Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mídia desonesta 31/Mar/2015 às 11:33
13
Comentários

G1 vê diferenças entre apanhados com drogas

G1 divide o universo dos apanhados com drogas. Por que jovens de classe média flagrados com 300 quilos de maconha não são considerados traficantes?

g1 drogas preconceito traficantes
Títulos do G1 para se referir a pessoas apanhadas com drogas (Imagem: JornalismoB)

Uma imagem divulgada no Facebook pela página JornalismoB retrata como a mídia tradicional reforça, cotidianamente, preconceitos e estereótipos através de suas abordagens pouco honestas.

Para o portal G1, site de notícias da Rede Globo, um grupo preso com 300 quilos de maconha no bairro da tijuca, Rio de Janeiro, no último dia 27, merece ser chamado de ‘jovens de classe média’. Uma semana antes, o mesmo portal identificou como ‘traficante’ um homem preso em um bairro periférico da cidade Fortaleza-CE com 10 quilos de maconha.

Na lógica do referido veículo de comunicação, portar 300 quilos de maconha não configura tráfico de drogas – ao menos no título da notícia – desde que você seja branco, rico ou de classe média. Foi assim que o caso do helicóptero dos Perrella, de Minas Gerais, flagrado com 450 quilos de pasta base de cocaína sumiu do noticiário e nunca foi encarado com a seriedade necessária.

Durante o incidente do Rio de Janeiro foram também apreendidos com os traficantes duas pistolas e quatro carregadores, mas a informação foi omitida da chamada da matéria e só é possível lê-la dentro do conteúdo. No caso de Fortaleza, por sua vez, o portal destacou que o traficante preso portava uma pistola 380.

Ao se deparar com as distintas abordagens do G1, a historiadora Conceição Oliveira questionou, em seu blog, o senso de justiça e de moralidade seletivos dos ‘defensores dos bons costumes’. “[a expressão] bandido bom é bandido morto vale pra ‘jovens de classe média carioca com 300 kg de maconha ou a pena de morte é apenas para o bandido pobre e possivelmente negro que carrega 30 vezes menos a quantidade de maconha que os ‘jovens de classe média’?”

Como disse a escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, em texto publicado no The New York Times, o Brasil ainda vive um processo de negação que é reforçado pelos grandes veículos de imprensa. E assim continuaremos enquanto minimizarmos os preconceitos e isentarmos de responsabilidade uma mídia que, até em pequenos detalhes, dissemina segregação.

Pragmatismo Político

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Beto Postado em 31/Mar/2015 às 12:04

    E o helicóptero que foi flagrado com 450 quilos de Cocaína? Vocês mesmo da imprensa são omissos para esta caso. Ninguém fala mais, e a droga deve estar sendo distribuída!

    • poliana Postado em 31/Mar/2015 às 20:04

      oi????se vc se refere ao caso perrela, o pragmatismo falou e muito a respeito. quem omitiu foi a grande mídia, por razões óbvias, né?

  2. Thiago Teixeira Postado em 31/Mar/2015 às 12:27

    E ainda querem Pena de Morte e Redução da Maioridade Penal. A lei no Brasil e repercussão só valem para pobre, preto e petista. Ou não é reacionários (as) de plantão?

  3. José Galberto Postado em 31/Mar/2015 às 13:03

    Vejo nada demais, apenas sendo noticiada uma notícia que é fora do comum por isso a ênfase da classe social que o traficante provém, já que no senso popular diz que todo traficante vem de favela.

    • Eduardo Ribeiro Postado em 31/Mar/2015 às 17:50

      Então necessariamente teria que ser escrito "traficantes de classe média". Para manter o padrão.

  4. Gustavo Postado em 31/Mar/2015 às 13:18

    Fora Rede Globo!

  5. Itamar Postado em 31/Mar/2015 às 13:39

    Já que você pediu André, está aí a matéria pedida, no entanto, não vou comentar as suas ofensas.... http://www.pragmatismopolitico.com.br/2015/03/racismo-menino-negro-e-expulso-de-loja-em-rua-luxuosa-de-sao-paulo.html

  6. Elias Postado em 31/Mar/2015 às 13:58

    Eita André, podia ter ido dormir sem essa hein...

    • poliana Postado em 31/Mar/2015 às 20:06

      o q houve? n peguei a pérola do andré..me conta...

  7. Crimson Postado em 31/Mar/2015 às 14:09

    perigosíssimo, já rastreamos sua localização e estamos mandando a armada cubana praí, toma cuidado.

  8. Ricardo Postado em 31/Mar/2015 às 17:12

    Então não seriam "traficantes de classe média" ao invés de "jovens de classe média"?!

  9. vilmar Postado em 31/Mar/2015 às 18:56

    vejo isso todos os dias no programa do datena e em varios outros programas de televisão, quando ele vai falar de um crime cometido por um negro, ele esculacha... pede pena de morte, prisão perpetua, e leis rigorosas, mas quando ele fala de um crime cometido por um branco, ele muda totalmente a postura, ele começa a falar: nossa... olha um sujeito bonito branco, deveria não está nesta vida, ai depois pergunta se o suposto criminoso branco não tem problemas mentais, e sugere que o criminoso passe no psiquiatra antes de ser conduzido pra cadeia...

  10. poliana Postado em 31/Mar/2015 às 20:05

    rodrigo, tu é hipócrita demais viu!!!!!!!!!! impressionante!!!!!!!!!!!!!!!!