Redação Pragmatismo
Compartilhar
Copa do Mundo 14/Jun/2014 às 18:17
29
Comentários

Agressão a Dilma choca Maradona

Maradona condena agressão a Dilma e diz que não vai mais assistir aos jogos nos estádios. "É uma vergonha. Absurdo, absurdo!"

Maradona diz que vaia a Dilma é 'absurdo' (Reprodução)
Maradona diz que vaia a Dilma é ‘absurdo’ (Reprodução)

O craque argentino Diego Armando Maradona foi ao Itaquerão, assistiu ao jogo entre Brasil e Croácia, mas se declarou escandalizado com as agressões dirigidas por parte da torcida brasileira à presidente Dilma Rousseff por parte da torcida. “Absurdo, absurdo”, afirmou à coluna da jornalista Mônica Bergamo.

Maradona, que é simpatizante da esquerda latino-americana e foi amigo pessoal de Hugo Chávez, disse que não pretende assistir a outros jogos no estádio. “É uma vergonha. Eu não vou assistir a mais nenhuma partida nos estádios. Eu vou ver no hotel, pela televisão”, afirmou.

Durante a partida, ele torceu pelo Brasil e acertou o placar de 3 a 1 para a seleção canarinho.

247

Recomendados para você

Comentários

  1. Rodrigo Postado em 14/Jun/2014 às 20:16

    (Outro Rodrigo) Por mais que alguns digam que o palavrão, em estádios, é “lugar comum” (sendo xingados do gandula, passando-se pelos bandeirinhas e juiz, aos jogadores e técnicos), concordo ser lamentável (como disse no caso do show do Rappa), o uso de palavras de baixo calão contra a figura da Presidente da República. Claro que uma democracia sempre reclama espaço aberto à liberdade de expressão, de crítica e mesmo à vaia, como oposto lógico do apupo, do aplauso, mas xingamentos não revelam qualquer argumento válido, como sempre digo revelando mera tentativa de desconstrução do interlocutor, de impor-lhe uma etiqueta e assim calá-lo. Muito pensando nas razões que levam a tal nível de desrespeito, passei por uma postagem compartilhada por um amigo, fã de Olavo de Carvalho (que, como segue, acaba incorrendo na mesma agressividade que repudia): "O governo petista habituou a população a desrespeitar tudo: a ordem, a família, a moral, as forças armadas, as leis e o próprio Deus. Se esperava sair ileso e ser aceito como a única coisa respeitável no meio do esculhacho universal, então é até mais louco do que parece" - com tal não concordo totalmente, vez que a falta de educação tornou-se a tônica nas discussões, seja qual for o âmbito (político, religioso, filosófico). Em comentários na Folha, no UOL, a vontade livre e consciente de vociferar, de esbravejar e quase apedrejar o alvo da "crítica" é a mesma que vejo em sites e blogs de esquerda: comum consideração quanto a alegada propensão ao abuso de álcool e drogas, quanto a Lula e a Aécio; comum atribuição de adjetivos pejorativos a todos os candidatos, muitas ligadas a alegadas atividades criminosas; quanto a Barbosa, desnecessário seria investigar o real sentimento por detrás de afirmações como "negro vendido" e "capitão do mato"; considerações quanto à sexualidade de Dilma, Ronaldo e Romário; e muito mais, ao fim havendo a agressão generalizada entre comentaristas. Estamos nos acostumando, pois, à agressão, em vez da racionalização, da argumentação, do uso da inteligência, algo que já observamos desde há muito, a exemplo da destruição causada por criminosos, que se aproveitam de manifestações; Bolsonaro e a acusação de agressão física contra Randolfe Rodrigues, bem como agressões verbais outras relatadas na mídia; professor universitário que teria desejado, na internet, que Sherazade fosse estuprada; e, há mais tempo, a agressão com paus e pedras contra Mário Covas (que se tratava de um câncer, que depois o matou) perpetradas, surpreendentemente, por professores (pouco antes, Dirceu dizia que "tinham de apanhar nas ruas e nas urnas", cabendo interpretação igual ou diferente daquela conferida a Sherazade)... Estamos, pois, nos tornando um povo a cada dia mais agressivo, desrespeitoso, que pouco se importa com a verdade de uma acusação, com a dimensão que pode tomar uma difamação, uma calúnia, uma injúria, valorando a intolerância, a violência como fins em si mesmas. Assim, ou buscamos retomar urgentemente o combate argumentativo, lúcido, racional, ou teremos mais e mais exemplos de atos agressivos, ao final sempre um dos interlocutores recorrendo ao infantil salvo-conduto: 'comigo não vale ofensa, sou "café-com-leite" e só quero elogio e aplauso'. Lamento, novamente, os palavrões dirigidos contra a figura da Presidente da República, mas que, de todo o mal que representam, possamos retirar, como bem, a reflexão quanto ao que queremos, se tornarmos, todos, à idade do tacape ou tornarmos, todos, à evolução.

