Redação Pragmatismo
Compartilhar
Geral 16/Jul/2015 às 08:52
133
Comentários

Atriz que tentou entrar no Brasil sem declarar produto se revolta: "país de merda"

Retornando dos EUA, atriz tenta entrar no Brasil com computador sem declarar, é barrada pela Receita Federal e se revolta: “País de merda”

atriz Thaila Ayala país merda
Atriz Thaila Ayala chamou Brasil de ‘país de merda’ e provocou debate nas redes sociais

A atriz Thaila Ayala não gostou de ser parada na Receita Federal, ao desembarcar no Brasil, pois teve que pagar uma taxa pelo seu computador, que equivalia ao valor do produto. No Snapchat, aplicativo em que as postagens ficam disponíveis durante 24 horas após a publicação, ela publicou um ‘desabafo’.

“Parabéns Brasil. Parabéns você que mora nesse país de merda, é parada na Receita Federal e tem que pagar pela segunda vez seu computador! Você chega já desesperada para ir embora porque é um país de muita injustiça! Simplesmente somos assaltados diariamente!”, disse.

A artista se posicionou novamente para responder as críticas de seus fãs por ter xingado o Brasil. “Quando eu falo país de merda, é porque a gente está na merda. Isso é real, não é algo da minha cabeça, está no nosso cotidiano, todo mundo sabe isso. O mundo, aliás, sabe disso. É a maior história de corrupção! Quem paga essa conta é a gente, isso é muito revoltante!”, completou.

Internautas criticaram o que consideraram um ‘chilique desnecessário’ de Thaila. “Eu, sinceramente, não entendo. Quando se viaja para o exterior e você vai tirar seu passaporte, existem várias recomendações e instruções. Uma delas é a que se você exceder o limite será “taxada”, como se diz na gíria”, escreveu um usuário.

“A pessoa fala em país da corrupção. Quando a lei é cumprida e a mesma, artista, paga por algo que já sabia que ia pagar de antemão, o país é uma merda? Contradição isso, pois me parece que, nesse caso específico, quem foi merda foi ela, que não quer pagar a taxa respectiva cobrada pelo país dela”, publicou outro internauta.

“Se ela quer fazer alguma coisa para mudar isso, pressione seu deputado, faça um apelo no facebook, desfile em carro alegórico. Agora, chamar o país porque pagou taxa relativa a importação de bens mostra que é visível o desconhecimento das pessoas acerca das leis, o total desinteresse pelo debate político e um egocentrismo aflorado, visível, um individualismo exacerbado, em que só ela importa, só a vida dela é importante”, ponderou mais um leitor na internet.

Thaila se defendeu e alegou que o problema surgiu por causa de um funcionário que escreveu a sua declaração da forma errada. Segundo a atriz, o computador foi comprado em novembro do ano passado nos Estados Unidos. Ao vir ao Brasil em dezembro, ela teria pago os impostos do equipamento, mas o funcionário da Receita Federal teria se enganado na ocasião e colocado a taxa como se fosse referente à compra de cosméticos. A atriz afirmou que não sabia disso.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Camila Postado em 16/Jul/2015 às 09:00

    A pessoa reclama da corrupção do país, mas não declara o que comprou fora?! Ela tá fazendo o que?

    • keanu Postado em 16/Jul/2015 às 11:19

      Conclusão: se deixam ela passar por que é famosa, ela não reclamaria do país de merda que nós vivemos!

      • Fonseca Postado em 16/Jul/2015 às 14:08

        Perfeito! Ou seja, quando "nos beneficiamos" da corrupção, pode.

    • Daniel Santana Postado em 16/Jul/2015 às 12:02

      Ao que me parece foram uma série de mal-entendidos. Ela reclamou e xingou o país, o usuário observou a hipocrisia, e só aí que ela explicou o que aconteceu. Parece um caso completamente banal de mal entendido, inclusive se realmente ocorreu o erro que ela relatou, ela pode resolver isso facilmente, ou seja, não precisava de tanto escândalo, pois erros acontecem em qualquer lugar, e foi a própria declaração dela que gerou as críticas.

      • Meire Postado em 18/Jul/2015 às 03:53

        Sou a favor da sua opinião!

    • RoseNova Postado em 16/Jul/2015 às 12:33

      Verdade Camila!

    • Marisa Postado em 16/Jul/2015 às 16:30

      As pessoas que mais reclamam da corrupção são exatamente iguais a essa atriz, as que mais se beneficiam dela. Não é o País que é uma merda são esses tupos de pessoas que são!!!

    • Eduardo Postado em 16/Jul/2015 às 20:44

      tem que levar vantagem de qualquer jeito.... injustiçada.... que coisa hipócrita.... está errada ainda ofendi a todos nós.... devia ser processada.

    • Ricardo Postado em 06/Aug/2015 às 12:42

      Vocês estão completamente enganados. Ela saiu do Brasil com o computador dela e quando voltou teve que pagar imposto como se fosse novo. Ou seja pagou duas vezes.

  2. Fabio Hideki Postado em 16/Jul/2015 às 09:11

    Por que não se muda para Miami ?

    • Renan Postado em 16/Jul/2015 às 09:42

      Ela ja mora fora, apenas veio ao Brasil para fazer um trabalho! Ja acontwceu o mesmo comigo

      • Eduardo Postado em 16/Jul/2015 às 20:51

        veio trabalhar aqui.... num país de merca!!!!???? Quem trabalha na merda e lombriga e vermes.... Li aqui mesmo na internet que tem quem viaja dos EUA pra cá com celulares e eletrônicos comprados lá por ninharia e chegam aqui os vende e se mantem por vários dias. E este é que é o país de merda.

  3. Fabio Hideki Postado em 16/Jul/2015 às 09:12

    Editores, nesse tipo de artigo, por favor, coloquem o link para a fonte

    • FRANCO Postado em 16/Jul/2015 às 10:24

      A fonte é primária, sabichão.

  4. sergio Postado em 16/Jul/2015 às 09:20

    Este pais de merda é a setima economia do mundo com um dos povos mais felizes da terra.

    • Eduardo Postado em 16/Jul/2015 às 10:53

      Menos...

      • Eduardo Postado em 16/Jul/2015 às 20:47

        menos porque.... é sim a sétima economia do mundo e se não é o mais feliz é um dos.... e com um detalhe, somos o mundo dentro de um país...

    • Eduardo Postado em 30/Jul/2015 às 18:41

      É a oitava, ops não, a nona...

    • Reinaldo C. Filho Postado em 05/Aug/2015 às 18:03

      Sétima maior economia que está em sua esmagadora maioria concentrada nas mãos dos políticos que estão no poder, seja do PT, PSDB e tudo o que se aliam a eles e nas mãos de empresários corruptos.

  5. gabriele Postado em 16/Jul/2015 às 09:28

    Fique pelos EUA e não fale que é brasileira.

  6. Marisa novello Postado em 16/Jul/2015 às 09:40

    Ē filha do Renato jornalista da globosa, SØ podia ser.....

  7. Vítor Postado em 16/Jul/2015 às 09:41

    Apesar do meu posicionamento político, não consigo defender esse tipo de taxação absurda da receita sobre itens importados. Compreendo a revolta da atriz com os impostos pagos e posteriormente sujeitos a desvios de dinheiro.

    • Heber Postado em 16/Jul/2015 às 10:02

      blá blá blá de medíocre pobre.

    • Gabriel Postado em 16/Jul/2015 às 11:43

      TB acho o mesmo

  8. Lilian Postado em 16/Jul/2015 às 09:44

    Se ela quer que o Brasil mude, que comece fazendo a parte dela!!

    • Deisi Postado em 16/Jul/2015 às 12:58

      Atriz de malhação, tem chilique, não quer pagar imposto, depois vai para a marcha dos coxinhas, reclamar de corrupção, vestida com a camisa da CBF.

  9. Caroline Postado em 16/Jul/2015 às 09:46

    Eu entendo que existam leis em relação às taxas sobre produtos de importação, mas assim como os impostos que pagamos, são abusivos demais. Não vi muito problema no desabafo dela, como a matéria e os leitores estão achando pelo jeito. Eu costumo gostar da maioria das publicações aqui, mas percebo que as vezes o posicionamento é muito radical, por que ela não pode criticar o país (no sentido de se sentir roubada), todo mundo se sente assim e quando alguém reclama já vem o povo do mimimi falar pra ela se mudar pra Miami, então se não concordar com algo ou vc sai imediatamente protestando ou fica quieto, pq é a lei? desde quando as leis indicam neessariamente que algo está certo?

    • Tatiana Postado em 16/Jul/2015 às 10:28

      Caroline, o problema é justamente a forma como ela se manifestou: um comexo de vira-latas terrível . Infelizmente o comportamento dessas personalidades da mídia influencia muitas pessoas e o dano de um simples desabafo desses tem uma proporção incrível.

      • carlos Postado em 16/Jul/2015 às 18:05

        Óbvio! VC acertou!

      • Meire Postado em 18/Jul/2015 às 04:47

        Complexo de "vira-lata"? Desculpas, não entendi. Mas acredito que as críticas ao comportamento dela é entendido como das que aconteceram com José Padilha, numa entrevista recente na Trip TV, ele conta que sofreu ameaça de morte por supostos policiais que discordavam de suas críticas ao Brasil. Ou então, ao " bombardeio" que receberam Michêl Teló e Zeca Camargo nas redes sociais. Alarde por manifestar pensamentos a fatos que acontecem no país e que não têm explicação. Talvez seja simplório pensar assim. Revolta isso!

