Redação Pragmatismo
Compartilhar
Palestina 25/Jul/2014 às 10:04
33
Comentários

A entrevista do líder do Hamas à BBC

Os melhores trechos da entrevista que Khaled Meshaal, o líder do Hamas, concedeu à BBC

Khaled Meshaal hamas palestina israel
Khaled Meshaal, líder do Hamas (divulgação)

O líder do Hamas, Khaled Meshaal, concedeu uma entrevista exclusiva à BBC no Catar, onde vive. Confira a seguir os principais trechos:

BBC: Por quanto tempo o senhor está preparado para ver esse conflito continuar?

Khaled Meshaal: O sofrimento e a catástrofe humanitária são a essência do Estado de Israel. Nós somos as vítimas. Espero que esse confronto acabe o mais rápido possível. Essa é uma guerra que Netanyahu (Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel) lançou contra Gaza sem qualquer justificativa. Ele usou o argumento dos assentamentos na Cisjordânia e está se vingando de nós. Ele quis se vingar de Gaza e agradar seus oponentes políticos usando para isso o sangue palestino.

BBC: Por quanto tempo o senhor está preparado para ver esse conflito continuar mesmo depois de uma trégua?

Khaled Meshaal: Não rejeitamos nenhuma iniciativa que atenuasse o ataque e o cerco a que somos submetidos. O que nos ofereceram foi um cessar-fogo que, pelo contrário, fortaleceria o bloqueio – e os moradores de Gaza já estão cansados de um isolamento forçado que já dura oito anos. Esse bloqueio injustificável já matou mais do que guerras anteriores.

BBC: O senhor defende o fim do bloqueio a Gaza. Mas uma trégua não seria a melhor opção nesse momento?

Khaled Meshaal: Não. Essa é a posição dos moradores de Gaza, do Hamas, da Jihad Islâmica, da Frente Popular e dos palestinos em geral. Todos estão nos dizendo: “Não aceitem um cessar-fogo”. Queremos que, em primeiro lugar, esse bloqueio seja suspenso. Os bancos mundiais vêm pressionando os bancos palestinos para não enviar dinheiro a Gaza. Os moradores de Gaza estão morrendo. Imagine a Grã-Bretanha – a maior ilha do Atlântico – sendo submetida a cerco semelhante. O que os britânicos fariam?

BBC: O Hamas é acusado pelo governo de Israel de, deliberadamente, colocar em perigo a vida de civis. Qual é a sua opinião sobre isso?

Khaled Meshaal: Os números contam uma história diferente. Você pode usar as estatísticas da forma como quiser. Nós temos mais de 700 mártires. Muitos deles são civis e isso é confirmado por Israel.

BBC: Mas o senhor é acusado de deliberadamente colocar em perigo a vida de palestinos na Faixa de Gaza.

Khaled Meshaal: Quem deve assumir a culpa pelo que está acontecendo? Os ocupantes, os colonos – esse é o terceiro ataque contra Gaza – ou aquele que se defende? Quando a Grã-Bretanha abrigou de Gaulle (o general francês Charles de Gaulle), que, usando a BBC, lançou uma guerra de resistência contra os nazistas de Paris, seria ele o responsável pela morte dos franceses? Ou simplesmente tentou apontar o caminho para liberá-los da ocupação nazista? O que está acontecendo em Gaza é um problema do mundo. Tal como os sul-africanos, os palestinos querem viver sem ocupação, sem assentamentos. É hora de a comunidade internacional colocar um fim à última ocupação na história, a ocupação palestina.

BBC: Mas o Hamas é acusado de deliberadamente colocar em perigo as vidas dos palestinos ao usá-los como escudos humanos.

Khaled Meshaal: Isso é mentira. O Hamas está se defendendo, está sacrificando a sua própria liderança em consideração por seu povo. O único responsável pela morte de palestinos é Israel, que usa (jatos) F16 e armas ocidentais e americanas. Quando o Hamas ou qualquer outro membro do movimento de resistência se defende contra os ocupantes, estão protegendo o seu próprio povo. Permita-me voltar à comparação com de Gaulle. Ao lançar um apelo pela resistência, o general francês queria destruir o seu povo ou proteger os franceses da ocupação nazista? Estamos fazendo o que qualquer um faria se submetido a essa opressão.

