pra "lutar", ir pra "guerra", que seja a "luta" e "guerra" diárias, para o sustento próprio e familiar, como, por exemplo, você próprio bem o faz. P.S.: como disseram acima, o maior prejudicado nisso tudo é o energúmeno que exibe esse desenho medonho no corpo, de modo até aqui definitivo.

  23. Esmael Leite da Silva Postado em 10/Nov/2015 às 13:15

    O sexo e suas variações são utilizados como instrumento de opressão, tanto pelo estado quanto pela igreja, a Presidenta Dilma não é assexuada, ao que se saiba os sinais exteriores provam que não. Se uma pessoa tem este fetiche, é apenas uma visão dela, repercutir este tipo de curiosidade é próprio de jornais e mídia sensacionalista, no entanto se a mídia que a propaga preocupa-se em desvendar os aspectos psicológicos da questão, consultando psicanalistas e cientistas que estudam o fenômeno, talvez pudesse sair alguma coisa boa deste fato, neste caso, Pragmátismo Político não foi e se equipara ao moralismo barato de um folhetim qualquer, è uma besteira como qualquer outra qualquer, que se encontra no dia a dia, trazer a baila uma matéria desta é deixar de ser propositiva no que tange ás discussões de real interesse da sociedade brasileira, é ficar na mesmice da mídia moralista brasileira, o tatuado, fez do fetiche dele uma imagem com um intuito e esta conseguindo este propósito graças a vocês que neste caso, esta propagando a cultura do ódio e do moralismo sexual, como se isto fosse o fim do mundo e que o sexo em suas variantes fosse uma violência ou tenha um lado pecaminoso, esta matéria é pior do que a imagem, não agrega, não acrescenta, é uma armadilha em que caíram, onde prevalece a mediocridade, poderiam ter feito uma análise Freudiana, Younguiana, Willelmiana, sei lá, desmontado a imagem e a atitude, mas não o fizeram, ficaram no rame rame de qualquer boletinzinho e detonam de forma equivocada a atitude do tatuador e da pessoa que pediu para ser tatuado, estigmatizam a tatuagem como se fosse um horror, como se isto não fosse possível. Pelo meu olhar, a forma como a matéria foi pautada é equivocada, vocês são melhores que isto, a fala da Senadora é de um falso moralismo total, a imagem não sugere nada do que ela fala, a pessoa que fez a tatuagem em seu próprio corpo de forma irrefletida ou não, pagará um preço moral e político por isto, terá de conviver com a sua atitude, na praia, no serviço, na igreja, nos círculos sociais mais variados haverá reação algum tipo de manifestação, nos dias de calor intenso, bermuda já era, comprou uma briga com mais metade da população, por outro lado vai ter e ser assunto por muito tempo e refletir se deve ou não continuar com a tatoo, é uma atitude forte e complexa que vai além do simples fato de ter. Voltando ao texto, embora a matéria não faça juízo de valor, ela dá espaço a ele, no caso, a da Senadora Gleisi Hoffmann, que não deve ser assexuada também, neste momento o blog se torna porta voz daquele juízo de valor que não coincide com o desenho,a saber, o mundo tem mais 9 bilhões de pessoas, o que quer dizer que foram nove bilhões de trepadas bem sucedidas e mais centenas de bilhões que foram feitas com o proposito de lazer, é um rio de gozo, um manancial de liquido que daria para encher uma parte do Sistema cantareira, sexo é o assunto que mais vende no mundo, qualquer revista da família fala a respeito das preliminares e das formas de fazer sexo, movimenta centenas de bilhões de dólares por ano, neste exato momento tem pelo menos quinze milhões de pessoas fazendo sexo oral e dezenas de milhões de pessoas fazendo as mais variadas formas de sexo, o que é chocante nisto tudo é que ainda existam pessoas que se choquem perante um pênis, uma vagina ou o desenho de alguém fazendo sexo oral, transformar um desenho numa questão de manchete é o símbolo da idiotia moral que favorecem os felicianos e bolsonaros da vida, é o discurso atrasado da TFP, é estigmatizar uma das coisa boas da vida. Sexo é muito bom, o sexo oral tem o condão de ser uma ótima preliminar, se você gosta pratique, se não gosta faça outra coisa, mas sugiro, faça sexo com preliminares, é orgânico, veganos e vegetarianos também podem fazer, dá prazer, alivia abaixa a tensão é excelente método natural de reprodução e de lazer, mas fica um aviso, para sexo seguro use camisinha, se estiver sozinho não precisa.

