Redação Pragmatismo
Compartilhar
Terrorismo 09/Jan/2015 às 18:37
25
Comentários

EUA e Europa são culpados por ascensão do terrorismo

EUA Europa culpados ascensão terrorismo
Obama e Hollande

Uma onda de emoção, solidariedade e repulsa corre pelo mundo levantada pela chacina de Paris.

É legítima. Doze pessoas foram assassinadas por um grupo terrorista na sede do semanário francês Charlie Hebdo. Entre elas o diretor, quatro cartoonistas e dois polícias.

O jornal, satírico, progressista, havia sido já alvo de atentados por ter publicado caricaturas do Profeta Maomé.

A dimensão, o motivo e a circunstância contribuem para a repercussão mundial do bárbaro crime.

O facto de os assaltantes terem gritado à saída “Alá é grande e o Profeta foi vingado!” funcionou como estímulo à islamofobia.

Na última semana, organizações de extrema-direita da Alemanha, dos EUA e da França promoveram manifestações racistas dirigidas contra as comunidades muçulmanas desses países. Tais iniciativas tendem agora a multiplicar-se.

O Presidente François Hollande, ao condenar o monstruoso atentado, afirmou que a França “está em choque”. Chefes de estado e de governo de todo o mundo expressam solidariedade e horror.

É lamentável mas significativo que o discurso dos políticos e os comentários dos media sejam omissos quanto a uma questão fundamental. Responsabilizam o terrorismo, reafirmam a determinação de lhe dar combate onde quer que desenvolva a sua ação criminosa, mas abstêm-se de referências às causas do surto de barbárie terrorista.

Obama e os seus aliados europeus, sobretudo Hollande e Cameron, têm telhados de vidro. Não podem confessar que o terrorismo cresceu em escala mundial desde que o imperialismo norte-americano (com o apoio do estado fascista de Israel) iniciou agressões em serie a países muçulmanos.

A guerra do Golfo foi um prólogo. Mas foi após os atentados do 11 de Setembro de 2001, com a invasão e ocupação do Afeganistão, que essa estratégia assumiu, com Bush filho, caracter prioritário.

A segunda Guerra do Iraque, o reforço da presença no Afeganistão, a agressão à Líbia, o apoio na Síria a organizações terroristas configuram crimes contra a humanidade.

Invocando sempre como pretexto para guerras abjetas a democracia e a defesa dos direitos humanos, os EUA mataram centenas de milhares de muçulmanos, destruíram cidades, introduziram a tortura, semearam a miséria e a fome no Médio Oriente e na Ásia Central.

Nesta hora em que os franceses choram os mortos de Charlie Hebdo é necessário recordar que Sarkozy e Hollande foram cúmplices de muitos dos crimes do imperialismo norte-americano.

É indispensável lembrar que muitos dos assassinos do chamado Estado Islâmico foram treinados pela CIA e por militares dos EUA. Washington fomentou o terrorismo proclamando que o combatia.

ODiario.Info

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Victor Hugo Postado em 09/Jan/2015 às 20:04

    Texto sem pé nem cabeça. Terminadas as eleições e PP coloca suas asinhas de fora, escrevendo qualquer bobeira achando que todos os bobos de plantão vão engolir.

    • Henrique Postado em 10/Jan/2015 às 08:44

      Cara, deixa de ser bobo. Eleições não terminam nunca. Nem aqui nem na Veja! Antes de uma terminar, outra já começou. Por isso as asinhas estão sempre de fora. Se você acha que a escalada do terrorismo islâmico não está relacionado com o também terrorismo praticado pelos Estados Unidos, França e aliados contra estes povos, dê sua versão.

      • Claudio Postado em 10/Jan/2015 às 20:27

        Eu também quero ver essa versão.

      • jonathan R. Morais Postado em 10/Jan/2015 às 22:08

        Tudo é realmente mais que relativo, é real essa ligação ponderada aqui neste texto do PP. Parabéns.

      • Adalberto Postado em 10/Jan/2015 às 23:12

        Dois.

    • Alex Sandro Postado em 10/Jan/2015 às 20:12

      Você desqualificou o texto baseando-se em que? porque não aponta os motivos de o texto não ter pé nem cabeça?

  2. Jonas Schlesinger Postado em 09/Jan/2015 às 21:04

    Eu não engoli, por isso não sou bobo de plantão. :) Mas falando sério, não importa se foram os EUA, a Europa ou sei lá quem, deve combater o terrorismo com energia. Terrorismo objetivo, que esses "muçulmanos" disseminam; e o terrorismo subjetivo, que os idiotas da extrema-direita estão fazendo chamado: islamofobia. Eu adoro o povo árabe e é triste saber que por causa de 1 ou 2, milhões estão sendo taxados de terroristas. Mas tbm, infelizmente, o governo Bush foi muito responsável pelo crescimento do terrorismo.

    • Paulo Cesar Postado em 11/Jan/2015 às 00:47

      Amigo, 1 milhão também acho pouco, mas 2 milhões acho muito mesmo... Agora não acredito que a culpa seja dos Americanos, eu culpo mais a inveja de certos povos em relação à política patriótica implantada por eles (EUA)... Principalmente a nossa inveja pelo patriotismo que eles pregam e grande parte de outros países não conseguem impor em seus territórios.