BBC: Por que tantos civis estão morrendo? Por que quando o Exército israelense alerta as pessoas para que saiam de casa devido aos ataques, o ministro do interior do Hamas pede que elas fiquem?

Khaled Meshaal: Você quer que a liderança palestina peça às pessoas que abandonem sua terra? Qual governo pediria às pessoas que deixassem suas casas?

BBC: Mas qual direito o Hamas tem sobre os civis de Gaza de modo a orientá-los a não dar ouvidos às advertências de Israel, o que, em última análise, provocará sua morte?

Khaled Meshaal: Os palestinos são os únicos que permanecem firmes à sua própria terra. Nós estamos há 18 dias em guerra e você ouviu falar de algum palestino deixando Gaza? Os palestinos têm o direito de permanecer em sua terra e em suas casas. Você sabe qual é o tipo de alerta que Israel dá às pessoas? Israel nos envia um sinal e três minutos depois manda um F16 destruir nossas casas. Que tipo de advertência é essa? Israel fracassou militarmente em atingir a resistência e agora está atacando civis. Esse é o quadro atual de Gaza.

BBC: O Hamas instou a população de Gaza a proteger suas casas de “peito aberto”. Isso é um ato sensato?

Khaled Meshaal: É assim que as famílias palestinas vivem. Os palestinos estão em sua própria terra. Um palestino construiu sua casa com o suor do seu próprio dinheiro. Os israelenses esperam que ele saia dela sem mais nem menos? O Hamas não dá ordens às pessoas que permanecem dentro de suas casas. O Hamas encoraja as pessoas a não ceder à pressão de Israel e mostra a cada palestino sua perseverança. Vá a Gaza e você vai ver pessoas em hospitais. Veja as áreas destruídas. As vítimas não devem ser culpadas. A culpa deve recair sobre Israel, que cometeu esse massacre. Já são mais de 700 mortos do lado palestino. Muitos deles são civis. Enquanto isso, o Hamas se concentra em matar soldados israelenses. Essa é a diferença ética entre a resistência palestina e o ataque israelense.

BBC: Não há dúvida de que Israel tem um aparato militar muito superior ao do Hamas. Mas o Hamas lança foguetes indiscriminadamente contra Israel. Israel não teria o direito de se defender?

Khaled Meshaal: E o povo palestino cuja terra é ocupada por Israel e que está repleta de assentamentos? Não temos direito de nos defender? Por que só Israel tem o direito de se defender? O invasor é o opressor. Israel tem um Exército gigante. Metade da população palestina vive sob ocupação e outra metade em diáspora. Nosso povo tem o direito de se defender, mas o mundo está sendo hipócrita e a favor de Israel. O mundo nos diz que devemos abraçar a democracia. Por que o mundo não respeita a democracia na Palestina quando o Hamas venceu as eleições?

BBC: Quanto mais vidas terão de ser perdidas até o Hamas aceitar as tropas israelenses em Gaza?

Khaled Meshaal: Cada vida de um palestino é importante para nós. Cada gota de sangue também. São os nossos filhos. São os filhos de Israel. A ocupação é um crime, a ofensiva é um crime, o bloqueio é um crime e todos contradizem a lei internacional. O único que pode parar com o banho de sangue palestino deve interromper a ocupação e o bloqueio de Gaza.

BBC: O que é preciso para o Hamas aceitar um cessar-fogo?

Khaled Meshaal: Nós queremos um cessar-fogo assim que possível. Mas isso tem de ser concomitante à suspensão do bloqueio contra Gaza. Essa é a demanda do povo. Eu faço um apelo à ONU, aos Estados Unidos e ao Reino Unido que vão a Gaza e perguntem à população o que ela quer. Eu posso garantir que essa será a resposta do povo de Gaza.

BBC: Percebo que o senhor está absolutamente determinado a não retornar ao status quo. Mas não é verdade que o Hamas em muitos sentidos está mais fraco hoje do que esteve por muito tempo? Vocês perderam aliados importantes, como o governo da Irmandade Muçulmana no Egito, ou o Irã, que não está mais tão próximo a vocês como antes. Vocês enfrentam graves problemas financeiros, não conseguem nem pagar os salários dos funcionários públicos em Gaza. O Hamas está numa posição muito fraca agora.

