Redação Pragmatismo
Compartilhar
Homofobia 26/Sep/2014 às 16:25
71
Comentários

"Quer ser mulher? Então vai apanhar como uma"

“Virei estatística. De novo. Fui agredido e tentaram me estuprar. Quando isso vai parar? Eu só queria que esse dia desaparecesse. É o pior dia da minha vida”. Jovem reclamou ainda da apatia da polícia e de testemunhas, que pouco ou nada fizeram

Gabe Kowalczyk homofobia estupro
Gabe Kowalczyk foi espancado por três homens e sofreu tentativa de estupro

Morador do bairro de Interlagos, em São Paulo, Gabe Kowalczyk foi brutalmente agredido apenas por causa da sua orientação sexual quando se dirigia a um ponto de ônibus. O jovem, de 19 anos, que iria a uma entrevista de emprego, publicou no Facebook um depoimento dramático em que conta que foi espancado e sofreu uma tentativa de estupro. Gabe também divulgou fotos de ferimentos no seu rosto e braços.

“Você quer ser mulher? Então agora vai apanhar como mulher”, diziam os três homens que o espancaram e tentaram estuprá-lo. O jovem contou ainda que são raríssimos os dias em que não sofre agressão; quando não físicas, verbais.

“Virei estatística. De novo. Fui agredido e tentaram me estuprar. Quando isso vai parar? Eu só queria que esse dia desaparecesse. É de longe o pior dia da minha vida”, desabafou o rapaz na rede social.

VEJA TAMBÉM: ‘Ritual de purificação de gays’ queima jovem vivo em Minas Gerais

A denúncia de Gabe no Facebook tomou grandes proporções e o jovem recebeu centenas de mensagens de força e apoio.

“Eu agradeço por cada palavra gentil, por cada ‘se precisar, estou aqui’, porque eu vou precisar, tenho certeza. Não é uma coisa que vá ficar tudo bem (sic) de uma hora para outra nem é uma coisa em que eu deixe de pensar”.

Leia abaixo trechos do depoimento de Gabe Kowalczyk:

“Acordei umas 6 e 15 da manhã e me troquei porque tinha uma entrevista de emprego. Coloquei a touca na cabeça, mas o cabelo é grande, sempre fica um pouco aparecendo e sempre alguém mexe comigo. Desci umas duas ruas para baixo da minha casa em direção ao ponto de ônibus. Não tinha andado nem 300 metros quando percebi que tinha três caras andando atrás de mim. Quando vi continuei de cabeça baixa e apertei o passo para chegar o mais rápido possível até a Miguel Yunes, uma avenida movimentada onde eu poderia correr para algum lugar. Estava a 10 metros da avenida quando eles chutaram a minha perna e me derrubaram. Caí de cara no chão, ralou tudo. Tenho um piercing no nariz e ele enroscou em algum lugar e me machucou muito. Tentei me virar e um cara mais gordinho virou meu corpo e os três começaram me dar chutes e socos, enquanto falavam: ‘Sua bicha, seu ridículo, quer ser mulher então vai apanhar que nem mulher’. Meu corpo estava tão machucado que eu tentava gritar e só saíam gemidos.

Puxaram o meu cinto e desceram a minha calça, enquanto falavam: ‘Agora você vai apanhar como mulher.” Um deles estava abaixando a calça também. Os carros passavam e ninguém descia para fazer nada. Mas de repente teve uma movimentação numa casa perto de onde estávamos e eles levantaram falando: ‘Moiô, moiô’ e saíram dizendo assim: ‘Não acabou não, você vai ter o que merece.’

Polícia

Consegui me levantar e fui a pé até a base de polícia, onde caí no chão. O policial me pegou e foi muito atencioso, me colocou em um carro e me levou ao Pronto Socorro. Tive traumatismo craniano leve, lesão no tórax e no estômago e luxação nos dois tornozelos.

Fui até um posto policial e contei o que tinha acontecido. O policial falou assim: ‘O que vc quer que eu faça?’ Eu disse: ‘Faz o seu trabalho’. Eles não me deram nenhuma assistência, meu pai foi me buscar e me levou ao Pronto Socorro, onde tomei 4 pontos e muitos remédios. Fiquei um tempo em observação neurológica, porque estava confuso, meio atordoado, sem lembrar direito do que tinha acontecido por conta da batida na cabeça.

Família

Minha família felizmente me dá muito suporte, todos são muito amorosos comigo. Meus pais sempre me respeitaram muito. Eu preciso de bastante coragem e eles me dão o apoio necessário para ter toda a coragem”

com informações do portal IG

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Larissa Postado em 26/Sep/2014 às 16:53

    Que merda de mundo é esse? Hoje em dia todo mundo bate em todo mundo e não acontece nada! Dá até medo de sair de casa... vai que eu estou usando uma roupa que alguém não curte e a pessoa tenta me estuprar por causa disso? Eu hein...

    • Fabio Postado em 28/Sep/2014 às 12:15

      Não é o mundo, é o Brasil, verifique países que não tem essa ridícula politica de esquerda se é assim também...

      • Lucas Salgado Postado em 29/Sep/2014 às 23:33

        Nossa... vergonha alheia deste comentário.

    • eu daqui Postado em 29/Sep/2014 às 10:20

      Que mundo, não. Pergunte que país é esse: todos os outros que conheço vão muito bem, obrigada, inclusive aqueles mais pobres do que o nosso. E olhe que dos cinco continentes já posso falar de três.

