Redação Pragmatismo
Compartilhar
Rede Globo 28/Mar/2014 às 15:42
19
Comentários

Os cabelos da Coréia do Norte e o factoide no Jornal Nacional

Os cabelos na Coréia do Norte e o factoide que mereceu destaque no telejornal mais assistido da tv brasileira

jornal nacional cabelos coréia do norte
Se a velha mídia – com toda sua estrutura, não faz questão de verificar um provável factoide, é sinal que, para a indústria da informação, a verdade factual se tornou, há um bom tempo, subproduto descartável ante a facilidade de se inventar, manipular e vender uma notícia turbinada para ficar atraente (Pragmatismo Político / Ilustração)

Michel Arbache, Jornal GGN

Receita prática e rápida de jornalismo barato: pegue uma notícia esdrúxula numa agência de notícias qualquer, adicione uma dose generosa de pimenta sensacionalista, bata tudo no liquidificador e sirva, sem filtrar, para que os desavisados saiam por aí papagaiando para ajudar a mídia a vender mais notícia barata. A última foi o que a mídia nacional noticiou, ou, ecoou: “homens são obrigados a usar o mesmo corte de cabelo na Coréia do Norte”. Quando vi tal notícia no telejornal mais visto do Brasil, eu, escaldado pela gloriosa velha mídia, comentei com quem assistia comigo: quer apostar que essa notícia é falsa? Fui à internet e não deu outra: não há confirmação alguma sobre a veracidade da notícia, que partiu da BBC.

O curioso é que a senha para o desmonte do factoide está na própria notícia disponível no site da BBC, na base da malandragem da “uma fonte ouvida”; ou: “há relatos conflitantes”. Bom, essa coisa de “fonte”, a vaca sagrada do jornalismo (para o bem ou para o mal), é tão confiável como aquela fofoca que você ouviu a respeito do seu chefe a partir do relato do seu colega, que ouviu do vizinho, que ouviu do amigo de um primo que é muito amigo do irmão do chefe. Tudo fonte fidedigna, claro, não importa que você não tenha entendido bulhufas sobre a engenharia da rede de informação do colega.

Voltemos aos cabelos da Coréia do Norte. Pesquisando um pouco mais, você descobre que alguns poucos – porém criteriosos – informativos desconfiam da tal notícia. O jornal israelense Haaretz, por exemplo, lembra que as extravagâncias do líder norte-coreano Kim Jong-un e mais as dificuldades de se verificar a veracidade da notícia num regime fechado como a Coréia do Norte, dá margem a toda sorte de “criatividade jornalística”.

O que existiria de fato – segundo relatos, frise-se – seria uma campanha na Coréia do Norte para que os homens não usem cabelos compridos. E só. Tal informação teria surgido em 2008 quando o jornal japonês (epa!) Mainichi Shimbun, sem citar fontes críveis, teria noticiado que Kim Jong-il (pai de Kim Jong-un), que adorava basquete, teria torcido o nariz ao ver jogadores de um time norte-coreano de cabelos compridos. “Isso é time de homens ou de mulheres?” – teria comentado o ex-líder norte-coreano, falecido em 2011. Logo após aquele jogo de basquete, o governo teria espalhado avisos (ninguém sabe informar se é proibição ou orientação) em locais de trabalho para que homens evitassem usar cabelos compridos. Em seguida, um viral na internet passou a espalhar a “notícia” que a Coréia do Norte havia liberado apenas 28 tipos de cortes de cabelos – 14 para homens e 14 para mulheres; a “Radio Free Ásia”, que é bancada pelos EUA (epa! epa!), fala em 10 cortes para homens e 18 para mulheres. Uma pequena divergência ante um contexto tão idôneo, criterioso e relevante com que o jornalismo ocidental presenteia a humanidade, não?!

Moral da história: com dez minutos de pesquisa na internet, foi fácil para um usuário de computador verificar o contraditório que afronta o factoide. Se a velha mídia – com toda sua estrutura (financeira, humana, estrutural e técnica) – é incapaz, ou melhor, não faz questão alguma de verificar isto, é sinal que, para a indústria da informação, a verdade factual se tornou, há um bom tempo, subproduto descartável ante a facilidade de se inventar, manipular e vender uma notícia turbinada para ficar atraente. E se o jornalismo irresponsável tem tal facilidade é porque sabe que, na outra ponta, a maioria das pessoas acatará como verdade – esmagando a minoria com senso crítico que ainda teima em prezar o bom jornalismo e gritar por ele.