Khaled Meshaal: Mas não vamos nos render. Sim, o Hamas está passando por um período difícil. Mas este é um perigo que Netanyahu calculou mal – de achar que o Hamas foi enfraquecido pelo bloqueio. E então ele ficou surpreso em ver que a população de Gaza e o Hamas estão mais fortes. As circunstâncias difíceis não nos levam à rendição. O Hamas não luta somente para ter aliados. Lutamos porque temos uma causa.

BBC: Mas dizer que não importa e que vocês simplesmente vão continuar a resistir parece quase suicida.

Khaled Meshaal: Quando você se aferra ao seu direito está cometendo suicídio? Nós somos submetidos à vontade de Israel. Todos os povos do mundo lutaram batalhas desiguais. Os vietnamitas. Ou na África do Sul. Os franceses enfrentaram os nazistas, e foram vitoriosos. Eles lutaram por seus princípios de liberdade e dignidade. As pessoas não lutam somente porque a balança de poder está a seu favor. O poder está sempre com o ocupante. Mas o povo vence.

BBC: O senhor ligou a violência às consequências do assassinato de três adolescentes israelenses na Cisjordânia. O senhor está preparado para reconhecer que os assassinatos foram uma ação do Hamas?

Khaled Meshaal: Não tenho nenhuma informação sobre quem fez isso. Até agora. Israel acha mais fácil acusar o Hamas, mas a questão é: eles estavam vivendo em sua terra? A terra na Cisjordânia é ocupada, de acordo com a lei internacional. Então o palestino que está se defendendo dos colonos armados é acusado de assassinato. Vamos falar sobre as circunstâncias.

BBC: Qual é a estratégia do Hamas? É somente recorrer à violência e acreditar que no fim esses instrumentos podem dar o que vocês chamam de liberação? Vocês realmente acreditam nisso?

Khaled Meshaal: Temos um objetivo e temos os meios de alcançar isso. O objetivo é o direito à autodeterminação, a colocar um fim à ocupação israelense, aos assentamentos judaicos e à agressão. Temos três escolhas. Nós preferimos a escolha pacífica. Somos forçados a recorrer à via militar. Por anos o povo palestino vem tentando a solução pacífica e não obtiveram nada da comunidade internacional. Se tivermos uma chance de resolver a situação pacificamente, sem violência e sem armas, o faremos. Mas somos forçados a lutar contra a ocupação de Israel.

BBC: O senhor está falando sobre uma visão de longo prazo. Quando o senhor acha que o atual conflito em Gaza vai terminar?

Khaled Meshaal: Se Deus quiser, espero que termine hoje à noite ou amanhã, mas como palestino gostaria que isso terminasse o mais rápido possível. Gostaria de dizer aos moradores de Gaza que eles avançaram politicamente. Mas deixe o presidente Obama e eu e Abbas e toda a liderança ajudá-los a colocar um fim na agressão, e então a comunidade internacional terá cumprido seu papel ético e humanitário.

VEJA TAMBÉM: Apenas 1 país votou contra as investigações do massacre de Israel na Palestina

Recomendados para você

Comentários

  1. Salomon Postado em 25/Jul/2014 às 10:49

    Se tudo o que o líder diz é verdade, os países que compõem o BRICS (Brasil, Russia, India, China, Africa do Sul) têm que declarar guerra diplomática e econômica a Israel.

    • Rodrigo Postado em 25/Jul/2014 às 12:43

      No mínimo, pararem de comprar armas de lá

    • Manuel Gonzalez Postado em 27/Jul/2014 às 12:47

      Os BRICS comensarão a ser boicotaods antes que o mundo reprima Israel

  2. Duda Balagan Postado em 25/Jul/2014 às 11:00

    Que bravo lider...Está vivendo no Catar... Parece que ficou claro, até para vocês, pragmáticos, que o Hamas não se importa com a vida...quer é matar e destruir Israel...é incrivel o que ele fala sobre os avisos humanitários...ele quer a morte....Aliás, quem fornece energia elétrica e abstece de agua a região de Gaza?...

