Redação Pragmatismo
opinião 20/Feb/2014 às 12:08
39
Comentários

O reacionário está na moda

Não há veículo da grande imprensa que não tenha hoje um ou mais comentaristas dispostos a destilar o mais profundo catastrofismo, enquanto estimulam a ira e desprezam a dignidade humana em nome de uma hipotética Constituição de um único artigo: a liberdade de expressão absoluta

Marcelo Semer*

Não foi surpresa que logo após o comentário em que deu status de legítima defesa a justiceiros (relembre aqui), a jornalista Rachel Sheherazade tenha tido a oportunidade de escrever artigo no espaço mais nobre de um grande jornal.

Foi vociferando a altos brados, contra todas as formas de ‘esquerdismo’, sem sutilezas nem decoros, que Reinaldo Azevedo ganhou o status de colunista nesse mesmo diário.

Lobão foi guindado a uma revista semanal depois que minimizou a tortura dos anos de chumbo, desprezando quem se disse vítima por ter tido “umas unhazinhas arrancadas”.

Diogo Mainardi pulou da revista para a TV a cabo, apelidando semanalmente o presidente de anta.

Até humoristas que se orgulham de ser politicamente incorretos, sobretudo com o mais vulnerável, vêm emplacando programas próprios na telinha.

Se alguém ainda tinha dúvidas, elas estão sendo dissipadas: o reacionário está definitivamente na moda.

Não há veículo da grande imprensa que não tenha hoje um ou mais comentaristas dispostos a tirar o espectador da ‘zona de conforto’, e destilar o mais profundo catastrofismo, enquanto estimulam a ira e desprezam a dignidade humana em nome de uma hipotética Constituição de um único artigo: a liberdade de expressão absoluta.

Tamanha reação do conservadorismo extremo, pelos novos ícones da classe média, poderia indicar que, de alguma forma, o país anda no caminho certo.

Nenhuma redução de desigualdade, seja ela econômica, social, racial, de gênero ou orientação sexual, passa incólume à reação. Tradição e privilégios jamais se rendem sem resistência.

Mas há dois componentes neste jogo que complicam a equação e nos aproximam da intolerância.

Primeiro, o fato de que o catastrofismo sem limites, o derrotismo por princípio e o esforço de detonar o Estado de todas as formas e sob todas as forças, produz uma inequívoca sensação de que estamos sempre à beira do abismo. Mesmo quando evoluímos.

A estabilidade política é desprezada, sufocada pela ideia que resume toda política em corrupção –mas que, inexplicavelmente, considera o corruptor apenas uma vítima do sistema que patrocina.

Todo mal reside nos políticos, nos partidos, enfim no Estado –nunca no mercado ou nos mercadores.

A maior autonomia dos órgãos de investigação e a independência dos operadores do direito, somadas ao fim da censura, têm ligação direta com esse mal-estar da liberdade: a democracia não é pior porque produz mais monstros, apenas mais incômoda porque é impossível escondê-los.

O derrotismo desproporcional, que remete toda e qualquer política à vala comum, acaba por conferir a violência foros de alternativa.

A criminalização da política é, assim, uma poderosa vitamina da intolerância. E seus responsáveis são justamente aqueles que mais bradam contra a violência que ao mesmo tempo estimulam.

reacionário moda
(Ilustração / Pragmatismo)

Mas não é só.

A política também tem perdido seu prestígio por estar sendo sepultada pelo fator eleitoral.

O pragmatismo sem freios destroça ideologias, pensamentos e valores e é um consistente obstáculo ao avanço civilizatório. Quando o poder é mais relevante que a política, os fins sempre servem para justificar meios.

A rendição à pauta religiosa, de governos e oposições, é um sintomático reflexo desse excesso de pragmatismo que comprime o espaço republicano.

A submissão rala à pauta punitiva, que ameaça inserir o país na lógica de um Estado policial, é outro indício. Como o instrumento penal é sempre seletivo, mais repressão significará mais desigualdade.

Esvaziar a política nunca é uma tarefa prudente, menos ainda quando o canto da sereia do reacionarismo está cada vez mais afinado.

Há 50 anos, nossa democracia foi estuprada por militares que deram um golpe, civis que o financiaram e reacionários que o justificaram, inclusive e fortemente na imprensa.