  10. Marisa novello Postado em 16/Jul/2015 às 09:47

    Por favor, apague meu comentário, não compensa me desgastar por qualquer merda.

  11. Juliana Postado em 16/Jul/2015 às 09:49

    Corrupção tb é querer dar "jeitinho" pra não pagar imposto! Se não está satisfeito com algo na sociedade tenha um propósito e lute para mudar. Não fique só reclamando! Aliás, "atriz" medíocre, atriz de MERDA!

  12. Estacio Postado em 16/Jul/2015 às 09:50

    Não seu estúpido! A idiota disse que o Brasil é uma merda, reclamar pode; Desrespeitar o Brasil não! Percebe?

    • jorge Postado em 16/Jul/2015 às 11:35

      Isso que revolta a falta de respeito com o país e não a reclamação com impostos !!

    • Bruno Postado em 17/Aug/2015 às 11:16

      E porque não? Não posso desrespeitar o país da república das bananas? desGovernos que empurram um país com potencial enorme ladeira à baixo? Notem que ao dizer que o Brasil é um país de merda, ninguém se refere à região geográfica Brasil, um território delimitado por uma fronteira artificial não pode ser uma merda, afinal, não possui qualidades inerentes às pessoas humanas, quando dizemos que o Brasil é uma merda, é uma dura crítica ao sistema do governo, às taxações absurdas, à corrupção que corre solta em governos de todos os lados, seja esquerda seja direita. As pessoas desse site tendem a atacar veementemente um lado mas esquecem que o outro também apronta das suas. A verdade é que PT e PSDB são duas merdas, a verdade é que Cunha e o PMDB são outra merda e que 80% dos políticos brasileiros são merdas que pensam em si mesmos, ao invés de pensar no povo. E enquanto vocês ficam aí, se sentindo ofendidos por uma reclamação justíssima e se apegando ao fato de que ela é uma atriz (como se isso fosse demérito algum), eles estão lá, roubando a todos nós e vocês aí, achando bonita e batendo palma. São como os peixinhos no aquário para quem aquele que troca a água, é Deus.

  13. Cléber Postado em 16/Jul/2015 às 09:52

    Sim, é um país de merda mesmo... é uma verdadeira latrina tropical tupiniquim.

    • Netto Postado em 16/Jul/2015 às 10:01

      "Cada um tem o país que constrói"!

    • Salomon Postado em 16/Jul/2015 às 10:22

      Cléber, a sua sugestão deve ser a de convencer o máximo de pessoas a votar no Aécio, certo? Com isso o país deixaria de ser um país de merda, né? E que tal mudar a bandeira do Brasil e trocar o verde amarelo pelo branco e vermelho com estrelinhas no canto? Quem sabe deixaríamos de ser uma latrina?

    • Eduardo Ribeiro Postado em 16/Jul/2015 às 10:44

      Por que aceitas viver numa latrina, menino? Eu no teu lugar já teria caido fora. Começar vida nova em Miami, que não deve ser uma latrina. Aproveita que Thayla é absurdamente gata e convida ela pra ir contigo...juntem suas insatisfações, suas revoltas medio-classistas, e VAZEM.

  14. sandra mendonça Postado em 16/Jul/2015 às 09:52

    A atriz está equivocada a respeito da lei de produtos importados ? Creio que não.portanto o seu chilique tornou-medíocre. Ela que não se faça de vítima diante da situação e assuma seu erro. Foi um momento desabafo por toda uma situação de crise a qual estamos passando, mas isto não nos dá o direito de colocamos o PAÍS como um todo na fossa comum dos desmandos e corrupções. Quem sabe ela reflita melhor e vá morar fora deste país que está parecendo desinteressante para ela. Acho que seria algo melhor procurar ajudar a difundir um pouco de esperança no atual momento, pois artistas, articulistas, enfim formadores de opinião tem muita responsabilidade com o seu país e o seu cidadãos.

  15. miss mooney Postado em 16/Jul/2015 às 09:54

    O problema não foi pagar a taxa, foi pagar duas vezes por erro de um funcionário. Mas chamar o pais de merda foi ridículo da parte dela

    • Marcos Vinicius Postado em 16/Jul/2015 às 13:22

      Mas se o funcionário errou, com certeza há meios pra terem corrigido o erro e um deles é ela ir atrás do ressarcimento do que foi pago duas vezes. Dando um número de conta corrente pra Receita Federal resolve!

  16. Paula Postado em 16/Jul/2015 às 09:54

    Corrupção ruim so a dos outros.

    • Deisi Postado em 16/Jul/2015 às 12:48

      Corrupção só do PT, de coxinhas é aberração!

  17. Henrique Postado em 16/Jul/2015 às 09:56

    Aff. Os conformistas com nossas taxas de importação querem que isso seja característica de todo brasileiro. Ela não fez nada de errado.Apenas se exaltou um pouco. E foi justamente por causa de pessoas que simplesmente aceitam isso. '' Ela que vá embora.... Ela que comece mudando, Individualista, Hipócrita....'' rsrsrs

  18. Geraldo Postado em 16/Jul/2015 às 09:56

    Algumas pessoas demoram para cair na realidade vivida no Brasil. Quando as pessoas acordam de seu "estado de estupor", então o mundo encantado vira merda! Engraçado isso! Tava fazendo o quê nesse tempo todo!?

  19. Gustavo Postado em 16/Jul/2015 às 10:00

    É fácil reclamar da corrupção e tentar passa "batida" pela receita. Por favor né, a corrupção esta no cafézinho do policial, no seu windows pirata, no seu DVD pirata etc. O Brasil corrompido é reflexo da nossa corrupção. Não se muda o mundo sem antes mudar a si mesmo. E isso ai foi chilique, nem devia ter toda essa atenção a essa noticia.

    • Beto Postado em 16/Jul/2015 às 10:57

      Não gustavo, produtos piratas remetem a pirataria, que pra mim existe para contrapor a industria que cobra preços abusivos (além de exclusivos para grande parte da população) e hoje tem se tornado mais flexível. Este "windows pirata" é a solução para muitos brasileiros que necessitam do acesso as tecnologias. Agora tu compara a distribuição ilícita de um software altamente taxado no Brasil e que veio para o 3º mundo para diminuir seu custo de produção e aumentar a margem de lucro da empresa e acha que isso se relaciona de alguma forma com a corrupção no Brasil, tem que ter coragem de escrever isso, ou cara de pau! A culpa não é do brasileira em si de não querer pagar essas taxas abusivas, é de uma estrutura governamental sem noção que impõem altas taxas em tudo e não retorna! Quero ver falar o que tu falo ganhando um pouco mais do que um salario minimo (que hoje não sustenta ninguém) e ainda querer consumir, se consome fica a merce dos serviços do estado (não precisamos descrever a situação dos serviços do Estado) se paga por serviços de qualidade já nao pode consumir, não pode comprar windows nem pagar por cd's e dvd's! A atriz pode ter se passado com o comentário mas como eu costumo dizer "pago logo reclamo" no caso a atriz pagou, deixe-a reclamar, ela é uma pessoa normal, tão míope quanto qualquer um de nós, porque a estão superestimando?

      • Gustavo Postado em 17/Jul/2015 às 09:13

        Cara, a questão que tentei colocar é o quanto somos corruptos nas nossas vidas, no nosso dia a dia. A questão não é a margem de lucro da empresa, é o caráter do cidadão brasileiro, que age de forma individualista o tempo todo, criticando quem ganha muita grana de forma ilícita, se o cara que vende DVD pirata ganhasse muita grana, o vizinho dele ia reclamar da pirataria, por que não foi ele que se aproveitou desse pedacinho do bolo. Contrapor a industria, o comercio o todos os serviços exploratórios é mais do que correto, refletir sobre as leis, as taxas, não é mais do que nosso dever de cidadão e deveria ser muito mais presente no nosso cotidiano. Eu admiro por exemplo o tecnobrega ter usado da pirataria pra ganhar uma projeção jamais imaginada, mas na real, dar moral pro chilique dessa menina ai? Eu acho que deveria ser um debate muito mais corriqueiro a maneira como a industria e o governo nos explora de forma até ofensiva e como podemos criar nossas resistências à cerca disso, de fato.

      • Beto Postado em 19/Jul/2015 às 01:27

        Tens razão Gustavo, meu contraponto foi desproporcional ao seu comentário e ato da atriz que não deveria motivar ninguém.

  20. Marinéa Mochizuki Postado em 16/Jul/2015 às 10:03

    Uma ignorância da moça, todos que viajam para o exterior sabe que deve declarar os bens que leva. Acho que todos aqui que estão na onda de falta de amor pelo país, deviam procurar outra pátria que os acolhessem!

  21. Sandra Postado em 16/Jul/2015 às 10:03

    Os preços aqui no Brasil estão abusivos, pagamos até para respirar. Que jeito vamos dar nisso? Parar de consumir? Como?. Ela tem toda razão em se revoltar, aqui querem tirar tirar proveito dos cidadãos em tudo. Duvido que se fosse um político, iriam pagar tal taxa.

  22. Salomon Postado em 16/Jul/2015 às 10:08

    O cara não sabe interpretar um texto, que dirá comentá-lo.

    • André Postado em 16/Jul/2015 às 13:38

      "Seu comentário é auto-destrutivo..(o certo seria autodestrutivo) " diz Bolsonaro. Eu penso esse sujeito é burro ou não leu a matéria? Se não leu é burro, pois está dando opinião sem saber o que ocorreu.

  23. Rodolfo Postado em 16/Jul/2015 às 10:12

    Veio só pra fazer novelas, aquelas coisas que alienam as pessoas, tomam o tempo e a educação do povo.

