Redação Pragmatismo
Compartilhar
Homofobia 25/Sep/2014 às 14:24
24
Comentários

Malafaia já é o maior militante LGBT do Brasil

Silas Malafaia, um dos líderes evangélicos mais conhecidos do Brasil, fala mais nos gays do que em Jesus. Tamanha obsessão transformou a pauta LGBT em um dos destaques da corrida eleitoral de 2014

silas malafaia gays homossexual
Silas Malafaia, o pastor de uma pauta única: gays (divulgação)

Fabrício Longo, os Entendidos

Obrigado, Silas. De verdade. O que não conseguimos em 40 anos de movimento, você conseguiu com 4 tweets. Confesso que nunca gostei de você, mas hoje quero até pedir desculpas. Por sua causa, os direitos LGBT tornaram-se pauta de destaque na corrida eleitoral. É claro que ajuda o fato de você falar muito mais em nós do que em Jesus, mas de qualquer forma, quero te agradecer. Obrigado e meus parabéns. Você é o maior militante LGBT do país!

Em 2010, a grande polêmica era o aborto. Em 2014, é a homofobia e a transfobia – pela primeira vez. Estou quase apostando que em 2018 será a legalização da maconha. Os fundamentalistas religiosos e os conservadores em geral estão cansados, pois parece que só se fala nessas questões, mas isso é muito natural. É o resultado de “empurrar as coisas com a barriga”: problemas mal resolvidos sempre voltam para nos assombrar. Na ânsia de impedir o avanço desses assuntos, os defensores da “sagrada família” não os deixam morrer. Todos ganham a oportunidade de pensar. Surgem argumentos que são contra e a favor, e a insistência do “amor cristão” em massacrar a liberdade alheia também fica exposta. É um “tiro pela culatra”, já que denuncia a urgência em lidar com essas questões de maneira pragmática e eficiente. Só temos a agradecer.

VEJA TAMBÉM: Silas Malafaia se irrita com selfie irônico em avião

Para as minorias, visibilidade é tudo. É por isso que promovemos paradas e ganhamos dias especiais no calendário. Nós precisamos ser vistos, lembrados, comentados… E ninguém tem ajudado tanto nisso como você! É verdade que às vezes parece que você nos odeia – até porque só sabe falar aos berros -, mas no fim das contas acaba ajudando.

Você grita que “cristão não é bobo” e ameaça usar a sua influência para decidir os rumos do Brasil com o “voto evangélico”. Ora, é exatamente porque os cristãos – os de verdade – não são bobos, que fazem o possível para se dissociar da sua imagem raivosa. Se “Deus é amor”, a última coisa que um fiel desejaria é ser considerado rebanho de um pastor só prega o ódio.

Você, Silas, é um mala mesmo. Sem alça! Você, o Bolsonaro, e o Feliciano. Acontece que vocês falam mais em viado do que a Lady Gaga, e aí fica difícil levá-los à sério, mesmo para quem compartilha de suas ideias. É uma obsessão, um fetiche tão grande, que até os dizimistas mais comprometidos pedem para “mudar o disco”. E embora vocês ainda tenham influência política, esse circo todo assusta.

Recentemente, você disse que “os evangélicos” é que sofrem preconceito, que são vítimas de “perseguição religiosa”. Se não estiver delirando, é mais uma das suas falácias torpes. Algo tão ridículo que quase tem graça, ainda mais porque da mesma forma que não se pode falar em “os gays” para representar uma unidade onisciente de homossexuais, não há como pensar em “os evangélicos” como uma coisa só. Por mais que deseje, o senhor não fala por um grupo tão heterogêneo de pessoas. Aliás, fala justamente por uma parcela que é considerada maluca e que deve ser afastada da política com todas as forças.

É engraçado, porque até o senhor anda “marinando”. Primeiro, era contra a “nova política” porque ela lhe parecia muito progressista, e vieram os tweets salvadores – sim, porque pelo menos serviram para abrir os olhos das pessoas – ameaçando boicotar Marina Silva. Eles surtiram efeito e ela mudou de ideia (embora isso não pareça mais algo tão difícil de acontecer), e agora você também mudou de discurso e passou a apoiá-la, garantindo que ela governaria sem permitir que a religião interferisse em suas decisões! Ora, mas não foi você mesmo que interferiu, e ainda lembrou que o cristianismo – desse jeito aí que você pratica – é um estilo de vida e que não permite negociações? Como é que agora ela lhe parece a opção “mais laica”? Tudo isso é medo de que o “preconceito” faça com que ela perca votos? Bateu desespero porque finalmente há a chance de eleger uma Presicrente?