    • Rodrigo Postado em 25/Jul/2014 às 12:43

      Que bravos líderes de Israel se escondendo atrás dos EUA, seus únicos apoiadores na Onu! Israel não se importa com a vida... quer é matar e destruir Palestina. Fizeram um cálculo milimétrico através da mística da Cabala, para o Fósforo Braco em 2012 atingir somente militantes do Hamas, mas este, com a magina negra, desfez o encanto e tivemos crianças derretidas. Aliás, quem rouba terras agricultáveis, entrepostos e recursos comerciais, zonas pesqueiras, água e gás da região de Gaza ? Além de bombardear estradas vicinais sob as quais há a rede de dutos de abastecimento de água e esgoto para os palestinos? Ah, é pq tem militante do Hamas escondido nos canos

    • Thiago Postado em 25/Jul/2014 às 15:36

      Israel não fornece agua e energia à faixa de Gaza. Eles roubam e revendem à preços muito mais altos do que os palestinos poderiam conseguir se tivessem o que lhe é de direito.

    • Erivan Santana Postado em 25/Jul/2014 às 16:37

      Estrategicamente, é o correto. Vc queria q ele fosse alvo fácil para Israel? O Estado judeu agora ataca hospitais, escolas, asilos e jornalistas. Vergonhoso.

    • Emerson Souza Postado em 25/Jul/2014 às 19:42

      A agua vem do Rio Jordão quando Israel ocupou a nascente. E do mar que Israel ocupa também parte da Cisjordania desde a decada de 40.

    • Celio Postado em 26/Jul/2014 às 15:59

      Cara, e se alguém ligar para você te avisando que está indo na sua casa matar você e sua família? Israel tem a razão por avisar que está indo matar? Israel bombardeia e a culpa é de quem resiste? E outra, Israel não fornece água e energia, eles controlam e limitam, isso sim. Você fala como se eles fizessem um favor. A Palestina deveria ter o direito de ser independente.

    • Joel Bento Carvalho Postado em 27/Jul/2014 às 17:46

      O mesmo que corta quando quer como agora deixando milhões sem água...

  3. Silvio Dias Jr. Postado em 25/Jul/2014 às 11:00

    Tendenciosa é pouca para classificar a atuação do entrevistador. Me pergunto se teria a mesma postura incisiva ao entrevistar os líderes israelenses... Melhor jornalismo do mundo?! Parcial assim?! Assim como sua cobertura sobre o Brasil?! Tá bom...

    • Gustavo Postado em 25/Jul/2014 às 12:19

      Aconteceu que o líder o Hamas não respondia a pergunta sobre seu grupo de usar os civis como proteção. De fato, assusta muito quando ele chama os 700 mortos de mártires dando prioridade ao valor da terra do que suas vidas enquanto ele está la no hotel...

      • Rodrigo Postado em 25/Jul/2014 às 12:45

        Mas e o Fósforo Branco que Israel despejara em Gaza em 2012? Era teleguiado pro Hamas?

      • Joel Bento Carvalho Postado em 27/Jul/2014 às 17:50

        Ele(o jornalista) mesmo deu a resposta: Se Israel manda aviso é por que sabe que lá não há militantes do Hamas. Houvesse, não mandaria aviso... simples assim

    • Guilherme Postado em 25/Jul/2014 às 12:33

      Tendenciosa realmente é pouco: "BBC: Quanto mais vidas terão de ser perdidas até o Hamas aceitar as tropas israelenses em Gaza?" Só faltou perguntar pq a palestina não se rende de uma vez

  4. Ana Franco Postado em 25/Jul/2014 às 11:09

    Achei as perguntas da BBC muito fracas, claramente se colocando em favor de Israel. Não me parece uma posição "neutra" - embora eu não acredite em neutralidade jornalística. Pareceu mais um interrogatório policial, repetindo as questões....

  5. Rita Postado em 25/Jul/2014 às 11:40

    Evasivas e respostas tangenciais para justificar ter colocado o próprio povo como escudo humano. Não se chegará a nenhuma paz desse modo. Não acredito, mais uma vez que esse senhor deseje o fim da guerra.