      • Camila Postado em 29/Sep/2014 às 20:20

        Complexo de vira-lata hahahah Queridos, homofobia é um caso grave NO MUNDO INTEIRO, e principalmente em países mais pobres. E politicas de esquerda vão CONTRA a homofobia. A esquerda tem uma politica voltada para os direitos igualitários, LGTB, feministas, negro...

  2. Loren Postado em 26/Sep/2014 às 17:09

    Um absurdo por segundo. Depois dizem que machismo e homofobia não existem.

  3. Rodrigo Postado em 26/Sep/2014 às 17:12

    (Outro Rodrigo) Fantástica a "lógica" dos agressores: 1- se quer ser mulher, vai apanhar como uma (mulher não é necessário e natural objeto da agressão alheia); 2- repudiamos homossexuais, temos nojo, e, para mostrar o tamanho de nosso asco por você, vamos manter com você uma relação sexual forçada. Como muito se diz hoje, "na boa": se meu desejo é destinado a mulheres heterossexuais, não terei enrijecimento de meu pênis para manter uma conjunção carnal com um homem homossexual (terei por ele respeito, tolerância, fraternidade, mas não o desejo sexual, assim como ele não o terá por uma mulher, logicamente). Então mostra-se em muito estranho alguém dizer que odeia homossexuais e, ao mesmo tempo, conseguir manter seu pênis ereto para violenta conjunção carnal forçada.

    • KARINA BB Postado em 26/Sep/2014 às 17:19

      Caracaaaa rodrigo,eu pensei a mesma coisa,,se eles sao homens,nao sentiriam atraçao pelo gay,e ainda acham q mulher tem que apanhar !!!!!!! Sinceramente,esses caras tem que kevar uma surra e ainda serem estuprados por um cabo de vassoura,tem q enfiar pello ânus pra sair pela boca

      • Johnny Postado em 26/Sep/2014 às 19:06

        Não, o problema é justamente esse! Alguém achar que outro alguém, por qualquer motivo que seja, merece apanhar, morrer, ser estuprado(a), ofendido(a) ou qualquer outra forma de agressão. Essas pessoas precisam responder aos rigores da lei, para o bem estar da coletividade. Se acha que alguém merece receber esse tipo de tratamento, você não é nada melhor que aqueles agressores que estamos censurando.

    • poliana Postado em 26/Sep/2014 às 18:58

      Perfeito (outro) rodrigo..adorei o seu post. Seu raciocínio foi brilhante! Parabéns!

    • Isaac Postado em 27/Sep/2014 às 15:46

      São gays enrustidos que odeiam sua condição, e atacam seus semelhantes, já que não podem se atacar. Seria isso?

  4. rita Postado em 26/Sep/2014 às 17:22

    Os homofóbicos são todos gays enrustidos eles querem acabar com os gays assumidos. Pq assim evitam a tentação.

  5. rita Postado em 26/Sep/2014 às 17:25

    Se o homofóbico gostasse mesmo de mulher eles iam querer mais gays no mundo. Pq assim diminui a concorrência.

  6. Pereira Postado em 26/Sep/2014 às 17:35

    E todas as outras pessoas que foram agredidas e mortas no mesmo dia ? O fato de alguém ser agredido por causa da opção sexual(um absurdo) não faz mais ou menos crime do que outras que são agredidas pelas mais diversas causas.

    • Rodrigo Postado em 26/Sep/2014 às 18:20

      Pereiro, esse é um caso explícito de aversão a uma pessoa devido a um fator completamente relevante. Assassinatos em roubos, por discussões, ou qualquer outro motivo, é completamente diferente de uma cultura enraizada que tem como único objetivo propagar o ódio direcionado a um grupo específico. Assim, não é só mais um crime qualquer, mas sim algo que deveria ter a atenção e apoio de todos, pois muitos não-heteros morrem todos os dias em função de sua sexualidade. Portanto, não relativize esse crime de ódio, pois muitas pessoas morrem por causa disso.

      • Carlos Postado em 26/Sep/2014 às 18:43

        Perfeito seu comentário Rodrigo, o que faz deste crime uma exceção é a sua motivação. Puro ódio e intolerância.

    • Kaká Postado em 26/Sep/2014 às 18:28

      A diferença caro Pereira é que ninguém vai querer te matar por você ser hétero, ser branco, ser gordo, ser magro.. assaltos acontecem, acidentes, estupros e outros crimes, mas nenhum deles é como o da homofobia em que você sofre agressão pelo simples falo de você ser gay, pelo simples fato de você ter nascido assim. Ainda acha justo comparar as situações e dizer que é a mesma coisa? Imagina você ser perseguido e agredido por você ser hétero, você não acharia um absurdo você passar por isso só porque é hétero? Ser agredido por ter nascido assim?

    • GabrielG Postado em 26/Sep/2014 às 20:43

      Pereira e seu coxismo atacam novamente!