SAIBA MAIS: De onde vem a obsessão da direita religiosa pelos homossexuais?

Realmente, temos muito que te agradecer. Graças a você, a farsa da novidade acabou em 24 horas. Graças a você, os direitos LGBT são tema de perguntas em debates e entrevistas, e os candidatos estão fazendo de tudo para se promover como defensores da diversidade. É claro que promessas são coisas fáceis de fazer, mas servirão de guia para as cobranças do próximo mandato. Graças a você, lembraram que gay também é gente, que paga imposto, e que vota – olha só! Valeu mesmo. Para quem está acostumado a ser visto como cidadão de segunda classe, a visibilidade é tudo.

Graças a você, saímos do armário e viramos mesa de centro.

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Fernando Yanmar Narciso Postado em 25/Sep/2014 às 16:28

    palmas pra esse autor! pessoalmente sempre achei o malafeita o gay mais mal enrustido do brasil, com seus trejeitos exagerados e oscilações malucas de voz

    • [email protected] Postado em 01/Oct/2014 às 11:18

      Não tenho nada contra a pessoa gay, mas uma coisa vocês já deveriam ter aprendido por onde se pratica o ato sexual , se não sabem, não podem questionar a natureza.Querem colocar a força algo que não é correto, isto tem um nome, chama-se pobreza de espírito. Tenho certeza que nos seus íntimos os gays sabem que estão fora de qualquer padrão de vida humana. Gay significa o fim. Gay tem o fim em si mesmo. Deus em sua sabedoria determinou que os gays não se proliferassem . Mas os homens querem ser mais que Deus. Estão unindo nada a coisa alguma e mais, querem dar filhos a esta anomalia.

  2. Maria Maria Postado em 25/Sep/2014 às 16:41

    E eu também agradeço sinceramente ao Malafaia por ter sido o primeiro a fazer Marina mudar de posição e com isto mostrar ao povo brasileiro a candidata "Marina-vai-com-as-outras na sua verdadeira face.

  3. Eva Postado em 25/Sep/2014 às 17:02

    Obrigada malafaia. valeu mesmo!

  4. KARINA BB Postado em 25/Sep/2014 às 17:59

    Continuo achando q ele nao é gay,ele usa esse discurso repetitivo pra eleger seus POSTES e continuar levando grana dos anencefalos

  5. carmo.mb Postado em 25/Sep/2014 às 19:42

    perfeito!!!!!!

  6. ALBERTO Postado em 25/Sep/2014 às 22:43

    PEQUENAS IGREJAS, GRANDES NEGÓCIO$$$

  7. mauricio augusto martins Postado em 25/Sep/2014 às 22:56

    Texto límpido claro e educado, porque não dizer Didático, Fabricio que se faz supor Entendido, numa clareza fantástica dá a dica, para Ler, Entender e sobretudo captar uma mensagem e "bater" com o que Pensa também um hétero, não tem necessidade de trocar fluidos corporais, basta ser um pouco inteligente, e dando nomes aos bois a pecha do malafeia de "Bucha de Canhão" lhe coube como uma luva, Parabéns, Querido Fabricio...maumau

  8. Janise Carvalho Postado em 25/Sep/2014 às 23:32

    Valeu, cara excelente texto. Isso é tudo que o mala precisa escutar.

  9. Júlia Postado em 25/Sep/2014 às 23:49

    Haha, adorei! Ótimo texto!

  10. poliana Postado em 26/Sep/2014 às 01:07

    BRILHANTE! Precisamos compartilhar esse texto maravilhoso. E amei o termo "presicrente". Kkkkkk..#chupamalafaia; #chupafundamentalistasreligiosos; #chupamarinacrenteretardada!

    • Luiz Postado em 28/Sep/2014 às 06:56

      Pq o ódio? Marina crente retardada? Independentemente do motivo, nunca se responde ódio com mais ódio.

  11. Bárbara Alvessandra Postado em 26/Sep/2014 às 08:31

    Obriga mesmo Malafaia, você foi o primeiro a colaborar para que pudéssemos desconstruir a Marina falsa que se apresentava ao povo brasileiro como a opção de uma nova política. Te agradeço muito!