    • Rodrigo Postado em 25/Jul/2014 às 17:19

      É mesmo, Israel enviara fósforo branco teleguiado pela mística da Cabala sobre Gaza em 2012 de forma a não ter efeito em que não era do Hamas, mas o Hamas usou de magia negra e tirou o encanto. E Israel deseja? Tomando água, terra, pesca, gás, recursos fiscais, demolindo casas, todo dia? E sem tangenciar, ela diz claro: "faço porque quero"

  6. Rodrigo Postado em 25/Jul/2014 às 12:51

    Manchetes da BBC Londres em 70 d.C. "A cosmopolita, iluminista, plural, e avançada economia de Roma neste momento é obrigada a se defender diante da ameaça de terroristas judeus na Faixa da Judeia, que usam o povo bárbaro, atrasado como escudo humano. Estes judeus ingratos diante de todo o beneplácito romano se recusam a abandonar seu território e saírem errante por este mundo acolhedor e desprovido de ignorância xenofóbica, e não aceitando a rendição, o único remédio será Roma apertar o cerco, fazerem padecer de fome, sede e falta de atendimento médico, e se necessário, assolar completamente. Orem pela paz em Roma!"

  7. Luiza Postado em 25/Jul/2014 às 14:08

    "O Hamas é acusado pelo governo de Israel de, deliberadamente, colocar em perigo a vida de civis. Qual é a sua opinião sobre isso?" "Mas o senhor é acusado de deliberadamente colocar em perigo a vida de palestinos na Faixa de Gaza." "Quanto mais vidas terão de ser perdidas até o Hamas aceitar as tropas israelenses em Gaza?" Eu teria vergonha de fazer essas perguntas! "Mas qual direito o Hamas tem sobre os civis de Gaza de modo a orientá-los a não dar ouvidos às advertências de Israel, o que, em última análise, provocará sua morte? Mas qual o direito de Israel sobre os civis de Gaza de modo à expulsá-los de suas casas ou condená-lo a assassinatos covardes? "Mas" que entrevistador é esse?

  8. Nelson Postado em 25/Jul/2014 às 15:49

    Só falou mentira, quem deve ficar quieto é o Hamas, pois eles que começaram, e seu lideres tem que ser levado a corte internacional de direitos humanos para serem julgados. E enforcados é claro!

    • Rodrigo Postado em 25/Jul/2014 às 16:26

      E quem despeja Fósforo Branco pra derreter pessoas, têm que fazer o quê? Realmente, Hamas começou: É que nem aquelas mulheres terroristas que ao serem estupradas, ficam se debatendo, e este povo todo contra o estuprador espancá-la depois, né?

  9. Paulo Postado em 25/Jul/2014 às 15:54

    Quando cita alemães e franceses ele diz..."Israel não deve existir". Desse jeito não há como conversar. Se a questão fosse somente os assentamentos e os colonos provavelmente os rumos seriam outros. Se Israel joga bombas é porque tb as recebe. A ideologia de "Judeus ao mar" do Hamas dificulta tudo.

  10. Rodrigo Postado em 25/Jul/2014 às 17:17

    Ele não disse isso. E é a prática de Israel que, cotidianamente, diz: "Palestina não deve existir". Décadas após décadas, essa desculpa usando Hamas não cola mais, até porque Israel também faz miséria na Cisjordânia! E o Fósforo Branco?

  11. Leandro Postado em 25/Jul/2014 às 18:49

    "Israel não deve existir", são terroristas que nem mesmo os árabes os apoiam, queria ver alguma feminista de esquerda tentar lutar pelas mulheres deles para que ver como são bonzinhos.

  12. Ankh Postado em 25/Jul/2014 às 20:43

    Será que aqueles que justificam as atrocidades cometidas por Israel, teriam uma atitude diferente dessas pessoas! Essa gente já perdeu sua terra, sua água, sua cidadania e sua dignidade e agora querem mais, querem que essas pessoas desapareçam, uma vez que enviam mísseis para onde essas pessoas estão. Querem que elas vão para onde? Há local seguro em Gaza? Israel está atingindo até os edifícios da ONU! Israel já levou quase tudo daquela gente, mas ainda querem mais. No entanto, muitos realmente acreditam que o fato de Israel avisar às suas vítimas que vão destruir ainda mais suas vidas é uma atitude benevolente! Sinto muito, mas nem acho que essa atitude redime Israel das mortes (mandar um aviso dizendo às pessoas para evacuarem o local, pois eles vão destruí-lo em alguns minutos não os isentam de suas responsabilidades) e nem consigo condenar esse povo de resistir, afinal, essa pobre gente já não tem mais nada e suas vidas, o bem mais precioso que eles tem, para o outro lado não valem nada! Certamente muitos que se deram ao trabalho de ler esse desabafo, pensarão indiferentes, que resistir é pedir para morrer e que se isso acontecer a culpa não é de Israel e essa é parte que mais me indigna, já que coisas desse tipo são de uma hipocrisia imensurável, quando esses ataques são pela terra que Israel ainda não tomou dos palestinos e muitos defendem o direito de Israel defender seu povo e "suas" terras. Existe um vocábulo chamado "empatia". Eu desafio aqueles que acham corretas às ações israelenses a refletirem se estivessem no lugar dos palestinos, como eles se comportariam...

