Redação Pragmatismo
Compartilhar
Copa do Mundo 03/Jul/2014 às 12:01
12
Comentários

Copa do Mundo no Brasil injetou R$ 142 bilhões na economia

Na empregabilidade, o setor de Turismo ofereceu, sozinho, mais de 48 mil oportunidades de trabalho. Outras 50 mil vagas foram criadas para execução das obras nos estádios. Os dados são da Fundação de Estudos e Pesquisas Econômicas (Fipe), ligada à USP

fan fest jogos copa
(Torcedores assistindo jogo da Copa na Fifa Fan Fest-RJ)

Um dos saldos da Copa do Mundo no Brasil é o valor de R$ 142 bilhões injetados na economia entre 2010 e 2014. E a escolha das 12 cidades-sedes não foi à toa: o objetivo é espalhar a riqueza para todas as regiões, com desenvolvimento para comercio, indústria e serviços.

A Fundação de Estudos e Pesquisas Econômicas (Fipe), ligada à USP, apontou que, dos R$ 9,7 bilhões gerados durante a Copa das Confederações, 51% se difundiram por todo o pais, enquanto 49% ficaram concentrados nas seis cidades que receberam o torneio. Já o Mundial tem potencial de retorno mais de três vezes maior.

Mais de 3,6 milhões de pessoas estão circulando pelo Brasil, o dobro em comparação à Copa do Mundo na África do Sul (2010). Apenas com visitantes, o país terá retorno de, no mínimo, R$ 25 bilhões. Esse valor quita gastos do governo federal em infraestrutura, mobilidade urbana e segurança feitos para receber o evento e que ficarão como legado para população ao término dele.

Na empregabilidade, o setor de Turismo ofereceu, sozinho, mais de 48 mil oportunidades de trabalho. Outras 50 mil vagas foram criadas para execução das obras nos estádios. Esses são exemplos de fatores essenciais para que o Brasil possa seguir mantendo as menores taxas de desemprego de sua história.

Agência Brasil

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago M. Postado em 03/Jul/2014 às 13:18

    Isso daí só durante a copa. O governo em suas variadas esferas está só maquiando a real situação de merda que estamos pra garantir o sucesso do mundial para mídias e turistas estrangeiros. Fiquei sabendo, de uma fonte do Banco Central (confiável), que a coisa vai ficar FEIA depois da copa e das eleições. A economia do país vai entrar numa era negra sem precedentes, e essa mesma pessoa me disse pra apertar os cintos e me preparar. Recomendo o mesmo para todos.

    • Larissa Postado em 03/Jul/2014 às 14:35

      A sua fonte é tão "confiável" que não tem nome nem cara...

      • Thiago M. Postado em 03/Jul/2014 às 16:51

        Meu pai é corretor de ações em SP e tem amigos que trabalham no Banco Central. O assunto lá dentro das dependências já é conhecido há algum tempo. Serve?

    • Thiago Teixeira Postado em 03/Jul/2014 às 20:01

      Vote 45. Armínio Fraga dará um jeito na nossa economia como em 98/99.

    • Gustavo H. Postado em 04/Jul/2014 às 10:07

      REALMENTE É MUITO BOM PRO SEU PAI ESPALHAR ESSE "PÂNICO" QUE VOCÊ PROFETIZA. O CAPITALISMO É FORMADO POR CICLOS MEU QUERIDO, RECOMENDO QUE VOCÊ RETORNE AOS CLÁSSICOS E DEPOIS DÊ UMA OPINIÃO FORMADA.

    • poliana Postado em 05/Jul/2014 às 23:01

      fonte confiável?! hummm..já sei!!! deve ser a veja e seu grande economista constantino!!!!

    • Atila José Postado em 14/Jul/2014 às 14:46

      Poxa, cruel.,.. cite a fonte... do jeito que você falou, parece que Dilma deu dinheiro para os turistas virem para cá... e a fonte confiável? quem é... se é confiável, pode citar o nome... podia pelo menos citar seu nome completo, e colocar uma foto, pra gente olhar, olho no olho... veja o meu nick... é real, bem, real...

    • Eduardo Postado em 14/Jul/2014 às 16:57

      Desde 2002 a mesma história. Enquanto a crise não vem, o Brasil vai crescendo.

  2. Thiago Teixeira Postado em 04/Jul/2014 às 08:21

    Gleisi, Guido Mantega e Padilha são chefes do PCC.

  3. Eliana Postado em 04/Jul/2014 às 15:10

    Empregos "temporários"...!!!

  4. Eliana Postado em 06/Jul/2014 às 13:33

    Sim...!

  5. Atila Jose Postado em 14/Jul/2014 às 14:48

    Condenados por Joaquim não vale, ele fez do STF uma zona de meretrício, com a ajuda da mídia golpista, globo, veja, folha e estadão, e varios outros repetidores...