Redação Pragmatismo
Compartilhar
Corrupção 09/Oct/2015 às 11:11
17
Comentários

Zelotes: a operação que investiga esquema 3x maior que a Lava Jato

PF deflagra nova etapa da Zelotes. Rombo apurado pode ser até três vezes maior que o da Lava Jato. A Zelotes investiga os crimes de advocacia administrativa fazendária, tráfico de influência, corrupção passiva, corrupção ativa, associação criminosa, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Br Foods, Santander, Ford, Bradesco, Petrobras e Grupo RBS (afiliado da Rede Globo) são alguns dos investigados

Zelotes operação polícia federal

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (8) uma nova etapa da Operação Zelotes. Estão sendo cumpridos pelos policiais 7 mandados de busca e apreensão, 5 deles em Brasília e 2 no Rio de Janeiro. As medidas judiciais foram concedidas pela 10ª Vara Criminal Federal do DF.

As ações desta quinta-feira, segundo a PF, são fruto da primeira análise do material apreendido na deflagração da Zelotes, em 26 de março de 2015. Nos documentos apreendidos naquela ocasião, afirma a Polícia Federal, foram identificados indícios que apontam para a participação de outro Conselheiro do Conselho Administrativo de Recursos Humanos (Carf), além de escritórios de advocacia ligados a ele.

“Durante os quase 7 meses de investigação em andamento Superintendência da Polícia Federal no DF, visando apurar a prática dos crimes de advocacia administrativa fazendária, tráfico de influência, corrupção ativa e passiva, associação criminosa e lavagem de dinheiro, ocorrida em decorrência de negociações escusas realizadas em processo administrativos de interesse Carf, ficou comprovado que Conselheiros e funcionários do desse órgão defendiam interesses privados, em detrimento da União, e ainda, valendo-se de informações privilegiados, realizavam captação de clientes através de “escritórios de assessoria, consultoria ou advocacia”, que ofereciam “serviços e facilidades” em julgamentos dentro do Carf”, afirma a PF em nota.

A Operação Zelotes foi deflagrada no dia 26 de março deste ano. Naquele dia, 180 policiais federais cumpriram 41 mandados de busca e apreensão nos Estados de São Paulo, Ceará e no Distrito Federal. Os crimes investigados são: Advocacia Administrativa Fazendária, Tráfico de Influência, Corrupção Passiva, Corrupção Ativa, Associação Criminosa, Organização Criminosa e Lavagem de Dinheiro.

VEJA TAMBÉM: Por que tanto silêncio em torno da Operação Zelotes?

As fraudes apuradas pela PF junto ao Carf/ Receita Federal e já somam prejuízos de, pelo menos, R$ 5,7 bilhões aos cofres públicos – suspeita-se que o rombo possa ser até três vezes maior do que o apurado na Lava Jato. Entre os suspeitos de envolvimento está o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, relator do processo que reprovou as contas de 2014 da presidente Dilma Rousseff.

Entenda o caso

Inicialmente, os investigadores tinham como alvo 74 processos no valor de R$ 19 bilhões – o que corresponderia ao triplo do valor inicial da Operação Lava Jato.

O esquema no Carf é investigado por uma força-tarefa da Polícia Federal, Ministério Público Federal e Receita. O caso foi iniciado após uma denúncia anônima do conselheiro Paulo Roberto Cortez à Receita e depois à PF. Segundo ele, conselheiros recebiam propina para atrasar processos de grandes empresas que discutiam dívidas do “tribunal administrativo da Receita”, reduzir ou até mesmo anular multas. É a primeira vez que o órgão é investigado.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, em matéria publicada em março deste ano, as instituições financeiras Bradesco, Safra, Pactual e Bank Boston, a montadora Ford, além da gigante da alimentação BR Foods também estão entre os investigados.

Na mesma relação constam ainda a Petrobras, a Camargo Corrêa e a Light, distribuidora de energia do Rio de Janeiro, e o grupo de comunicação RBS, afiliado da Rede Globo nos Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

PF DEFLAGRA 3ª FASE DA OPERAÇÃO ZELOTESA Polícia Federal realiza, hoje (8), a 3ª fase da Operação Zelotes, fruto da an…

Posted by Departamento de Polícia Federal – MJ on Quinta, 8 de outubro de 2015


Agência Estado

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Pedro Accioli Postado em 09/Oct/2015 às 11:24

    É por isso que tanto querem tirar a Dilma, não é para acabar com a corrupção e sim para tentar parar as investigações!

    • Henrique Postado em 09/Oct/2015 às 12:14

      A dilma então é a chefe da PF? ela que está mandando investigar estas empresas? Nossa, com tanto poder sem dúvida ela também escolheria para as investigações da Lava-jato, não?

      • Paulo Figueira Postado em 09/Oct/2015 às 12:33

        Quando um governante quer, num País de instituições democráticas ainda em amadurecimento ele pode bloquear qualquer investigação ou simplesmente garantir que sejam arquivadas. Vejam que FHC nomeou um procurador geral da república, que ganhou o apelido de engavetador geral da república, pode ter também a Polícia Federal sob seu controle, basta que o diretor da corporação enquadre os policias que estão incomodando. Então Dilma tem muitos méritos no combate a corrupção, não é por outra razão que querem depô-la com o objetivo de poderem roubar a vontade.

      • Thiago Teixeira Postado em 09/Oct/2015 às 13:25

        O governo Dilma zela pelo respeito e autonomia das instituições de controle e investigação no âmbito federal. Apenas isso é suficiente atribuirmos a presidenta o avanço dos trabalhos da PF. Seu ex-presidente tinha o engavetador geral da república ... ou esqueceu?