Que a efeméride, ao menos, nos mantenha vigilantes.

*Marcelo Semer é juiz de direito, escritor e edita o blog sem juízo

Posts relacionados

Comentários

  1. Caio Postado em 20/Feb/2014 às 12:41

    Ta na moda pq a midia assume essa cara. É tipo bandas de moda ou musicas da moda, é um status quo instantâneo pq grande parte da população é moralmente e ideologicamente inerte, vai aonde a empurram. Bom, sou dou risada de gente criticando marx sem considerar o capitalismo da época.

    • Fernando Drechsler Postado em 20/Feb/2014 às 15:59

      Hannah Arendt e o Homem Massa - As origens do totalitarismo Tão interessante e, infelizmente, tão atual.

  2. Thiago Teixeira Postado em 20/Feb/2014 às 13:10

    É moderno, é status falar mal do Lula e meter a boca no bolsa família.

    • JEAN Postado em 21/Feb/2014 às 09:35

      http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/dilma-aecio-bolsa-familia-e-os-fatos-quem-criou-o-que-ou-lula-sim-chamava-o-programa-de-esmola-e-dizia-que-pobre-com-bolsa-ficava-vagabundo/

      • Thiago Teixeira Postado em 21/Feb/2014 às 21:35

        Sou mau vindo no blog do Reinaldo meu caro. Eles nunca publicam meus comentários, ao contrário do Pragmatismo que publica todos proporcionando os debates. A Veja tem medo do debate pois sabem que eles perdem, é mais fácil fazer lavagem cerebral com pensamento único. Esse vídeo milhares de reacionários tucanos já me mandaram, assisti centena de vezes e percebi que é um tiro no pé de quem divulga com o intuído de formar opinião e difamar o presidente Lula. Ele diz que a cesta faz o povo votar pelo estômago. Ele estava errado, pois se fosse assim Serra teria ganhando em 2002. Outro dado que os tucanos não divulgam, é qual a porcentagem de brasileiros que recebe o benefício? São suficientes para que o PT ganhasse as eleições de 2006 e 2010?

  3. Brenno Postado em 20/Feb/2014 às 13:19

    Tão moderno quanto ser o "esquerdista" coitado que é o dono da "verdade" e que tem a sua "ideologia e pensamentos" acima do bem e do mal. Esquece esse "esquerdista" os assaltos, os sequestros os assassinatos que cometeram em prol dessa mesma ideologia. O que realmente está na moda é ser "defensor dos direitos humanos" mas cobrar do ESTADO que ele cumpra seu papel constitucional de saúde, educação, segurança, vão me falar que o Governo está fazendo, após quase 12 anos ainda temos os piores índices do mundo para esses 3 quesitos. Então não reclame, pois vocês que não são "reacionários" estão surfando na mesma onda só que pelo outro lado, também estão fazendo tudo para aparecer. Espero que aqui possa ser um espaço para quem pensa diferente de vocês...

    • Elaine Postado em 20/Feb/2014 às 13:58

      Nossa quanta diferença, os 8 anos do PSDB TEVE DO PT NÉ, reinava a mais absoluta paz, tranquilidade, economia ok, nada de corrupção, "ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS". Não sou petista, não votei no PT, porem jogar 500 anos de historia de nenhum tipo de investimento social, e principalmente 20 anos de pura ditadura, onde se roubou, se matou, e se endividou quebrando totalmente a maquina estatal em cima de um só partido é muita cegueira e não justifica de jeito nenhum, essa onda reacionária que tem acontecido, ta uma merda vamos lutar pra se construir um país melhor e não buscar formas esdrúxulas e descabidas de se resolver nossos problemas. Não se ataca o efeito Brenno, se ataca a causa para se construir uma sociedade "menos desigual" . Esse discurso que se apoia a violência só privilegia a maquina social onde o pobre tem que continuar excluído.

      • Andre Postado em 21/Feb/2014 às 07:22

        O artigo ė otimo e muito pertinente. E teu comentário Elaine, é nota 10!! Com permissão quero compartilhar os 2.

