André Falcão
Colunista
Compartilhar
Política 22/Aug/2014 às 11:53
7
Comentários

Imagens de uma tragédia

Camisas com os dizeres “Não vamos desistir do Brasil” vestiam desde familiares e amigos a militantes espontâneos(?)

tragedia eduardo campos

Desastres de avião geram comoção. Quando na aeronave há um político popular em seu estado natal, e ainda é candidato à presidência do Brasil, não se pode imaginar menos do que o estabelecimento do luto no país, e em seus eleitores um sentimento de vazio, quase orfandade, ainda que não ultrapassasse os 10% das preferências do eleitorado.

Assim é que a presidenta da república decretou luto oficial por três dias e suspendeu suas atividades de campanha, no que foi seguida pelo outro candidato melhor colocado nas pesquisas, Aécio Neves.

Alguns políticos do partido a que pertencia o jovem candidato manifestaram-se por igual respeitosa e discretamente. A expectativa natural é que se guardasse silêncio obsequioso ao menos até o dia do seu sepultamento. Que nada…

Já no dia do acidente, o irmão de Eduardo Campos dá entrevista pedindo aos brasileiros para refletirem… sobre os rumos do país(!), como se a tragédia trouxesse algum dado novo à reflexão sobre o tema!

Logo depois, afirma que o PSB deveria alçar Marina Silva à candidata no lugar de EC. Claro, com ele como vice (desejo não confessado, claro). Luto? Que luto?

Enquanto isto, o jornalão Folha de S. Paulo já estava com pesquisa nas ruas, perguntando ao eleitor quem deveria ser o candidato no lugar de EC, já que este falecera(!). Os comentaristas da mídia grande igualmente puseram-se a discutir, freneticamente, a sucessão de EC, escancaradamente pressionando para que Marina seja a escolhida, por nela enxergarem a possibilidade, real, de ao menos levar a eleição para o segundo turno, mesmo que fosse ela a disputar com Dilma. O primordial é tirar o PT.

VEJA TAMBÉM: As reações bizarras e infames à morte de Eduardo Campos

Descartar MS, depois, seria mais fácil. Não sei. Depois de sua declaração afirmando que a “providência divina” a impedira de estar naquele voo — não o fizera, porém, com EC —, melhor que a direita tenha cuidado com quem está mexendo. Messianismo? Talvez ela pense mesmo que sim.

O momento mais surpreendente, porém, foi testemunhado no velório, e protagonizado pela própria família do falecido. O que se viu ali mais se assemelhava a comício do que a cortejo fúnebre, palancório (mistura de palanque com velório) do que velório. Camisas com os dizeres “Não vamos desistir do Brasil” vestiam desde familiares e amigos a militantes espontâneos(?). No fim, as imagens que podem talvez falar mais do que tudo o que se possa pretender dizer: Marina sorridente posando para foto em cima do caixão; Lula se esvaindo em choro convulsivo.

*André Falcão é advogado e autor do Blog do André Falcão. Escreve quinzenalmente para Pragmatismo Político

Recomendados para você

Comentários

  1. Rodrigo Postado em 27/Aug/2014 às 12:09

    (Outro Rodrigo) Façamos um exercício prévio: E se fosse a morte de Dilma? Ou de Lula? Ou de Aécio? Ou de qualquer outro candidato de maior conhecimento, em meio a uma eleição? E partamos daí, para bem pesarmos os argumentos e ver se são sustentáveis ou meramente decorrentes dos resultados das pesquisas do momento. P.S.: dilmeiros, marineiros, aéceiros e demais torcedores, acalmem-se. Ainda há um longo caminho pela frente e lembrem-se de fenômenos como Celso Russomano, a corrida presidencial estando sujeita tanto à manutenção do atual quadro, quanto a surpresas - ainda há muitos ataques por vir, muito lixo a revirar, muitos factóides e mesmo denúncias pertinentes. P.S.2: ao fim, quem ganhar vai governar uma nação, ou seja, pode e deve ser cobrado mesmo por quem não votou no(a) candidato(a) e especialmente por quem nele votou. P.S.3:Vamos parar com essas picuinhas, pois está parecendo eleição para jardim de infância e assumam postura de cidadãos e eleitores.

