Redação Pragmatismo
Compartilhar
Redes Sociais 31/Mar/2015 às 20:00
16
Comentários

Instagram censura foto de jovem menstruada

“Menstruação ainda é tabu”, diz garota que teve foto apagada no Instagram. Artista paquistanesa divulgou imagem na cama com mancha de sangue e foi censurada na rede social, que depois voltou atrás e permitiu a publicação

instagram censura foto mulher menstruada

Revista Fórum

Rupi Kaur, uma poeta paquistanesa que vive em Toronto (Canadá), junto com sua irmã Prabh, decidiu levar para as redes sociais cenas que toda mulher conhece bem nos dias de menstruação. Numa série fotográfica chamada Period (menstruação em inglês), as duas pretendiam trazer à tona o que acreditam ser “ainda um tabu em nossa sociedade”, como explicou a artista.

E quando a foto foi para o Instagram, deu para ver que Rupi tinha razão. Segundo ela, as fotos foram borradas duas vezes, porque estariam desobedecendo a política da empresa. Depois o Instagram admitiu o erro e recolocou no ar.

À BBC, Rupi disse que enquanto as mulheres apareçam nas redes sociais nuas ou com poucas roupas, como meros objetos sexualizados, algo tão natural como a menstruação feminina causa incômodo e se transforma em algo proibido.

Segundo ela, o objetivo era justamente chamar a atenção para essa situação. “Meu desejo é que a sociedade se pergunte sobre o porquê de o tema da menstruação causar tanto incômodo. Quero mostrar a ignorância e a misoginia que o cerca.”

As fotos provocaram um tipo de resposta que era exatamente o que eu estava tentando criticar: uma reação de ódio. Meu desejo é apenas que algo normal seja encarado como é: algo normal”, disse.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. poliana Postado em 31/Mar/2015 às 20:45

    pra que se expor assim? eu não postaria uma foto minha assim na rede, de forma alguma...desnecessário, na boa! não é questão de ser tabu, é q eu acho uma super exposição desnecessária mesmo. mas enfim...

    • Luis Postado em 01/Apr/2015 às 08:34

      "Tá virando" tablóide barato? Sei não.

    • poliana Postado em 01/Apr/2015 às 09:27

      naro, seu ódio ao pt está atingindo o pragmatismo político tb. o site apenas ecoou um trabalho de uma artista paquistanesa, acerca de um assunto q gerou polêmica! n foi o pp q tirou a foto da menina e publicou na net pra ver o q aconteceria. menos cara, vc já tá ficando paranoico com tanto ódio! e olha, n sou paquistanesa, n fiz um discurso de ódio como a autora do trabalho previu, mas achei uma exposição absolutamente desnecessária, e algo anti higiênico. menstruar é algo íntimo e peculiar à mulher. n é algo pra se expor numa rede social. mas enfim...

  2. Diogo Postado em 31/Mar/2015 às 20:52

    o mundo entupido de "questionamentos" infantis. Tabu ? antigamente se mostrava o lençol manchado para a sociedade, grandes coisas. E qual sociedade é a nossa ? a paquistanesa ou canadense ?

  3. Diogo Postado em 31/Mar/2015 às 20:56

    A ejaculação também é um tabu, defecar também, por que não postar uma foto todo mijado ? A sociedade mais cretina do mundo está surgindo, onde pais não educaram os filhos que só aprenderam a "questionar", mesmo que de maneira estúpida.

    • Guilhermo Postado em 01/Apr/2015 às 09:23

      Ia comentar a mesma coisa. Fluidos corporais não devem ser mostrados nas redes sociais porque existe algo chamado bom senso.

  4. José Ferreira Postado em 31/Mar/2015 às 23:09

    Sem comentários. Apesar do fato de eu escrever "sem comentários" já ser um comentário.

  5. Samael Postado em 31/Mar/2015 às 23:53

    Cadê o "Onda Vermelha" pra comentar?!

  6. Junipero Postado em 01/Apr/2015 às 07:58

    Acho que ela se referindo a um fato que os brasileiros parecem desconhecer, mesmo estando no titulo da noticia: “artista PAQUISTANESA tem foto censurada...” para quem não sabe, Paquistão é um pais predominantemente muçulmano, e para quem também não sabe, o Paquistão esta na lista dos piores países para uma mulher. A menstruação em si, para quem não entende linguagem simbólica, não está falando do fluxo do sangue exatamente (ela é uma artista), mas sim, revela as particularidades da fisiologia feminina barradas até pelo alcorão por se tratar de “impuras” num pais onde o Taliban tentou matar a estudante de 15 anos de idade Malala Yousafzai porque ela lutava pela educação feminina no Paquistão. Só em 2008, o Talibã destruiu mais de 150 escolas para coibir a educação feminina. No Paquistão, crimes de honra, casamentos forçados, tráfico de mulheres, estupros e ataques com ácido são perturbadoramente comuns. Além do mais, não é só violência física: um estudo das Nações Unidas concluiu que 90 por cento das mulheres paquistanesas são verbalmente e mentalmente abusadas por homens em suas próprias famílias. O problema é que nossa sociedade esta contaminada com hábitos reprováveis onde meninas de quatorze anos tiram fotos seminuas em redes sociais e todo mundo acha lindo, pois em vez de festejar sua liberdade elas procuram descer a nível de objeto, numa disputa infantil e desenfreada busca por atenção a fim de tapar o vazio das próprias almas.

  7. Rodrigo Postado em 01/Apr/2015 às 09:05

    (Outro Rodrigo) Respeito entendimentos em contrário, respeito quem questiona os limites da arte - já tivemos mesmo o Dadaísmo. E, no meu caso específico, achei que o "chocante" em questão mais traz um sentimento de repulsa, de asco (não quanto à pessoa da artista/ativista, mas quanto à exposição de seus fluidos corpóreos), acabando por distanciar a imagem e a intenção do fundo de direito reinvidicado. Fica a imagem em questão, ela é levada ao cerne da discussão, pouco se falando sobre o combate à violência contra a mulher. Do latim, "abyssus abyssum invocat": um abismo chama outro abismo.

  8. MARIA Postado em 01/Apr/2015 às 10:53

    TUDO PODE VIRAR ARTE! ATÉ FLUIDOS CORPORAIS! DEPENDENDO DO PONTO DE VISTA.ESSA PODE TER O TITULO " A MULHER MESTRUADA". GOSTOU?

    • poliana Postado em 01/Apr/2015 às 10:55

      hummmm...não, maria. rsrsrs...certas coisas a gente mantém no âmbito da intimidade mesmo! rs

      • MARIA Postado em 01/Apr/2015 às 11:10

        POR FAVOR "MARIA" PARA NÃO ME CONFUNDIREM COM A " maria vai com as outras "!

      • poliana Postado em 01/Apr/2015 às 11:27

        eu sei..vc só escreve em caps lock aki. rsrsrs

  9. Gustavo Postado em 01/Apr/2015 às 14:16

    Uma das materias mais ridiculas e desnecessarias que ja li.

  10. Felipe Postado em 01/Apr/2015 às 18:59

    É uma bosta quando o site deixa de ser informativo e passa a ser sensacionalista. O título da notícia dá a entender que o Instagram é uma rede social que odeia mulheres, quando na verdade ele teria censurado a foto se ela tivesse mijada, cagada, vomitada e etc, porque essa é a política da rede. Ela quer levar a mensagem de opressão para o mundo? Ótimo! Mas não culpe alguém (ou uma rede, no caso) de opressão quando na verdade não é isso que tá acontecendo.