  12. Deisi Postado em 26/Sep/2014 às 08:36

    Perfeito texto! Com tanto ódio pregado por Malafaia Bolsonaro e Feliciano contra gays, me faz acreditar que isso é porque eles são covardes e nunca terão coragem de sair do armário. Não me resta dúvida esses são umas bichonas covardes, assim como todos que pregam o ódio contra os gays em nome de Deus, sendo que o maior mandamento de Jesus é o amor. Quanta incoerência e hipocrisia desses enrustidos. Não merecem respeito, sim desprezo!

  13. ila duarte Postado em 26/Sep/2014 às 10:24

    Lindo texto, conseguiu explicar o que penso realmente de todo esse povo,Malafaia, Feliciano, Bolsanaro e abriu os meus olhos e já tinha enxergado em Marina uma possível opção, "Desmarinei" assim que notei a manipulação dele, em cima dela, o Estado é Laico, não pode ser governado por ideologias religiosas .

  14. Silva Postado em 26/Sep/2014 às 10:44

    Excelente texto!!!! Sim, gay também é gente! Eu sou cristã e concordo 100% com o autor. Não sou homofóbica, mas defendo sim a construção da família à partir de um homem e de uma mulher... mas também reconheço o direito de liberdade de cada cidadão e os direitos civis independente da opção sexual. Aprendo à cada dia ser menos legalista e mais amorosa... Jesus foi assim, quem sou eu para pensar diferente? Jesus jamais se recusaria à andar com uma pessoa por conta da sua opção sexual, disso, tenho absoluta certeza!

  15. Fernanda Postado em 26/Sep/2014 às 14:38

    Luís, o q vc considera "pauta mais extremista LGBT"?

  16. Margarida Maris da Siva Postado em 26/Sep/2014 às 15:12

    Esse Silas Malafaia é o pastor que mais que prega o ódio a nós. Parabéns ao autor do texto com ótimas pitadas de humor.

  17. Claudio Nunes Postado em 26/Sep/2014 às 17:39

    Reflexão mais que perfeita.

  18. Natália Postado em 26/Sep/2014 às 21:25

    "saímos do armário e viramos mesa de centro." Texto brilhante!

  19. Josemar Henrique de Melo Postado em 27/Sep/2014 às 12:20

    Ridículo este homem.

  20. Eduardo Postado em 27/Sep/2014 às 17:09

    Sério mesmo que você quer comparar o Bolsonaro, o Malafaia e o Feliciano com o Jean? O Jean nunca desejou que pai nenhum batesse no filho por ele ser hétero, nunca falou que a comunidade LGBT devesse "cair de pau" em cima dos cristãos, nem que evangélicos são descendentes amaldiçoados por deus. O "extremismo" que os LGBT procuram é só poder se casarem (ninguém tá falando de casamento em igreja) e amar quem eles quiserem.

  21. Robert Fagundes Orwell Postado em 27/Sep/2014 às 20:32

    Olha, Bostanaro, Feliciânus e Malafalsa devem ser homossexuais encubadíssimos, que morrerão sem jamais ter experimentado essa criação maravilhosa que é o homem simplesmente por serem estas bestas mentais escravos dos próprios medos - medo da sociedade, medo dos outros homens, medo de Deus, medo do boogieman debaixo da cama, sei lá. Enfim, isso não me importa. O fetiche doentio destes homens por outros homens homossexuais - é, porque falar mal das lésbicas eu [acho que] os ouvi falar poucas vezes e elas são tão gays quanto nós, homens que gostamos de homens (aliás, o foco destes três patetas no homossexual masculino revela, a mim pelo menos, muito sobre estes homens aí) - tem promovido a causa LGBT pelo Brasil todo. Finalmente, a mensagem dos saudosos Mamonas Assassinas têm sido levada a sério: "Abra sua mente; gay também é gente".

  22. Frederico Postado em 29/Sep/2014 às 07:53

    Bem humorado o texto rs. Reflete uma questão que eu mesmo já considerei por esses dias: será que esses líderes religiosos não percebem que mais afastam seu eleitorado do que retém uma parcela grande de fiéis com esses discursos ofensivos? Intolerância sexual pura e sem fundamento nunca deverá ser aceita no maior cargo do Brasil.