Redação Pragmatismo
Compartilhar
Rio de Janeiro 13/Mar/2014 às 15:39
42
Comentários

Neonazistas atacam universitárias da UFF

Testemunhas relatam que neonazistas teriam se irritado ao ver que uma das estudantes portava um broche com símbolo comunista

estudantes atacadas neonazistas uff
Estudantes protestaram na frente da delegacia contra a agressão (Foto: Léo Fonseca)

Duas estudantes da Universidade Federal Fluminense (UFF) foram atacadas por volta das 18h de ontem (12), quando passavam em frente ao bandejão da instituição. De acordo com testemunhas do caso, dois rapazes, um de 17 e outro de 18 anos, que seriam ligados ao movimento neonazista (grupo conhecido pela posição radical de ideologias antifeministas e racistas) teriam se irritado ao ver um broche com símbolos comunistas na roupa de uma das vítimas. Por causa disso, uma discussão começou, até que os dois acusados teriam puxado a vítima pelo cabelo e forçado um beijo, passando a mão pelo corpo dela. A outra vítima chegou em seguida e também teria sofrido agressões.

Os seguranças do Campus Gragoatá foram acionados e detiveram os suspeitos até a chegada da Polícia Militar. Um grupo de cerca de 50 estudantes acompanharam o caso em frente à Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), no Centro de Niterói, onde todos os envolvidos foram ouvidos. As informações são do jornal O Fluminense.

O advogado Rodrigo Mondego, da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Niterói foi chamado à delegacia e ouviu das estudantes a reclamação de que não havia policiais mulheres para atender as vítimas, o que teria causado constrangimento.

“Uma policial mulher teria uma sensibilidade melhor para registrar o caso. As estudantes ainda falaram que os rapazes fizeram vários gestos nazistas e debocharam do que fizeram”, disse Mondego.

Jornal O Fluminense

Recomendados para você

Comentários

  1. Alexandre Lopes Postado em 13/Mar/2014 às 15:55

    Às vezes, a gente precisa se controlar, mas que dá uma raiva enorme de atitudes covardes , dá . O pior é saber que o suporte disso tudo é uma ignorância petrificada . Essas bestas selvagens dificilmente vão mudar. Toda essa situação é profundamente lamentável .

    • Pereira Postado em 13/Mar/2014 às 16:34

      Amarra no poste é cobre de pancada esses dois !!!! Ahhhh ja sei .... os direitos humanos não deixam.. eles tem que ter um julgamento justo. (ironia)

      • Anne Postado em 13/Mar/2014 às 16:40

        Claro que tem que sofrer um julgamento justo. Irem pra cadeia e passar um bom tempo lá. Com certeza vão servir bem os presidiários...

      • Rafael Postado em 13/Mar/2014 às 17:19

        Já foram 2 inocentes espancados, confundidos com ladrões. Você quer ser o próximo?

      • Alexandre Lopes Postado em 13/Mar/2014 às 18:18

        A raiva é do ser humano . Eu consigo me controlar, porque sou civilizado , embora seja revoltante isso o que aconteceu . Diferentemente de idiotas como você , Pereira, que chancela esse tipo de atitude . Sua provocação é vil e abjeta!

      • Rodrigo Postado em 13/Mar/2014 às 18:18

        Não são os direitos humanos que não deixam, é a lei que não deixa. Ladrão que rouba ladrão é ladrão, pessoa que bate em pessoa violenta é uma pessoa violenta. Todos merecemos um julgamento justo, tipo você, te julgo uma besta quadrada justamente, a evidência é esse seu comentário burro! E não, não é ironia, tu é burro mesmo, nem precisa mais nada além desse seu comentário para chegar nessa conclusão.

      • Maria Aparecisa Jubé Postado em 13/Mar/2014 às 21:52

        Esses aí a Sheherazade não permite, são da mesma facção, amarrar no poste é só para pretos e pobres. Até para estuprador, ladrão de condomínio ela dá medalha, desde que se disponha a fazer justiça com as próprias mãos.

