Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 08/Oct/2014 às 16:24
9
Comentários

Os famosos eleitos e os não-eleitos nas eleições de 2014

Cantores, atores, humoristas, ex-jogadores(as), ex-BBBs, etc. A esmagadora maioria dos famosos candidatos nas eleições de 2014 não conseguiu vencer

famosos eleitos deputado 2014
Da imagem acima, apenas o jornalista Jorge Kajuru não conseguiu se eleger. Apesar de ter conseguido mais de 100 mil votos como candidato a deputado federal em Goiás, Kajuru foi prejudicado pela fraca coligação. Por outro lado, Sergio Reis, com 45 mil votos, foi eleito ajudado pela legenda em São Paulo (Imagem: Pragmatismo Politico)

Quando Francisco Everardo Oliveira Silva anunciou sua candidatura a deputado federal em 2010, pelo PR, poucos poderiam imaginar que ele conseguiria amealhar 1,3 milhão de votos em São Paulo, e se tornar o deputado mais votado do Brasil daquele ano. O fenômeno, apelidado de ‘efeito Tiririca’, intensificou a estratégia de diversos partidos, que passaram a correr atrás de outros ‘famosos’ que pudessem emular o sucesso do artista em 2014. A estratégia dos puxadores de voto foi intensa, mas não teve o mesmo efeito este ano. Dos inúmeros atores, cantores, jogadores de futebol e outros que se candidataram, a reportagem encontrou apenas quatro casos que conseguiram estrear na política.

VEJA TAMBÉM: Brasil elege Congresso Nacional mais conservador desde 1964

Em São Paulo, o ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez (PT) e o cantor Sérgio Reis (PRB) concorreram a uma vaga de deputado federal e conseguiram, respectivamente, 45 mil e 169,8 mil votos. Reis foi ajudado pela enorme votação de Celso Russomano, que conseguiu 1,5 milhão de votos e ajudou a eleger outros sete candidatos de seu partido. Já no Rio Grande do Sul, o apresentador de TV Lasier Martins superou Olívio Dutra (PT) e coroou sua primeira disputa de campanha com a vaga no Senado pelo PDT com mais de 2,1 milhões de votos, ou 37,42% dos votos válidos. Os gaúchos também deram a primeira chance ao ex-jogador Jardel, ídolo do Grêmio na metade da década de 90. O jogador contou com cabos eleitorais como o técnico Felipão e o ex-goleiro Danrlei , este reeleito deputado federal pelo PSD, e conseguiu se eleger deputado estadual com 41 mil votos.

Este ano, Tiririca não repetiu a mesma performance de 2010, mas mesmo assim se reelegeu com pouco mais de 1 milhão de votos. Da mesma forma, Bebeto (SDD) se reelegeu à Assembleia do Rio com 61 mil votos, e o judoca João Derly (PCdoB), bi-campeão mundial, trocou o cargo de vereador em Porto Alegre pelo de Deputado Federal com uma votação de 106 mil votos.

Veja a votação dos famosos por estado:

SÃO PAULO

Eleitos:
Tiririca (PR) – federal, 1,016 milhão votos
Andrés Sanchez (PT) – federal, 169,8 mil votos
Sérgio Reis (PRB) – federal, 45 mil votos

Não eleitos:
Sula Miranda (PRB) federal, 3,7 mil votos
Marcos Pontes (PSB) federal, 43,7 mil votos
Léo Áquila (PSL) federal, 29,6 mil votos
Mulher Pêra (PTdoB) federal, 1272 votos
Netinho (PCdoB) federal, 82 mil votos
Dr. Rey (PSC) federal, 21,3 mil votos
Frank Aguiar (PMDB) federal, 26 mil votos
Marquito (PTB) estadual, 15 mil votos
Kid Bengala (PTB) estadual, 1,1 mil votos
Marcelinho Carioca (PT) estadual, 43 mil votos
Maria Melilo (PSC) estadual, 3,2 mil votos
Leandro KLB (PSD) estadual, 11 mil votos

RIO DE JANEIRO

Eleitos:
Romário (PSB) senador, 4,6 milhões votos
Bebeto Tetra (SDD) estadual, 61 mil votos