      • beto Postado em 01/Oct/2015 às 10:57

        Acredito que vc seja mais um alienado. Fatos não deixama resquisios a dúvidas. A fortuna de Bush pai e de Bush filho veio de apoio a Hitler, ao nazismoo Bush estudou na Alemanha e em seu mandato financiou e ajudou a treinar os terroistas para derrubar e enfraquecer os governos populares da Siria, Iraque, palestina. Putin como ex-comandante da KGB sabe tudo sobre crimes humanitarios e os verdadeiros motivos do eua na Siria e por isso sempre odiaram Russia e o Oriente Medio que possuem soberania e falam com eles em pé de igualdade não são submissos como nós e a Europa. Esse povo possui orgulho e estão certos em não gostar das imposições norte americanas para controlar sua nação. Tire a cabeça do buraco meu amigo. Leia, investigue, pegue um livro de ciências politica, historia, critique o motivo das coisas e va em busca de respostas não pre estabelecidas pela midia dominante que aliena em massa. Não me esqueço daquela imagem de milhoes de pessoas em um navio fugindo de seu pais porque os eua querem suas riquezas e o controle submisso dessa nação O que me revolta mais foto da criança que morreu afogada na fuga. Pode ter certeza que esses crimes contra a humanidade que os eua estão fazendo desde a guerra do golfo serão vingadas e a vingança será de Deus.

    • Barbosa Postado em 11/Jan/2015 às 12:39

      De pleno acordo

  3. Aloosm Postado em 10/Jan/2015 às 01:36

    Concordo plenamente Estados Unidos assassinos! Contra a islamofobia hoje e sempre! http://mentiradadireita.blogspot.com.br/2015/01/as-mentiras-do-ocidente-xenofobicos.html

  4. Fabrízio Blanco Postado em 10/Jan/2015 às 01:45

    Boa analise! Os efeitos colaterais estão aí...choram por 2 mortes na frança,mais não choram por centenas de milhares nas guerras promovidas pelo império e seus aliados. Mídia sionista manipuladora a encargo do império.

  5. Antonio Palhares Postado em 10/Jan/2015 às 09:55

    Cada qual colhe o que planta, nem mais nem menos, em todos os sentidos da vida. Repeito é bom e todo mundo gosta.

    • Gabriel Postado em 12/Jan/2015 às 19:04

      o 'colher o que plantou' se refere ao papel de apoio da França nas guerras promovidas pelos EUA em países muçulmanos. em momento algum, acredito, ele quis dizer que os mortos receberam o que plantaram. acredito que ele fala em países e não em indivíduos. até por ser essa a ideia da publicação

    • aron Postado em 12/Jan/2015 às 23:02

      Então publique a foto da sua mãe e eu coloco uma charge com ela de 4 dando pra 4 negão pra ver se é besteira.

  6. Mateus Guerreiro Postado em 10/Jan/2015 às 12:52

    Os americanos enviam tropas de militares lá no Oriente pra matar crianças e mulheres, ai não é terrorismo. Uma revista escarnece e ridiculariza religião alheia, ai não é terrorismo. Então um grupo de islâmico invade a sede de uma revista falida e executa 12 babaca, dai, começa a choradeira. Respeite pra ser respeitado. Adorei.

  7. Thiago Teixeira Postado em 10/Jan/2015 às 18:45

    A passeata daquele grupo de babacas na Alemanha (nunca generalizar, pois tenho conhecidos alemães e os mesmos são longe de serem racistas) contra os muçulmanos foi uma das cenas mais ridículas que vi na minha vida, superaram a Marcha da Família.

    • Isis Oliveira Postado em 11/Jan/2015 às 01:03

      Sim Ricardo, eu moro aqui e dei de cara com essa porrada. O alvo sao os salafistas, mas atinge a mim tbm que sou estrangeiro. Um nojo xenofobico fomentado pelo governo em nome da "liberdade de expressao" numa republica democratica.

  8. Carlos Postado em 10/Jan/2015 às 19:38

    Claro que foi, resumindo devem ser combatidos da mesma forma, texto fraco demais.

  9. Carla Postado em 10/Jan/2015 às 21:26

    Me causa estranhamento essa informação causar estranhamento. Eles tem parte nisso, sim.

  10. Ana p Postado em 11/Jan/2015 às 01:36

    Lá vem uma próxima guerra... vendo a Gnews escutei de um comentarista que a França já sabia que um atentado poderia ocorrer,e que não agiram antes pq queriam desbaratar todo esquema de terrorismo na Europa! ele pode estar certo em um ponto.

  11. wallace bernardo Postado em 11/Jan/2015 às 21:39

    na verdade os franceses estão colhendo o que plantou quem mandou fazer manifestações de apoio aos terroristas do hamas na guerra contra israel agora eles estão sofrendo nas mãos dos terroristas como israel sofreu agora quem sabe esses imbecis pensem dois vezes antes de apoiar terroristas

  12. Neto Postado em 11/Jan/2015 às 21:48

    Tenho certeza que não teria ocorrido atentado caso a justiça francesa a tempos tivesse acatado a reivindicação dos grupos islâmicos que se sentiram ofendidos com as constantes provocações desse jornal à sua religião e seu modo de vida. É que para a máquina de guerra ocidental a paz é ruim para os negócios. A concórdia trava a máquina da intolerância e do ódio cego que foi construída para incendiar o mundo. No fim provocações são apenas gatilhos para mais raiva, intolerância e violência.

    • wallace bernardo Postado em 11/Jan/2015 às 21:58

      então você acha que acha que a justiça francesa deveria fazer como a justiça saudita condenar um jornalista a mil chibatadas por fazer alguma publicação considerada blasfema e esse o nível das reivindicações dos grupos islâmicos .

  13. Carlos Postado em 13/Jan/2015 às 12:25

    Justamente não postam o que a China e a Rússia fazem com terroristas.