Redação Pragmatismo
Compartilhar
Protestos 09/Mar/2015 às 09:00
54
Comentários

13 de março será dia de mobilização pela Reforma Política

Manifestações por direitos trabalhistas, pela democracia, pela Petrobras, pela Reforma Política e contra o financiamento empresarial de campanha acontecerão nesta sexta-feira, dia 13. Em São Paulo, o ato será às 16 horas no MASP

protestos 13 de março brasi
Movimentos organizam jornada de lutas em defesa de direitos e da Petrobras no dia 13

Diversas organizações sindicais e movimentos sociais irão realizar no dia 13 de março um dia nacional de lutas por todo o país em defesa de direitos, da Petrobras, da democracia brasileira e pela Reforma Política (confira locais e horários abaixo).

Em São Paulo, o ato irá ocorrer ás 16 horas no MASP e a expectativa é reunir mais de 40 mil pessoas. Entre as organizações participantes, estão o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Federação Única dos Petroleiros (FUP), Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), União Nacional dos Estudantes (UNE ), entre outros. As organizações criaram um manifesto no qual defendem os pontos da jornada.

Em relação aos direitos dos trabalhadores, os movimentos vão lutar para que estes permaneçam intactos. “As MPs 664 e 665, que restringem o acesso ao seguro desemprego, ao abono salarial, pensão por morte e auxílio-doença, são ataques a direitos duramente conquistados pela classe trabalhadora. Se o governo quer combater fraudes, deve aprimorar a fiscalização; se quer combater a alta taxa de rotatividade, que taxe as empresas onde os índices de demissão imotivada são mais altos do que as empresas do setor”, diz a nota.

A Petrobras, de acordo com os movimentos, não pode ser inviabilizada e sucateada para dar lugar às empresas estrangeiras. A Petrobras é a empresa que mais investe no Brasil: R$ 300 milhões, 13% do PIB nacional. Além disso, ela é a responsável por 86 mil empregos diretos.

Quanto às investigações de corrupção na empresa, os movimentos acreditam que todos que forem provados culpados devem ser punidos. “Defender a Petrobras é, também, defender a punição de funcionários de alto escalão envolvidos em atos de corrupção. Exigimos que todos os denunciados sejam investigados e, comprovados os crimes, sejam punidos com os rigores da lei. Tanto os corruptores, como os corruptos. A bandeira contra a corrupção é dos movimentos social e sindical. Nós nunca tivemos medo da verdade”.

As organizações afirmam que defender a democracia é lutar por uma reforma política. Neste sentido, a principal proposta defendida por elas é que o financiamento das campanhas seja público e que não haja interferência das empresas no processo eleitoral, além de uma maior representação democrática de mulheres, negros, indígenas e minorias no Congresso.

Este por sua vez, atento à pressão popular para a execução de uma reforma, já começa a criar propostas de contrareforma política como a que institucionalizaria o financiamento privado de campanhas.

“Para combater a corrupção entre dirigentes empresariais e políticos, temos de fazer a Reforma Política e acabar de uma vez por todas com o financiamento empresarial das campanhas eleitorais. A democracia deve representar o Povo. Não cabe às grandes empresas e as corporações aliciar candidatos e políticos para que sirvam como representantes de seus interesses empresariais em detrimento das necessidades do povo”, afirma o manifesto.

Confira a íntegra do manifesto:

DIA 13 DE MARÇO – DIA NACIONAL DE LUTA EM DEFESA:

– Dos Direitos da Classe Trabalhadora

– Da Petrobras

– Da Democracia

– Da Reforma Política

CONTRA O RETROCESSO!

Um dos maiores desafios dos movimentos sindical e social hoje é defender, de forma unificada e organizada, o projeto de desenvolvimento econômico com distribuição de renda, justiça e inclusão social. É defender uma Nação mais justa para todos.

Defender os Direitos da Classe Trabalhadora

A agenda dos trabalhadores que queremos ver implementada no Brasil é a agenda do desenvolvimento, com geração de emprego e renda.