    • Rodrigo Postado em 27/Sep/2014 às 01:21

      (Outro Rodrigo) Pereira, nenhuma morte é menos importante que a outra. Somos cidadãos, vivendo sob a égide de um Estado, então a morte de um religioso é tão importante quanto a de um ateu, hétero ou homossexual, cidadão de bem e mesmo criminoso - a desgraça de qualquer deles deverá ser vista como motivo de júbilo para quem quer que seja, especialmente no caso de criminosos, pois não irá reparar o erro, nem mesmo surtir efeito pedagógico quanto aos demais membros da sociedade (não se trata de visão romântica, mas meramente lógica e econômica). No meu caso, parto do princípio de que o vício, a tendência, ao erro ou acerto, é inerente ao ser humano (um bom ponto para reflexão é o filme “Ensaio sobre a cegueira”), independentemente de cor, origem, credo, capacidade financeira, escolaridade, gênero, orientação sexual etc. Temos, no caso específico, tanto um grande número de injustificados agressores de homossexuais, como também casos de homossexuais agressores (nesse sentido, a seguinte denúncia noticiada no G1: "14/09/2014 15h46 - Atualizado em 15/09/2014 16h23 - Agredido por travesti em boate, jovem perde visão de um olho em Ribeirão - Confusão começou após vítima derrubar bebida acidentalmente em cliente. Grupo bateu em cabeleireiro na rua com placa de trânsito, diz testemunha). Temos tanto casos de assassinato de homossexuais, decorrentes de injustificada não aceitação/falta de tolerância/discriminação, quanto assassinatos de hétero e homossexuais decorrentes de embriaguez pré-ordenada de criminosos/reação de defesa da vítima/deliberado intento de matar, por prazer ou para demonstração de poder. Assim, temos seres humanos assassinados, agredidos, ofendidos, por qualquer motivo, fútil ou torpe, a vida, a honra, a como se a dignidade de todos não tivesse o mesmo valor. Mas certo é que determinados casos terão destaque maior em função de atingirem a dignidade humana de forma mais intensa, de modo que a divulgação de casos tais não se destina a depreciar a morte de outros, mas de atentar para a necessidade de serem mais e mais difundidos os direitos e deveres que temos em sociedade, a dignidade comum de que todos gozamos.

      • eu daqui Postado em 29/Sep/2014 às 10:23

        Certíssimo: nenhum assassinato é menos importante do que o outro, seja qual for a motivação ou pretexto. Vc brilhou cara !!!!!!!

    • Joker Postado em 27/Sep/2014 às 11:48

      É, campeão, já imaginou que legal seria se começasse um movimento de ódio contra todas as pessoas chamadas "Pereira"? Hein? Que bom seria ser perseguido simplesmente por causa do nome? Ser agredido, humilhado, xingado e, infelizmente, morto por isso? Simplesmente por ser você? Ah, que se dane, né? Por que vou me importar com VOCÊ se tem tantos outros crimes acontecendo por aí? Afinal, se eu me preocupar com você, estarei automaticamente ignorando todo o resto (só que não).

  7. Pereira Postado em 26/Sep/2014 às 17:37

    Agressão por causa da opção sexual é tão crime(Lesão corporal) quanto agressão decorrente de assalto simples. Em nada diferem. Esse caso não merece mais ou menos atenção do que qualquer outro.

    • GabrielG Postado em 26/Sep/2014 às 20:45

      E por cor também né seu coxinha? Não existe racismo e muito menos homofobia... Assume logo que você é um projeto de nazista, mostra a cara! Seja "homem". Se aproveitar do anonimato para defecar tamanha estupidez, é típico de pessoas medíocres como o senhor.

      • KARINA BB Postado em 27/Sep/2014 às 09:15

        GabrielG o pereira é incorrigivel,nem tente argumentar com ele

  8. mara Postado em 26/Sep/2014 às 18:59

    Porque não é um crime como qualquer outro? Talvez porque quando uma pessoa heterossexual, sai de manhã de sua casa, ela poderá ser vítima de assalto, de bala perdida, do trânsito, entre outros riscos, mas não poderá ser vítima de um crime de ódio devido ao fato de ser heterossexual, porém, quando um homossexual sai de casa de manhã, ele poderá ser vítima de assalto, de bala o ermida, do trânsito, entre outros e ainda do crime de ódio devido ao fato de ser homossexual, enfim um crime pelo único foto de "ser". O "ser" desta pessoa pode resultar em uma violência que é dirigida a sua essência, assim como o "ser" negro também pode resultar em uma violência. São crimes que são dirigidas especificamente àquelas pessoas e não a qualquer pessoa.

  9. Rui Ribeiro Postado em 26/Sep/2014 às 20:20

    E nos países islâmicos que ele seria decapitado vivo. O grupo terrorista ISIS, que a presidente de vocês, A Dilma, quer dialogar, adora fazer isso. Eles degolam qualquer um que se oponha a suas "leis". Não toleram homossexualismo nem liberdade de expressão, liberdade pras mulheres nem pensar, e, se for ocidental, já é o suficiente para sofrer a pena capital. Por isso que quando eu vejo gays que defendem o estado islâmico, como a palestina, a Síria e etc, me da uma vontade de manda-los para lá. Aqui ainda, apesar de ainda haver situações como essa, a liberdade é incomparavelmente maior que lá.

  10. bianca Postado em 26/Sep/2014 às 20:27

    Gente o absurdo do fato é que perdemos o direito de ir e vir como heteros ou homossexuais a violência ta se tornando lugar comum só os marginais tem direito o cidadão de bem ,não até a policia minimiza a agressão apanhar como mulher o que é isso? se é mulher então pode apanhar sem consequência alguma que horror

    • Leticia Postado em 26/Sep/2014 às 21:34

      Não é ter perdido o direito de ir e vir. É ter perdido o direito de existir, de viver originalmente - esse direito só sendo concedido quando dentro das normas binárias, generalizadas e fantasiosas que todo mundo chama de "normal".