  2. Thiago Teixeira Postado em 15/Jun/2014 às 08:55

    Lembrando que o Jogo foi em São Paulo, e São Paulo não é Brasil, é Chuíça. Basta ver a alegria que estão sendo os jogos em outros estados, mesmo com a seleção brasileira em Campo o comportamento paulistano é apático, pífio, digno dos Reis dos Camarotes, que organizaram o xingamento a presidenta onde se esperavam apenas vaias. Maradona, esqueça São Paulo e acompanhe sim a Argentina em outros estádios!

  3. Deisi Postado em 15/Jun/2014 às 09:05

    Devido a rivalidade futebolista, não sou muio fã dos hermanos argentinos, mas tenho que admitir, que embora um país menor em extensão territorial, estão anos luz quando o assunto é democracia, cividade, educação e politização de um povo. Isso dá um pouco de inveja, considerando que no Brasil, a ignorância e o fanatismo ultrapassa o limite da falta de educação; Mostraram a cara ao mundo, mesmo cantando o hino nacional com tanto entusiamo, não são nada democráticos, porque além de desrespeitarem uma mulher, não respeitam a presidente eleita pelo voto direto, sem dizer que educação vem de berço, independe de dinheiro e boas escolas. Mas seria esperar muito dos filhotes da ditadura.

  4. Silva Postado em 15/Jun/2014 às 10:35

    O problemas com drogas do maradona é publico desde que ele ainda jogava futebol, ele nunca negou e o mais legal buscou tratamento, para se libertar da dependência química, precisa ter humildade para admitir sua impotência frente as drogas, ele conseguiu atendendo o pedido da filha. Feio sim é negar, não admitir, tentar esconder debaixo do tapete, e dizer já usei não uso mais. conheço muitas pessoas que buscaram ajuda e conseguiram se libertar, mesmo com recaídas, lutam e acabam vencendo, o importante é não desistir, o exemplo do Casagrande está ai.

    • Silney Costae Silva Postado em 15/Jun/2014 às 13:30

      Argumento corretíssimo.

    • Vitor Postado em 16/Jun/2014 às 17:17

      Ao contrário de uns e outros por aí, que ficam nervosinhos quando são abordados sobre a questão, dão escândalo e chegam ao ponto de solicitar intervenção do Ministério Coxinha Público para invadir a casa de supostos integrantes de supostas quadrilhas virtuais

  5. Gabriel Postado em 15/Jun/2014 às 13:34

    "Sobre os "xingamentos" à Dilma: As manifestações contra a presidente, ofensivas e deselegantes, são uma metáfora. Eles gastam uma fortuna e fazem uma festa só para ricos e esperam gratidão de seus senhores. Mas, aí, enchem o estadio (arena) com a elite branca que a manda tomar no c. Sintomatico..." (Mauro Iasi)

  6. Rodrigo Postado em 15/Jun/2014 às 20:24

    Na madrugada do dia 1º, milhares de pessoas na plateia do show do Rappa, em Ribeirão Preto, já haviam premiado Dilma com o coro que se ouviu no Itaquerão. Será que se tratava também da “elite branca de São Paulo”, como dizem a ESPN, cheia de anúncios de estatais, e o PT?