    • Mateus Postado em 25/Jul/2014 às 21:51

      Digo o mesmo se vc fosse um Judeu tendo que se esconder a cada meia hora de um ataque do Hamas a diferença que Israel de fato protege seu povo enquanto o HAMAS é incompetente.

  13. Viviane Postado em 25/Jul/2014 às 22:18

    Sério que é isso que o senhor tem a me responder, senhor Mateus? Sinceramente, era preferível não ter escrito nada, ao passo que "proteger" seu povo não justifica exterminar o outro. Fora que já leu algum artigo sobre o "Iron Dome", o sistema antimísseis de Israel? Parece que defender seu povo não é tão difícil para Israel... Apesar disso tudo, recomendo uma leitura: http://www.viomundo.com.br/politica/chomsky-como-e-tentar-sobreviver-na-maior-prisao-a-ceu-aberto-do-mundo.html Solidariedade aos civis palestinos...

  14. Alexandre Peixoto Postado em 26/Jul/2014 às 06:06

    "Mas qual direito o Hamas tem sobre os civis de Gaza de modo a orientá-los a não dar ouvidos às advertências de Israel, o que, em última análise, provocará sua morte?" Que pergunta mais idiota... Qual o direito que Israel tem de "orientar" sua população em dar continuidade a colonização palestina? ... A BBC ainda possui alguma seriedade?

  15. luisa Postado em 27/Jul/2014 às 20:27

    porcos israelenses, assassinos sionistas, genocídas.

  16. Icaro Postado em 28/Jul/2014 às 11:16

    É impressão minha, ou essa entrevista foi mais um jogo que o jornalista fez de tudo para que o líder do Hamaz se auto-acusasse? Mais pareceu um ataque-contra-ataque do que uma entrevista propriamente dita. E sim, o que Israel faz com Gaza é desumano. Necessariamente, é uma disputa de séculos, e estamos numa área onde as tensões políticas estão intimamente ligadas às questões religiosas.