Governo nenhum pode mexer nos direitos da classe trabalhadora. Quem ousou duvidar da nossa capacidade de organização e mobilização já viu do que somos capazes.

Defender os trabalhadores é lutar contra medidas de ajuste fiscal que prejudicam a classe trabalhadora.

As MPs 664 e 665, que restringem o acesso ao seguro desemprego, ao abono salarial, pensão por morte e auxílio-doença, são ataques a direitos duramente conquistados pela classe trabalhadora.

Se o governo quer combater fraudes, deve aprimorar a fiscalização; se quer combater a alta taxa de rotatividade, que taxe as empresas onde os índices de demissão imotivada são mais altos do que as empresas do setor, e que ratifique a Convenção 158 da OIT.

Lutaremos também contra o PL 4330, que da maneira como está impostolibera a terceirização ilimitada para as empresas, aumentando osubemprego, reduzindo os salários e colocando em risco a vida dos/as trabalhadores/as.

Defender a Petrobras

Defender a Petrobras é defender a empresa que mais investe no Brasil – mais de R$ 300 milhões por dia – e que representa 13% do PIB Nacional. É defender mais e melhores empregos e avanços tecnológicos. É defender uma Nação mais justa e igualitária.

Defender a Petrobras é defender um projeto de desenvolvimento do Brasil, com mais investimentos em saúde, educação, geração de empregos, investimentos em tecnologia e formação profissional.

Defender a Petrobras é defender ativos estratégicos para o Brasil. É defender um patrimônio que pertence a todos os brasileiros e a todas as brasileiras. É defender nosso maior instrumento de implantação de políticas públicas que beneficiam toda a sociedade.

Defender a Petrobras é, também, defender a punição de funcionários de alto escalão envolvidos em atos de corrupção. Exigimos que todos os denunciados sejam investigados e, comprovados os crimes, sejam punidos com os rigores da lei. Tanto os corruptores, como os corruptos. A bandeira contra a corrupção é dos movimentos social e sindical. Nós nunca tivemos medo da verdade.

Defender a Petrobrás é não permitir que as empresas nacionais sejam inviabilizadas para dar lugar a empresas estrangeiras. Essas empresas brasileiras detêm tecnologia de ponta empregada na construção das maiores obras no Brasil e no exterior.

Defender a democracia é defender Reforma Política

Fomos às ruas para acabar com a ditadura militar e conquistar a redemocratização do País. Democracia pressupõe o direito e o respeito às decisões do povo, em especial, as dos resultados eleitorais. A Constituição deve ser respeitada.

Precisamos aperfeiçoar a nossa democracia, valorizando a participação do povo e tirando a influência do poder econômico sobre nosso processo eleitoral.

Para combater a corrupção entre dirigentes empresariais e políticos, temos de fazer a Reforma Política e acabar de uma vez por todas com o financiamento empresarial das campanhas eleitorais. A democracia deve representar o Povo. Não cabe às grandes empresas e as corporações aliciar candidatos e políticos para que sirvam como representantes de seus interesses empresariais em detrimento das necessidades do povo.

No dia 13 de março vamos mobilizar e organizar nossas bases, garantir a nossa agenda e mostrar a força dos movimentos sindical e social. Só assim conseguiremos colocar o Brasil na rota de crescimento econômico com inclusão social, ampliação de direitos e aprofundamento de nossa democracia.

Estamos em alerta, mobilizados e organizados, prontos para ir às ruas de todo o país defender a democracia e os interesses da classe trabalhadora e da sociedade sempre que afrontarem a liberdade e atacarem os direitos dos/as trabalhadores/as.

Não aceitaremos retrocesso!