      • emanuela Postado em 14/Mar/2014 às 13:46

        Tornar-se igual a aquele que oprime te torna apenas outro opressor. A tirania da violência e da covardia deve acabar dentro do coração de cada pessoa para que possamos sentir os efeitos da escolha da paz e da fraternidade. Não crer que isso é possível, torna isso impossível dentro de cada um, e portanto, impossível para o mundo.

      • adriana Postado em 16/Mar/2014 às 23:36

        Seus comentários já estão à beira do Nobel, no caso, da estupidez...

  2. Rodolfo Postado em 13/Mar/2014 às 16:30

    Grupo neonazista no Brasil? Hilário! Sabem nem os seus ideais (e nem os correspondem). Se vivessem no tempo da segunda guerra, Hitler mandaria todos para os campos de concentração e todos eles morreriam queimados em fornalhas.

    • Henrique Postado em 13/Mar/2014 às 16:50

      Por que é tão difícil para as pessoas acreditarem que SIM, eles são neonazistas?!

      • arão Postado em 13/Mar/2014 às 23:56

        Eles são apenas arruaceiros e desiludidos com a vida. Pegam qualquer denominação e andam dando porrada e estuprando. Pra começar Neoazista tem que ser ariano.

      • Dandara Postado em 14/Mar/2014 às 19:27

        Não me parece que Rodolfo quis questionar a existência dos neonazis brasileiros. Só levantar o quão ridículo e incoerente com a própria ideologia nazista eles sao por natureza, tendo em vista a dificuldade tremenda de um brasileiro ser "raça ariana pura". Isso é realmente hilário. São pessoas doentes e violentas, querendo se ancorar numa suposta "ideologia política", na tentativa de legitimar suas ações barbaras.

    • luiz reis Postado em 13/Mar/2014 às 20:22

      Reflita sobre o que escreveu: talvez no afã de crítica acabou fazendo uma ode ao nazismo e a Hitler. Quase querendo dizer que eles são muito medíocres para serem nazistas. Não sei se foi a intenção mas chamo a atenção sobre o cuidado que devemos ter com o que escrevemos. Não escrevemos para nós mas para outro. Grato.

      • Simone Postado em 14/Mar/2014 às 02:11

        neonazistas sem "pedigree"

    • Paulo Henrique Postado em 14/Mar/2014 às 09:18

      O que me parece que o Rodolfo disse, e se assim for, concordo com ele, é que ser neonazista sendo mestiço como quase todos nós brasileiros somos é, além de odioso pela ideologia, estúpido pela incongruência. Nós brasileiros (maioria) não correspondemos ao ideário nazista, não temos a devida "pureza" que eles buscam. Então sim, eles são neonazistas por terem escolhido essa definição para seu ódio pelo que eles acreditam ser diferente deles. E os que pregam o justiçamento e tortura em postes agem como neonazistas sem admitir que concordam com esse ideário.

  3. nelson Postado em 13/Mar/2014 às 16:33

    em pleno século 21 mulheres ainda passam por situações de machismo e brutalidade cometidas por homens machistas e preconceituosos,quero vê fazer isso comigo

    • emanuela Postado em 14/Mar/2014 às 13:48

      Verdade Nelson, as mulheres precisam perceber que a opressão é diária, que a violência é diária, e que não temos os mesmo direitos não.

  4. Igor Muniz Postado em 13/Mar/2014 às 18:26

    Lamentável. A violência é gratuita hoje em dia. Mas achei curioso que elas reclamaram de não ter tido uma policial feminina para elas... Porque será? A imparcialidade de um policial masculino as incomoda?

    • Leonardo Postado em 13/Mar/2014 às 18:51

      Por que? Só policiais masculinos são imparciais? Elas têm direito ao atendimento por uma policial feminina! Ou será que você está sugerindo que as meninas mentiram sobre a agressão - e,como uma policial mulher seria conivente com isso, haveria a necessidade de um policial masculino, para identificar a mentira das jovens sobre a agressão? É uma pena que a gente ainda tenha que ler tantos comentários machistas por aqui...

