Redação Pragmatismo
Compartilhar
Barbárie 09/Oct/2015 às 16:47
16
Comentários

PMs mataram 23 inocentes por vingança, conclui investigação

Policiais queriam vingança e mataram 23 inocentes na Grande São Paulo. Corregedor da PM reconhece que a inocência das vítimas torna os crimes ainda mais cruéis

chacina PMs Osasco SP
Os PMs presos tiveram suas detenções solicitadas à Justiça porque disseram que, na noite da chacina, estavam em um determinado lugar, mas o rastreamento de seus telefones celulares e rádios mostraram uma outra localização (divulgação)

A investigação da Polícia Civil e da Corregedoria da Polícia Militar de São Paulo aponta que pelo menos nove agentes de segurança — oito PMs e um guarda civil — se envolveram com as mortes de 23 pessoas em Osasco, Barueri, Carapicuíba e Itapevi, na Grande São Paulo, entre os dias 8 e 13 de agosto. Além disso, também são acusados de mais sete tentativas de homicídio. O motivo da matança seria a vingança pelos assassinatos de um PM e de um guarda civil de Barueri. No entanto, as vítimas eram inocentes.

“Nenhuma das vítimas tinha relação com as mortes do PM e do guarda civil”, afirmou o secretário da Segurança Pública do Estado de São Paulo, Alexandre de Moraes. O corregedor da PM, coronel Levi Félix, reconheceu que a inocência das vítimas torna os crimes ainda mais cruéis.

Quando da ocorrência da chacina, entretanto, o secretário chegou a contestar a hipótese de que havia indícios de participação de policiais nos crimes. Testemunhas diziam que os assassinos usavam coturnos e perguntavam às vítimas sobre antecedentes criminais antes de atirar. “Essas informações não são indícios da participação de policiais. É típico de quem quer fingir que é policial”, declarou Moraes à época, embora o envolvimento de policiais já fosse investigado.

Um dos policiais militares presos nesta quinta-feira (8) é réu acusado de participar de uma chacina na região em 2013. Moraes afirmou que pensa em fazer mudanças no comando da PM em Osasco.

Todos os PMs presos serão indiciados. No total, 11 pessoas foram presas na operação realizada nesta quinta-feira (8): dez PMs — dois por porte ilegal de armas — e um guarda.

A apuração prosseguirá, e o corregedor Félix disse que outros PMs podem ser presos. “Não dá para precisar quantas pessoas estão envolvidas nos crimes”. Félix e a diretora do DHPP (Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa), Elisabete Sato, ressaltaram a dificuldade de investigar o caso. Segundo Félix, os envolvidos “deixaram poucos rastros”.

Exames de balística foram fundamentais para identificar o uso de determinadas armas em mais de um local onde foram praticados os homicídios.

UOL e Abr

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. gustavo0 Postado em 09/Oct/2015 às 18:03

    Segue firme o bombardeio à PM.

    • juliano Postado em 09/Oct/2015 às 18:05

      até porque ela não fez nada pra merecer né

    • poliana Postado em 09/Oct/2015 às 20:16

      pobre polícia militar cruelmente perseguida pelo pp. tadinha dessa corporação tão doce...orgulho do povo brasileiro. eu fico até emocionada qdo vejo algo assim.

    • Leonardo Postado em 09/Oct/2015 às 22:01

      Fale isso para as famílias das vítimas.

    • Leonardo Postado em 09/Oct/2015 às 22:01

      Fale isso para as famílias das vítimas.

    • Filipe Postado em 09/Oct/2015 às 23:25

      Do meu ponto de vista, isso é bombardeio a bandido. Seja ele pm ou não....

