Redação Pragmatismo
Compartilhar
Saúde 18/Dec/2013 às 19:59
11
Comentários

Médico se diverte em churrasco na hora do plantão

Médico é demitido após foto dele em churrasco vazar no WhatsApp durante o plantão. Profissional estaria escalado para cirurgia geral do hospital que atende urgência e emergência, mas, conforme a direção da unidade, ele não compareceu

O médico Wostenildo Crispim foi demitido do Hospital Regional de Patos, a 320 quilômetros de João Pessoa, no Sertão da Paraíba, após uma foto ter circulado no serviço de troca de mensagem por telefone, WhatsApp, mostrando que ele estaria participando de um churrasco no momento em que deveria estar em plantão da unidade médica.

A informação sobre a demissão do médico foi dada pela diretora do hospital, Sílvia Ximenes, na tarde desta quarta-feira (18). Ela disse que o profissional foi demitido porque abandonou o plantão. Ele estava na equipe de urgência e emergência do domingo (15) e teria ido à unidade médica, assumido o plantão, saído por um determinado tempo e depois voltado ao trabalho, conforme relatou a diretora.

“Consideramos o caso como abandono do plantão e estamos seguindo a resolução de nº 1451/95 do Conselho Regional de Medicina que expressa no artigo 2º a impossibilidade do profissional ficar de sobreaviso em unidades de atendimento em urgências e emergências traumáticas, como é o nosso hospital”, explicou.

médico whatsapp
Médico é demitido após foto dele em churrasco vazar no WhatsApp durante o plantão (Reprodução)

Sílvia disse ainda que na especialidade dele (cirurgia geral), não há a possibilidade de plantões de sobreaviso.

De acordo com a direção, o Hospital Regional Janduhy Carneiro, em Patos, atende mensalmente 6.500 pessoas no setor de urgência e emergência e são realizadas cerca de 50 cirurgias. O HRP atende 24 municípios da região de Patos e ainda de cidades do Rio Grande do Norte e Pernambuco.

Sílvia Ximenes informou que nessa unidade ficam três médicos na especialidade de cirurgia geral em plantões de 24 horas.

Portal Correio

Recomendados para você

Comentários

  1. renato Postado em 18/Dec/2013 às 21:32

    Isto mostra a quanto tempo isto vem ocorrendo no Brasil! Alguns acham que os outros não merecem o respeito e o profissionalismo que tantos outros Médicos levam em seu modo de ver a vida, com respeito compaixão, doando-se, enfim dando a vida a outros. Um desrespeito o que este fez para com os de sua classe.... Mas ...Se Deus quiser a coisa muda.

    • ADEMIR DA SILVA Postado em 19/Dec/2013 às 08:34

      QUE VENHAM OS CUBANOS, PARAGUAIOS, MEXICANOS, ANGOLANOS, IRAQUIANOS, ZUMBIS, MARCIANOS, PRA QUE ESSES ALMOFADINHAS CANALHAS BRASILEIROS MAL ACOSTUMADOS, TOMEM VERGONHA NA CARA E DEIXEM DE SER ASSASSINOS PROFISSIONAIS AUTORIZADOS PELO CONSELHO NACIONAL DE MEDICINA QUE OS PROTEGE.

  2. Milton Quadros Postado em 18/Dec/2013 às 22:01

    Esse é integrante do programa "maus médicos", do CRM e PSDB. A categoria deveria execrá-lo e defenestrá-lo, um sujeito assim coloca todos os bons profissionais em uma vala comum.

  3. Fábio Postado em 19/Dec/2013 às 01:03

    "Domingão de paz e bem", exceto pra quem precisou de médico.

  4. luiz carlos ubaldo Postado em 19/Dec/2013 às 07:46

    Fala ai cabanda de coxinhas, assim vem agindo a classe burguesa da medicina Brasileira, e nossa gente simples que paga a conta do churrasco!

  5. Ck hui Postado em 19/Dec/2013 às 09:59

    Não sabe nem escrever "domingão" essa desgraça.

  6. Antônio Carlos Postado em 25/Dec/2013 às 11:18

    Não querendo dizer nada, mas se ele está em sobreaviso - plantão não presencial - não há problema nenhum em fazer churrasco.

    • Aline Postado em 31/Dec/2013 às 18:45

      Além de já explicado no texto que urgência e emergência principalmente os cirurgiões geria não poderem ficar de sobreaviso, cabe ressaltar que o plantão de sobreaviso tem regras. Uma delas é não beber.

  7. Amanda Postado em 27/Dec/2013 às 03:02

    Ai dps vem felodosputo reclamar dos médicos cubanos