  11. luis carlos Postado em 26/Sep/2014 às 20:27

    E ainds querem paz em um mundo doido desses dominado pelo diabo que faz as pessoas agirem cada dia com mais violencia independente do assunto, o wue temos na verdade é o que os que conhecem ss profecias Biblicas sabiam que estas condições estariam squi ei estão elas para confirmar, a falta de amor que a Biblia predisse que aqui estaria, ahora não amo nenhum pouquinho estas atitudes sexusis assim como não amo traições no casamento com o tanto de adulterios que se cometem todos os dias, prostituição a luz do dia com as mulheres andsndo nas ruas praticamente nuas, e dos adulterios vem os filhos bastardos o wue aglomera ima grande imundicie nestes dias, por isto homem quer virar mulher, mas não pode porque não é nunhum nem outro pela mesma forma as mulheres ondefinidas ou seja uma loucura generalizada tomou conta da humanidade e por isto tem de colher o que planta, pois cafa dia mais a violência e com ela a falta de paz vai é só aumentar por conta das pessoas viverem erradas, plantamos, colhemos mas psra os seu Jesus prometeu uma paz que o mundo não pode dar porque porque não o conhece, sou prova de que esta paz esta com os verdadeiros crente em Jesus Cristo, mas para os de fato crentes que vivem uma vida digna do evangelho, do contrario é mais um a contribuir de alguma forma para o aumento desta violência que vem sim pela maneira que o povo esta vivendo isto tudo, mortes por assasinatos e muitas teagedias como se ve hoje tem apenas uma razão de ser, a forma de vida desta fita nova sociedade wue estão inventando que não trás paz para os impios como diz a Biblia

    • Leticia Postado em 26/Sep/2014 às 21:30

      O seu comentário, literalmente, me dá vontade de chorar. A violência provém da intolerância. A vítima ter "errado" ou não não justifica a violência. "Colher o que plantou" é o Arrepender-se. E não o ser esmurrado e quase estuprado, quando você não fez, literalmente, NADA, além de existir. Pelo amor do verdadeiro DEUS, apague da sua mente essa coisa de "a nova forma de vida que a sociedade está inventando". Por favor. E por último: antes de julgar os outros, JULGUE A SI MESMO, em vez de esconder-se atrás de palavras escritas por outros humanos, também preconceituosos, e que distorceram QUASE TUDO o que Jesus nos disse por serem ínfimos humanos que TAMBÉM eram imperfeitos e cheios de preconceitos, assim como no mundo atual. Eu duvido que você se sentisse bem se alguém dissesse que sua forma CEGA E FANÁTICA de viver é errada. Porque este é o seu atual VOCÊ. Sabe a única coisa errada de fato, não só em você, mas em todos nós? Achar-se no direito de pensar que é mais digno de respeito e amor que qualquer outro ser humano, e se não viver sua vida da forma que você vive, significa que está "vivendo errado". Foi assim que os agressores ditos nessa matéria pensaram. É assim que você está pensando. Você percebe como são pensamentos próximos, ainda que em atos tão "distantes"? Pois é. Porque, aparentemente, vocês e A MAIORIA ainda não conseguiram aprender o PRIMEIRO ensinamento de JESUS, e o essencial para que o mundo fosse perfeito caso a humanidade de fato o tivesse aprendido: "Amai a Deus sobre todas as coisas, E O PRÓXIMO COMO A TI MESMO". O que isso significa? Que toda e qualquer pessoa que cruza seu caminho na rua tem a MESMA IMPORTÂNCIA que você tem, ou que sua família tem. Porque somos todos irmãos, temos todos a mesma origem e essência. Todos do mesmo Criador, seja este "Deus" ou a "Natureza". TODOS. Sem exceção. E é por isso que o respeito, tolerância e perdão são tão importantes para a convivência humana. Esses são sinais de que o AMOR existe dentro do indivíduo.

    • KARINA BB Postado em 27/Sep/2014 às 09:13

      Isso mesmo Luis Carlos concordo com vc ,o mundo ta perdido ,e sujo e pra fazer a limpeza vamos começar colocando esse bando d pastores safados q enganam os sem cerebro feito vc ,com promessas d prosperidade,cura d doenças,cura d paraliticos e muito mais,vamos jogar esses extelionatarios na cadeia,vamos penhorar tidos os bens desses pastores bilionarios e dar aos pibres e miseraveis,vamos tambem jogar no presidio pastor do esperma de jesus,lembra !!!!!! O outro q estuprava as " irmazinhas " menores de idade,bora lah Luis ,sera q sao os " impios " mesmo que estao enlameando o mundo,!!!! Tome vergonha nessa cara de pau ,as maiores safadezas estao dentro das igrejas,la tem d tudo que nao presta,,ex assassino,ex puta,ex traficante,ex gigolô,expedofilo,,,,eu sou o q vc chama d " impia " e nunca fiz nada disso,se orienta e pare d pregar ,,,aqui nao é site evangelico ,,,AQUI TODOS SAO ESCLARECIDOS,,,NO PP TU NAO VAI CONSEGUIR CONVERTER NINGUEM, SEU EVANJEGUE,AQUI NAO TEM IDIOTAS PRA SUSTENTAR PASTOR VAGABUNDO,sujos sao vcs q cometem todo tipo d crimes e coisas erradas ,depois colocam uma biblia embaixo do sovaco,achando q com isso vao reparar seus erros

      • Paula Soares Postado em 27/Sep/2014 às 18:23

        Que horror, como é que as pessoas conseguem pensar desta maneira?? O que anda na cabeça desses evangélicos?? MEDO DESTE NAZIFACISMO CRISTANÓIDE...