    • beto Postado em 16/Jul/2015 às 11:14

      A culpa é da moça pela falta de incremento na educação de base no país! Tá SERTO! Se tu acha q a novela toma o tempo educação do povo eu lhe digo que a falta de educação disponível para o povo faz com que a novela se torna o único meio educativo! A solução pra ti: Acabar com a novela(?) prender ela( morte a burguesa opressora que deixa a sociedade burra e alienada) A solução pra mim: Pega o imposto que ela pago e os impostos que todo mundo paga e enxuga os mamadores de teta pra fora da maquina pública e investe em educação! A vantagem disso? Não vamos mais precisar ficar de mimi com que educa ou não! Deixa as pessoas decidirem oq consumir! Tu deve ser o típico boçal que considera o que consome o luxo e o que o resto consome o lixo! A atriz trabalha, recebe seu dinheiro e sempre esta pagando impostos, mas pra ti isso ta errado, é bonito se for pobre e receber ajuda do governo (nada contra quem é contemplado com algum programa assistencial do governo, pelo contrário)! Mas né, agora vou ser coxinha? alienado? tucano? antipete? Se não tem opressor, oprimido, burgues ou proletariado não é um comentário válido! Eu sei que essa não é a visão de toda esquerda, mas pra mim comentário sem noção tem que ser desmotivado!

  24. Iuri Postado em 16/Jul/2015 às 10:12

    Aproveita a oportunidade convida o Lobão e o Ed Motta pra dividir um ap em Miami. Assim a merda diminui.

  25. Salomon Postado em 16/Jul/2015 às 10:15

    Mal comparando, é como aqueles que sentem vergonha da própria origem. Ela não pode apagar o fato de ter nascido num país de merda. Nos EUA não passa de uma latina, ou cidadã de segunda categoria, nada mais que isso. Vai ter que escolher entre a humilhação e a resignação. Uma triste moldura para um rostinho bonitinho, num cérebro ordinário.

    • Antonio Palhares Postado em 18/Jul/2015 às 14:08

      Valeu cara. Uma cucaracha deslumbrada será sempre uma cucaracha. Lá ela nunca terá reconhecimento de por nada.

  26. Rodrigo Postado em 16/Jul/2015 às 10:17

    (Outro Rodrigo) Pragmatismo, é bom checar melhor a matéria, não? Há sites outros a alegar que, na verdade, ela foi "retaxada" por um notebook que havia sido comprado em viagem anterior, já tendo sido paga a taxação inicial. Aliás, várias reclamações tais são encontradas na internet, de cidadãos que sofrem com o arbítrio da Receita Federal com "retaxação" de produtos que já haviam sido comprados antes. Concordo que precisa haver fiscalização, que deve ser coibido o descaminho (erradamente chamado de contrabando - contrabando é de produtos que tenham sua entrada proibida no País), seja o de Cidade do Leste, seja o de Miami. Mas também ser constrangido porque um digno agente "acha" que você está errado e você tem de provar que está certo, também já é demais. P.S.: já morei fora da Bahia e vi algumas coisa que, certamente, poderíamos aproveitar, valorar positivamente (sempre há uma coisa que podemos aprender, bem como ensinar), do mesmo jeito em relação a países outros, quanto ao Brasil, podendo ser aceita uma crítica tal (ressalvado o exagero e a ofensa, por óbvio), pois temos também coisas a aprender e não apenas a ensinar.

  27. Degê Postado em 16/Jul/2015 às 10:20

    Tentou meter o loco, não deu certo aí deu uma de revoltadinha...

    • Meire Postado em 18/Jul/2015 às 05:22

      Podes crer

  28. Luiza Postado em 16/Jul/2015 às 10:23

    muito facil culpar o funcionario que preencheu o papel sendo que a propria "artista" deveria estar colocando os dados. quer chamar a atencao vai desfilar na escola de samba que esta ganhado mais. e se acha o pais uma merda, pegue sei passaporte e caia fora.

  29. Eduardo Ribeiro Postado em 16/Jul/2015 às 10:24

    "White girl problems"....já deu chilique desproporcional em outras ocasiões. Deve ser uma dessas dondoquinhas mimadas. Sabia sim, que tinha que levar nota fiscal pra comprovar que o bem foi adquirido anteriormente. Tinha que levar o computador, não sabe viver sem ele, mal consegue respirar numa viagem internacional sem o computador? Nota fiscal na mala, minha cara. Depois do chilique bisonho, moral abaixo de zero pra reclamar de corrupção. Simplesmente é um assunto que ela NÃO PODE abordar nunca mais. É país de merda? VAZA. Miami é logo ali.

  30. Paula Postado em 16/Jul/2015 às 10:26

    A forma goi errada mas o protesto é totalmente válido.

  31. Marília Cardoso Postado em 16/Jul/2015 às 10:47

    É nas adversidades que as pessoas mostram quem são ou o que pensam. Por que xingar o país? Uma vez que o erro foi cometido por um funcionário, fica fácil de reverter. Paga e depois solicita entorno, mediante as devidas comprovações.

  32. João Paulo Postado em 16/Jul/2015 às 11:06

    Atriz de merda e marmita de Hollywood. No mais, as reclamações sobre os tributos de importação não passam de "mimimi" coxinha. Eu gostaria muito de exercer o consumismo de produtos desnecessários no exterior e pagar bem menos do que se paga no Brasil. Mas é necessário olharmos além do nosso próprio umbigo para entendermos a importância desses tributos.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 16/Jul/2015 às 11:18

      Me lembra o movimento "Preço Justo" encabeçado por aquele menino mijado, Felipe Neto. "ainnnnn esse país é uma merda mesmo....é impostos demais...os jogos pro meu Playstation 4 são muito mais baratos lá fora.....essa latrina de Brasil, como viver com dignidade se eu tenho que pagar caro pra usar meu videogame? Merda de Brasil"....é o mesmíssimo caso de Thayla...olhos apenas no próprio umbigo. O dela ao menos é mais agradável ao visual..

      • Beto Postado em 16/Jul/2015 às 13:23

        Eduardo Ribeiro esquece que vivemos num mundo capitalista, onde um minimo de leis de livre mercado operam, a taxação desses bens para vós considerados supérfluos tem seu valor no mercado a por conseguinte seu ciclo de produção e distribuição aquecem nossa economia! Nunca é só apenas um eletrônico ou apenas o consumismo e mesmo se fosse creio que cada um faz o que bem entender com a renda que gera, absurdo é gerar renda e não poder consumir! Agora trazendo esta realidade para o Brasil vemos pessoas que nem renda para consumir têm, então sim, devem ser taxados itens, principalmente os supérfluos, o que não pode é proibir o consumo como ocorre com alguns itens que são taxados. Agora dizer que estória de coxinha, tu não sabe de nada, tenta comprar um equipamento que não existe no Brasil, pode ser para pesquisa acadêmica ou para usar no seu trabalho, equipamentos que se conseguir evitar a taxação paga a viagem de aviao de ida e de volta(talvez tenha me passado), afinal qual a sua posição sobre isso? A é "mimi de coxinha" Tem coisa errada ai e tem gente que teima em assumir por pura rixa ideológica! Parabéns, você ainda deve pensar que é o seu naipe que leva o Brasil para frente!

      • Eduardo Ribeiro Postado em 16/Jul/2015 às 14:41

        Tá bom, menino...tá xatiado tambem porque o dolar já não favorece mais pra importar perfume, relógio, camisa polo "du cavalinho e du jacaré" e videogame sem pagar imposto? Classe média sofre demais. Felipe Neto e Thayla sofrem demais. Esses impostos acabam com nossa vida...

      • Beto Postado em 16/Jul/2015 às 17:20

        Sim Eduardo, vamos acabar com a miséria do país taxando muamba, depois eu sou o menino! Se essa fosse a solução o Brasil seria primeiro mundo, não sei quem aqui é contra imposto, apenas contra a cobrança de impostos desproporcionais e da falta de eficiência do poder público na hora de o alocar. Quer me chamar de coxinha, menino, dizer que to fazendo mimimi, beleza é mais fácil me diminuir do que diminuir meu ponto de vista. Boa noite

      • Eduardo Ribeiro Postado em 16/Jul/2015 às 17:36

        É um problema nacional seríssimo. Onde já se viu uma polo do cavalinho e um relógio balaca, produtos essenciais, custarem aquilo tudo só por causa de impostos...vou ficar sem moral com a rapaziada do bar e do escritorio sem eles...cansei...cade intervenção militar?? Judiação da classe média, escorchada de impostos...não dá mais pra morar nesse Brasil, país de merda...

      • João Paulo Postado em 16/Jul/2015 às 19:09

        Beto, é mimimi, sim. Não compare a aquisição de tablet, playstation e perfume com a aquisição de equipamentos tecnológicos sem similares no Brasil, destinado ao desenvolvimento industrial. Há tratamento tributário MUITO diferenciado. Convenhamos que o computador da "atriz" não se presta para pesquisas científicas ... O erro do servidor da Receita (se é que houve) ocorreu há meses. Ela se fez boba e fingiu que não viu. Deixar o mercado brasileiro à mercê e desprotegido do comércio internacional é sentenciar o fim de nossas conquistas sociais e nos remeter ao período escravagista.