Confira os horários e locais de concentração para o ato do dia 13 de março:

Alagoas
Maceió – Praça Sinimbú – 9h

Amazonas
Manaus – Concentração na Praça da Polícia – 15h

Amapá
Macapá- Concentração na Praça da Bandeira – 8h
Caminhada até a Praça do Forte – 10h

Bahia
Salvador – Itaigara – Em frente ao prédio da Petrobrás – 7h

Ceará
Fortaleza – Praça da Imprensa – 8h

Distrito Federal
Brasília – Rodoviária – 17h

Espírito Santo
Vitória – Em frente à Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) – 16h30

Goiás
Goiânia – Coreto da Praça Cívica – 10h

Maranhão
São Luís – Panfletagem na Praça Deodoro – 7h
Concentração na Praça João Lisboa e passeata na Rua Grande até o final da mesma rua – Canto da Viração – para o Ato Político – 15h

Minas Gerais
Belo Horizonte – Praça Afonso Arinos – 16h

Mato Grosso do Sul
Campo Grande – Praça do Rádio – 9h

Pará
Belém – Praça da República – 15h

Paraíba
João Pessoa – Em frente ao Cassino da Lagoa – 15h

Pernambuco
Recife – Parque 13 de Maio, Santo Amaro – 7h

Piauí
Teresina – Praça da Liberdade – 15h

Paraná
Curitiba – Praça Santos Andrade – 17h

Rio de Janeiro
Rio de Janeiro – Cinelândia – 15h

Rio Grande do Norte
Natal – em frente à Catedral – 16h

Santa Catarina
Florianópolis – em frente à Catedral – 14h

Sergipe
Aracaju – Praça Camerino – 14h

São Paulo
São Paulo – Avenida Paulista nº 901 – em frente ao prédio da Petrobrás – 15h

Tocantins
Concentração no Posto do Trevo 2, caminhada na Avenida Tocantins, em Taquaralto, até a Praça da Igreja São Jose – 15h30

Brasil de Fato

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. jarau Postado em 09/Mar/2015 às 09:32

    Os coxinhas da burguesia dos bairros ricos pegaram nas panelas não para cozinhar e sim para bater, bairros ^do Morumbi (Aécio), bairros Ipanema, Barra da tijuca (Aécio), em Porto Alegre, Bairros, Moinho de ventos, Bela vista, este são historicamente bairros apoiadores de uma direita reacionária, estes bairros são identificados historicamente com o PP (arena), deveriam bater panelas pela vergonha de todos seus deputados federais do RS do PP estarem envolvidos no roubo na Petrobras, representante desta turma a Senadora ANA AMÉLIA, para lembrar, meia dúzia sé é que bateram panelas aqui em Porto Alegre, estes coxinhas do RS deveriam estar com vergonha, o maior numero de parlamentares envolvidos são do RS e todos do PP ex ( arena).

    • José Ferreira Postado em 09/Mar/2015 às 11:37

      Lá vem os simpatizantes do PT dizerem que os protestos são da "zelite". Eu sou da periferia de São Paulo e escutei as panelas batendo. Na hora fiquei sem entender o que acontecia, até entrar nas redes sociais.

      • Denisbaldo Postado em 09/Mar/2015 às 13:12

        Engraçado, moro no centro de São Paulo, prédios por todos os lados de classe média e média baixa, mas nada vi ou ouvi. Fiquei sabendo somente agora pela mídia. Estranho, não é não?

      • jarau Postado em 09/Mar/2015 às 13:48

        Jose Ferreira, não venhas com estas mentiras, pois você é mais um derrotado, você amassou sua única panela, os coxinhas estão de usando seu trocha, você é mais um da massa de manobra desta elite, que quanto pior melhor, você é mais daqueles que teve emprego no governo do PT, lê um pouco da historia deste pais, na hera dos coxinhas, a inflação nos mês chegava a 40%, estuda um pouquinho para não vir neste espaço falar bobagem.

      • José Ferreira Postado em 09/Mar/2015 às 14:11

        Não sabia que o Jarau era meu vizinho. Eu posso dizer de onde moro e realmente ouvi.

      • Itamar Postado em 09/Mar/2015 às 16:54

        Em Guarulhos, não ouvi nada. Só fiquei sabendo desse negócio de bater panela hoje.

