Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 10/Apr/2014 às 20:54
35
Comentários

PM divulga nota sobre mulher espancada dentro de ônibus

Vídeo flagrou o momento em que um policial militar agride, com socos e pontapés, uma mulher diante de seu filho e dos passageiros

Passageiros de um ônibus que fazia a linha Alto José Bonifácio, da Empresa São Paulo, presenciaram cenas de violência na noite desta terça-feira (8). As imagens divulgadas na internet registram o momento no qual um policial militar agride, com socos e pontapés, uma mulher que teria uma criança no colo. A ação ocorreu quando o veículo estava em uma parada perto da Praça da Independência, no bairro de Santo Antônio, no Centro do Recife.

Diante das polêmicas, a assessoria de comunicação da Polícia Militar enviou um comunicado oficial sobre o fato.

Nota de Esclarecimento

“A Assessoria de Comunicação Social esclarece que as imagens veiculadas nos órgãos de imprensa e redes sociais, sobre a agressão física de um PM a uma mulher dentro de um ônibus de transporte urbano na Região Metropolitana do Recife, são de natureza grave e retratam, claramente, uma ação isolada e que não correspondem as doutrinas operacionais da Corporação.

A Assessoria já encaminhou o vídeo para o setor de inteligência do Comando Geral da PMPE, com o objetivo de identificar quais os policiais militares envolvidos na ação. Assim que identificados, os PMs responderão a uma sindicância, que irá apurar a participação de cada um e determinará as possíveis punições já previstas nos códigos disciplinares da Corporação”.

Pragmatismo

Recomendados para você

Comentários

  1. Tômas Turbando Postado em 10/Apr/2014 às 21:39

    Ou seja, não vai acontecer nada, pois logo vai cair no esquecimento da população e o coorporativismo vai isso impune!

    • Silvio Postado em 11/Apr/2014 às 04:13

      Cara eu pensei exatamente o mesmo...quando olhei e vi seu comentário, parecia que eu já havia escrito rs

    • Rafaela melo Postado em 12/Apr/2014 às 00:39

      Esse é o nosso Brasil corrupto e com pessoas despreparadas para garantir a integridade física da sociedade,meus parabéns mas uma vez para nosso pais que só pensa em copa do mundo,mas em Educão e qualificar quem " deveria da proteção a sociedade" quando na verdade espanca Brutalmente uma mulher e ainda mas com uma criança no colo realmente é um ato de covardia e despreparo tanto psicológico quanto para lhe da com simples situações,e cade o estatuto da criança e do adolescente para ver essa situação descabivel de PM, por que a Criança ela também foi agredida e feriu os direitos da criança e adolescente por que no momento da agressão contra a sua genitora ele também foi agredido, justiça e que esse PM seja expulso da corporação e também responda civilmente e penalmente diante a sociedade,só assim podemos ter um pouco mas de confiança na justiça e acreditarmo- nós na impunidades.

    • Creuza Postado em 12/Apr/2014 às 21:19

      Vou ser obrigada a concordar com sua sentença.

    • waldez Postado em 15/Apr/2014 às 14:52

      A cadeia de comonado não chega até a soldadesca, o espírito de corpo prevalece, ainda bem que a sociedade está se mobilizando para acabar com essas corporações que estão a serviço do estado e não do cidadão;;;.....

  2. Aleluia Postado em 10/Apr/2014 às 21:46

    Que isso gente Ta todo mundo ficando cada vez mais doido

    • César Henrique Postado em 11/Apr/2014 às 11:48

      Ou então agora temos como registrar esse tipo de ocorrência. Foi uma "ação isolada"? conta outra... É fato que grande parte dos policiais acham que podem fazer o que bem entendem, já que qualquer reação do cidadão pode ser encarada como desacato à autoridade.

      • Maria Postado em 11/Apr/2014 às 16:28

        Essa é de fato a realidade do Brasil, se ela tivesse como se defender, teria sido um desacato, e ela estaria presa por isso...

      • André Postado em 14/Apr/2014 às 17:54

        Um colega de trabalho foi processado por um policial porque estava na frente do ônibus (a parte depois da roleta tava lotada) e o pm queria que ele passasse a roleta e pagasse a passagem de qualquer jeito, detalhe: o meu colega estava com uniforme de trabalho e ainda mostrou o cartão de "vale transporte". Os policiais civis que registraram a ocorrência mais tarde (a pedido do PM) quase não acreditaram no ocorrido devido ao absurdo que foi.

      • Ela mesma Postado em 15/Apr/2014 às 09:42

        E também porque internamente nada é feito. No máximo o coxinha é tirado da rua por um tempo. A polícia militar é tão mal vista pela sociedade porque a própria corporação encobre esse tipo de conduta. A punição precisa ser exemplar! Agora, como é que um desequilibrado desse passa na prova psicotécnica, hein?!

  3. Migoto Postado em 10/Apr/2014 às 22:02

    PM pmzando...

  4. Gabriel Postado em 10/Apr/2014 às 22:06

    PM pmzando... PERFEITO kk

  5. taissa Postado em 10/Apr/2014 às 22:09

    Ridículo! abuso de autoridade, bater numa mulher já é ridículo, fazer seu filho presenciar é inadmissível. Nojo desta pessoa, que tem uma profissão que todos deveriam respeitar, contudo tem muita gente podre no meio que abusa do poder.