    • alice Postado em 14/Mar/2014 às 00:49

      dá pra saber bem quem é você por sua pergunta.

    • Diego Postado em 14/Mar/2014 às 10:42

      Pois é, acho nada a ver isso aí. Só um exemplo: ano passado fui para a Noruega, um dos países no qual a discriminação da mulher é quase zero, e notei que na hora da revista, tanto fazia se tinha policial mulher revistando homem, ou policial homem revistando mulher. O que importava era a revista, sem nem ligarem para o sexo da pessoa. Super normal.

      • Melise Postado em 15/Mar/2014 às 15:07

        Vc tava na Noruega, Diego. Aqui no Brasil a maioria dos policias homens são machistas e ainda riem das vítimas mulheres, tentado desacreditá-las. Na cabeça de muito homem que ganha soldo de R$ 1200 por mês, a mulher tem a obrigação de ficar calada para não ser agredida.

    • emanuela Postado em 14/Mar/2014 às 13:52

      Por que legalmente é o direito da mulher pedir uma policial feminina. O policial homem é criado dentro de um ambiente machista. Até 1980 não havia divórcio, ser mulher ainda é receber menos para exercer a mesma função. Muitas vezes mulheres sofrem agressões de cunho sexual e o policial pergunta como ela estava vestida. Isso é o resultado de um machismo cavalar - culpar a vítima. E é fato, e estatística. Em caso de violência sexual a culpa é 100% do agressor. A não ser que vc ache que vc andar sem camisa na rua é razão para alguém te dar uma estupradinha... e não sei por que, mas apostoque essas meninas estavam de camisa !

  5. renato Postado em 13/Mar/2014 às 18:48

    O peso da mão da lei sobre eles.

  6. Thiago Teixeira Postado em 13/Mar/2014 às 18:50

    Neonazista no Rio de Janeiro? Como é possível? Haja fornalha para queimar a quantidade de mestiços que tem na cidade.

    • José Ferreira Postado em 14/Mar/2014 às 08:34

      A ideologia nazista é arcaica, e só uns saudosistas desinformados e criminosos ainda entram nesse jogo. É assim no mundo inteiro, pois vemos hoje neonazistas russos (?), e eu como historiador sei bem que Hitler dizia que os eslavos só serviam para serem escravos.

  7. Nicolau Postado em 13/Mar/2014 às 21:37

    Os covardes cagões comunistas estão vendo "neonazistas" para todo o lado! A Rússia e Europa do Leste são a Tumba do comunismo! Comunismo hoje serve só para os Subdesenvolvidos Idiotas da América do Sul!!!

    • la mano negra Postado em 13/Mar/2014 às 23:25

      subdesenvolvidos e idiotas? fale por si, criatura!

    • Auch Postado em 14/Mar/2014 às 00:18

      Por que uma pessoa ter ideais nazistas no Brasil é ok, né? Tal como os reaças falam pros socialistas irem pra cuba, te digo isso: não gosta da América Latina vai pros EUA, eles tratam muito bem os latino-americanos lá.

    • antinicoulau Postado em 14/Mar/2014 às 13:54

      Nicolau ... sabe a rima né ?

  8. antifacista Postado em 14/Mar/2014 às 08:44

    Não é de hoje que essas imundices que se acham nazis estão pelas ruas de Niterói, São Gonçalo e outras cidades do RJ e do Brasil. O problema é o caso não ser tratado com a seriedade necessária.Tá na hora da juventude combativa e que pretende lutar por uma realidade diferente botar esse assunto em pauta e reagir. Tratar o assunto como piada ou como caso isolado é permitir que esses vermes fascistas cresçam e se proliferem. Se quiserem uma dica, um deles mora na rua Nossa Senhora Auxiliadora, em Santa Rosa, numa casa com uns Pit Bus no quintal, a não ser que se mudaram.

