Redação Pragmatismo
Compartilhar
EUA 02/Mar/2015 às 12:53
9
Comentários

Policiais executam morador de rua nos EUA em público e à luz do dia

Morador de rua é executado por policiais em Los Angeles à luz do dia. Vídeo que flagrou o assassinato já foi compartilhado mais de 250 mil vezes em menos de 24 horas

morador rua policial eua mata
Homem que filmou as cenas de violência diz que policial negro atirou no morador de rua, mas imagens revelam que os tiros foram disparados por outros policiais (Reprodução/Facebook)

Três policiais de Los Angeles mataram, no último domingo, um morador de rua. A execução foi filmada por um pedestre e o vídeo já foi compartilhado mais de 250 mil vezes em menos de 24 horas. Pouco depois do fato, o homem foi declarado morto no local.

A polícia ainda não confirmou se o homem estava armado, mas um porta-voz disse que policiais atendiam a um chamado de roubo na região.

O departamento de polícia disse que os oficiais tentaram usar um equipamento de choque elétrico para dominar o suspeito, mas que ele “continuou brigando e resistindo”.

Ainda no vídeo, uma mulher é vista pegando um cassetete e uma voz, ao fundo, dizendo “Dê o meu bastão”. Vários policiais, então, tentam controlar a mulher, no primeiro plano do vídeo. A ação acaba encobrindo parcialmente o que acontece com o homem ao fundo.

Segundo a versão da polícia de Los Angeles, três agentes, um sargento e dois oficiais atiraram contra o homem quando ele “tentou retirar a arma de um deles durante o incidente”.

Tensão racial

No ano passado, a morte de homens negros desencadearam semanas de protestos nos Estados Unidos.

O caso Michael Brown – um jovem de 18 anos, desarmado, morto por um policial em Ferguson, Missouri, em agosto – gerou protestos por todo o país.

Em janeiro, novas tensões quando policiais em Nova Jersey foram flagrados matando um homem negro que descia de um carro com as mãos para cima.

VEJA TAMBÉM: O que é ser negro nos Estados Unidos

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Marcoux Postado em 02/Mar/2015 às 14:27

    O homem parecia procurar uma arma. Policiais sao treinados para atirar para nao morrer. Por que. vcs sao sempre tao tendeciosos com tudo. que. eh relacionado aos Estados Unidos? precisam termais isencao. Manterem a neutralidade para serem criveis.

    • Felipe Postado em 02/Mar/2015 às 15:41

      Em nenhum momento eu vi ele tentar pegar a arma do policial, até porque não dá pra ver o que o homem está tentando fazer na hora dos tiros. Além do mais, o homem estava no chão dominado por 3 policias, precisavam mesmo atirar? E como vc conseguiu ver o homem buscando uma arma se a visão fica encoberta nesse momento? Visão de raio-x??

    • Paulo Rozendo Ferreira Postado em 02/Mar/2015 às 18:34

      É incrível que 3 policiais não conseguir controlar um homem, é inadimisível

  2. lucas Postado em 02/Mar/2015 às 15:27

    um homem no chão sendo seguro por outros 4 e ainda assim precisaram de atirar??... querem subestimar nossa inteligência!

  3. odenicio Postado em 02/Mar/2015 às 16:49

    Estamos vivendo a época da mais brutal escuridão contra o ser humano, aplicada pelo Estado. Casos e mais casos de violência por parte da polícia estão sendo registrados nos estado Unidos, está parecendo que existe um código de limpeza étnica. Todos a queles que é taxado como escoria da sociedade deve ser extirpado do convivo humano das grandes cidades. Estão usando a teoria conglobante, o carrasco, e a polícia em nome do Estado, podem matar que estarão isentos de penalidades por que estão cumprindo a lei. Será que o ser humano deve ser tratado com tanta violência, ou ha um despreparo por parte dos agentes ? Estamos diante de crimes terrível que está acontecendo na Nação mais poderosa do mundo. A verdadeira casa dos direitos humanos, o país das liberdades fundado encima de princípios Bíblicos. A vida de seus cidadão não vale absolutamente um nada, ou querem fazer uma limpeza? Estamos vivendo o tempo do fim, ou estamos vivendo o fim dos tempos. América, cade o verdadeiro sonho de liberdade tão falado por todos, ou só no cinema que se monstra o verdadeiro conto de fadas. A pena de morte está saindo dos calabouços penais, e indo para as ruas banalizando a violência pelo próprio Estado. Sendo que o Estado é o único que tem o dever de não banalizar a violência.

    • Vinicius Postado em 02/Mar/2015 às 18:53

      Infelizmente não só por parte do Estado, desde a época medieval, não se vê tanta violência gratuita, as pessoas estão tensas e neuróticas, prontas para "perder as estribeiras" a qualquer momento... Com relação ao caso em si e principalmente, para quem esta dizendo que, "o rapaz estava tentando buscar algo" mesmo sem dar para ver nada, existem casos relacionados, não foi pego um caso isolado e feito um sensacionalismo em cima do mesmo, apenas existe o racismo, simples assim...

  4. Selton Postado em 02/Mar/2015 às 18:30

    Impossível alguém resistir a uma descarga elétrica de uma "tazer" ou algo parecido e ainda assim continuar "brigando e resistindo".

  5. Thiago Teixeira Postado em 02/Mar/2015 às 18:33

    Não consegui entender o motivo do disparo, o morador de rua não esboçou nenhum movimento suspeito. Depois a polícia brasileira que é despreparada.

  6. Aristóteles Postado em 03/Mar/2015 às 23:30

    Senhores: nada de anormal. Trata-se apenas de policiais cumprindo a "nobre missão" de eliminar mais um civil. De preferência negro e/ou pobre. Isso acontece, amiúde, também aqui no Brasil. Ou não? Lembrem-se: em matéria de violência, nada melhor que os norte-americanos para nos ensinar!