    • Helena/S.André SP Postado em 16/Jun/2014 às 00:13

      Show do Rappa? Esses artistas que são patrocinados pela Natura, cujo dono não gosta da Dilma? Aliás, esse "Sr. Natura" é um dos empresários que mais devem aos fisco, coisa de R$ 400 milhões, diga-se de passagem.

      • Silva Postado em 16/Jun/2014 às 16:18

        Esse moço Rodrigo, fala tanto em corrupção do PT, e é um defensor de sonegador, quando eu disse que ia ter copa, mas que eu não veria os jogos na globo, ele só para provocar, disse que ia ver os jogos na globo e também as manifestações, como sua principal fonte de argumentação é o PIG, ele não acredite que nem a Natura e muito menos a Platinada devem ao fisco, inocente o moço.

    • Vitor Postado em 16/Jun/2014 às 17:20

      Rodrigo, deixe de cinismo...TODOS os canais televisivos ganham uma bolada de anúncios pagos pelo Governo Federal, sendo a Rede Nojo a que mais leva...seu comentário é sem sentido, daqui sinto seu cheiro de coxinha....

    • Jão Da Silva Postado em 17/Jun/2014 às 01:44

      Não, não é só a elite branca de SP, que, aliás devia estar fazendo orgia em algum destino típico, como a Riviera Francesa. Rappa = música de alienado. Alienado não tem endereço, e paga pau pra qualquer otário, inclusive pra "negão padrão Globo". Mal sabe esse mané do "Rappa" que no que dependesse dos patrões dele da Natura e aliados ele ainda ia tar no tronco. Ou talvez saiba e não se importe.

  7. Rodrigo Postado em 16/Jun/2014 às 06:26

    E só a título de informação saiba, que mesmo não estando, Dilma recebeu a mesma vaia em outros estádios, e Helena, você não respondeu, são todos brancos e classe média alta de São Paulo? O povo vaiou Dilma, se era a copa do povo, aonde está o povão? Dilma só plantou o que colheu, qualquer estádio que ela aparecer será vaiada do mesmo jeito.

    • Helena/S.André SP Postado em 16/Jun/2014 às 08:18

      O Povo vaiou? Que povo? Os que estavam nos estádios eram integrantes de uma seleta parcela da população, a dita "fina flor da sociedade paulista", que tinham condições de pagar um ingresso de R$ 990,00. E dessa nata da população, que frequentou os melhores colégios de SP, esperava-se uma melhor educação, mas se esqueceram de aprender o básico: respeitar as outras pessoas como gostariam de ser respeitados. E é esse nível de pessoas que querem voltar ao poder? Que não respeitaram sequer as crianças que estavam presentes nos estádios? E é como disse Lula: comeram demais. E aí eu complemento: a pança é tanta, tal qual a arrogância.

      • Deisi Postado em 16/Jun/2014 às 14:48

        Helena que ótimo você estar aqui no pragmatismo, porque tem muito reaça, precisamos dar uma mesclada de pessoas como você e a Fátima muito legal.

  8. Rogerio Postado em 16/Jun/2014 às 10:04

    Maradona é só um entre os estrangeiros que se escandalizaram com o fato. Ele é famoso e suas opiniões tem repercussão. E os desconhecidos? Quantos pelo mundo agora não estão achando nosso pais atrasado?

  9. Walter Postado em 16/Jun/2014 às 10:06

    Os mesmos que mandaram a PRESIDENTE tomar no C* querem educação padrão FIFA , se nem eles foram educados pelos seus antepassados imagine seus herdeiros. VIVA MARADONA VIVA ARGENTINA VIVA BRASIL.

    • Celio Bernstein Postado em 16/Jun/2014 às 12:54

      Talvez eles querem escolas padrão Fifa para que os filhos não tenha o mesmo nível de "educação" dos pais. Se bem que não adiantaria muita coisa, pois este tipo de educação vem do berço, rsrsrs...