  12. Jonas Schlesinger Postado em 26/Sep/2014 às 22:55

    Pereira tem razão. Querer privilegiar crimes em cima de outros é absurdo. Cadê que resolvem os casos de latrocínios que envolvem menores infratores? É menos crime que isso? O único jeito de acabar com isso é criminalizar a homofobia, pronto. Chamou minha atenção foi a conduta do policial. Por isso que quando digo pra desmilitarizar a polícia ninguém me leva à sério.

  13. Jonas Schlesinger Postado em 26/Sep/2014 às 23:00

    AHHHHHH SEU RODRIGO. (aquele que acha que nordestino tem preconceito com paulista) ISSO SÓ CORROBORA O QUE EU DISSE EM POST ANTERIOR. TODO PAULISTA TEM PRECONCEITO E NASCE COM PRECONCEITO NO CORAÇÃO ATÉ IR PRA COVA. MATAM MULHERES E GAYS COMO SE FOSSEM GADO NO ABATE. TÊM PRECONCEITO COM NORDESTINOS E AQUELES QUE DIZEM QUE NÃO TEM, TEM, MAS VELADO. PAULISTAS FDP! VOCÊS QUEREM SER DIFERENTES DOS DEMAIS ESTADOS NÉ? (capslock off)

    • Rodrigo Postado em 27/Sep/2014 às 01:37

      (Outro Rodrigo) Jonas, eu morei em Ribeirão Preto e em Campinas, morando no Estado de SP por cerca de 10 anos. Claro, encontrei pessoas com pensamentos sofríveis, sofrendo discriminação, mas também fiz grandes amigos no Estado, sendo muito bem acolhido (por exemplo, tive professora de sociologia que, em sala, disse não entender o porquê de a Bahia ter tido um show de Pavarotti; tive um colega que achou que "baiano" era xingamento; ao que fui muito bem acolhido na casa de tantos). E, hoje, de volta ao Nordeste, vejo conterrâneos que incidem no mesmo erro, sofrivelmente justificando a incidência em conduta que julgam abjeta mediante o seguinte argumento: "eles fazem igual"; parte-se do princípio de que a conduta é errada, mas, como o outro a pratica, o um também o faz, para "dar o troco". Vejo, no NE, pessoas que discriminam o credo alheio ou direito de não professar nenhum, a cor, o gênero, a condição econômica (o rico, quanto ao pobre e vice-versa). Já tive oportunidade de ir ao Sul, onde fui bem recebido em diversas oportunidade, assim como o fui em Sergipe. De outro lado, em minha cidade natal, Salvador, já fui muito mal recebido, pois não moro na capital e meu sotaque não é o mesmo de lá, sendo visto como turista. Assim, enxerguemos os vícios dos demais, mas pensemos também nos nossos, a fim de que também nos corrijamos, de que enxerguemos nossa necessidade de evolução contínua.

      • Levy Marxista Postado em 28/Sep/2014 às 01:45

        Fiquei fã do Outro Rodrigo. Saudações Marxistas de um paulistano que não tem preconceitos com o povo nordestino.

      • Rodrigo Postado em 30/Sep/2014 às 10:30

        (Outro Rodrigo) Retribuo a saudação com abraços fraternos, Levy. Mas, saiba, haverá momentos em que você não concordará comigo e vice-versa. Contudo, não se preocupe: seguiremos debatendo democraticamente, afinal, uma das belezas do ser humano é a diferença de pensamento (claro, dentro da legalidade, dos limites da dignidade humana) e a mútua aceitação, tolerância. Boa semana!

    • KARINA BB Postado em 27/Sep/2014 às 08:57

      Olaa jonas schlesinger,,,,tava sumido,sempre causando neh kkkk ,vc é homofobico sim,embora tu nao aprove as barbaridades de malafaia,vc odeia jean willys,sem motivo ,e ainda se diz nao homofobico,,,,,,o q Jean Willys te fez de ruim ???? Se ele defende a causa LGBT é por que existem pessoas q nao reconhecem essas pessias como seres humanos GAY TAMBEM É GENTE paga os mesmos impostos vivem sob as mesmas Leis vigentes,logo, possui os mesmos direitos,nao acha meu amor !!!!!! Nao some nao viu bebê ;) ;) ;) ;)

      • Jonas Schlesinger Postado em 27/Sep/2014 às 20:39

        Karina nada a ver. Eu não gosto do Jean desde o tempo do BBB. Nada a ver isso. Pra mim ele quer se promover. Até porque se fosse um presidente gay, o dito cujo não daria sua opinião pessoal. Veja o caso do Obama. Todos falaram que era o primeiro presidente negro dos EUA (Hillary Clinton será a Dilma dos EUA) e cadê que diminuiu a segregação racial? Como já disse sou a favor de criminalizar a homofobia tão severamente quanto o racismo, mas não gosto desse sujeito e pronto.

    • Joker Postado em 27/Sep/2014 às 11:15

      Duvido você falar isso na periferia de São Paulo, seu bairrista de merda. Você é uma vergonha para o nordeste, além de burro o bastante para não compreender escala populacional, e os problemas advindos da mesma. Acha que São Paulo é só classe média coxinha? Então, você é mais idiota do que eu pensei, a ponto de rotular uma população inteira em virtude de uma minoria babaca. Os nordestinos da minha família, inclusive pai e mãe, sentiriam nojo se eu mostrasse seu comentário.