      • Márcio Ferreira Postado em 17/Jul/2015 às 10:57

        Esse Eduardo Ribeiro tripudia da carga tributária brasileira, como se ela fosse alta apenas para os "supérfluos". Então vamos ver a carga de alguns "não-supérfluos"? Achocolatado (38%), água mineral (38%), apontador (43%), bicicleta (46%), biscoito (37%), borracha escolar (43%), caderno (35%), chuveiro elétrico (48%), conta de luz (48%), gasolina (53%), lápis (35%), remédio (34%), mochila (40%), óculos (45%), papel higiênico (40%), pasta de dentes (35%), despertador (48%), sabonete (37%), carro (40%). Fonte: http://www.fiepr.org.br/sombradoimposto/veja-o-quanto-voce-paga-de-imposto-1-14466-115735.shtml. Qual é o seu problema com quem reclama disso? E principalmente, qual é o seu problema com a classe média? Só porque ela tem a geladeira cheia de pescoço e pés de galinha não pode almejar filé? Só porque ela pode comprar o x-tonhão da esquina não pode desejar um big mac? E principalmente por causa da inflação, está PERDENDO poder de compra que recém havia adquirido. Você já perdeu algo que demorou muito a conquistar? Quem se revolta com isso está errado? Você critica esses famosos que se exasperam com os tributos, mas sabe que o ex-Ministro da Cultura do Lula, Gilberto Gil, fez uma sessão de cinema em casa de uma cópia de filme pirata do "Tropa de Elite"? O próprio diretor flagrou isso. Sabe que o Lula assistiu "2 Filhos de Francisco" no aerolula a partir de um cd pirata? A Sony disse isso também. Ah, essas empresas japonesas golpistas!! Não é o país que é uma merda, nem a Thayla, e nem sequer você, que é um coitado grosseiro e ignorante. A hipocrisia que é uma merda, e você está ensopada dela. Quer saber? Vai procurar um pobre para você sustentar. É a única "classe social" que você não critica.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 17/Jul/2015 às 11:11

        Poxa....um usuário de Kouros que importava o perfume por 60,00 parcelado no cartão de crédito internacional, SEM PAGAR IMPOSTO, e que está xatiado porque o dólar não ajuda mais nessa manobra, está magoado comigo porque eu defendo pobre e apenas pobre...poxa cara, me perdoa...quer que eu pare de criticar a elite branca golpista? Quer que eu comece a cagar na cabeça dos brasileiros mais humildes? Talvez assim eu comece a ser mais bem visto por você...acho que vou reclamar dos impostos também, "esse país é um país de merda, paguei 4x o preço de um Playstation 4 por causa de imposto, um absurdo....Miami me espere"...você vai ser meu amigo se eu fizer isso?

      • Márcio Ferreira Postado em 17/Jul/2015 às 14:21

        Eduardo Ribeiro é incapaz de argumentar. Ainda que eu fosse sonegador ou sacoleiro, nada do que eu disse foi negado ou justificado. Sempre repete a mesma estratégia. Só consegue atacar o autor sem qualquer embasamento. É o medíocre falacioso que abusa do argumentum ad hominem. Sujeito preconceituoso, com raciocínio limitado, embolorado e cheio de ódio.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 17/Jul/2015 às 15:02

        Mas poxa cara...voce quer que eu argumente sobre o que? Sobre a fundamental necessidade de abaixarem os impostos sobre smartphones porque "pagar tudo isso de imposto num IPhone 6 é o cúmulo, inaceitável, cade intervenção militar", ou quer que eu argumente sobre o quanto os impostos sobre automoveis e achocolatados incomodam você? Tu não quer pagar imposto, bicho...olha a lista que você me trouxe...tu é da laia que acha que "imposto é roubo", vou argumentar o que? Ficou ensandecido de raiva, babando bovinamente no teclado e mordendo o próprio saco ao constatar que eu "não critico pobre"....porra...é lógico que não critico...por que razão eu criticaria o brasileiro humilde e secularmente espoliado? Por que eu criticaria pessoas que espremem o orçamento pra sobrar no fim do mês um valor que você gasta em plano de internet ou em meia duzia de cervejas? Pqp...a noção de humanidade de vocês é nenhuma...nada importa exceto o perimetro de 30cm do próprio umbigo...

      • Eduardo Ribeiro Postado em 17/Jul/2015 às 15:13

        """""""""""""esses vagabundos que ficam mamando em beneficios do governo...tudo vagabundo...trabalhar nenhum quer...estão na merda porque querem, se quisessem trabalhar estariam bem...eu trabalho muito e não pago meus impostos pra sustentar vagabundo...onde já se viu, agora esse bando de pobre deixou de morrer de fome e tá até achando que é gente, essa raça nem direito a votar devia ter...tiha mais é que esterilizar tudo pra nem se reproduzirem....o lugar deles é numa favela mesmo bem longe dos meus olhos"""""""""""""...................se eu falo isso, viro seu amigo e você me convida pra tomar uma bebida importada sem pagar impostos. Como tenho carater e jamais diria algo assim, aí a conversa é outra.....""""""aiiinnn...quanto ad hominem....que raciocinio limitado....falacioso....embolorado.....e você nunca critica os pobres"""""....porra....é porque eu não sou um fascista safado e não odeio pobre, menino. Tenho uma noção de país e de pátria bem mais elaborada que a sua. Tome vergonha.

      • Márcio Ferreira Postado em 17/Jul/2015 às 15:47

        Você não viu a lista? Coloquei materiais básicos de estudo, alimentação, higiene, locomoção. Você critica carro? O governo incentiva a indústria automobilística mais do que qualquer outra. Considera achocolatado coisa de classe média metida a besta? Você daria o que ao seu filho? Café preto? Nunca exigiria que ninguém critique os mais pobres. De maneira nenhuma tenho esse seu pensamento binário de "tudo ou nada" e sequer sou contra benefícios e inclusão sociais. O problema é a sua birra com a "classe média". Você nomeia a "classe média" como seu alvo, como se fosse a vilã, a burra, a malvada e quer se fazer de "defensor dos pobres" com esse discursinho demagógico. Quer a posição fácil de "acolhedor" sem sequer saber o que é trabalho social NA PRÁTICA. Olha a favela de longe e lamenta do fundo do coração, mas está protegido com suas regalias e tempo livre de lazer das quais não abriria mão de nenhum. Essa sua conversa velha de ativista de internet que protege com unhas e dentes "o brasileiro humilde e secularmente espoliado" mas que não põe a mão na massa é hipócrata.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 17/Jul/2015 às 16:20

        Eu vi a lista. Estás puto com impostos em geral. Imposto de tudo te incomoda. Não gostas de paga-los. Imposto é roubo. Eu entendi seu ponto de vista. Só achei curioso carro e achocolatado como itens não-superfluos. Olha tua percepção do que é supérfluo e do que não é. Num país em que se fez um esforço herculeo para tirar milhões da miséria secular, """"carro e achocolatado é fundamental"""". Só isso já fala demais sobre quem você é. Você diz """"""Nunca exigiria que ninguém critique os mais pobres.""""""" mas está aí sangrando porque nunca mijei na cabeça de nenhum (me mandou até adotar um...), e sangrando ainda mais porque aponto o dedo pro egoismo de quem reclama que "pagar imposto é um roubo". Você quer que eu pare de apontar o dedo pro umbiguismo de quem se sente aviltado em seu "direito" de adquirir itens fundamentais importados - como relogios, perfumes, polos do cavalinho e videogame - sem pagar imposto, ao mesmo tempo em que quer que eu passe a dar porrada em quem mais precisa de ajuda. Onde está sua humanidade, cara? E sim, a classe média é exatamente o que você disse: extremamente BURRA e "malvada".

      • Eduardo Ribeiro Postado em 17/Jul/2015 às 16:24

        Ah, dê bastante achocolatado pro teu filho. Cada 20g do pó, cerca de 18 é açucar. """"item fundamental""""...um esforço épico e único na história do Brasil para tirar a nação do mapa da fome, e tenho que ler que "carro e achocolatado é que são fundamentais"....aí eu leio isso e leio também que a classe média não é burra, não é egoista ou "malvada", e que eu tenho que bater é em pobre...meus olhos sangram...

      • Márcio Ferreira Postado em 17/Jul/2015 às 17:08

        Você se agarra no caráter supostamente "supérfluo" do achocolatado como se fosse o seu trunfo, mas me poupou o trabalho e me fez o favor de confirmar o que eu tinha acabado de dizer. Na prática, na chincha, não sabe nada do que é um serviço comunitário, do que é assistir creches e orfanatos a combater a fome. É um item servido em escolas públicas, de valor INESTIMÁVEL em casas que acolhem crianças, saberia que é praticamente obrigatório se você sequer cogitasse doar alguma coisa para alguma instituição similar. Como eu disse, na prática você não sabe. Apenas... Não sabe...

      • Eduardo Ribeiro Postado em 17/Jul/2015 às 17:11

        Ah...tem bicicleta e biscoito tambem. Fundamentais como o ar que respiro. """"""""""Oh meu Deus...como viver num país em que se paga tanto imposto em itens fundamentais...me sinto roubado, aviltado...não dá pra viver com dignidade pagando tanto imposto pra consumir meus saborosos biscoitos e meu *açucar com traços de chocolate*....como vou ter uma SUV com o fruto da *meritocracia* pagando imposto em cima do preço dela? e o imposto na gasolina? esses carros grandões e imponentes e fundamentais requerem muito combustivel pra eu desfilar com eles, mas tem o imposto...e onde fica minha dignidade sem pedalar de domingo nas alamedas arborizadas do Ibirapuera usando meu Nike importado que tambem é taxado, assim como minha essencial bicicleta....cade intervenção militar, gente? Se continuar assim vão taxar até oxigenio. Classe média sofre demais...TEMOS É QUE DESCER O CACETE NOS MAIS POBRES E HUMILDES, ELES SÃO OS INIMIGOS, ESSES PARASITAS VAGABUNDOS....e quem discorda é hipócrita que nunca viu uma favela e tem que adotar um pobre pra sustentar""""""""""...