  6. Capitão Nascimento Postado em 10/Apr/2014 às 22:12

    Tem que ser excluído da PM, não é digno de vestir a farda, um covarde que agride uma mulher. Infelizmente nesse país muitos que vestem uma farda e portam uma arma acham que são a própria lei, são os que menos respeitam a legislação. Mais punição para esse tipo de policial.

  7. Luís Postado em 10/Apr/2014 às 22:18

    Isso se chama COVARDIA. Mesmo que partisse de um policial despreparado, sem qualificação e sem outra opção de vida.

  8. julio Postado em 10/Apr/2014 às 22:33

    PM fazendo pmizisse

  9. Gisele Postado em 10/Apr/2014 às 22:56

    Aqui em São Paulo nas estações de trens acontece isso direto. Ou a pessoa é espancada em público ou no "quartinho". Monstruosidade espancar uma pessoa por tão pouco. Tira do coletivo ou a faz pagar mas não agride.

    • Guilherme Postado em 11/Apr/2014 às 11:25

      São uns covardes!

    • Mayara Postado em 12/Apr/2014 às 00:16

      Por tão pouco mesmo. Cara são só 2,15. Pra quê esse extremo? Só porque carrega uma arma acha que tem o poder de fazer o que quiser.

  10. Monteiro Postado em 10/Apr/2014 às 23:09

    No Paquistão uma covardia dessas não acontece, lá, o bebê pula do colo da mãe, puxa a arma do policial, ameaça-o e ainda interfere nos assuntos do Estado!

    • Mirian Postado em 11/Apr/2014 às 01:26

      Acertou em cheio!!!!!!! Monteiro.... É assim que se resolve uma pendência no Paquistão, na China, na Coréia etc....etc...

    • valkiria Postado em 11/Apr/2014 às 11:37

      HAHAHAHAH otimo comentario!

  11. Leandro Postado em 11/Apr/2014 às 08:04

    Monteiro, lá (ou regiões próximas daquele local) acontece um pouco diferente: todos pagam o ônibus por meio de uma latinha, não há cobradores no ônibus. Ao flagrarem uma pessoa roubando um vintém que seja, se amputa dedos ou até a mão do cidadão. Em praça pública. Tá todo mundo de saco cheio da ineficiência do estado ao fazer a lei cumprir, mas não acredito que um regime autoritário ou o poder de melícias seja incorruptível o suficientemente para nos das o grau de segurança que desejamos como cidadão.

    • Monteiro Postado em 11/Apr/2014 às 21:26

      Concordo.

  12. Thiago Teixeira Postado em 11/Apr/2014 às 08:08

    Eu não entendo ... a PM divulga uma nota ao meu ver coerente e de uma postura responsável e as pessoas ainda criticam? Brasileiro simplesmente enterrou a MERITOCRACIA, pois associa isso a ser puxa-saco. O que é errado, deve ser repudiado, agora as atitudes corretas devem ser aplaudidas, isso não vai tirar a pose de ninguém reconhecer um ato nobre. Isso foi o que a Rede Globo pratica todos os dias, satanizar um determinado partido e omitir todas as virtudes como faz o Jornal da Globo, ontem quiseram provar por A + B que os dados estatísticos índice Record da queda do desemprego em fevereiro em relação aos anos anteriores é questionável.

    • Carlos Saraiva Postado em 11/Apr/2014 às 08:55

      Ô Tiago, meritocracia não tem nada a ver com isso. O PM vai ser 'investigado " pelos mesmos caras que convivem com ele todo dia. Adivinha o que vai acontecer?

    • fabio Postado em 11/Apr/2014 às 18:36

      Meritocracia coisa nenhuma. Se eu agrido uma mulher sou enquadrado na maria da penha e possivelmente vou preso. Por que que esse canalha imundo não pode ser preso. Vai ser julgado por outros militares talvez até piores? Vai ser afastado das funções? Nojo!

  13. Gleidson Postado em 11/Apr/2014 às 13:14

    Acredita em papai Noel Thiago???

  14. Alexandre Postado em 11/Apr/2014 às 13:36

    Resumo: Não vai dar em nada. Investigação por colegas....

  15. simonal Postado em 11/Apr/2014 às 14:11

    Gostaria que agisse dessa forma tão determinada e rápida contra bandidos com armas na mão, que diuturnamente assolam o país.

  16. guga Postado em 11/Apr/2014 às 15:04

    Isso é uma corvadia por que ele não vai bater no homem do seu tipo,cade o governo que não ta vendo isso tem que tirar esse marginal da corporação issi não é maneira de trabalhar.

  17. Samara Postado em 11/Apr/2014 às 16:39

    Aposto que não vai dar em nada

  18. Joao Postado em 11/Apr/2014 às 21:24

    E tem gente que ainda deseja a volta da ditadura militar.

  19. Carlos Postado em 12/Apr/2014 às 09:36

    isso acontece todo dia, tem gente ainda que procura justificar a atitude do policial. num vai dar em nada.

  20. Marcelo Ramos Postado em 13/Apr/2014 às 18:45

    Essa é a realidade da policia militar em Recife, assim como na maioria dos estados. Pessoas sem qualquer perspectiva profissional, com educação precária, as quais prestam um concurso que a parcela da sociedade, com um mínimo de educação, despreza. Esses infelizes, que se transvestem de agentes do estado, são o máximo que um concurso com baixo nível de dificuldade e oferecendo um salário de "fome" consegue arregimentar.