      • Jonas Schlesinger Postado em 27/Sep/2014 às 14:31

        Ai, se sentiu ofendidinho. Volta pra Higienópolis, pois lá é teu canto. Ops, me esqueci é no Morumbi. Não se faça de vítima, você que é bairrista. Vivem no pedestal achando que as mazelas da tua cidade e do teu estado é por causa dos nordestinos ali que moram. Chora bebê. Aceite a realidade!

      • Joker Postado em 27/Sep/2014 às 19:32

        Tá bom, Jonas, tá bom, você ganhou. Paulista é tudo filho da p@#$. Agora você já pode ter seu orgasmo escandecente.

    • Lucelena Rodrigues Postado em 28/Sep/2014 às 11:01

      Nossa! Temos aqui uma bela demonstração de ódio aos paulistas. Quem sabe vc consegue promover o genocídio dos paulistas jogando uma bomba no estado de SP. Como se nos outros estados não houvesse homofobia e violência contra mulher...Perdeu playboy para seu desespero sou paulista sim, tenho o maior respeito e admiração pelos nordestinos e acredito não ser exceção.

    • eu daqui Postado em 29/Sep/2014 às 10:31

      Sou nordestina e sou menos discriminada em São Paulo do que no nordeste. Em Sampa a independencia feminina é muito mais tolerada e às vezes até admirada: sem comparação. Do sul não posso nada falar porque ali nunca pisei. Não podemos esquecer também de que, além de depoimentos como o meu, há fato estatístico que conta História: os estados mais negros do Brasil, muitos deles estão no nordeste, são também os capeões de feminicídio e homofobia.

  14. Rodrigo Postado em 26/Sep/2014 às 23:27

    Está falando comigo, sr. coxinha ? Se for, a única parte que concordo contigo é que de fato há um preconceito muito grande com nordestinos em São Paulo, fato este que eu nunca disse o contrário (deve estar me confundindo com outro). Não tenho preconceito algum com pessoas do Nordeste por razões óbvias: considero nojento. Assim como outras formas de preconceito, como o racismo que você vomita no site sempre que possível. Você é racista, Jonas. E além de racista é um ser que relativiza a homofobia e tem as mortes de não-heteros em suas mãos também, como instrumento propagador de tal pensamento. A culpa não é só do assassino, e sim de quem corrobora para a manutenção desse ódio. Chora ai, branquinho oprimido.

    • Jonas Schlesinger Postado em 27/Sep/2014 às 14:35

      Sim é contigo mesmo. Se a carapuça serviu meus parabéns. Além de misóginos todo paulista é bairrista. Portanto se preconceituoso velado, fique aí na sua suíte enquanto idiotas como você riem da cara do povo nordestino. Além do mais o Maluf já foi eleito por quem? Por mim que não foi. Então fique aí no seu pedestal rindo de tudo e de todos. Seu Bairrista!

      • Rodrigo Postado em 27/Sep/2014 às 14:48

        Não, espera...Não é o senhor que é do sul do país ? Lá naquele sul onde tem e sempre teve sentimento se superioridade, de complexo de europeu, de movimentos separatistas ? Hmm, entendi. Acho que você poderia rever algumas coisas antes de falar de bairrismo. Aqui em SP tem preconceito sim contra nordestinos, há piadinhas e tudo mais. Apesar de não ser só aqui, reconheço que é bastante frequente, apesar de ter uma população grande nordestinos e de seus descendentes. Sou negro e gay, e conheço muito bem o preconceito, então não há coerência para mim adquirir uma postura da qual eu luto para acabar. Você realmente precisa ter mais fontes, antes de sair falando qualquer coisa. Homem cis, branco, hetero, homofobico e racista vem falar de preconceito. É cada uma viu.

      • J.C Souza Schlesinger Postado em 27/Sep/2014 às 15:31

        Kkkk eu do sul? Ta bom viu, nem eu sabia disso. Mas enfim, Cláudia, fica aí na tua porque vc se encaixa direitinho no padrão "PAULISTAS FDP!"

  15. Hiro Postado em 27/Sep/2014 às 01:33

    Consegui me levantar e fui a pé até a base de polícia, onde caí no chão. O policial me pegou e foi muito atencioso, me colocou em um carro e me levou ao Pronto Socorro. Tive traumatismo craniano leve, lesão no tórax e no estômago e luxação nos dois tornozelos.Fui até um posto policial e contei o que tinha acontecido. O policial falou assim: ‘O que vc quer que eu faça?’ Eu disse: ‘Faz o seu trabalho’. Eles não me deram nenhuma assistência, meu pai foi me buscar e me levou ao Pronto Socorro, onde tomei 4 pontos e muitos remédios.

  16. Rita Farias Postado em 27/Sep/2014 às 08:47

    Caramba, como é que alguém pode minimizar um crime como esse? Como é que são capazes de achar que não foi grande coisa? Vai chegar uma hora que não poderemos sair de casa porque nossa aparência, nossa orientação ou nosso gênero não agrada um determinado grupo. Isso é um absurdo!! O que esse rapaz fez?? Ele vai se tornar refém, não vai mais viver porque há criaturas irracionais e covardes soltas nas ruas, só esperando a oportunidade de agredir os mais fracos.