    • Eduardo Ribeiro Postado em 10/Oct/2015 às 08:34

      Eu morro de dó da PM....é injustiça demais....é uma perseguição injusta....eles não fizeram nada pra merecer esse bombardeio...são tão humanos...tão decentes...primam somente pela ética e pelo respeito a vida humana em absolutamente todas as suas ações...a sua postagem tocou meu coração e mudou meu dia...obrigado

    • Daniel Santana Postado em 10/Oct/2015 às 19:01

      Até que ponto vai a parcialidade. Estou feliz com essa notícia, não só pelas vítimas da chacina, mas pelos próprios e raros policiais honestos que também foram vítimas dessa máfia que há dentro da polícia militar. É uma rara resposta às famílias de toda essa gente que perdeu a vida inocentemente.

  2. Denisbaldo Postado em 09/Oct/2015 às 23:24

    Hoje mesmo a PM do Adolf Alckmin desceu o cacete nos estudantes de segundo grau na paulista. Precisa dizer que eram adolescentes negros e pobres manifestando pacificamente o direito de estudar? Que tristeza viu, o pior são aqueles que mesmo vendo ainda não entendem e apoiam. Tirar de um adolescente o direito de estudar é ceifar seus sonhos da maneira mais cruel possível. Para o PSDB, só filho de rico tem o direito de sonhar.

  3. BRUNNO MARXX Postado em 10/Oct/2015 às 18:15

    POLICIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO BANDO DE ASSASSINOS COVARDES... Acabar urgente com auto de resistência,,expulsar sem direito a um papel higienico a guarnição ou policial que for pego com arma fria,,participou de chacina,assassinatos forjados,,prisão de 30 anos de ponta a ponta,,camera de segurança interna e externa na viatura,,marcação das balas por batlhão e não por lotes,,colocar para cumprir pena em presidio comum...

  4. Carlos Postado em 10/Oct/2015 às 21:47

    Infelizmente isso é culpa do governo que defende criminosos, quem mata policial em países desenvolvidos recebe pena de morte ou prisão perpétua aqui os grupos de extermínio é oque sobra diante da injustiça brasileira. Inocentes acabam morrendo...

    • Filipe Postado em 11/Oct/2015 às 02:46

      Países desenvolvidos com pena de morte?????? Quais???

      • Carlos Postado em 13/Oct/2015 às 20:19

        Japão, USA Cingapura por ai vai.

    • Denisbaldo Postado em 11/Oct/2015 às 08:41

      Você sabia que nos "países desenvolvidos" com pena de morte, o acusado ainda passa 10 anos aguardando para ser executado? Somente alguém sem noção da realidade que daria o direito de matar para um Estado corrupto como o nosso. É impressionante como as soluções são fáceis na cabeça de alguns. PERGUNTAS: VOCÊ JÁ MATOU ALGUÉM NA SUA VIDA? E SE O CONDENADO FOSSE SEU FILHO? E SE HOUVER UM ENGANO? OU MILHARES DE ENGANOS?

  5. Trajano Postado em 13/Oct/2015 às 08:22

    No dia seguinte do ocorrido, de manhã cedo, resolvi procurar informações sobre o que tinha acontecido. O Google direcionou ao portal G1, o mais atualizado na ocasião. Leitura pesada à beça. Tragédia... Barbárie muito pior do que os boatos que havia escutado na noite anterior. E confesso que tive uma atitude muito precipitada ao descer a barra de rolagem em uma das primeiras páginas que noticiavam o ocorrido. Lá no G1, ler alguns comentários me fez sentir pior ainda o resto do dia: as pessoas quase que festejaram o ocorrido, com direito a despautérios como “se está na rua altas horas boa gente não é” (oito da noite??), “bandido bom é bandido morto” e outras coisas nefastas. Porra, e aquela gente tirando selfie com PM no domingo seguinte foi de doer o estômago! O alento é pensar que essa gente que perdeu a humanidade e que se tornou indiferente à chacinas são poucas, apesar de barulhentas. É, sim, são poucas... Acho que eu preciso tentar me convencer um pouco mais...

    • Thiago Teixeira Postado em 15/Oct/2015 às 13:44

      A Globo noticia, mas não REPERCUTE casos de atentados contra a classe pobre e operária. Se fosse uns riquinhos mortos numa boate, seria tema do fantástico por semanas e uns 2 globo repórter.