  9. eu daqui Postado em 14/Mar/2014 às 09:35

    Isso de ter que ter policial mulher é mais sexismo. Gente sensível é imparcial é exceção em ambos os sexos, e não somente no masculino.

  10. Murilo Postado em 14/Mar/2014 às 10:06

    É um erro de muitos acreditar que somente brancos discriminam pessoas de outras cores. Por isso é plausível a existência de neonazistas no Brasil.

  11. João Postado em 14/Mar/2014 às 11:59

    Para os ignorantes que dizem existir MUITOS MESTIÇOS NO BRASIL, vamos falar de NÚMEROS. Segundo o IBGE, Brancos formam 53,7% da população (Em Santa Catarina esse número chega a 90%, Rio Grande do Sul 82%, Paraná 75% e São Paulo, mesmo com os imigrantes não-brancos nordestinos, 70%) , mestiços formam 38%, pretos 6,2%, amarelos ou mongólicos 1,7% e ameríndios 0,3%. No núcleo genético da UFMG, estudos genéticos sobre o genoma humano mostraram e comprovaram que 40% da população brasileira é, no mínimo, GENÉTICAMENTE 99,999999% européia, e considerando que 40% de mais de 180 milhões de brasileiros resultam em mais de 72 milhões de brancos genéticamente puros, que é um índice demográfico branco maior do que o de muitos países europeus (como o da Islândia, por exemplo, que apesar de ser hoje considerado um único pais 100% branco do planeta, possui apenas 500 mil habitantes).

    • José Ferreira Postado em 14/Mar/2014 às 23:28

      Fora que os mestiços aqui no Brasil tem em média 60% ou 70% de genes caucasianos. Lembre-se: Isso não justifica práticas neonazistas.

  12. Nicolau flamel Postado em 14/Mar/2014 às 12:26

    Só acho q n deviam nda ser neonazistas. Esse pessoal comunista é exagerado p krl com isso. Acredito q ele tenha agredido sexualmente sim, mas neonazista acho dificil. O cara deve ter falado assim: comunismo é o krl. Ai devem ter falado q os caras eram neonazistas ahuahauhahuahuahua

  13. Lucio Postado em 14/Mar/2014 às 14:20

    "Neonazista" tupiniquim??? (Risos)

  14. Daniel Bezerra - Judeu Postado em 14/Mar/2014 às 19:14

    Quero ver vim fazer isso ai aqui no Ceara mais precisamente no interior do estado, na terra de meu Padim Cicero, esse sujeitos iriam apanhar tanto, que no fim estaria gritando - Marl Max! Karl Max!

  15. Cuba Postado em 14/Mar/2014 às 23:12

    Neonazista ???? Não, eles são apenas vítimas dessa sociedade capitalista e sem oportunidade. Eles não tem culpa de nada, precisamos fazer um programa do governo para ajudar esse jovens ..Sem futuro, que foram para este caminho, uma bolsa do governo como medida emergencial ajudará, não podemos machucar os amiguinhos comunistas, mas nossa programa de reeducação irá resgata - lós!! Comunistas, na hora de chamar policial de porco fardado, opressor e por ai vai em manifestações, em policiamento dentro de universidade, falar que é ditadura... tudo bem.. Mas na hora que o comunista aiii sente na própria pele a violencia, a coisa fica diferente?? Ué, vcs não odeiam tanto a policia??? Pobres neonazista, cade os diretos humanos agora????

  16. David Rangel Postado em 16/Mar/2014 às 15:29

    Uma vergonha para o poder de polícia local!!

  17. Luciano Postado em 02/Apr/2014 às 08:48

    Eu não sigo nenhuma ideologia a unica ideologia que eu sigo é, trabalhar, pagar minhas contas e cuidar da minha vida. Se algum metido a besta tentar me agredir fisicamente por qualquer motivo eu simplesmente faço uso da legitima defesa que está no código penal brasileiro.