      • Eduardo Ribeiro Postado em 17/Jul/2015 às 17:17

        """caráter supostamente "supérfluo" do achocolatado....""""...e onde o fato de ser servido em creches, orfanatos e escolas publicas faz de "açucar com traços de chocolate" item "fundamental"?? Mostra que conforme já sabemos é necessária uma vigilância maior sobre o que é servido para nossas crianças por aí, e servido por culpa de gente que acha que achocolatado é fundamental e educação alimentar é frescura. E porra, doa logo açucar, bicho. É a mesma coisa e é mais barato e honesto. É mais a cara da classe média que se preocupa tanto com o país mas odeia pagar imposto.

      • Márcio Ferreira Postado em 17/Jul/2015 às 17:54

        Desculpe por envenenar crianças. Vou me espelhar em você e comentar em todas as notícias que a classe média e a elite branca são o câncer da nação e "o brasileiro humilde e secularmente espoliado" merece proteção e amparo. Isso sim é fazer a diferença. Parabéns pelo seu ativismo e consciência política de sofá.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 17/Jul/2015 às 18:04

        O que esperar de um cidadão que acha que está mudando a realidade das nossas crianças mais miseráveis elevando "açúcar com 2 microgrãos de cacau" a categoria de "alimento inestimável e fundamental"? Ah sim, você está mudando o Brasil: está contribuindo pra obesidade e pra criar cárie em toda uma geração. Parabéns. E é mau administrador: o mesmo que você gasta com 400g dessa bosta em pó você compraria 3kg de açucar, que é igual, e envenenaria mais crianças com o mesmo dinheiro, seria mais eficiente. Inestimável é por exemplo o leite cujas proteínas você atrapalha a absorção botando essa merda adoecedora junto pros piás tomarem. Não satisfeito, ainda quer que eu dê isso pro meu filho? E acha que isso é motivo para questionarmos a estrutura tributária brasileira? Vais capitanear a "Revolta do IPhone e do Nescau"? Filho...pare de passar vergonha. Achocolatado não é essencial, você sabe disso, e só está se apegando desesperadamente a qualquer coisa que faça parecer essencial para que sua listinha de "impostos malvadinhos" tenha alguma relevância. Impostos estes que você não quer pagar, por EGOISMO MEDIO-CLASSISTA, mas quer dar uma aura nobre ao seu egoísmo elevando achocolatado, bicicleta, carro e bolacha a categoria de "essenciais, fundamentais e inestimáveis". E está puto da vida porque não mijo na cabeça de brasileiros humildes. És uma pessoa admirável.

      • Márcio Ferreira Postado em 17/Jul/2015 às 18:17

        De novo: você não sabe nada porque não faz nada. É ativista de sofá e nada mais. Frustrado e envergonhado porque se revelou um inútil hipócrita que não age, apenas critica pela internet. Quer diminuir um esforço alheio (que NÃO se resume a doação de alimentos VARIADOS) para parecer que tem alguma preocupação legítima com "o brasileiro humilde e secularmente espoliado", mas é mentira. Ainda que eu fosse apenas cumprimentar crianças, só isso seria MUITO mais do que o que você faz. Lamento por você.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 17/Jul/2015 às 20:32

        Já deu, meninote. Não sou mau carater, não sou fascista, não sou preconceituoso, e por isso não vou mijar na cabeça dos brasileiros humildes e nem poupar a parasitária, violenta, egoista e fascista classe média brasileira, conforme é seu MANIFESTO desejo. Pare de se esconder atrás do achocolatado. Já desmistifiquei essa aura de nobreza que você quer dar para sua "xatiação medio-classista". Achocolatado, alem de ser "açucar 4x mais caro", NÃO é essencial. Tem que ser tributado sim, como qualquer outro item. Ao menos até que sua "Revolta do IPhone e do Açucar 4x Mais Caro" seja deflagrada. É o cúmulo do EGOISMO e do UMBIGUISMO MEDIO-CLASSISTA desejar que se reveja a estrutura tributária brasileira apenas porque o "oh, fundamental" achocolatado é muito tributado. Sem falar no carro, na bicicleta, nas polos de jacaré, nos relogios balacosos e tal...tudo "fundamental", itens que garantem a "dignidade" e por isso devem deixar de ser tributados. Porque pra vocês imposto de qualquer natureza é roubo. Bicho...ninguem quer diminuir esforço nenhum. Não seja desonesto, e nem burro. Mas a verdade é que, se você tivesse algum compromisso REAL com auxilio aos mais necessitados, sua ÚLTIMA vontade seria a extinção dos impostos. Mais que isso: ficar putinho porque tem que pagar imposto no Nescau e alça-lo a fundamental numa dieta, em um país que secularmente negligenciou as mais básicas necessidades de seu povo e não faz muito tempo saiu do MAPA DA FOME, e desejar que eu critique os mais pobres e necessitados para poupar a "sofredora classe média", é safadeza demais. Mau caratismo demais. Sua vergonha não tem medida, menino. O Brasil vai mais longe que os 30cm do perimetro do seu umbigo, e apesar da sua miopia egoista te impedir de enxergar, há problemas maiores neste país do que o seu armário sem um pote de Nescau.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 17/Jul/2015 às 20:45

        Eu achei o Nescau 400g a R$ 5,90. Nem é um luxo tão caro. Dá pra você consumir miseravelmente umas 3 latas por mês sem comprometer seu orçamento, sem ficar putinho, e vida que segue. Eu queria poder dizer o mesmo daquela familia humilde que você quer tanto que eu dê uma mijada na cabeça deles....aquela familia de 8 cidadãos anonimos, brasileiros que moram num barraco perdido em Matões do Norte, ou Guariba. Infelizmente não posso. Com o dinheiro das 3 latas eles preferem comprar arroz e feijão pra passar a semana. Mas aí a gente para pra pensar: quem tem mais problemas, essa familia ou o Marcio, puto porque paga uns 2,50 de imposto a cada lata de Nescau que consome? O que é mais urgente, diminuir o imposto para que o Marcio consuma 5 latas de Nescau ao invés de 3, ou olhar para a parcela mais humilde e famélica do país? Poxa...que dúvida....

      • Márcio Ferreira Postado em 18/Jul/2015 às 00:11

        Sua obsessão aborrecidíssima com chocolate e seus monólogos caricatos são apenas cortina de fumaça para ocultar sua falta de conhecimento para uma situação que você finge defender. Você se expõe ao ridículo ao criticar alimentos e meios de transporte populares. Inventa que não quero pagar imposto. Em que linha eu escrevi isso? A gigantesca carga tributária é o problema, não o tributo. Quem falou em produto deixar de ser tributado? Extinção de imposto? Fumou crack? Sabe ler e compreender? Aura de nobreza é você quem empunha, mas baseado em quê? Você menciona gente mais pobre como coitadinhos para ganhar uma simpatia superficial, mas te aviso que te odiariam por sua soberba. Querem ser tratados como iguais e com dignidade, não puxados nem empurrados. Já entrou numa favela ou num centro de internação para jovens? Claro que não. Eu já fiz muito mais que isso. Aliás, o que você faz para combater a fome e a desigualdade, além de escrever no PP? Concluo que não muito. Dá para ver no seu exemplo infantil de pobreza, quase idílico, da família pobre, lá, bem longe da sua casa, que você assistiu na propaganda eleitoral ou viu (e quase foi às lágrimas) no discurso do papito. Sequer sabe realmente os problemas por que passa a sua família hipotética. Infelizmente a ideia não gruda, a compreensão não chega, o raciocínio se embota... Mais uma prova disso é dizer que eu reclamo do preço do (cansei...) achocolatado. Mas eu nem consumo esse produto. É só um um item servido na merenda escolar de 450 mil alunos de escolas públicas aqui no DF. Coisa à toa...

      • Eduardo Ribeiro Postado em 18/Jul/2015 às 17:13

        Poxa cara....eu não esperava que destrinchar o problema do achocolatado e expor seu profundo egoísmo fosse te machucar tanto. Eu apenas traduzi em valores monetários o tamanho da sua falta de moralidade. Suas insatisfação por consumir 3 ao invés de 5 latinhas de "açucar chique" valem a alimentação semanal de 8 pessoas humildes. Bicho...lamento muito. O Brasil não vai rever sua carga tributária porque o menino Marcio está revoltado com o imposto que paga pelo Nescau. Há outras prioridades, e por mais que você ache ruim pagar imposto - sim, você acha...olha seu emputecimento quando sacou aquele lixo de lista de aliquotas - , é justamente com ele que se ajuda, de forma AMPLA E CONCRETA, milhões e milhões de brasileiros. E você quer tirar isso deles (que precisam muitissimo) e de gente como eu e você, que não precisamos tanto. Chega desse mimimi de "ui..pagamos tributos demais...reduzam o imposto"...RIDICULO...mal estamos do top-10 do planeta...por outro lado, somos a menor taxa sobre grandes fortunas do mundo. Aqui os impostos recaem mais sobre os mais pobres - os mesmos que você quer que eu esculache - e não sobre os mais ricos - que voce ficou "xatiado" porque eu cago na cabeça - , e ao invés de propor que se repense a estrutura, o menino Marcio, que é egoista, não vê e nem se importa com o todo, e que quer que seu custo mensal de achocolatado diminua, deseja apenas que que "parem com os impstos, cortem, diminuam, façam meu achocolatado ficar mais barato, logo". Você é uma vergonha. Você e quem pensa assim.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 18/Jul/2015 às 18:07