      • Carlos Prado Postado em 19/Mar/2014 às 17:22

        PT e PSDB é a mesma merda. Claro que há muito tapado defendendo um e atacando o outro. Mas no final quem reclama que o PSDB não se coloca como uma firme oposição ao PT já deveria ter percebido que o plano de governo dos dois é o mesmo, pode mudar um ou outro detalhe de método, mas no final é tudo a mesma coisa. A politica praticada pelo Lula é a tal social-democracia, vinda do socialismo fabiano. O nome do partido tucano, fundado por marxistas, já revela: social-democrata. Ambos tem corruptos, como não há de ser diferente na nossa atual politica, ou melhor, em qualquer grande politica. Ambos entregam capital espoliado do povo para seus empresários favoritos num processo chamado de "neoliberal" por socialistas que querem ridicularizar outros socialistas. No final toda forma de governo é uma ditadura e a estes dois partido não foi diferente.

    • Thiago Teixeira Postado em 20/Feb/2014 às 14:17

      Veja Brenno a diferença de um site de "esquerda" versus um site da direita elitista. Nunca, digo nunca meus comentários foram postados nos portais do G1, iG, Uol ou grupo Abril. Aqui você tem a liberdade de falar o que pensa. 1 x 0 para a "esquerda".

    • Silney Costae Silva Postado em 20/Feb/2014 às 20:33

      Pelo seu comentário, somente um ponto, que não foi proposital, você tem razão, e deixou isto evidente.somos sim os donos da "verdade" , ao menos diante deste seu comentário.

      • Renato Postado em 20/Feb/2014 às 21:09

        Vale lembrar que o PT a muito tempo que não é mais de esquerda!!!! Outra coisa PSDB pegou um pais destroçado, não se corrige economia do dia para noite é um processo longo e falar de ditadura é um outro ponto, lembrando que o povo pediu a ditadura do mesmo jeito que pediram a saída, então esse papo de esquerda e direita tem que ser mudado, pelo menos eu não acredito em direita e muito menos em esquerda, acredito em ordem e progresso, mas somente com politica de qualidade que faça o pais crescer através de investimento em educação e infraestrutura!

    • Artur Postado em 20/Feb/2014 às 21:22

      Já que tu estás desinformado, quero te dizer que os índices melhoraram bastante em relação aos governos anteriores. Quanto à verdade estar com a esquerda, tu estás certo. Somos os donos da verdade, sim. Agora, se tu queres defender só os teus problemas, sem pensar nos dos outros, bueno, então esse governo deve estar te deixando enlouquecido, e para piorar para ti, bem provavelmente a Dilma ganhará as próximas eleições. Estou com tanta pena de ti...

    • Vinícius Postado em 21/Feb/2014 às 07:44

      Agora responda-me senhor reacionário, grande defensor da brutalidade como resposta a tudo, grande pensador dos deveres do Estado ou governo como tu dizes (pois poder jurídico não faz parte disso: é um planeta que orbita em outro sistema estrelar), o que levou a essa situação? Não fora a constante repressão violenta, a indissolúvel pirâmide social que possuímos? E por que teríamos uma educação ou uma saúde de qualidade, quando é mais fácil submeter um povo a algo próximo a desumanidade, para que forçosamente enfie-se em fábricas estrangeiras e afunde a enxada em solo seu para um grande senhor que mal o alimenta. Nada será enquanto o Brasil for dos brasileiros. Nada será enquanto o Brasil for dos Reacionários.

  4. Alexandre Lopes Postado em 20/Feb/2014 às 13:31

    Artigo impecável !

  5. francisco celso caceres Postado em 20/Feb/2014 às 13:51

    A midia do momento e a verdade, mas eles esquecem que estao, substimando a nossa inteligencia, graças as redes sociais, para fazer o contra ponto, com os sem cerebro.

  6. Pereira Postado em 20/Feb/2014 às 13:53

    Ta tudo bem no Brasil . Temos hospitais de primeiro mundo , a melhor educação pública , os programas do governo igualaram todas as classes , quase não pagamos impostos , a violência está totalmente controlada, Corrupção é coisa do passado direitista(psdb/dem) , nosso PIB cresce a números maravilhosos , a balança comercial vive o melhor de seus dias , sobram vagas no mercado de trabalho, se consegue um emprego por telefone hoje, temos os maiores eventos do mundo esportivo pagos com investimentos privados somente, a justiça é célere e objetiva , há direitos huanos para todos, há tolerância de todas as partes. VIVA O BRASIL DA ESQUERDA !!!! VIVA LENIN !!!! VIVA LA REVOLUCION !!!! VIVA O ATEÍSMO !!!!! VIVA A SOCIEDADE ALTERNATIVA !!! VIVA A FOICE E O MARTELO !!!! VIVA A ILHA DA MAGIA !!!!! VIVA A HERÓICA RESISTÊNCIA PALESTINA E NORTE COREANA !!!! VIVA MARX !!!!!