  17. Jonas Schlesinger Postado em 27/Sep/2014 às 15:41

    "Não, espera...Não é o senhor que é do sul do país?"... Agora cheire o dedo para sentir o fedor de merda, por vc se tivesse falado seria uma regurgitada. KKKKKKKKK Eu realmente sou burro, pensava todos esses anos que o Ceará ficava no nordeste, é eu tenho que estudar mais geografia... SQN! Morra sendo bairrista, seu bairrista. Ok bairrista?

  18. Rodrigo Postado em 27/Sep/2014 às 15:48

    Não sei você conseguiu perceber, mas havia um sinal de interrogação no final da frase. Não sei se sabe também, mas sinal de interrogação significa que está sendo feito uma pergunta. Sendo assim, a pergunta foi justamente para tirar a dúvida, pois há outro ser aqui que mora no nordeste, porém nasceu no sul. Preconceituosos, racista, homofobico, e agora mais um outro adjetivo: burrinho (desculpe, não achei outra palavra mais adequada). E não lhe falta conhecimento porque é do nordeste, pois isso não quer dizer nada, mas você é assim porque é amante da ignorância, em todos os sentidos.

    • Jonas Schlesinger Postado em 27/Sep/2014 às 20:33

      Tá bom Rodrigo, vou tentar me convencer que os pobres e oprimidos paulistas são alvo de preconceito dos nordestinos e nortistas. Ok? Mas cá entre nós me convença que os gays perseguem os evangélicos, negros são racistas com brancos e mulheres que batem em homens. Depois disso eu te dou razão. Boa noite.

      • Rodrigo Postado em 27/Sep/2014 às 21:36

        Gente, mas quem aqui disse que há preconceito dos nordestinos e nortistas contra os paulistas ? Eu não disse isso em momento algum. Além de você ser equivocado, sair apedrejando as pessoas sem ter a certeza de quem é, está sendo contraditório com a sua postura de ser preconceituoso que é. Mas assim, sério Jonas, supera cara.

      • Jonas Schlesinger Postado em 28/Sep/2014 às 13:13

        Eu preconceituoso com o que? Com paulista? Me convença que na Suécia a maioria da população é negra, ou gays são a maioria, ou as mulheres não apanha ou que no brasil não há violência. Depois de me convencer eu ficarei convencido que eu, cearense desde pivete, sou preconceituoso com o sofrido povo paulista. Me convença! Ps: também parei por aqui. Discutir com gente da nobreza, que tem sangue azul é foda demais.

  19. Jonas Schlesinger Postado em 27/Sep/2014 às 21:03

    "... pois há outro ser aqui que mora no nordeste, porém nasceu no sul." Cara para de pegar no pau cagado porque daqui dá pra sentir o odor da bosta nas tuas mãos. Acho que vc foi atrás de outro post ou me acompanha nos posts. Se tiver falando de mim meus parabéns acabou de achar que uma criança com quatro anos saiu do RS racista, homofóbica e com complexo de superioridade. Dos meus atuais 22 anos, 18 moro aqui no ce. Nem me lembro de quase nada em PA na minha infância. Ou seja, essa sua conclusão é furada. Se sente incomodado porque está debatendo com nordestino? Acha que a gente é burro? Pois bem fique aí no seu pedestal às margens do Ipiranga e eu ficarei aqui no meu canto.

    • Joker Postado em 27/Sep/2014 às 22:48

      "22 anos", agora está explicado... nem aprendeu a assoar o nariz direito e quer retrucar... putz, parabéns, Jonas, por ter conseguido fazer trocentas pessoas aqui no PP perder tempo respondendo aos seus comentários sempre tão contraditórios e imprecisos, típicos de um moleque néscio e sem bagagem... afinal, citando você mesmo: "Se tiver falando de mim meus parabéns acabou de achar que uma criança com quatro anos saiu do RS racista, homofóbica e com complexo de superioridade." E o que você falou sobre os paulistas mais acima? Deixe-me ver: "TODO PAULISTA TEM PRECONCEITO E NASCE COM PRECONCEITO NO CORAÇÃO ATÉ IR PRA COVA." A regra só vale para aqueles de quem não gosta, não é? Hum... Agora eu não sei se você é apenas hipócrita, ou se é mal caráter. De qualquer forma, valeu, campeão, você é um orgulho da mamãe.

      • KARINA BB Postado em 28/Sep/2014 às 09:59

        Joker,pouca idade nao é sinal de burrice ou ignorancia,eu por ex sou ate mais nova que jonas e me considero no minimo nao alienada,o jonas tem umas opinioes meio polemicas e contestadoras,mas eu tambem tenho ,as vezes e sou quase que " estuprada " aqui .......mas ñ fujo do tranco ,,,,,,,,rsrsrs eu mesma tenho meus pontos d discordancia cm ele,mas concordamos tambem.........as vezes

      • Joker Postado em 28/Sep/2014 às 10:40

        Karina BB, ignorância não, imaturidade sim, e ela pega todos nós. Há dez anos, provavelmente eu pensava igual ao Jonas (na verdade, bem pior). Se você continuar questionando, buscando respostas e tendo uma visão crítica sobre o mundo, vai ficar espantada com o número de vezes que mudará de opinião, ou verá as coisas de uma maneira totalmente diferente da de agora. Esse é o ponto, quando somos jovens, ainda temos uma visão muito limitada (mas não admitimos nem sob pena de morte), de tudo. Dez anos já são o bastante para chacoalhar seu mundo. A não ser que a pessoa seja ignorante MESMO, aí não tem solução. Você escreveu "ñ fujo do tranco", parabéns, isso é algo positivo, mas só tome cuidado para não se fechar a novas ideias. Abraços.

