Redação Pragmatismo
Barbárie 18/Mar/2014 às 16:41
10
Comentários

"PMs estavam rindo", revela filha de mulher arrastada

Filha de Cláudia Ferreira da Silva revela que policiais atiraram duas vezes em sua mãe e estavam rindo antes de colocá-la dentro da viatura

Os policiais militares que arrastaram uma mulher baleada pelas ruas do Rio de Janeiro acharam que ela era uma criminosa e estavam rindo antes de colocá-la dentro da viatura, conforme relatou Thaís Lima, filha de Cláudia Ferreira da Silva, em entrevista ao Bom Dia Rio. Segundo Thaís, sua mãe ainda estava consciente e respirava quando foi colocada no carro, mas falava frases desconexas e tinha muitos ferimentos. A família disse ainda que teve dificuldades para acompanhar Cláudia ao hospital – caminho que ela seguiria quando foi colocada no porta-malas do carro da polícia.

“Eles (os policiais) deram dois tiros nela: um no peito, que atravessou (o tórax), e um no pescoço … depois quiseram levar ela. Eu falei que eles não iriam levar ela, mas me empurravam e levaram. Jogaram ela de qualquer jeito dentro do carro, ela ficou toda torta lá dentro. Depois desceram com ela, a porta estava aberta e ela caiu no meio do caminho”, relatou a filha de Cláudia. “Se viram que estava ruim, por que não endireitaram e bateram a porta direito?”

Depois de ser ferida por dois tiros no Morro da Congonha, em Madureira, zona norte do Rio, Cláudia foi colocada pelos policiais no porta-malas do carro do 9º Batalhão de Polícia Militar (Rocha Miranda). Os PMs disseram que iam transportá-la para o Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, também na zona norte. No caminho, a porta traseira abriu, o corpo da auxiliar de serviços gerais ficou pendurado no veículo e ela foi arrastada, por cerca de 250 metros na Estrada Intendente Magalhães. Thaís relata que os policiais teriam atirado para o alto para afastar as pessoas.

mulher arrastada carro pm
Cláudia Ferreira foi arrastada por viatura da PM pelas ruas do Rio de Janeiro (Pragmatismo Politico)

“Se quisessem prestar socorro, não teriam sido agressivos com ninguém. Estavam achando que minha mãe era uma bandida. falaram várias coisas e deram tiros para o alto. Falaram que ele era uma bandida, que ela estava dando café para os bandidos.”

“Ninguém entendeu nada, a atitude deles… de chegar assim atirando, sem motivo. Não tinha bandido na rua. Eles falam que teve troca de tiros, mas não teve troca de tiros nenhuma”, afirmou Thaís. “Eles estavam rindo. Eu perguntei: ‘minha mãe trocou tiros com vocês? Minha mãe é bandida? Cadê a arma com que ela trocou tiros com vocês? Mostra!’. Eles ficaram quietos. Eles estavam rindo.”

Os PMs envolvidos são o subtenente Adir Serrano Machado, o subtenente Rodney Miguel Archanjo e o sargento Alex Sandro da Silva Alves. Os nomes foram divulgados pela Polícia Militar. “Não quero que isso fique impune. Eles têm que pagar pelo que fizeram.”

Terra

Posts relacionados

Comentários

  1. Olga Postado em 18/Mar/2014 às 17:39

    Eles vão pagar como?... uma vida pode ser paga?para quem para os filhos? os sobrinhos? o marido? Eles vão pagar como?? ficando uns meses na cadeia e logo voltar as ruas para seguir matando?... tem que ver como eles vão pagar..porque depois de uns dias o pessoal esqueçe e eles voltam!!! e si não são eles são outros matando gente inocente e digna!!!

  2. Guarani Postado em 18/Mar/2014 às 17:53

    Pqp, eu nem vou comentar porque a revolta é tanta que é melhor ficar quieto. Só tenho uma coisa a dizer, se uma corporação que foi feita pra proteger o povo mata civil e ainda dá risada (e a gente sabe que esse não é um caso isolado), é sinal de que a coisa tá MUITO errada e tem que mudar JÁ.

  3. renato Postado em 18/Mar/2014 às 19:31

    PQP. Existe alguma possibilidade desta história ter um reves... Por se não, isto por si só já é uma monstruosidade......... Digna dos pensamentos que constroem o INFERNO..

  4. Elias Postado em 18/Mar/2014 às 22:16

    Realmente a formação policial no Brasil é complicada, no Iraque soldados possuem tanques de guerra, satélites, inteligencia e tudo mais no Brasil uma Blazer velha e aqui é mais violento que lá, cada povo tem o governo e a polícia que merece me desculpem os cariocas.

  5. Sidnei m Carvalho Postado em 19/Mar/2014 às 11:17

    Isso esta acontecendo, porque o povo escolhe o presidente errado,o governador errado,ou seja tudo estar errado,aonde uma policia é mau paga,e que não tem treinamentos dignos,não podemos esperar mais nada,todo mundo esta ligado na copa do mundo,e nas olimpiedas,o povo perdeu o amor ao próximo,,somente JESUS poderá salvar essa humanidade maldosa,sem coração,aonde as redes de televisão,só passam sacanagem,e todo mundo aplaude,acham bonito as coisas errada,esse tal de big bhotter,isso é uma pouca vergonha,e o povo ainda assiste e liga pra lá,temos que mudar os costumes,e pensar como pessoa sólidas ,e realistas,só assim teremos um mundo melhor para nossos filhos ??

  6. Marcus Postado em 19/Mar/2014 às 13:58

    ahahahahaha, Elias. Vc deve ser paulista, como eu. Nossa polícia não é diferente não. Sei não se não é pior.

  7. Victor Machado Postado em 19/Mar/2014 às 17:41

    É algo grave e isso se chama rotina é algo que domina um Policial se não tomar uma providência que ajude a mente dele vai haver Medo , Extresse , Esquipamentos precarios , Munição mal cuidada e a falta de um(a) Psicologo(a) no batalhão para orientar qual é a atitude certa, isso tudo e mais um pouco causa uma tragédia , uma senhora trabalhadora , Mãe de familia deixou filhos sem orientação .. Cadeia neles tira a Patentes deles fora da corporação porque ha provas e a lei é certa

  8. primo Postado em 20/Mar/2014 às 00:18

    isso e ridículo !!!

  9. verdade Postado em 20/Mar/2014 às 11:45

    eles tem que paga mesmo, tinha que ter pena de morte para pessoas assim não importando se são políticos ,policiais ,advogados, todas as pessoas que fazem esses tipos de coisa, tem que serem tratados da mesma forma, porque eles tambem são bandidos e dos piores...

  10. Luh Souza Postado em 21/Mar/2014 às 08:01

    Ah, pelo amor de Zumbi!! Até vocês estão colocando este título de 'mulher arrastada"? Isso me dá um ódio tremendo!! ELA TEM NOME, PÕ! Vai continuar sendo desrespeitada até quando? Troquem este título escroto ai! Decepção, viu...

O e-mail não será publicado.