      • julia Postado em 09/Oct/2015 às 15:31

        Obviamente eu tomei meu memorex hoje e eu não me lembro de tantas operações desta envergadura por parte da PF em governos anteriores ao de Lula e Dilma. Na época da direita, não existia tanta autonomia, aparelhamento e independência da PF e, por isso, aparentemente, nos parece que naquela época "áurea" havia "avisos carinhosos" de "melhor calar" por parte do escalão que comandava o país...tanto é que as investigações estão chegando aos altos escalões, independentemente dos partidos que abarcam tais "anjinhos". A sensação que eu tenho é que "pau que bate em chico, bate em Francisco também"... O grande problema é o nível de manipulação da informação da mídia golpista que tenta incutir na cabeça dos desavisados que a corrupção aumentou apenas no governo do PT é tão grande que o PIG está, desesperadamente, tentando culpá-los sob o argumento de que precisamos de mudança a todo custo já, agora.... e a mudança para os donos do poder é, indubitavelmente, o retorno da direita...se tudo der certo e o golpe que eles estão construindo vingar, gostaria que um ET viesse e me resgatasse para que eu não tivesse o desgosto de ver uma avalanche de retrocesso que já está ocorrendo nos bastidores a todo vapor. Construída, enquanto estamos aqui e NINGUÉM parece perceber...

      • Eduardo Ribeiro Postado em 09/Oct/2015 às 15:50

        Alguem já falou pro jovem Henrique sobre a figura nefasta conhecida como ENGAVETADOR GERAL DA REPUBLICA, atuante na época do nobre Doutor Sorbonne FHC?

      • Eduardo Postado em 09/Oct/2015 às 20:47

        É sim, ou o ministro da Justiça é nomeado por Obama, ou então porque nos tempos de fernandinho não se apurava nada, será que a Polícia Federal era outra.... não era a mesma, só que na época dele quem ia preso era o delegado e não quem fazia besteira.... tem uma que esta por prescrever e o acusado só desviou do país R$ 13 bilhões de reais, foi julgado processado apelou e está bem fresco gozando dos louros as nossas custas e deu um tal PROER.....

      • Antonio Ângelo Postado em 20/Jan/2016 às 21:02

        Um lembrete: Dilma simplesmente deixa a PF trabalhar. Diferentemente de outros que quando saia alguma denúncia que envolvia o governo, tratava logo de transferir o delegado responsável pelo caso e além disso ainda colocava outro da sua confiança para engavetar tudo. Simples assim.

    • Eduardo Postado em 09/Oct/2015 às 20:44

      Não é bem a Dilma que querem tirar não, é o c. da reta da Polícia Federal.... só que não tirarão Dilma e vão pelo menos passar vergonha pública de ter nomes investigados....

  2. Denisbaldo Postado em 09/Oct/2015 às 11:26

    Empresários envolvidos em corrupção!?!?! Isso não é verdade!!! Eles são todos honestos, trabalhadores, pagadores de impostos e construíram sua fortuna com muito esforço! Eles não iguais a estes petistas! (MENTALIDADE CABEÇA DE FRANGO)

    • Trajano Postado em 09/Oct/2015 às 14:22

      Para os cabeças de frango não existe corrupção empresarial: existe meritocracia. O resto é inveja dos recalcados.

  3. Gustavo0 Postado em 09/Oct/2015 às 12:07

    Vai pra cima!

  4. soda cáustica Postado em 09/Oct/2015 às 14:35

    E como diria o "Dr. Roberto(marinho)" : "o importante não é a notícia que a gente dá, mas a notícia que a gente não dá"... Essa é a grande mídia brazuca... Justamente apelidada de PIG...

  5. João Paulo Postado em 09/Oct/2015 às 14:46

    Se a Zelotes corresse na mesma velocidade e tivesse a mesma publicidade da Lava-Jato ... A execução fiscal contra a Rede Bobo podia andar um pouco menos devagar também. Daria um bom caixa para o ajuste fiscal.

    • junior maia Postado em 13/Oct/2015 às 08:19

      Pois é joão, mas repare que falou em globo, não há tanta histeria relacionada a esse novo caso de corrupção. Mais uma vez chamo a atenção dos senhores para uma coisa que quase ninguém percebeu ainda; a pretensa parte da sociedade, essa dita cuja parte da sociedade que participou das manifestações de abril e agosto, justamente a mídia que da mais atenção a esse grupo, não esta incomodado com tantos casos de corrupção acontecendo no país, mas sim com o fato de que essa corrupção não é varrida para debaixo do tapete como era feito nos governos anteriores ao do Lula e Dilma.

  6. Phelipe Postado em 09/Oct/2015 às 16:31

    Com essa emissora no meio da malacutraia, infelizmente, não acredito na isenção completa dessa investigação..... Seria um ótimo pano de fundo p regulamentar de uma vez essa mídia escrota desse país...

  7. Maurício de Souza Matos Postado em 13/Oct/2015 às 10:36

    Denisbaldo essas mesmas empresas se esbaldaram foi na época do FHC que foi o "governo" mais corrupto que este País já teve. Felizmente hoje a nossa Polícia Federal, o Ministério Público, a Justiça trabalham sem a interferência de ninguém. Quem nos dera se a imprensa tivesse agido contra o PSDB da mesma forma que age hoje contra o PT. Esse escândalo da PETROBRÁS teria sido estancado naquela época, quando era presidente o genro do FHC. Lembra do Daniel Dantas. Quem foi punido foi o Delegado Protógenes, que o prendeu. E o pior é que os incautos deste País ainda defendem a volta deles ao Poder, só ppodem estar com saudades da impunidade de que tanto beneficiaram.