    • Otávio Postado em 20/Feb/2014 às 15:10

      É, eu que não sou partidário de nada e tenho que concordar. Tanto o PSDB quanto o PT tiveram tempo para arrumar o Brasil e o resultado está ai! 1,5 tri de imposto, 2,3 tri de dívidas. Portanto, esse ano sou partidário da mudança! Seus tempos acabaram meus caros ;)

    • Felipe Postado em 20/Feb/2014 às 15:34

      E viva o desconhecimento do que se chama "processo histórico" e a miopia que nega a aceitação de que o que vivemos hoje não é reflexo somente de um governo de 12 anos, mas sim de todo um processo histórico que não leva em consideração somente a "esquerda comunista que se alimenta de bebês" que parece ser o bicho-papão dos "liberais que defendem a meritocracia a todo o custo" (viu que legal, também sei aplicar clichês ao falar sobre algo).

      • Pereira Postado em 20/Feb/2014 às 17:18

        Pô 12 anos ? o Brasil teve desde a constituiçõa de 1988 para se ajeitar ...isso da 26 anos de estagnação desde a eleiçõa de Collor ....é mais que suficiente para se ter uma saúde descente por exemplo, mas não .... a saída é importar cubanos , acho que qualquer dia eu vou comprar uma caixa de remédio e vai vim um médico cubano junto.

  7. Paulo Eneas Postado em 20/Feb/2014 às 14:44

    Uma geracao inteira se acostumou com decadas do pensamento unico (de esquerda) presente entre os formadores de opiniao: articulistas da imprensa, professores universitarios, especialistas em qualquer coisa que de na teia, artistas e outros. Uma geracao inteira se acostumou à ideia de que o pensamento de esquerda é o que detem o monopolio da bondade e da virtude e que ser "politizado" é sinonimo de concordar com as premissas do pensamento esquerdista. Uma geracao inteira se acostumou a associar a figura do "intelectual" a alguem necessariamente de esquerda. Enfim, vivemos por umas tres decadas ou mais, desde a redemocratizacao, acostumados com a ideia tola de que existe uma unica leitura possivel do mundo, que seja correta, justa e humanista. E essa leitura é obviamente aquela feita pela esquerda. Mas aí, de uma hora para outra, percebem que tudo isso é rigorasamente falso e mentiroso. E basta surgir algumas cabeças pensantes que nao navegam nas mesmas ondas do mainstream esquerdista para muita gente ficar atordoada e tentar desqualificar esse outro modo de ver as coisas, e passar a chamar de "modinha", etc. Continuem assim. O pensamento de direita democratico cresce cada vez mais no Brasil e em pouco tempo voces da esquerda perceberao aquilo que é tao claro quanto a luz do dia: voce nao detem o monopolio da verdade nem da virtude. Um outro mundo é possivel sim. Um outro mundo bem melhor, assentado no pensamento e nos valores da direita. Saudacoes

    • Paulo Santana Postado em 20/Feb/2014 às 17:21

      Sensacional seu comentário, Paulo, o melhor que li em toda essa thread. Lúcido e objetivo, parabéns. Eu só vou discordar amigavelmente de você no final, pois espero que cheguemos ao centro um dia, pois esquerda e direita hoje, no Brasil, representam apenas torcidas organizadas.Se estas torcidas reconhecessem que o jogo em si, está sendo prejudicado, poderíamos parar, avaliar, criticar e, mais no futuro, com as instituições fortalecidas, voltarmos a nos dividir em times.

  8. Divonzir Postado em 20/Feb/2014 às 14:50

    Excelente artigo doutor Marcelo Semer. Leitura dos fatos sem paixão ideológica e com bastante propriedade e muito conhecimento.