      • luciano Postado em 12/Mar/2015 às 22:47

        Até mesmo a Globo PIG noticiou que a panelite aguda foi em Moema

  2. Alex Postado em 09/Mar/2015 às 09:59

    Pereiras a direita, sabemos, quem corrompeu e/ou foi corrompido deve ser punido pela Justiça, doa quem doer. Dilma foi reeleita, não consta seu nome na Lava Jato nem Furnas entre outros escândalos, diferente dos principais nomes da oposição, pmdb, pp, atolados na lama. Reforma política com financiamento público de campanhas já, é a única forma de cortar maior parte da corrupção. Mas o gilmau não deixa, não quer. Os atolados na lama dificilmente serão punidos, a não ser que sejam do PT, claro, pq nossa justicia tem lado político, ou seja, anti PT. E a Petrobras? Ah essa tem que ser entregue ao patrão e.u.a junto com o pre sal né, porque o Brasil não sabe gerir né globos e afins, né oposição suja, né seus golpistas? E a coxinhada? !

  3. João Paulo Postado em 09/Mar/2015 às 10:16

    Eu sou a favor do PT, mas também não gosto de manifestação que inferniza a vida dos outros. Nisso, os coxinhas foram melhores. Marcaram domingo, sem atrapalhar muito o trânsito, gera menos poluição dos carros, não estressa muito e com maior possibilidade de adesão.

  4. Luis Postado em 09/Mar/2015 às 10:40

    Diferença entre esse protesto e os protestos do dia 15 é que no último as pessoas que estão lá não são militantes organizados nem pagos para estar manifestando.

    • Itamar Postado em 09/Mar/2015 às 16:56

      Luis, nunca ganhei um tostão do PT ou de qualquer um para defender meus direitos ou minha opinião.

    • luciano Postado em 12/Mar/2015 às 22:53

      Luís kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk e ainda o Aécio diz que não irá participar para não parecer que esta patrocinando um "terceiro turno" das eleições, isso ai é o que?? santa hipocrisia!! http://oglobo.globo.com/brasil/psdb-declara-apoio-as-manifestacoes-mas-aecio-diz-que-impeachment-nao-esta-na-agenda-15563053

  5. Pedro Postado em 09/Mar/2015 às 10:41

    Amigo, voce é a favor do financiamento empresarial das campanhas eleitorais? Se não é, deixa os caras protestarem pela reforma política pelo menos, o que voce faz pra melhorar o país? Se for a favor, vai ler Globo.com aqui não é lugar de coxinha.

  6. Carlos Correa Postado em 09/Mar/2015 às 10:44

    Os neoliberais não têm compromisso com o país e sim com o 'mercado'. Até a agua foi privatizada em SP, e agora estão socializando o volume morto. Depois da descoberta do pré sal, os olhos externos se voltaram para a Petrobrás e os entreguistas estão doidos para 'passa-lá nuns cobres'.

    • Rodrigo Postado em 09/Mar/2015 às 11:00

      Concordo!

  7. assalariado. Postado em 09/Mar/2015 às 11:01

    Este post traz em seu texto, quatro pontos de pauta reivindicados. 1)- por direitos; 2)- pela democracia; 3)- pela Petrobras; 4)- pela Reforma Política. Então, gostaria de saber qual a pauta e as reivindicações que os comentaristas das elites, aqui presente, defendem? Quem se candidata?

  8. assalariado. Postado em 09/Mar/2015 às 11:02

    Pereira, enumere as culpas de FHC.

  9. Carol Postado em 09/Mar/2015 às 11:33

    Acho estranho essa mania do PT de dizer que todo mundo que é contra o governo é classe média e bla bla bla, ontem estava na casa do meu namorado, um dos bairros mais carentes da cidade onde eu moro, e na hora hora do pronunciamento ouvi gritos e panelas e gente protestando aos montes. Aqui é assim, se é contra o PT ou é rico ou está sendo manipulado. Deixem de ser cheios de preconceito, são pessoas como você algumas manipuladas outras não, algumas ricas outras não, algumas estudadas outras não só que com uma opinião diferente queria muito um site onde se discutisse politica com ideias e respeito, será que conseguem?

