Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 21/Jul/2015 às 17:34
14
Comentários

Policial negro ajuda racista que passou mal

Foto emblemática mostra policial negro ajudando um racista que passou mal durante protesto da 'supremacia branca'. Homem que foi socorrido vestia camisa com suástica

foto negro policial nazista racista
Policial Leroy Smith ajuda neonazista defensor da ‘supremacia branca’ (Imagem: Rob Godfrey)

A imagem do policial negro Leroy Smith ajudando um cidadão que veste uma camiseta que mistura a bandeira confederada com a suástica nazista — os dois mais fortes símbolos do racismo que existem — viralizou na internet desde segunda-feira (20). O logotipo é de um grupo neonazista que defende a supremacia branca. As informações são do The Guardian.

A cena foi fotografada por um funcionário do governo da Carolina do Sul neste sábado (18) durante manifestações [vídeo abaixo/imagens fortes] a favor e contra a retirada da bandeira confederada diante do capitólio estadual em Columbia.

Leroy Smith disse estar surpreso com a popularidade da imagem. “Me vejo como qualquer outro policial, que estava ali no Sábado para preservar e proteger. Só aconteceu de ser eu na foto”, disse.

VEJA TAMBÉM: Supremacista branco descobre, ao vivo, na TV, que é 14% negro

Participaram dos atos um grupo de negros da Flórida e membros da Ku Klux Klan da Carolina do Norte. Cerca de 2 mil pessoas estiveram no local. Houve confronto entre manifestantes – 5 pessoas foram detidas e 23 precisaram de atendimento médico. O calor passou dos 36ºC.

O estado está vivendo um intenso debate sobre o racismo, após o massacre de Charleston.

Vídeo:

com informações de The Guardian e BrasilPost

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Salomon Postado em 21/Jul/2015 às 18:05

    No vídeo não aparece o que a reportagem anuncia. Em todo caso, o policial negro que ajuda quem o chama de macaco sabe que se trata de gente despombalizada, do juízo que merece antes internação em hospício que paulada na cabeça. Quem sabe um tratamento de choque. Lá odeiam um presidente negro como aqui odeiam um metalúrgico.

    • Administrador
      Moderação Postado em 21/Jul/2015 às 18:21

      Olá, Salomon. O que a reportagem anuncia é a imagem. O vídeo é um complemento que mostra cenas do protesto do último dia 18 e ajuda a contextualizar a matéria. Boa noite!

  2. mazinho de souza Postado em 21/Jul/2015 às 18:11

    Esses caras deveriam serem mandados em prioridade para as guerras sujas que esse pais faz atravez do mundo, para conhecer um outro mundo ou pra simplesmente se verem diante da realidade, pois essas pessoas nadam na ignorancia.........

  3. Eduardo Ribeiro Postado em 21/Jul/2015 às 19:28

    Foto passivel de premiação. Espetacular demais.

  4. Eduardo Ribeiro Postado em 21/Jul/2015 às 19:53

    Aliás, pra ser justo, tem outra foto lindona tambem (mas não tanto quanto essa). Um maluco racistão literalmente se urinou de medo quando ficou cara a cara, mano a mano, com um "pretinho vagabundo que está pleiteando privilégios e direitos demais". Esses racistas vagabundos apanharam foi pouco.

  5. enganado Postado em 21/Jul/2015 às 23:58

    Uma única pergunta. Se fosse ao contrário? Um policial BRANCO e um idoso NEGRO esta foto existiria? Hhhhuuuuu...mmmm!

    • poliana Postado em 22/Jul/2015 às 00:25

      jamais!

    • Marc Postado em 22/Jul/2015 às 01:08

      se ele tivesse uma suástica e símbolosos racistas nas roupas, sim !

      • Carol Postado em 22/Jul/2015 às 10:44

        Não entendi, vocês estão querendo dizer que um branco não ajudaria um negro passando mal? Acho que precisam se lembrar que os racistas não são a maioria das pessoas, se fosse como colocaram agora ainda existiriam os "banheiros de negros". Mas eu posso ter entendido errado a colocação.

    • enganado Postado em 22/Jul/2015 às 11:01

      Cara Carol. Vc conhece o povinho que habita naquelas bandas? Eu conheço! Um pedacinho do que a turma do Texas pensa e aqui NINGUÉM não sabe e/ou rede gRoubo sabe mas é PROIBIDA de criticar a MATRIZ: No estado do TEXAS, não se consideram americanos e querem se separar os judeus das 13 colônias, os Yankes. Qtas vi a bandeiras confederadas hasteadas no estado republicano da Florida. Mil vezes, é pouco! Então, racista ((a gRoubo gosta mais da palavra "segregacionistas". Pura safadeza! Afinal quem não é safado na gRoubo?)) é pouco pro povinho.

      • Carol Postado em 22/Jul/2015 às 14:48

        Conheço aquele " povinho" e sei que muitas essoas tem uma mente cheia de racismo la, mas falar como se isso fosse na maioria seria o mesmo que dizer que todo brasileiro tem uma visao distorcida de outras naçoes como vece. ( desculem a falta de acentos, teclado do tabelt zuado)

  6. Rodrigo Postado em 22/Jul/2015 às 10:17

    (Outro Rodrigo) Não vi ninguém focar no ponto central: o indivíduo branco esqueceu sua condição humana e passou a definir-se em função de cor, ao que o indivíduo negro não se esqueceu de sua condição humana, assim vendo outro ser humano a necessitar de auxílio. Há uma outra foto, mais antiga, a mostrar uma equipe de médicos/enfermeiros negros, que também se enxergam como seres humanos, a prestar atendimento (salvo engano em centro cirúrgico) a outro indivíduo vestido com roupas do acima citado famigerado grupo racista. É sempre bom ver pessoas que veem no outro um igual, não buscando etiquetas, definições aleatórias, grupamentos, para definir suas condutas, para atentar aos seus direitos e obrigações.

  7. Carlos Trigueiro Postado em 22/Jul/2015 às 13:30

    Uai, e ele não soltou um "get your dirty hands off me, niggá!"? Ah, estava passando mal demais pra isso né! Belo exemplo de cidadania e profissionalismo do policial, parabéns!

  8. Thiago Teixeira Postado em 25/Jul/2015 às 13:41

    Convenção do PSDB na Carolina do Norte? Que chique!!!!!!!