Não eleitos:
Aguinaldo Timóteo (PR) federal, 18,8 mil votos
Diego Gasques (PV) federal, 4,9 mil votos
Cida (PTdoB) federal, 790 votos
Stepan Nercessian (PPS) federal, 24 mil votos
Elymar Santos (PR) estadual, 8,8 mil votos
Castrinho (PRB) estadual, 1813 votos
Myriam Rios (PSD) estadual, 16,4 mil votos
Cátia Paganote, ex-paquita (PTB), 292 votos

MINAS GERAIS

Não eleitos:
Giovane Gavio do Volei (PSDB) federal, 36 mil votos
Gilvan Tavares (PV) estadual, 38 mil votos

RIO GRANDE DO SUL

Eleitos:
Lasier Martins (PDT) senador, 2,1 milhões de votos
Danrlei de Deus (PSD) federal, 159 mil votos
Jardel (PSD) estadual, 41 mil votos

Não eleitos:
Ricardo Macchi (Cigano Igor) (PTB) federal, 2652 votos
Washington Coração Valente (PDT) federal, 33,4 mil votos

GOIÁS

Não eleitos:
José Rico (PMDB) federal, 26 mil votos
Jorge Kajuru (PRP) federal, 106,2 mil votos

Distrito Federal

Não eleitos:
Leila do Vôlei (PRB) distrital, 11 mil votos
MC Bandida (PHS), distrital, 237 votos

BAHIA

Não eleitos:
Eliana Calmon (PSB) senadora, 502 mil votos

MATO GROSSO DO SUL

Não eleitos:
Fael Cordeiro (PSB) estadual, 13,7 mil votos

PERNAMBUCO

Não eleitos:
Daniel Rolim (PSDB) estadual, 1856 votos

Agência Estado

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Tags

Comentários

  1. Viviane Postado em 08/Oct/2014 às 17:51

    O Jean Wyllys também foi eleito Deputado Federal PSOL do RIO DE JANEIRO.

  2. poliana Postado em 08/Oct/2014 às 20:34

    Katya paganote? Mc bandida? Mulher pera? Dr. Rey? Cida? Alemão? Kid bengala? Sula miranda? Marquito?? Caramba!!!!!!Sem palavras....

    • Suely Postado em 08/Oct/2014 às 21:18

      Faltou o Ricardo Macchi (Cigano Igor). kkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Jonas Schlesinger Postado em 09/Oct/2014 às 00:14

    Vendo esses candidatos nota-se de que covil são. Pelo baixo nível é de se esperar que sejam do sul e do sudeste. Principalmente do sudeste, em especial de São Paulo. Olha só, depois somos nós nordestinos que somos ignorantes. Pois é depois que fui pra São Paulo e voltei tive que me desinfetar da nojeira vagabundista de vocês, paulistas.

    • Alexandre Lunardi Postado em 09/Oct/2014 às 09:27

      Olha só! E eu achando que paulista não sofria com xenofobia... Vivendo e aprendendo... Mas em relação ao alto índice de "personalidades" concorrendo pelo sudeste, é fácil se deixar entender que isso ocorre por conta da polarização midiática que ocorre na região (sem contar a densidade populacional, que é altíssima). Pelo RS tem-se um senador eleito que fora jornalista político em um telejornal por alguns anos, isso não é de todo ruim, se comparado com os deputados, que são ex-jogadores de futebol.

    • Carlos Luciano Postado em 09/Oct/2014 às 09:48

      E prova que você Jonas não aprendeu nada de respeito e dignidade humana, justo você que é nordestino e objeto de um preconceito asqueroso em todos os recônditos do país. Pena que esteja simplesmente reproduzindo o preconceito de qual é vítima, ao invés de ceifá-lo. Lamentável.

    • Carlos Postado em 09/Oct/2014 às 11:27

      Apoiado ... sou paulista ....mas São Paulo envergonha o Brasil.

  4. Meester Marcelo Postado em 09/Oct/2014 às 01:54

    Há pessoas que poderiam estar trabalhando em casas de prostituição. Isso é a democracia de massa da qual muitos defendem. A mim, para votar e ser eleito deveria-se passar por prova intelectual, onde seria aferido conhecimento em filosofia política e direito.

  5. KARAKS Postado em 09/Oct/2014 às 13:57

    merecido,netinho de paula se levantou como cantor em carapicuiba,mas a única chance que teve de assumir um cargo publico em carapicuiba e mostrar quanto é agradecido para seus fãs, desistiu pra concorrer a senador em sp,pra morar em alphaville vem pra alphavela...ai não né!!!!!82 mil, carapicuiba é maior que isso...