    • Itamar Postado em 09/Mar/2015 às 17:10

      Carol, acho que está certa, mas isso acontece aqui nesse site de esquerda e A MESMA COISA no site de direita! Mas eu creio que a maioria respeita a opinião alheia. Respeito a sua e respeito a dos direitistas, mas se for sempre embasada em fatos, sem aquelas bobagens que ouço de colegas de direitas, como "todo PTista é ladão", ou "a Dilma é uma isso ou aquilo". Leio muito disso e acho que é só uma coisa: falta de educação!

  10. eu daqui Postado em 09/Mar/2015 às 11:54

    Atenção trabalhadores: sua vida já está um inferno: inferno de criminalidade, de abusos, de censura, de corrupção, de esquerdopatia oportunista e de golpismo direitista. Se manifeste e lute se quiser sair dele. TODOS AS RUAS PELOS VALORES TRABALHISTAS E CONTRA OS INTERESSES ANTIDEALISTAS.

  11. eu daqui Postado em 09/Mar/2015 às 12:45

    Guevara matou durante uma situação de revolução e pos-revolução. Nunca poe simples banditismo. O derramamamento de sangue inevitável em uma revolução é movido por algo bem diferente de simples banditismo.

  12. assalariado. Postado em 09/Mar/2015 às 13:00

    Rodrigo, então responda. O que a oposição tem, como propostas para acabar com a corrupção no Brasil?

    • assalariado. Postado em 09/Mar/2015 às 13:37

      Rodrigo, se a corrupção é sistematizada, então porque não mata- la na sua origem. Ou seja, a corrupção, é uma doença cronica do sistema capitalista burgues. Logo, teremos que acabar com o sistema capitalista. Afinal quem corrompe o Estado e suas instituiçoes, são os ricos ou os pobres?

      • José Ferreira Postado em 09/Mar/2015 às 14:09

        Os dois (pobres e ricos) corrompem, pois existem as pequenas corrupções que também acabam com um país.

    • Tchekowski Postado em 09/Mar/2015 às 16:54

      Então tentem de novo em 2018 e parem de chorar pelamordedeus!!!!

    • Onda Vermelha Postado em 09/Mar/2015 às 17:55

      Segundo Rodrigo : "Corrupção sistematizada como essa, o país nunca viu.". Sabe de nada, inocente! Leia a Privataria Tucana e o Príncipe da Privataria e tome ciência do que foram os anos FHC. Outra coisa. Você realmente depois de tudo que já sabemos sobre financiamento de campanhas políticas por empresas privadas e sua forte relação com a corrupção (em todas as esferas) que se possa começar, eu disse apenas começar, combater essa praga sem extinguir essa modalidade de financiamento? Se a sua resposta a essa questão for "sim", então só me resta concluir que você, de fato, não quer combatê-la, mas apenas apear o PT do poder para por outra agremiação em seu lugar sob o pretexto do "combate a corrupção". Estarei errado? Penso que não.

    • luciano Postado em 12/Mar/2015 às 23:06

      chapeuzinho vermelho foi, na verdade, quem cozinhou o lobo mau no caldeirão, papai noel entra pela chaminé e rouba os presentes de natal e o PT inventou a corrupção!!

  13. eu daqui Postado em 09/Mar/2015 às 13:05

    É isso que não podemos permitir: vamos lutar primeiramente em defesa da democracia, liberdade, justiça e trabalho. Depois vamos discutir a ideologia........

  14. José Ferreira Postado em 09/Mar/2015 às 13:12

    Você está certo, mas não concordo com a ofensa.

    • eu daqui Postado em 10/Mar/2015 às 09:18

      Que ofensa? Ofensa só se for pros naziesquerdopatas que já nasceram insultados até por um olhar.