        "ainnn eu nem consumo Nescau"...sei...claro...é por isso que deseja alça-lo a categoria de "insubstituivel na merenda escolar e fundamental na alimentação infantil", uma vez que ele esta na sua "lista mortal de aliquotas criminosas revoltantes" por algum motivo. Provavelmente não consome bicicleta, carro e biscoito tambem....claro. Por isso são fundamentais tambem. Mas bem....achocolatado voce provavelmente vai consumir quando tiver filho, certo? Aliás ja desmistifiquei essa falacia vergonhosa. Não é porque é adotado em escolas que é fundamental. Errado é o responsavel por esse crime. Não, a tributação brasileira não será reduzida nem extinta (ainnn esse roubo) porque o Nescauzinho tem aliquota "alta"...enfim....pode se rasgar e cuspir no Impostometro o quanto quiser...o Nescau é pequeno demais, somente você, UMBIGUISTICAMENTE, se importa com isso. Há problemas maiores que o imposto do Nescau. Há problemas maiores dentro da própria tributação nacional. Recolhemos POUCO E ERRADO, e ai me vem um menino medio-classista que acha que só ele ajuda, só ele se importa, só ele ajuda os necessitados (com bastante açucar), e justamente ele quer SABOTAR os necessitados, reduzindo a já PRECÁRIA carga tributaria brasileira.

      • Beto Postado em 19/Jul/2015 às 01:36

        Eduardo Ribeiro, sabes de onde vem os recursos do governo da sua grande maioria? Da industria do seu país, do setor de serviços, etc.: Se soubesse isso usaria de outros métodos senão sobre a classe media "corrupta" e "malvada". Desculpa não ler todos seus argumentos com o Márcio, se quiser responda direto a mim, mas por favor, não me qualifico nos cometários que escrevestes, logo deixe de ataques pessoais quando tratar com o próximo pela internet, o meio virtual não deve abrir exceção para a educação!

      • Márcio Ferreira Postado em 19/Jul/2015 às 08:35

        Lixo de lista de alíquotas? Aquilo são apenas dados com os quais se obtém informação, mas você renega a informação. Você apenas fica insistindo na acusação mais inócua do universo: que eu não gosto de pagar imposto. Dane-se gostar ou não. O fato é que estão todos pagos. E pagaria 100% da minha renda se o "Grande Irmão" provesse tudo adequadamente e impedisse mortes como a da minha sogra, que agonizou e morreu em 7 dias num hospital PÚBLICO, não sem antes sua maca ter ficado 2 dias na porta do banheiro. E minha esposa ter de me consolar por essa nossa perda. Afirmo e repiso: Você. Não sabe. NADA. Nem compro produtos piratas, ao contrário do Lula e seu ex-Ministro da Cultura. Sim, o "painho" viu filme nacional piratão mesmo, sem imposto! Repito: SEM IMPOSTO! E o Gil também! E você se omitiu nisso convenientemente! Ficou caladinho, caladinho! E eu é quem sou o mau caráter!!! Eu é quem não gosto de pagar imposto!!! Você ama tanto pagar imposto que de passar seus dias gerando e pagando DARFs! Pelo menos paga mais do que o valor devido, no mínimo, né? Inaceitável qualquer valor abaixo disso de sua parte. Você disse que somos a menor taxa sobre grandes fortunas do mundo. Bom, não "somos" a menor taxa primeiramente porque seria um imposto, e não taxa. São tributos diferentes, sabe? Não, não sabe. Em segundo lugar, sequer temos esse tributo. Você está confuso, misturando taxas, impostos, tributos, o que pagamos, o que não pagamos, o que sonegamos, o que fingimos ser mas não somos... Fala muito e faz pouco. E fala errado! "Desmistifica" algo que não é "mistificado". Isso já nem é mais cômico, é lamentável. Quem fala demais dá bom dia a cavalo. Como eu disse, você não passa de um ativista de sofá. É velho de idade e tem cabeça de adolescente revolucionário. O "brasileiro humilde e secularmente espoliado" pode bater no peito com orgulho e dizer ao filho dele que o tio Dudu é um grande patriota que luta pela educação e alimentação do país comentando lá no PP. "Mas como, pai?" Nesse instante, ele aponta para a rua e diz que o Homem-Aranha chamou o guri, enquanto corre na direção contrária, porque não há resposta para essa pergunta. O tio Dudu só faz isso.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 19/Jul/2015 às 08:48

        A gente vê quando alguem está perdidinho quando começa a colocar casos pessoais. Como já desmistiiquei estuprantemente o caso do achocolatado e o seu egoismo envolvido (já achei a lata a 4,50 menino), falemos do "oh, não-supérfluo" automovel que voce tambem raivosamente citou na sua listinha. Reclama de imposto, não gosta de pagar, quer que sejam reduzidos ou extintos, colou uma porcaria de lista de aliquotas como se fossem um assalto a nação, mas RECLAMAR DAS EXORBITANTES TAXAS DE LUCRO DAS MONTADORAS....nem um pio. Além de defender que se alimente crianças com açucar (emulando necessidade absoluta), alem de querer que eu deixe de atacar a elite e passe a atacar os mais necessitados, além de achar que "ainnn só eu conheço a miséria e só eu ajudo" e alem de sabotar politicamente a própria ajuda que dá no âmbito social, defende empresário e seus lucros. Olha...parabéns.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 19/Jul/2015 às 09:06

        Agora suponhamos que estejamos eu e você no sofá agora. Dois comentaristas do PP. O que nos difere? Você NÃO GOSTA de pagar imposto, do contrário não teria linkado a porcaria de lista. Acha que devem ser reduzidos, ou extintos. Socialmente você faz seu trabalho, e acha que é o único que o faz (és um menino ingenuo demais), mas politicamente sabota esse trabalho, e nem se dá conta disso. A diferença é que eu não acho imposto desnecessário, acho que deveriam taxar ainda mais automoveis por exemplo, não compro a balela ridicula de que o brasileiro é o povo que mais paga imposto no planeta (auhauha), não cuspo no Impostômetro, não fico escarafunchando listas de aliquotas e dando ctrl-c ctrl-v para suscitar revolta ("nhéééé vejam como somos explorados") e não defendo empresário que tem lucro inimaginável. E nem defendo, quando sou pego em contradição, achocolatado/açucar chique como alimento fundamental. De modo que o mimimi "ativitsta de sofá" é fragorosamente derrotado, tendo em vista que eu não saboto politicamente nem o meu e nem o alheio trabalho social em prol dos necessitados. Isso nem me surpreende, porque você já me mandou parar de apontar o dedo pra elite para começar a cagar na cabeça de pobre, "esse é o certo, poupe as elites". A contradição, a sabotagem e a traição dos interesses do país não residem em mim. Residem em você, menino que foi desmascarado e agora nem lembra do que escreveu. Dizer que pagaria 100% de imposto, depois de colocar putaço essa lista aí? Tipo, "é por isso que o Brasil não vai pra frente, olha essas aliquotas". Quando é justamente o contrário. Aliás, lista que contem itens "não-supérfluos" como automoveis e achocolatado...daqui a pouco esmalte de unha e gel de cabelo serão fundamentais também...bota eles na sua lista e espalhe internet afora. Lembrando que você está num país que a poucos anos saiu do MAPA DA FOME, e reclama de coisas tão grandiosas como "imposto do achocolatado".

      • Eduardo Ribeiro Postado em 19/Jul/2015 às 09:12

        BETO...ok.....voce acha achocolatado item fundamental na alimentação do brasileiro famélico? Você acha que o preço do automovel é essa safadeza por causa dos impostos nele embutidos? Você acha certo fazer um trabalho social - LINDO, mas pequeno e pontual - pelos mais necessitados, ao mesmo tempo em que se CONDENA a maior e principal, mais AMPLA E EFETIVA fonte de ajuda deles? É certo dar com uma mão e depois tirar com uma bazuca? Se tem algo a dizer, responda essas questões.