  9. Eduardo Postado em 20/Feb/2014 às 15:18

    É, eu não me considero reacionário. Mas, se pensar que devemos ser pessoas honestas e querer um governo que prime em resolver nossos problemas aqui dentro, ao invés de perdoar dívidas no exterior, gastar dinheiro fora do país, sendo que nossa infraestrutura está se acabando. Se pensar que você quer que o governo interfira o mínimo possível em sua vida, investindo fortemente em educação de qualidade e saneamento básico. Se pensar que o aparelhamento do Estado, com uma das maiores cargas tributárias do mundo e quase retorno nenhum para a população. Se pensar assim é ser reacionário, então eu sou.

  10. Alex Postado em 20/Feb/2014 às 15:43

    Viva a alienação!

  11. Artur Sander Postado em 20/Feb/2014 às 16:01

    Discordo muito desse texto. Discordo que o reacionário esteja na moda, e que falar mal do bolsa família e etc é moderno. Acho que esses pensamentos são muito mais incidentes em pessoas de mais idade. O que vejo muito na minha geração é revolucionário de Alphaville

  12. Marcio Rogério Postado em 20/Feb/2014 às 18:35

    Como diz o ditado: "De bunda de bebê e de cabeça de juiz você nunca sabe o que vai sair". Bem, temos aqui um bom exemplo. Além de se atrapalhar em suas explicações, com convicções e pontos de vista equivocados sobre o que está ou não "na moda", (aliás, mais démodé que "comuna" e "reaça" só ombreiras, não?), levanta questões que não colaboram com nada, inflamando pontos que deveriam ser - (já que é um juiz, supostamente capacitado, apto, com raciocínio lógico desenvolvido e aptidão para ALGUMA liderança), esclarecedores. O povo está cansado de ficar sentado olhando e esperando a boa vontade dos políticos que não são corruptos. Se estão aí, por favor se apresentem. Façam algo. Ah, mas eles fazem, você diria. O problema é o quorum... Ahã. Enquanto isso, continuamos aqui. Estarrecidos com a falta de poder público, de segurança, de tudo. SACO CHEIO é a expressão correta. Não sou a favor do militarismo, mas essa palhaçada que estamos vivendo é o fim do mundo. O poder paralelo - o crime - está mandando e desmandando. Qualquer partido PSDB, PT, PMDB (esses sim, há + 30 anos no poder, efetivamente manipulando as marionetes dos bastidores - vide temer, sarney e outros safados) tem seus podres. A idiotice da maioria está em não perceber a manipulação:jogar uns contra os outros, ao invés de todos contra quem se deve ser: o governo que ROUBA, que MENTE, que é seu SÓCIO MAJORITÁRIO em termos de impostos. não importa qual, todos fizeram historicamente a MESMA COISA. E aí, fazer o que, negão? Educação, menos hipocrisisa e menos mimimi de comuna e reaça. Reagir é preciso. Ou vai ficar aí tomando na bunda e achando gostoso? Mas reagir com inteligência. Voto distrital. Mudança nas leis. Chega de regalias para os políticos. Qualquer um. Corte de verbas. Empresários sacanas, no mesmo barco, têm mais é que ir pra cadeia tb, junto com os políticos. Não há corrupto sem corruptor e vice-versa. Vamos parar com esse lenga-lenga. Principalmente com essa palhaçada de comunas versus reaças. A maioria dos moleques que estão nas ruas MAL SABEM o que isso significa, historicamente falando. o Artur, em seu comentário acima deixou isso bem claro. Chega a ser ridículo. Tome tino, Marcelo.

  13. Samanta Nakazato Postado em 21/Feb/2014 às 00:10

    Infelizmente, Marcelo, quando o poder está em jogo, desaparecem os ideiais e as promessas de campanha são totalmente esquecidas e postas de lado, em favor da corrupção e do " também quero meu quinhão"! Não há mais diferenças entre direita e esquerda! Ou ainda há alguém que acredite que o PT é um partido de esquerda, fazendo exatamente tudo o que condenava quando não fazia parte da turma de Brasília? Espero, com toda fé que ainda me resta, que essa situação se reverta!

  14. Alisson Postado em 21/Feb/2014 às 00:22

    Ok, concordo com o texto. Mas hoje temos somente o executivo tomando conta do país, não temos mais judiciário e muito menos legislativo, os reacionários bem ou mal colocam todos na mesa para discutir tais pontos de vista, como por exemplo o autor deste texto.