  17. Arnaldo Ribeiro ou Israel Postado em 05/Jan/2015 às 12:02

    D I V I N A C O N V O C A Ç Ã O (MC.12.10) AINDA NAO LESTES ESTA ESCRITURA:(SL.108.7) DISSE DEUS NA SUA SANTIDADE: (ÊX.4.22) ISRAEL É MEU FILHO, MEU PRIMOGÊNITO; (IS.49.3) POR QUEM HEI DE SER GLORIFICADO: (IS.30.12) PELO QUE ASSIM DIZ O SANTO DE ISRAEL: Todo Cristão desperto deve ingressar no ciclo da Nova Ordem Mundial, que chega com a criação do Reino de Deus na terra: (MT.25.34) VINDE, BENDITOS DE MEU PAI! ENTRAI NA POSSE DO REINO QUE VOS ESTÁ PREPARADO DESDE A FUNDAÇÃO DO MUNDO: (JB.6.27) TRABALHAI, NÃO PELA COMIDA QUE PERECE, MAS PELA QUE SUBSISTE PARA A VIDA ETERNA, A QUAL O FILHO DO HOMEM VOS DARÁ; PORQUE DEUS, O PAI, O CONFIRMOU COM O SEU AMOR: (IS.42.21) FOI DO AGRADO DO SENHOR, POR AMOR DA SUA PRÓPRIA JUSTIÇA, ENGRANDECER A LEI E FAZE-LA GLORIOSA; (LC.12.32) PORQUE O VOSSO PAI SE AGRADOU EM DAR-VOS O SEU REINO; (1CO.15.45) POIS ASSIM ESTÁ ESCRITO: (JB.14.17) O ESPIRITO DA VERDADE, QUE O MUNDO NÃO PODE RECEBER, PORQUE NAO NO VÊ, NEM O CONHECE; VÓS O CONHECEIS, PORQUE ELE HABITA CONVOSVO E ESTARÁ EM VÓS; (PV.1.4) PARA DAR AOS SIMPLES PRUDÊNCIA, E AOS JOVENS CONHECIMENTO E BOM SISO; (1PE.4.17) PORQUE A OCASIÃO DE COMEÇAR O JUIZO PELA CASA DE DEUS É CHEGADA: (RM.13.11) E DIGO ISTO A Vós OUTROS QUE CONHECEIS O TEMPO, QUE JÁ É HORA DE VOS DESPERTARDES DO SONO; (2PE.3.4) PORQUE, DESDE QUE OS PAIS DORMIRAM, TODAS AS COUSAS PERMANECIAM COMO DESDE O PRINCIPIO DA CRIAÇÃO: (HB.5.11) A ESSE RESPEITO TEMOS MUITAS COUSAS QUE DIZER E DIFICIL DE EXPLICAR; PORQUANTO VÓS TENDES TORNADO TARDIOS EM OUVIR: (LC.16.9) E EU VOS RECOMENDO: Estudai e praticai os fundamentos cristãos, que temos divulgado através da internet, em particular no blog de Arnaldo Ribeiro ou Israel e no Site: arnaldoouisrael: (TB.5.21) FAZEI BOA JORNADA, E DEUS SEJA CONVOSCO NO VOSSO CAMINHO, E O SEU ANJO VÁ EM VOSSA COMPANHIA:

  18. Arnaldo Ribeiro ou Israel Postado em 29/Jan/2015 às 11:16

    PARTILHANDO A HETANÇA ESONDIDA AOS OLHOS DA CARNE: AMADOS DISCÍPULOS DO SABER EM CRISTO: PRESTAI ATENÇÃO! Não podeis esquecer de que os mais relevantes e imprescendiveis segredos que Deus nos legou, estão encerrados no âmago das parábolas bíblicas, demandando a sua recomposição literária, a fim de obtermos as revelações: Observai o que está evidente neste exemplo singular: (JB.18.1) TENDO JESUS DITO ESTAS PALAVRAS, SAIU JUBTAMENTE COM OS SEUS DISCÍPULOS PARA O OUTRO LADO DO RIBEIRO CEDROM, ONDE HAVIA UM JARDIM, AI ENTROU COM ELES: (MC.1.29) ENTÃO JESUS LHES DISSE: TODOS VÓS VOS ESCANDALIZAREIS, PORQUE ASSIM ESTÁ ESCRITO: (AP.3.13) QUEM TEM OUVIDOS OUÇA O QUE O ESPÍRITO DIZ ÀS IGREJAS: Conferi e certificai se os caracteres que compõem o texto acima (232 letras e 12 sinais), correspondem aos mesmos que formam o texto abaixo, trazendo à luz a seguinte revelação: HOJE OUVIREIS O DISCÍPULO QUE AMA JUSTIÇA, E DIZ ESTAS PALAVRAS DE DEUS, TESTANDO O MUNDO EM JESUS CRISTO E EM CRISTO JESUS: AGORA ESTÃO VENDO QUE HÁ DOIS CRISTOS, LENDO OS TESTAMENTOS qUE ARNALDO RIBEIRO ESCREVE: E OUVIRAM O ESPÍRITO DO PAI COMUIM, ESPIRITUALUZANDO AS ALMAS DOS JUSTOS: (HB.5.11) A ESSE RESPEITO TEMOS MUITAS COUSAS QUE DIZER E DIFICEIS DE EXPLICAR, PORQUANTO VÓS TENDES TONADO TARDIOS EM OUVIR: (NM.9.8) ESPERAI E OUVIREI O QUE O SENHOR VOS ORDENARÁ: (LE.9.17) AS PALAVRAS DOS SÁBIOS, OUVIDAS EM SILENCIO, VALEM MAIS DO QUE OS GRITOS DE QUEM GOVERNA ENTRE TOLOS...