      • Márcio Ferreira Postado em 20/Jul/2015 às 10:45

        Não há nada de "místico" a ser "desmistificado" nesse item pelo qual você está obcecado. Você só faz desvalorizar a "lista de merda", mas eu a transcrevi por amostragem para ilustrar a composição dos respectivos preços de seus produtos. Que, por sinal, você se apegou a 2 desesperadamente e empunha como se fosse a tocha olímpica. Saber a composição de preços significa transparência e conhecimento do que é pago ao governo e ao mercado. Você é contra isso? Azar o seu. Isso é uma lei recente por aqui e, caso nunca tenha visto suas notas fiscais, consta lá o valor "aproximado" do ICMS do produto. Claro, o sistema tributário é tão confuso e injusto que só é possível obter uma estimativa do que é imposto. Afinal, um é usado como base de cálculo do outro, que incide em outro, que aumenta exponencialmente o custo e poucas pessoas sabem disso. E você é uma delas, mas você faz questão de não saber. Curioso. Nunca vi alguém que se jacta de não saber e não querer saber algo tão importante. Acabou mudando de assunto sobre uma suposta omissão minha em criticar lucros de montadoras. Bom, não era o assunto e não vejo problema em lucro de montadoras simplesmente porque não há problema nisso. O problema mesmo é que, como eu disse no dia 17/07, às 15:47, "O governo incentiva a indústria automobilística mais do que qualquer outra". O governo promove incentivos e pacotes fiscais às montadoras sem sequer saber a real situação fiscal delas, se precisam mesmo, se há mercado, liquidez, adimplência ou até estrada para tanto carro. É linha de crédito, desconto de IPI, isenção para instalação de fábricas, mas nada para mexer na gigantesca margem de lucro, essa sim digna de crítica. Não diga que gera emprego, para o seu próprio bem, senão vai tombar de novo. Os empregos são usados para chantagear o governo ao ameaçar os trabalhadores de demissão ao menor sinal de estagnação de vendas. E nem ameaçam, na maioria das vezes. Demitem milhares sem qualquer receio ou retaliação. Não diga que reduziram a carga horária, como fizeram na Alemanha. Isso é outra história e sequer foi implementada e nem seus efeitos são conhecidos no Brasil. Pois é, Eduardo, as montadoras não abaixam suas margens nem melhoram a qualidade porque o governo não se coça para isso. A legislação brasileira permite que elas remetam seus lucros para as matrizes no exterior. O governo permite isso. Nós pagamos para os produtos serem mais baratos lá fora por causa do governo e, em vez de consertar isso, arrocha o cidadão. O custo baixa para as montadoras e grandes empresas, seja por esses incentivos burros, essa legislação estúpida e prejudicial e até pela escala de produção (quanto maior a produção menor o seu custo), mas o valor final para o consumidor só cresce. Para qualquer produto. QUALQUER PRODUTO. O governo só incentiva grandes empresas, mas deveria era trabalhar para o micro e pequeno empresário, fomentar o micro crédito, estimular a desconcentração de renda. Mas não faz isso. E eu que sou o omisso? Que não gosto de pagar imposto? Que quero exinguir imposto? Por falar em omissão, você é que nada disse sobre seu pápi curtir filmes isentos de impostos, aqueles com tapa olho e papagaio no ombro. Ele gosta pagar imposto? E você gosta?

      • Márcio Ferreira Postado em 20/Jul/2015 às 11:14

        Ah sim. Não há qualquer contradição em eu dizer que pagaria 100% da renda em tributos se recebesse tudo do governo. Quisera eu não ter que me preocupar com dinheiro. Contradição seria se eu defendesse impostos mas sonegasse. Não, isso seria maucaratismo...

      • Eduardo Ribeiro Postado em 20/Jul/2015 às 11:28

        Bem...conforme já desmistifiquei o achocolatado, desmistifiquei tambem o problema dos automoveis. Agora deixa de mimimi...você trouxe o lixo da lista não como informação, foi apenas para causar. "Vejam..somos explorados, olhem o imposto dos fundamentais automovel, biscoito e açucar". Poucas coisas são tão nitidas no "classe media way of life" e no "classe media sofre" do que reclamar de impostos, especialmente de itens supérfluos e mantenedores de status. Compreenda: você trouxe essa porcaria de lista pra CAUSAR, como se ela fosse "O" problema do Brasil. E pros verdadeiros problemas, você vira a cara. Lucro colossal, ofensivo de montadoras? "ainnn, qual o problema? não vejo problemas nisso..". Claro que não vê. Você se identifica com a ideologia do explorador, da elite. Pediu encarecidamente para que eu parasse de critica-los, não foi isso? E sobre pobre pagar MUITO mais imposto do que rico? "ainnn você confunde as coisas....". Nem me surpreende. Você está inconformado que eu não critico pobre. E quais os problemas do Brasil? "ainn os impostos do achocolatado e do automóvel..são fundamentais, indispensáveis". AONDE que açucar e carro são fundamentais??? É cansativa demais essa balela liberalóide fã do estado mínimo, "os petralhas não me deixam ter Iphone e Nescau porque cobram muitos impostos do meu suado dinheiro". Mas a verdade é que o mundo não gira em torno do seu umbigo. Não, você não é (só) omisso. Se fosse apenas omisso/peso morto estava bom. Você REMA CONTRA. Ao defender que "impostos são um absurdo, tem que reduzir/acabar", SABOTA qualquer esforço no sentido de reduzir a miséria nacional. Some isso ao protecionismo da elite que você prega ("ainn não critique a elite, nem o lucro exorbitante dos bilionários"), ao seu desprezo aos pobres ("ainn critique mais os pobres...e foda-se se pagam mais impostos que ricos") e ao seu umbiguismo ("ainn meu automovel fundamental e meu indispensável Nescau..."), e temos o reaça perfeito. Parabéns.

      • Eduardo Ribeiro Postado em 20/Jul/2015 às 11:48

        Sobre o micro e pequeno empresário, como gosto de informações completas, gostaria de lembrar que o Brasil, entre os países do G20, é o que possui a maior taxa de empreendedorismo. De nada. E bem...se pagando 30/40% voce reclama o que reclama, traz até uma "lista do mal" para "nos informar" e semear a revolta, "malditos petralhas, olha esse imposto do Nescau....olha o imposto do Iphone....olha o imposto do automóvel...coitadas das montadoras com aquele lucro pornográfico delas"...imagino pagando mais..reclamaria 1700% a mais, queimaria o Impostometro e imprimiria um milhão de cópias da sua lista pra forrar todos os postes e paredes da sua cidade. Lembrando sempre: estamos num país que há pouco saiu do MAPA DA FOME e tem gente reclamando que paga imposto demais em Iphone, em videogame, em Nescau e em automóvel...umbiguismo é mato. Seu mimimi "classe média sofre" já me cansou...

      • Márcio Ferreira Postado em 20/Jul/2015 às 21:59

        Suas habilidades “desmistificatórias” são hilárias. Não entendi até agora por qual motivo se deu a esse trabalho mal feito e embananado ou o motivo de escolher esses 2 itens, mas ainda faltam mais uns 10 da “lista de merda”. Como um sujeito consegue inventar tanta lorota? Tenta, a qualquer custo, imputar a mim palavras que não escrevi, desesperada e desonestamente. Eduardo “fuga ao tema” Ribeiro. Tudo o que você escreve é enviesado, nada é real. Que coisa... Quero que fale mal de gente humilde!? Onde isso está dito? Você nem sabe por que os defende. Peninha? Já te disse, não querem sua peninha, querem cidadania e dignidade, e você não colabora em nada com isso. Saboto combate à miséria!? Rapaz... Quer que eu critique lucros fomentados pelo governo? Mas não eram esses os planos com tantas isenções, descontos, incentivos, linhas de crédito!? Parece até a "mídia golpista", que tanto critica, de tanto que distorce. Não apenas distorce o que lê, mas derruba o tabuleiro, sobe na mesa, mostra os dentes, suja as fraldas e joga as fezes! Mas faz um silêncio ensurdecedor e conveniente sobre os filmes pirataços e livres de impostos dos senhores Luiz Inácio Lula da Silva e seu ex-ministro. Para quem é tão loquaz, está faltando argumento... Cadê? E depois aponta o dedo hipócrita na cara dos outros. Sobre micro e pequeno empresários, você disse que gosta de “informações completas”. Caiu, de novo e estrondosamente, com as nádegas no chão. Essa notícia superficialmente buscada no Google por você está incompleta. Que fonte é? Revista Exame? Portal Sebrae? Uol? É essa pesquisa a que você se refere? Veja no link: http://thegedi.org/countries. Gosta de "informações completas", mas deu uma "googada" bem sem-vergonha e preguiçosa em sites de notícias que não leram o estudo. E quis tirar onda. É assim que você se apresenta como um sujeito crítico e bem informado? Infelizmente, de acordo com o estudo, o Brasil está na 100ª posição do ranking. O site está no idioma imperialista opressor ianque, mas vale a pena se esforçar. O povo brasileiro é sim muito empreendedor e tem um altíssimo índice de percepção para oportunidades, mas isso confirma o que eu disse. O governo não colabora. "Aiiinnn, inimigo do país fica torcendo para tudo dar errado". De forma alguma. Isso é prejudicial para todos nós. Mas nada melhora se taparmos o sol com a peneira. E confesso que me diverti com mais essa sua cagada monumental que o desnudou irremediavelmente. Sua moral acabou. Obrigado, foi divertido.

    • jorge Postado em 16/Jul/2015 às 11:36

      Falou tudo João !!!

    • Eduardo Postado em 30/Jul/2015 às 18:52

      A importância desses tributos? A única coisas que esses tributos abusivos fazem é encarecer TUDO no Brasil. E isso prejudica todos os brasileiros. É quase impossível competir em produtos industrializados porque tudo aqui é mais caro e a culpa é do estado jurássico e cobra impostos abusivos a todos os momentos. A menos que você seja um grande empresário amigo do governo e consiga juros subsidiados via BNDES. O protecionismo é um empecilho ao crescimento econômico e todas as nações prósperas se beneficial do livre comércio.

  33. Renato Postado em 16/Jul/2015 às 11:19

    Acho que não foi exatamente assim. Pelo que ela falou, não ficou claro se fui um mero caso de quem voltou com um PC do exterior e não quis declará-lo. Ela deu a entender que saiu do Brasil com ele (comprado aqui, ou já nacionalizado anteriormente), e que um erro de algum funcionário, ela foi taxada novamente. Há de se conferir o que de fato aconteceu, antes de se presumir a índole de alguém. Se vale pro menino no poste, vale para a atriz de Tv também - guardadas as devidas circunstâncias, obviamente).

    • Rodrigo Postado em 16/Jul/2015 às 11:30

      (Outro Rodrigo) Bem lembrado, Renato, mas a atitude vezeira é submeter os fatos a uma interpretação utilitarista: "se a mim for útil, não tem mal eu fazer o que critico". Ao fim, pois, cada um defenderá seu "pré-conceito" (assim grafado propositalmente), seu prejulgamento, seja quem amarra pessoas em postes, quem as lincha, seja quem expõe fotos e fatos ao seu bel prazer e se deleita com o linchamento digital (de um ex-Ministro, de uma atriz, de outro qualquer). Como você bem disse, guardadas as devidas proporções, as atitudes se repetem e os respectivos autores se justificam.