  15. Dhiego Postado em 21/Feb/2014 às 06:16

    Que bom não é? Se temos uma política social de merda e corrupção ininterrupta de anos e anos, estuprando nossos bolsos, sem nenhuma melhoria vistosa na área de educação, incentivo a cultura e saúde as traças. Que bom que ser reacionário está na moda, sinal que não estamos mais de braços cruzados. Melhor ser revolucionário ou reacionário por moda, do que ignorar nossos estigmas e achar que o Brasil é o novo "Wonderland". O Brasil melhorou? Provavelmente pra você que mora em área nobre sim, mas para uma pessoa que mora na periferia, subúrbio ou favela, vê-se a desigualdade sendo cada vez mais alarmante. "Dilma diz: A miséria está quase erradicada", Cãezinhos abanam o rabo e batem palma, a Globo a põe em um pedestal. Eu pelo menos não estou feliz de saber que em 2014 meu país ta melhor do que Burkina Faso.

  16. Amanda Postado em 21/Feb/2014 às 06:26

    É impressionante como coxinhas só conseguem argumentar, se é que sabem o que é isso, no grito ou sem nenhum embasamento teórico. Usam o senso comum. Não se aprofundam nas discussões. Utilizam-se de uma linguagem rasa e rala. Sugestão: Estudem mais teorias sociais, políticas e históricas antes de darem qualquer pitaco.

  17. Odair Postado em 21/Feb/2014 às 08:31

    Leitura dos fatos apaixonada e ideologicamente carregada. Espero nunca ter nenhuma ação de cliente meu correndo na Vara em que V. Exa. esteja atuando; não gostaria que fossem julgados com tamanha parcialidade e tendencionismo. Abraços,

  18. Paulo Postado em 21/Feb/2014 às 08:43

    Sou contra a corrupção. Sou contra bandidos ficarem livres mas ruas. Sou contra as cotas que só levam ao atraso. Sou a favor da meritocracia. Sou a favor do estado só cuidando de saúde, educação e transporte. Sou a favor de instituições fortes. Sou a favor da alternância de poder. Sou reacionário? Ou sou democrático e acho que só assim superaremos nosso atraso?

  19. Anor José Marcon Postado em 21/Feb/2014 às 10:08

    Será que os partidos são os únicos culpados pelos pequenos e grandes problemas em que vive nosso país? E os formadores de opinião, a grande imprensa aliada ao capital, o que fazem para reduzir as desigualdades sociais, educar, formar homens de princípios éticos? Parece que incitar a violência com os marginalizados, propor um modelo de felicidade somente àquele que tem ($) ou que pode (manda) ou que usufrui dos bens, seja a forma de buscar uma sociedade justa. Isso não é incitar a violência para atingir esses fins ? Aqueles que estão muito distante desses objetivos propostos, que são a maioria, o que farão para atingir a tal felicidade?

  20. Daniel Postado em 21/Feb/2014 às 10:26

    Artigo perfeito. Bom saber que a moda da alienação e das receitas fáceis não afeta a quem realmente pensa e reflete com lucidez.

  21. Elias Postado em 22/Feb/2014 às 22:08

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=xCthNYODDmg Mais um reacionário contra o popular funk, não tem relação com o tema mas o Brasil é sim um dos países mais burros do mundo ou talvez da historia, boa parte do reacionarismo é simplesmente uma reação a essa burrice toda, uma idiocracia brasileira.

  22. Densibaldo Postado em 19/Mar/2014 às 18:30

    Pra começo de conversa o único direito absoluto garantido na Constituição Federal é a "dignidade da pessoa humana". Todos os outros são direitos relativos, ou seja, sujeitos à limitação.

    • Densibaldo Postado em 19/Mar/2014 às 19:14

      Só completando o raciocínio: Ela sim feriu esse único princípio constitucional absoluto com uma espada quando se referiu àquele rapaz como um "marginalzinho". Se o MPU for rígido o suficiente, essa "jornalista" está com seus dias contados.

  23. eu daqui Postado em 20/Mar/2014 às 11:17

    A dignidade da pessoa humana é limitada também: pela dignidade do doutro.

O e-mail não será publicado.