    • Trajano Postado em 10/Nov/2015 às 15:07

      Esmael, não sei quando você começou a se perder no raciocínio. Uma pessoa tatuar um falo no próprio corpo é um problema íntimo, de fato. Entretanto quando ela paga alguém para tatuar a imagem de uma presidente (com direito ao número e símbolo partidário) que é alvo atual de investidas midiáticas em massa, de políticos e empresários oportunistas, ao passo que o tatueiro divulga o resultado em redes sociais para publicidade do seu trabalho, a trama se complica: passa a assumir conotações de misoginia, politicagem de botequim e melancia-na-cabeça por parte do cliente e postura ética questionável e oportunista por parte do tatuador (tatueiro, vide baixa qualidade técnica), ambos mantendo a essência do desrespeito. Em tempo: O sentido literal da felação parece que está somente na sua cabeça. Sabe aqueles palavrões de duplo sentido? Um sentido que agride e outro de conotação sexual? A ideia da tatuagem é a mesma dos palavrões - é agressão, não tara, ora essa! Sério que você pensa que é o inverso disso?? E seu “ode” ao sexo oral foi totalmente desnecessário... Sobre Freud, já que está tão interessado, por que você mesmo não faz uma análise - mesmo sem transferência - sobre o tatuado? Apresente você um contraponto, uma perspectiva diferenciada. Por que esperar pelo PP, um site de viés político? Talvez quem esteja precisando de psicanálise seja você e aqui não é o lugar mais apropriado para conseguir uma análise gratuita.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 10/Nov/2015 às 16:51

      Você é burro? É sério que você acha que o problema se resume a "moralismo" e a "ódio a sexo"? Bicho...sua interpretação é completamente distorcida, errada, tudo que você citou não tem nada a ver com a situação. É como se você estivesse olhando uma partida de futebol e estivesse puto achando o jogo chatão porque não viu ainda nenhum carro ultrapassando outro...o problema é completamente diferente. O último problema dessa tatuagem é levar a reflexões moralistas e a manifestações de ódio ao sexo, até mesmo porque não leva. Ninguem está condenando o fetiche sexual de ninguém. Sem falar que é um comentário completamente alheio ao contexto brasileiro atual, mas alheio mesmo, do tipo """e ai rapaziada, cheguei de Saturno agorinha...acabei de pousar meu foguete, fiquei 18 anos curtindo a vibe da galáxia...que que tá pegando nesse brasilzão véio de guerra?""". Você sabe quem é a mulher que está no "bola"? Sabe quais os interesses que ela contraria e contrariou? Sabe quais foram as motivações de quem pediu por essa tatuagem? Sabe em que contexto político e ideológico esse tipo de manifestação se encontra? Consegue avaliar em que medida essa tatuagem se aproxima de outros tipos de manifestações contra "essa puta aí", e contra aqueles que estão ao lado dela, e contra aquele que é encarado como seu mentor? Consegue enxergar ao menos o subtexto misógino embutido na tatuagem? De boa: ou você é muito burro, ou você conseguiu escrever o maior e mais escroto malabarismo da história para defender, sei lá por que, um ato completamente indefensável e execrável.

  24. Trajano Postado em 10/Nov/2015 às 14:00

    Almanacut e seus spams. Se ele iniciar com um “seja o primeiro a comentar” vira comentário do UOL; se ele colocar “vocês viram as fotos que vazaram da Bruna Markezine?” vira comentário do Yahoo; com “povo brasileiro”, “gente de bem” seguido por algum termo tosco como “petralha”, “9 dedos”, vira comentário da Veja ou Folha. Independentemente da forma, sempre existe um link final para te direcionar para outros sites, esses geralmente de blogueiros antipetistas esquisitões e seus anúncios de restaurante e outras propagandas. Em suma, Almanacut é o enlarge your pênis dos sites de conteúdo político.

  25. Rodrigo Postado em 10/Nov/2015 às 18:15

    (Outro Rodrigo) Realmente... Não vi nenhuma menção da Senadora às acusações contra seu ex-assessor e ex-prefeito pelo PT, Eduardo Gaievski. Salvo engano, ele já conta com uma condenação em primeira instância (ainda não definitiva, cabendo recurso) e respondendo a dezenas de processos outros (ainda sem sentença). No caso da medonha tatuagem, ela tem razão de reclamar. Mas e no caso de seu ex-assessor e ex-prefeito pelo PT? Ela não tem nada a dizer? Ela crê na inocência dele e que ele provará que nada fez? Tem algum pensamento outro sobre o caso? Ficou estarrecida?

  26. enganado Postado em 10/Nov/2015 às 19:43

    Aviso a quem interessar. """A E R Ò P I O""", novo alcunha do maníaco depressivo do PSDB/DEM que perdeu as eleições presidenciais e que tem esquizofrenia contra mulheres.

  27. Ricardo Postado em 11/Nov/2015 às 03:36

    Um desenho desse mostra que quem o fez em seu corpo, não está nem um pouco interessado em melhorar o país. Só quer mesmo depreciar a imagem da Dilma como mulher. E o pior: isso é justificado como uma forma de protesto. Basta a nós, lembrarmos que há alguns meses, um infeliz estava lucrando em cima da revolta popular e vendendo adesivos para automóvel com a presidente de pernas abertas. O mais chocante disso tudo foi a frase: "Adesive seu carro e se divirta protestando". Tenho uma vergonha de gente que faz essas coisas, pois só sabem reclamar, mas não têm ideia do que estão reclamando.

  28. sidney Postado em 12/Nov/2015 às 01:01

    O cliente é louco por Dilma e por uma rola também. A tatuagem vai ficar no corpo pra sempre... kkkkkkkk