      • Jonas Schlesinger Postado em 28/Sep/2014 às 13:05

        Ta bom Joker falou o guru da idade. Vou me convencer que os paulistas são os oprimidos e que os nordestinos os opressores. Vai ver a mina do Ceará ganhou o miss brasil não dou um dia pra enxurrada de críticas a ela, só pq é nordestina. Hipócrita! Não se faça de vítima! Você é tão bairrista quanto os seus colegas do Morumbi. Se sentiu ofendido? Problema seu, eu sinto nojo de sp. Pra mim que se explodam. Prefiro mil vezes aqui em Fortaleza do que aí na tua terra amaldiçoada. Vai chorar achando que sp deveria ser independente do resto do brasil. Se liga rapá. Nordestino não é burro. Hipócrita.

  20. Rodrigo Postado em 27/Sep/2014 às 21:31

    Ah, pensei que eu era o burro. Mas vejo que é o sr. mesmo que é do sul né ? hmm... E ainda se acha no direito de falar de bairrismo. Você tem um humor maravilhoso. Mas enfim, parei contigo. Mas fica a dica para você: se quiser respeito, deixa de ser preconceituoso, caso contrário, esqueça.

    • Jonas Schlesinger Postado em 28/Sep/2014 às 13:21

      Kkkk preconceituoso com quem? Paulistas? A piada do dia!

  21. Rodrigo Postado em 27/Sep/2014 às 22:25

    Enquanto isso a família de uma dentista morta queimada por um adolescente por não ter dinheiro espera justiça, mas claro que ser queimada viva não é um crime tão bárbaro como homofobia para se pensar nisso não?

  22. João Postado em 28/Sep/2014 às 08:18

    É mó fio, tá fácil pra ninguém, é gay sendo queimado, chutado, tomando lampada na cara... Sinceramente, pra que brother, machucar a pessoa por ela pensar diferente... Mas é assim, ser humano tem medo de tudo o que é diferente, já viram que nos filmes os aliens são sempre inimigos? A gente é muito belicoso, todos contra nós por assim dizer, acho que reflete nesse contexto. Mas, cara, eu só consigo pensar uma resposta a altura do que eles fizeram ao rapaz, jogar os camarada na prisão e falar que eles são artigo 213 e aí eu quero ver...

  23. Slash Postado em 28/Sep/2014 às 11:22

    Desconfio que sejam FUNDAMENTALISTAS. Pq todo o fundamentalista, é HOMOFÓBICO, MACHISTA E RACISTA. Além de INTOLERANTE. ACORDA BRASIL VAMOS COMBATER O FUNDAMENTALISMO

  24. Jonas Schlesinger Postado em 28/Sep/2014 às 13:25

    Bom pra mim essa matéria já deu. Não vou desviar o foco do artigo que foi um linchamento de um gay na linda e poluída São Paulo. Agora aprendam a discutir com nordestino ou quem mora no norte. Se vcs acham que nós temos que baixar as orelhas e colocar o rabinho entre as pernas estão muito enganados. Aprendam que existe mundo civilizado fora das fronteiras. Uma boa tarde meus queridos 44 milhões de preconceituosos.

    • raphael_subversivo Postado em 29/Sep/2014 às 08:08

      cada dia mais me canso desse povo fascista maniaco daqui de SP, é complicado viu.

  25. Thiago Teixeira Postado em 28/Sep/2014 às 23:34

    Se tentaram estuprar, a teoria de Carlos Prates está validada: "Todos homofóbico é homossexual".

  26. raphael_subversivo Postado em 29/Sep/2014 às 08:16

    Não sei o que é pior, esses doentes maniacos fazerem isso com o garoto que não fez absolutamente nada, que só tenta ter uma vida miserável como todos nós, ou a capacidade suprema de incompetência da nossa policia, que a única coisa que sabe fazer é bater em manifestante e matar pobres e negros, mas na hora de realmente trabalhar, praticar a investigação policial, parecem umas portas, o que fazer?!?! ir no local, ver se tem câmera, tentar identificar os agressores, programar rondas no local, traçar o perfil dos maniacos, retrato falado, etc etc etc, essa é nossa policia, não serve pra absolutamente nada, depois nós fazemos justiça com as mãos e ai somos os bárbaros, essa PM é um entulho totalmente inutil, passou da hora de uma reforma policial séria....

  27. Bruna Postado em 30/Sep/2014 às 01:50

    E como eu digo, em todos os meus comentários anteriores. Se tivesse respeito, o cara não tinha sido agredido, não teria essa discussão inútil nos comentários, as pessoas seriam mais felizes e teríamos mais notícias boas do que ruins. Esse tal de respeito, cada vez mais raro.

  28. Eliane Ferreira Postado em 30/Sep/2014 às 12:33

    Ficou claro que esse não é simplesmente um crime homofóbico. A frase "você vai apanhar como uma mulher" revela o que está por trás e amplia a agressão às mulheres. São esses homens que fizeram a Lei Maria da Penha existir. Eles não estavam só agredindo um homossexual - com tudo de abjeto que existe nisso -, estavam incitando e justificando a agressão às mulheres, o que prova que o sentimento dessa canalha é sempre o mesmo,s eja em que direção for. Enquanto religiosos e candidatos à Presidência da República incitarem a violência contra homossexuais - e, como se vê, contra mulheres - e o MP, como representante da sociedade, não fizer nada, essa situação não mudará.