  15. angela Postado em 09/Mar/2015 às 13:20

    Vem cá mais essa passeata do dia 15 é pra que mesmo?? Ah pro #golpe na democracia!! Ah pra tirar uma presidente eleita pelo voto direto!! Ahhh

    • Jonas Schlesinger Postado em 09/Mar/2015 às 15:36

      É que a coitada precisa se instruir mais um pouco e se informar de que nem um presidente eleito por sufrágio universal, se comprovada a culpa, pode sim sofrer impeachment. Até a rainha Elizabeth poderia levar um impeachment caso fosse culpada de algum crime. Mas, como eu disse, não há provas; não há impeachment.

    • José Ferreira Postado em 09/Mar/2015 às 17:16

      Pelo menos até agora não há provas contra a Dilma.

  16. juliano Postado em 09/Mar/2015 às 14:28

    paguíssima, já recebi meu cheque e tudo.

  17. Denisbaldo Postado em 09/Mar/2015 às 16:09

    Texto do Juca Kfouri de hoje no uol: O panelaço da barriga cheia e do ódio Nós, brasileiros, somos capazes de sonegar meio trilhão de reais de Imposto de Renda só no ano passado. Como somos capazes de vender e comprar DVDs piratas, cuspir no chão, desrespeitar o sinal vermelho, andar pelo acostamento e, ainda por cima, votar no Collor, no Maluf, no Newtão Cardoso, na Roseana, no Marconi Perillo ou no Palocci. O panelaço nas varandas gourmet de ontem não foi contra a corrupção. Foi contra o incômodo que a elite branca sente ao disputar espaço com esta gente diferenciada que anda frequentando aeroportos, congestionando o trânsito e disputando vaga na universidade. Elite branca que não se assume como tal, embora seja elite e branca. Como eu sou. Elite branca, termo criado pelo conservador Cláudio Lembo, que dela faz parte, não nega, mas enxerga. Como Luís Carlos Bresser Pereira, fundador do PSDB e ex-ministro de FHC, que disse: “Um fenômeno novo na realidade brasileira é o ódio político, o espírito golpista dos ricos contra os pobres. O pacto nacional popular articulado pelo PT desmoronou no governo Dilma e a burguesia voltou a se unificar. Surgiu um fenômeno nunca visto antes no Brasil, um ódio coletivo da classe alta, dos ricos, a um partido e a um presidente. Não é preocupação ou medo. É ódio. Decorre do fato de se ter, pela primeira vez, um governo de centro-esquerda que se conservou de esquerda, que fez compromissos, mas não se entregou. Continuou defendendo os pobres contra os ricos. O governo revelou uma preferência forte e clara pelos trabalhadores e pelos pobres. Nos dois últimos anos da Dilma, a luta de classes voltou com força. Não por parte dos trabalhadores, mas por parte da burguesia insatisfeita. Quando os liberais e os ricos perderam a eleição não aceitaram isso e, antidemocraticamente, continuaram de armas em punho. E de repente, voltávamos ao udenismo e ao golpismo.” Nada diferente do que pensa o empresário também tucano Ricardo Semler, que ri quando lhe dizem que os escândalos do mensalão e da Petrobras demonstram que jamais se roubou tanto no país. “Santa hipocrisia”, disse ele. “Já se roubou muito mais, apenas não era publicado, não ia parar nas redes sociais”. Sejamos francos: tão legítimo como protestar contra o governo é a falta de senso do ridículo de quem bate panelas de barriga cheia, mesmo sob o risco de riscar as de teflon, como bem observou o jornalista Leonardo Sakamoto. Ou a falta de educação, ao chamar uma mulher de “vaca” em quaisquer dias do ano ou no Dia Internacional da Mulher, repetindo a cafajestagem do jogo de abertura da Copa do Mundo. Aliás, como bem lembrou o artista plástico Fábio Tremonte: “Nem todo mundo que mora em bairro rico participou do panelaço. Muitos não sabiam onde ficava a cozinha”. Já na zona leste, em São Paulo, não houve panelaço, nem se ouviu o pronunciamento da presidenta, porque faltava luz na região, como tem faltado água, graças aos bom serviços da Eletropaulo e da Sabesp. Dilma Rousseff, gostemos ou não, foi democraticamente eleita em outubro passado. Que as vozes de Bresser Pereira e Semler prevaleçam sobre as dos Bolsonaros é o mínimo que se pode esperar de quem queira, verdadeiramente, um país mais justo e fraterno. E sem corrupção, é claro!