  2. Onda Vermelha Postado em 27/Aug/2014 às 12:29

    Pra aqueles que não viram! O QUARTO programa da Dilma exibido à noite, é muito bom! Vai direto ao ponto: Saúde! Sem dúvida, o setor que acumula as maiores carências e críticas. São apresentadas as dificuldades, os desafios e o que foi e está sendo feito na área de saúde como, por exemplo, aumentaram-se em 97%, em termos reais, os recursos da saúde de 2002 a 2014, apesar de não contarmos desde 2008 com a CPMF, derrubada pela oposição! E isso não se faz com Blábláblá, mas com ações concretas! A implantação do Mais Médicos diferente do afirmado por alguns não é um mero “paliativo”. Somente diz isso quem não conhece a área! Na verdade é uma ação concreta de estruturação do Sistema Único de Saúde(SUS) que já contratou mais de 14000 médicos e atendeu, em menos de um ano de funcionamento, mais de 50 milhões brasileiros em todo o país. Dentre esses, cerca 700 municípios que não contavam com um único médico sequer antes da implantação do programa. E para suprir a carência de profissionais, o programa também já criou 4041 novas vagas nos cursos de medicina de um total de 11 mil novas vagas até 2017. Em suma, um esforço gigantesco! Foram concluídas a construção de mais 7000 postos de saúde(UBS) e 13000 estão em construção, que por sua vez, estão sendo interligadas via Internet banda larga para prover diagnóstico à distância e agilizar o atendimento. E vem aí o Mais Médicos Especialidades para as especialidades com mais carência! Já a expansão do SAMU atingiu 70% do nosso imenso território e é maior do mundo no gênero. As UPAS 24H concluídas já chegaram a 328, e estão em construção 342. Somos um dos países de maior cobertura de vacinas GRATUITAS do mundo. É óbvio que temos problemas e isso é visível e reconhecido por todos, mas deixar também de reconhecer os avanços já alcançados pode significar botar tudo isso a perder. O que somente poderá ser garantido se tivermos CONTINUIDADE de ações e planejamento na área. Aqui também os mais pobres eram, de fato, INVISÍVEIS. Foi mais uma demonstração de que a mídia omitiu SIM, deliberadamente, as realizações nestes últimos quatros anos de Governo Dilma. Assista o programa e comprove você mesmo! Não me canso de repetir! Muita gente boa vai se surpreender, outros vão se indignar, outros vão se identificar, outros tantos vão querer saber por que não foram informados por nossa “gloriosa” imprensa. A Dilma tem o que apresentar! E os outros? Quais são, de fato, as propostas CONCRETAS? Só Blábláblá? E o Lula mandou os seus recados certeiros. Afinal, que “nova política” é essa com velhas práticas? É o que tá todo mundo repetindo: “A verdade vai vencer a mentira, e o amor e a esperança venceram o medo e o ódio!”. Atenção respeitável público! Preparem-se! Aqui está a VERDADE! Veja em https://www.youtube.com/watch?v=5Cmgvgdtsyo

  3. Jonas Schlesinger Postado em 27/Aug/2014 às 12:30

    Que matéria absurda. Semanas atrás o PP lamentava o fato dos abutres falarem mal da Marina por causa do sorriso (sorriso este compartilhado pela esposa e filho de Campos) e agora muda radicalmente dizendo "Marina sorridente" e Lula " se esvaindo em choro convulsivo"? Para melhor informar o falso é aquele que quer se passar de coitadinho e sofredor para os outros, não que eu esteja afirmando que o Lula foi falso. Eu acredito que todos ali foram verdadeiros, mas esse artigo só mostra que o PP é do PT.

    • Administrador
      Moderação Postado em 27/Aug/2014 às 12:40

      Olá Jonas. Não se trata de uma matéria, mas de uma coluna. Um artigo de opinião. Este é um detalhe que esperaríamos que não passasse despercebido por você, frequentador assíduo do sítio que é, e que não nos chamou de pró-Marina ou pessebistas quando da publicação do artigo em defesa da candidata do PSB. Articulistas nem sempre gozam da mesma opinião e isso não é difícil de compreender. Se houve conflito de posicionamentos entre dois articulistas que publicam em Pragmatismo Político, melhor assim.

    • ingrid Postado em 27/Aug/2014 às 12:46

      Na verdade só mostra como o PP é uma fonte falsa e tendenciosa como qualquer Veja, só está olhando para outro lado, mas é a mesma porcaria.

      • Henrique Fanti Postado em 27/Aug/2014 às 15:13

        Eu acredito que Não, o PP só falou a verdade.Deveriam ter guardado o Luto ou no mínimo aguardo o sepultamento.

  4. Mariah Postado em 27/Aug/2014 às 17:44

    Jonas, Ingrid,ôh preguiça hein? Tem que desenhar ou dá pra vocês entenderem que são diferentes colunistas e isso enriquece o debate?