      • Thiago Teixeira Postado em 17/Jun/2014 às 12:01

        Por gentileza, troque a palavra "peito" por DESCARAMENTO ou OPORTUNISMO ou HIPOCRISIA ou DEMAGOGIA. Sempre estudaram em colégio particular, tem planos de saúde, fecham os vidros do carro quando chega um pedinte de rua na janela, e agora estão preocupados com a saúde e educação dos pobres? Conta outra.

  10. Deisi Postado em 17/Jun/2014 às 09:24

    Vi um vídeo de uma mineira falando sobre à copa no Brasil, uma senhora catadora de materiais recicláveis, prova viva de que escola e dinheiro não significa educação, uma lição de civilidade, fechou com chave de ouro. Não é a educação que está ruim e sim a criação.

  11. André Postado em 18/Jun/2014 às 23:26

    Se a copa eh para os coxinhas, riquinhos q tem grana pra comprar ingresso, pq o pragmatismo exaltava tanto essa copa? De q partido eh o prefeito de sampa, capital dos coxinhas, como vcs dizem? Se o povão está fora dos estádios por conta do ingresso, foi pq pessoas do Brasil permitiram isso, né? Quem???

  12. Deisi Postado em 19/Jun/2014 às 15:28

    André a copa não se resume em jogos com ingressos caros, a não ser você como um legitimo coxinha, para não perceber, o quanto a copa tem trazido ganhos na economia das 12 cidades sedes , no ramo do turismo e comercio, Você é capaz de enxergar, se buscar informações fora do PIG. Ver a alegria dos torcedores do mundo felizes no Brasil admirando nossa musica, exemplo na Bahia , os alemães dançando e cantando. A mídia brasileira sempre fez questão de mostrar o lado ruim do Brasil, mas eles aqui estão descobrindo o quanto o país é maravilhoso, sem dizer que a vendas de televisores aumentaram significadamente, o povão está fora dos estádios porque quem determina preços são a FIFA, mas fora estão muito felizes, com exceção dos coxinhas dos estádios, a copa está sendo um sucesso. Nosso povo hospitaleiro sabe receber, eles terão outra visão do Brasil, muito diferente daquela que o PIG teima em mostrar, e o melhor deixando euros e dólares aqui.

    • André Postado em 19/Jun/2014 às 22:19

      Interessante seu ponto de vista, se nos focarmos apenas nesses aspectos, mas até que ponto tu me conhece pra me rotular como coxinha???

  13. Mauricio Palhano Postado em 20/Jun/2014 às 05:26

    E você os classifica de pombos por pensarem fora de sua caixinha! Qual é a diferença? Ambas são patéticas. Estereotipar é limitar a razão. Vocês estão imersos em suas bolhas (esquerda e direita) que se limitam demais. Expandam seus horizontes, saiam dessa robotizacao. Quanta mediocridade. Hoje em dia existe até sites que dão respostas automáticas de direitistas e esquerdistas...Voltando ao texto, vergonhoso. Pela primeira vez concordo com Maradona.

  14. bruno Postado em 21/Jun/2014 às 03:01

    O que é ser coxinha? Pq coxinha?

    • Bruno Postado em 21/Jun/2014 às 15:39

      E qual a relação disso com uma coxinha ?

    • Thiago Teixeira Postado em 21/Jun/2014 às 16:05

      Coxinha repercute as seguintes prontas: www.zueracard.com.br/coxinheitor

    • Thiago Teixeira Postado em 21/Jun/2014 às 16:17

      Para o coxinha, não interessa a ação do governo, será sempre contra e aproveitará para destilar seu ódio aos esquerdistas e a classe pobre em ascensão. Ele se sente ameaçado, pois agora tem negros sendo servido no restaurante que ele frequenta, tem um cara com sotaque de nordestino na poltrona de avião ao lado dele em direção a Paris, tem meninas de cabelo pixaim no baile de formatura pegando canudo ao invés de limpar o chão ... e por ai vai.

  15. Bruno Eloi Postado em 23/Jun/2014 às 12:32

    O conceito todo eu já entendi e já sabia...Mas pq essa denominação "coxinha"? Qual a relação dessas características com uma "coxinha"? De onde surgiu esse termo e pq relacionaram a "coxinha" com um perfil pejorativo, essa é a dúvida.