  18. Tchekowski Postado em 09/Mar/2015 às 16:45

    Bacana foi no Rio Grande do Sul que teve toda a bancada federal do PP - que de progressista só tem o nome - incluída na lista do Janot. Por coincidência, são os mesmos que financiaram as milícias violentas que pararam os caminhoneiros até a semana passada e também são os maiores incentivadores da vã tentativa de impeachment da DIlma. Tão hipócritas e mal-intencionados como o pereireca aí de cima, que quer fazer alguém acreditar que o gigante Brasil busca de alguma forma copiar a pobre Venezuela. Vai pro yahoo, pereireca.

  19. Itamar Postado em 09/Mar/2015 às 17:05

    O PT que conheci e participei era pequeno também. Mas um monte de gente querendo algo de melhor pro pais, que naquela época era péssimo, consegue chegar onde chegou. Infelizmente, depois de chegarmos ao poder chegaram os oportunistas, que nada tem de pensamento no bem comum, mas apenas no bem do próprio umbigo. Abomino a corrupção, a violência, a impunidade. Quero protestar por algo possível, algo estruturado. Protestar pra tirar a presidente, que bem ou mal foi eleita DEMOCRÁTICAMENTE, (alguns direitistas adoram dizer que somos comunistas) para mim, é protestar sem fundamento. E nunca recebi um tostão de partido ou candidato.

  20. Itamar Postado em 09/Mar/2015 às 17:13

    Mas o impeachment que vocês querem não é exatamente golpismo???? E isso que você disse sobre perseguição é coisa de militarismo. E não é que alguns de vocês falam em aplicar golpe militar????

  21. Itamar Postado em 09/Mar/2015 às 17:15

    Você está nos ameaçando? Nunca ganhei um tostão pra buscar meus direitos.

  22. Itamar Postado em 09/Mar/2015 às 17:22

    Opinião típica de que só quer tumultuar: "pronunciamento da Jaguatirica do Planal". Não disse nada que se aproveite, só ofensas.

  23. Onda Vermelha Postado em 09/Mar/2015 às 17:38

    Rodrigo. Não se faça de vítima. Quem está sendo criminalizado como "petralha" e perseguido por usar "camisa vermelha" são aqueles que se identificam como simpatizantes ou meros eleitores do PT. Aliás, se for eleitor já faz parte da "quadrilha" como é repetido insistentemente. Vivemos em um país de plena liberdade de expressão e manifestação. E não há NENHUMA ameaça do horizonte por parte do governo ou daqueles que o apoiam de que haverá retaliações em virtude dos protestos contra a Presidente. Agora, quem prega o impeachment de uma Presidente há poucos meses, legitimamente reeleita pela maioria, sem qualquer elemento jurídico que o embase é o quê? Golpista! Não tem outro nome, não! Ok?

  24. Luiz Fernando Postado em 09/Mar/2015 às 23:26

    Para impedires que se roubem ovos de ouro, preferes que se venda a galinha.

  25. eu daqui Postado em 10/Mar/2015 às 09:18

    QUEM DISSE QUE REVOLUÇÃO É COISA TÃO SIMPLES ASSIM COMO V PENSA, FRACASSADO QUE TENTA AMORDAÇAR COM TENTATIVA DE OFENSA? VC É TÃO TOTALITÁRIO QUANTO OS ESQUERDOPATAS QUE VC PENSA CONTESTAR. VÁ ESTUDAR, COTISTA, QUE NEM TROFÉU BARATA VC ESTÁ RECEBENDO ! !!!!!!!!!!!

  26. Danila Postado em 10/Mar/2015 às 15:58

    Só li até MST e CUT. Foi o suficiente para eu desistir do texto restante.