Fontes:

Matéria na BBC:

http://www.bbc.com/news/blogs-news-from-elsewhere-26747649

Matéria ecoada pelo Jornal Nacional, da Globo:

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2014/03/homens-sao-obri…

Haaretz questiona a notícia:

http://www.haaretz.com/news/features/1.582231

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 28/Mar/2014 às 16:33

    Esse é meu comandante. Meu sonho era ter nascido na Coréia do Norte só para trabalhar para o Kim Jong-Un no setor de lançamento de mísseis ou tortura! Kim Jong-Un é o cara, ele me representa!!!!!

  2. Marcelo Postado em 28/Mar/2014 às 17:06

    Boa Thiago! Esses capitalistas neoliberais falando mal do nosso comandante! Se fosse na República Democrática Popular da Coreia esse jornalista já teria sido entregue aos cachorros

  3. Esdras Pereira Alves Neto Postado em 28/Mar/2014 às 17:17

    Esse tipo de reportagem meu caro Michel é normal para o público que assiste tal jornal. É capaz que no dia seguinte várias pessoas que assistiram tal noticia foram ao barbeiro para cortar o cabelo tal como. Meu Deus até que ponto esse William Boner vai chegar com esses tipos de noticiário.

  4. Marcos Postado em 28/Mar/2014 às 17:36

    Não é novidade que a mídia distorce informações. Mas isso também não retira o fato de a Coreia do Norte ser uma ditadura em pleno 2014.

    • José Geraldo Gouvêa Postado em 28/Mar/2014 às 20:35

      Mas será que não existem bizarrices reais para serem narradas? Tem que inventar?

    • Qui Gon Jim Postado em 28/Mar/2014 às 22:29

      da mesma maneira que a Arabia Saudita é uma monarquia absolutista em pleno 2014, mas todos se esquecem de suas atrocidades, já que ela é amiguinha dos EUA...

    • Thiago Teixeira Postado em 29/Mar/2014 às 08:28

      E dai que é ditadura? Porque a democracia deve ser o caminho incontestável a ser seguido? Vai lá na Coreia do Norte e conheça a educação deles. pesquise sobre o Palácio das Crianças, Ensino Primário obrigatório, e entre numa sala de aula americana ou brasileira e veja o abismo disciplinar que eles tem em relação aos países com Liberdade de expressão. A sei, não passou no Jornal Nacional então na existiu "Frase de ACM".

  5. Marques Postado em 28/Mar/2014 às 18:09

    Acho que esse tal de Michel tem dor de cotovelo, só pode. No mínimo a vontade dele era a de trabalhar na Globo e apresentar o telejornal, como não conseguiu agora fica pegando no pé da emissora. Meu caro Michel, não foi apenas no Jornal Nacional que esta noticia foi veiculada e sim em vários outros canais (mídias), mas o Sr. fez questão de trazer, na chamada de seu texto, apenas o nome deste telejornal. Cara, recalque puro o seu. É claro que a noticia não pode ser considerada verídica, visto a dificuldade em se levantar este tipo de informação ou qualquer outra que seja, na Coreia do Norte. Em um site onde li primeiro esta informação (do tipo de corte de cabelo) no dia seguinte a matéria foi retratada. O próprio Jornal Nacional já retratou noticias anteriores quando é visto que uma noticia está equivocada. É só aguardar. E se não retratarem, em nada mudará a vida de ninguém.

  6. Gustavo Postado em 28/Mar/2014 às 18:31

    Parece óbvio que seja difícil achar a fonte, já que é um país extremamente fechado. Mas se quer suavizar a situação, beleza!

  7. Elias Postado em 28/Mar/2014 às 18:43

    Ditadura brasileira kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  8. Maria Aparecida Jubé Postado em 28/Mar/2014 às 22:04

    É por essas e outras que a audiência desse tele jornal e sua emissora está descendo a ladeira. Por mim já estaria no lixão da história juntamente com tudo que veio da ditadura.

  9. ademar Postado em 29/Mar/2014 às 13:30

    Vamos falar sério agora, qual corte de cabelo você mais gostou, Willian Bonner ou Kim Jong-un?

  10. rogerio david Postado em 29/Mar/2014 às 14:02

    Engraçado, essa é a unica noticia que foi possivel desmascarar. Por que não há posts todos os dias desmascarando as "falsas" noticias sobre o PT, mensalão e corrupção em geral. Quando acham uma é noticia..