  34. Juliana Postado em 16/Jul/2015 às 12:48

    Fatos como este só demonstram o que todos negam. A culpa da corrupção no país é sempre do outro, do vizinho, do cunhado, do PT. A corrupção não está em nós, entretanto subornamos o guarda para não pagar a multa, estacionamos o carro na vaga de deficiente, compramos produtos sem nota fiscal para sonegar impostos. E aí o país é uma merda. Inversão de valores. Regras estão aí para serem cumpridas. Além disso, os impostos altos para importação de produtos visam à valorização dos produtos nacionais.

  35. Ana Maria Postado em 16/Jul/2015 às 12:56

    São pessoas como essa atrizinha que, às vezes, faz o país parecer uma merda.

  36. Leici Postado em 16/Jul/2015 às 13:23

    Consta que Thaila Ayala é de família pobre e já morou em uma favela em Diadema. Pena que ela veja como injustiça o fato de ser barrada pela Receita e não a brutal desigualdade social que ocorre em nosso país, a qual ela própria pode vivenciar na prática.

    • Beto Postado em 16/Jul/2015 às 14:02

      Leici, ninguém condena a taxação, apenas a abusiva que além de impedir o consumo é desproporcional, negativa e com um mínimo de retorno! Isso foi preconceito seu, achar que atriz teria consciência social por ser de origem humilde, além de a conceituar errado o protesto da atriz, que mesmo desrespeitoso, não deixa de ser válido e nenhum momento rejeitou a taxação, apenas a desproporcionalidade. Você fala como se todo capital proveniente da tributação fosse revertido em para o povo, sabemos que a historia é bem outra.

      • Leici Postado em 16/Jul/2015 às 23:07

        Pensando bem, acho que Thaila está certa. Se a Globo não paga seus impostos, porque ela tem que pagar?

      • Meire Postado em 18/Jul/2015 às 03:39

        Leici, sou obrigada concordar com você! Tanta coisa que não se declara no país.

  37. Carlos Augusto Normann Postado em 16/Jul/2015 às 13:42

    só tenho uma coisa a falar: "Atriz de m....". Quando o erro lhe serviu, ficou quietinha...

  38. MARILDA CAMPOS Postado em 16/Jul/2015 às 15:12

    Atriz????????

  39. Duarte Postado em 16/Jul/2015 às 21:24

    Sabe por que ela nao vai morar la fora, naquele pais ,maravilhoso, por que la ela talvez passe fome ou tenha que mudar de profissao

  40. Carlos Postado em 16/Jul/2015 às 22:09

    Esses pessoas que costumam dizer país de merda, que brasileiros não presta, que o Brasil não tem jeito, normalmente são as piores pessoas, no mínimo é hipócrita. Não é a primeira que é pega burlando a lei e xingando o país, o pior tipo de gente é o que age como essa aí.

  41. Wylie Postado em 16/Jul/2015 às 22:19

    Ja aconteceu cmg de cobrarem taxa de algo que eu já tinha comprado a anos. O erro foi facilmente corrigido.

  42. Carlos Morelli Postado em 16/Jul/2015 às 22:20

    Papo furado. Ela esta errada. É do tipo vira lata. Coloca sempre a culpa nos outros. Errou pagou. Sem essa de , sou amiga de fulano ou de ciclano, é injusto ou qualquer outra coisa. Gente decente, assume, paga e se tiver sendo lesada, recorre e fim de conversa e isso em qualquer lugar do mundo.

  43. Ana Cordeiro Postado em 16/Jul/2015 às 22:31

    Nas poucas vezes que viajei ao exterior declarei o que levava para não ter que pagar imposto na volta. Simples! No caso de bens a declarar acima da cota, o próprio passageiro preenche a declaração. Simples! Na hora de pagar deve conferir o imposto que está pagando. E se traz bens e não declara (tipo, sonegou), tem imposto e multa. E a multa é alta. No mais, a explicação da mocinha tá meio torta. Só não vamos pedir a ela pra explicar novamente, isso já tá chato demais.

  44. Vinicius Postado em 17/Jul/2015 às 01:54

    Se houve erro com a Receita Federal ela que busque seus direitos. Mas depreciar o país que ela mesma é cidadã é muita falta de caráter e educação. Vai ver é só para chamar atenção mesmo pela falta de relevância nos seus trabalhos visto que os coxinhas adoram atitudes como a dela. (Outro Vinicius)

  45. Luis Postado em 17/Jul/2015 às 07:56

    Estou dividido entre simpatizar e antipatizar com a atriz. A carga tributária sobre importados é surreal mesmo e muito injusta. Mas se é lei , tem que obedecer pô. Ela dizer que o Brasil é um país de merda ao mesmo tempo que pratica um comportamento corrupto é hipocrisia. Detalhe: já que ela estava nos USA bem que podia dar uma olhada para como eles tratam essa questão lá, a Receita americana é uma das mais impiedosas e rigorosas do mundo. Un comportamento semelhante ao dela lá dava cadeia!

    • Meire Postado em 18/Jul/2015 às 03:33

      Pensei exatamente do mesmo jeito. E se fosse daqui para lá, ela seria tratada rigorosamente impiedosa?!

      • Beto Postado em 19/Jul/2015 às 01:38

        Muito válido!

  46. Rafael Postado em 17/Jul/2015 às 08:40

    Ela com essa cara e atitudes de BOSTA chamando esse país maravilhoso de merda... Mulher escrota, vai cortar grama no Texas e ser PUTA em londres.

    • eu daqui Postado em 17/Jul/2015 às 09:01

      E vc aqui nesta merda deve ser traficante pra considerar esse covil um país. VAI TRABALHAR BOLSISTA, QUE VC VAI VER QUE BELEZA É A SUA BOSTA DE NAÇÃO.

  47. enganado Postado em 17/Jul/2015 às 15:34

    NaroX vc está dizendo isto porque qdo chegas na alfandega mostra a carteira do PSDB_c/a foto do FHC (maior ladrão-corno da amante), aí as portas se abrem pra tudo. Quem mandou "A atriz " esquecer a carteira de filiada ao PSDB e/ou da rede gRoubo? Qdo isto acontece é tachada de um dos 6P´s: POBRES/PUTAS/PRETOS/PETISTAS/PROFESSORES/PAPA, ou seja, paga filinha e paga mesmo!

  48. Meire Postado em 18/Jul/2015 às 04:08

    Elucubrar? Gostei... Talvez foi o que faltou a atriz antes de midiar seu próprio desabafo. Precisa de um PR urgente, assim como recentes manifestações artísticas como do cantor Michêl Teló.

  49. Meire Postado em 18/Jul/2015 às 06:04

    Estou aguardando a liberação do meu comentário. É possível ou já estou sendo "boicoitada"? Ô país de m... mesmo!

  50. Meire Postado em 18/Jul/2015 às 06:48

    Daria um braço se essa matéria só rendeu tantos comentários, porque a atriz é uma mulher bonita e chama a atenção. Diferente do que pude observar, por exemplo, naquela do qual Keiko Ota defende ou justifica porquê o homem bate em mulher. No tocante ao Brasil, a única mercadoria de exportação que sei mundialmente conhecida e que não tem tributação "taxada" é a mesma desde sempre, como podem ver no link: h t t p : / / w w w . p u r e b r e a k . c o m . b r / n o t i c i a s / t h a i l a - a y a l a - e - f i o r e l l a - m a t t h e i s - f i c a m - n u a s - e - p o s a m - s e n s u a i s - p a r a - l i v r o - d e - f o t o g r a f o - b r a s i l e i r o / 1 6 0 9 6 (na minha humilde opinião, fotografias lindas e mulheres com corpos esculturais). Então, não venham com falácias de quem parece viver submersos em barris, com pompa de pseudo sábios marginalizar ou discriminar atitudes de x, y e z como quem não pode fazer nada a respeito. Concordo com a senhorita Ayala, nascida de Presidente Prudente, interior de S. Paulo, esclarecendo aos desavisados que diziam de origem de Diadema, grande ABC de S. Paulo, que esse é um país de merda. Hipocrisia discordar, onde tudo parece girar para o bem de poucos, sacrificando um povo que paga impostos questionando ou não seu destino e ainda sim não mostra um sinal de que chegara um dia ser um país que dará orgulho a todos. Aqueles que podem, fogem mesmo, como recentemente declarou José Padilha que o senhor Gilberto Gil foi flagrado assistindo DVD pirata do seu filme Tropa de Elite ou porquê ele teve que morar fora do país devido às ameaças recebidas por falar mal do Brasil. Tenham uma boa vida, se puderem!

  51. soda cáustica Postado em 19/Jul/2015 às 11:25

    Ela é chilena... Por que não volta pra lá ?

  52. Milton Quadros Postado em 11/Aug/2015 às 08:51

    kkkk qualquer atriz de respeito, por um bem de valor tão baixo, evitaria qualquer confusão. Tava de jatinho? Não de avião tipo buzú, lotado com os pobres da Dilma.

    • soda cáustica Postado em 11/Aug/2015 às 20:55

      Ela agora tá tentando o Neymar, Milton... Aí rola o jatinho...

  53. soda cáustica Postado em 15/Aug/2015 às 11:54

    OW polonês de mentira... Você revelou o SEU jeito de pensar ! E não o meu...