    • Thiago Teixeira Postado em 11/Mar/2015 às 11:36

      Concordo, quem são esses trabalhadores braçais e mal cheirosos para reclamar de alguma coisa, não é mesmo? Nem impostos eles pagam, quem tem que protestar é a classe média e anti-petista somente.

      • Danila Postado em 11/Mar/2015 às 16:24

        Thiago você já passou perto de um assentamento do MST? Já viu algum deles trabalhando?? Divida conosco essa experiência... deve ser fantástica, especialmente por ser um caso raro.

  27. poliana Postado em 10/Mar/2015 às 15:58

    aproveita e conserta mais um erro ortográfico seu, num outro post ai de cima: "Eles já nos fazem ofensas e mentiras a muito tempo"......................a = há...erro de digitação tb??????

  28. Adriano PR Postado em 11/Mar/2015 às 19:40

    Sou assalariado,fico com vergonha de ir ao mercado porque não consigo comprar o que meus filhos pedem e tem vontade de comer.Ai foco sabendo que robaram bilhoes,e tem gente que apoia essa mafia.Nunca consegui pegar o bolsa familia,nem vale gas.Trabalho que nem um cavalo por que não estudei o suficiente para aprender robar que nem esses malditos politicos.Peço desculpa pelo meu linguajar mas minha indignação é muita,se alguem me pedir voto taco ovo na cara o ovo não esta tão caro.Apoio as passeatas ma snão vão fazer no domingo e esqueçer na segunda.No meu estado PR nosso governador Beto Richa (PSDB) mentiu e agora todos estão pagando caro.Fiquem com deus

  29. Mallu Postado em 11/Mar/2015 às 19:51

    Pois os coxinhas podem chorar, espernear, comentar (rsrs) e estarei lá, dia 13. Se vocês acham que a "coisa tá feia" pra gente, e que "será um fiasco" e bla bla bla, pra que se dá ao trabalho de vir aqui exteriorizar tal sentimento (sentimento ao que aparenta não muito confiante)? Tá com medinho dos esquedopatas, "pereira"? Pois é bom ter mesmo, porque ao contrário de vocês não vamos pras sacadas das nossas coberturas em bairros nobres bater em panelas, nós vamos pras ruas ;D

  30. luciano Postado em 12/Mar/2015 às 22:35

    Mas que coisa feia Pereira, tentativa de intimidaçãoo!!!! Eu discordo de vc, pois acho que a maioria da população está se politizando como nunca antes, e entendem que impeachment é improcedente e em nada ajudará o país, nós, povo trabalhador precisamos nos unir em prol de propor ideias e cobrar medidas que façam com que o brasil volte a crescer. Divisão , neste momento, só beneficia quem não está interessado no bem da nação, mas defende seu próprio interesse!!

  31. luciano Postado em 12/Mar/2015 às 22:41

    Pereira!! trabalhador quando quer lutar pelos seus direitos e seus ideais não escolhe dia, a gente para 24h, 48h, uma semana, 1 mês, vide greve dos professores paranaenses. Os caminhoneiros param as rodovias, os portuários param os portos. Quem é trabalhador e cidadão consciente, não vai achar transtorno algum, vai entender a causa e muitos vão aderir!! obrigado!!

  32. luciano Postado em 12/Mar/2015 às 22:44

    A lingua profana é uma arma muito mais letal do que o mais moderno fuzil!!

  33. luciano Postado em 12/Mar/2015 às 23:03

    Valor do pré-sal mais de R$ 20 trilhôes , valor estipulado pela justiça para que sejam devolvidos aos cofres da estatal R$ 4,7 Bilhões!! A Petrobras é um gigante perto dos vermes que a roubaram, felizmente, vamos as ruas sim!! para pedir que os condenados apodreçam na cadeia e não para causar turbulencia política

  34. Pedro Pelogia Postado em 12/Mar/2015 às 23:59

    Petistas vão marchar amanhã "em defesa" da Petrobrás? Acho que a lógica bate: afinal Stálin defendeu a URSS dos nazistas, né?