  11. Paulo Postado em 29/Mar/2014 às 14:11

    Me preocupa essa pequena parcela da Esquerda que faço parte, defendendo com unhas e dentes a Coréia e seu regime antidemocrático sendo agora dirigido por um bobalhão que adora os popstar do ocidente. Essa velha esquerda arcaica apenas da margem para os neoliberais detentores dos meios de comunicação jogar a maioria da população pobre apolítica (infelizmente) contra regimes mais justos socialmente.

    • ademar Postado em 29/Mar/2014 às 19:18

      Paulo, há tempos venho fazendo algumas indagações que me causam muita estranheza, o comportamento e pensamento atual da Esquerda, defendendo causas e pessoas meramente em nome da ideologia sem qualquer critério e completamente desconexas com os idéias e valores nobres que sempre fizeram a bandeira da Esquerda. Como você citou este caso da Coréia do Norte, supostamente comunista, com uma ditadura ferrenha, se não fosse teríamos acesso a este País, muitas vezes é defendida pela Esquerda, na maioria dos casos, parecem seguir uma lógica: Todos que são aliados aos EUA somos contra, e todos que são contra somos aliados. Vejam o caso recente da Criméia, anexada ilegalmente, contra os princípios e tratados internacionais, ainda que o plebiscito realizado na Criméia tenha tido esmagadora aprovação, a consulta deveria ser realizada em toda a Ucrânia, como se o Estado do Rio grande do Sul aceitasse sua anexação ao Uruguai, com a consulta sendo realizada somente no Estado, completamente ilegal, ou com uma declaração de guerra separatista. Boa parte da Esquerda derramou-se em elogios a Russia, mas será que a Russia é um bom referencial? mas está contra os EUA, parece que é isto que basta. E por ai se vão outros exemplos como Cuba, que inegavelmente a revolução de 1959 foi importantíssima e um contraponto na ordem mundial, o enfrentamento a submissão aos EUA e as mudanças que ocorreram no País, mas hoje o regime fadigou, impera a ditadura dos Castros, os benefícios sociais estão ruindo, e mais de 60 anos de privação de liberdade, mas ainda parece ser o País dos sonhos da Esquerda. A Venezuela é caso parecido, Chavez foi importante para romper a hegemonia secular da Direita que imperava na poder, mas seu populismo ,paternalismo, e mão de ferro no controle do Estado ruiu com a democracia e arruinou profundamente a economia, não me parece muito promissor o futuro da Venezuela, mas são contra os EUA, a Esquerda deve vangloriar. Na nossa política nacional, é decepcionante e constrangedor ver a defesa dos condenados no mensalão, e as ofensas ao STF, principalmente a figura do presidente Joaquim Barbosa, o fato de o PT e Lula terem chegado ao poder, é de suma importância para o País, reflete a maturidade de nossa democracia, e um grande passo da Esquerda, porém há de se admitir os erros de condutas, e graves erros, crimes cometidos na ânsia de sustentação de poder, que é minimizado e tratados como a "grande invenção midiática", um argumento pífio diante da gravidade de tudo que foi cometido. Vejo com muita tristeza e constrangimento, a nobreza dos valores da Esquerda serem apropriados por quem defende tanta desigualdade, ditaduras, crimes, aceitam as restrições de liberdade de expressão e liberdades individuais, promovem linchamentos morais (como é o caso de Joaquim Barbosa) supostamente em defesa da ideologia não importa se tem razão ou não. Me parece que há uma profunda crise de avaliação de valores que a militância de Esquerda vem conduzindo, os ideais humanitários e sociais estão completamente desprezados.

      • Janaina Postado em 01/Apr/2014 às 08:51

        Parabéns pelo comentário!!!

  12. Carlos Dantas Postado em 29/Mar/2014 às 22:16

    Não importa se é verdade o que importa é falar mal da coreia. Porque a opinião publica é a soma das pequenos informes dito todos os dias.

  13. Walter Postado em 31/Mar/2014 às 12:40

    Quem assistiu a novela QUE REI SOU EU lembra da tática usada em 1989 pela referida emissora para eleger o COLLOR o rei e LULA o bode o povo assistiu e acatou elegendo o REI , e a dita emissora saiu de fininho em 1992 coincidência ou não 2014 tem eleição e o comunismo esta em foco.

  14. Min Du In Postado em 04/Apr/2014 às 13:47

    O cóiti de cabelo na Coléia é sinal de oiganização.