Redação Pragmatismo
Compartilhar
Esquerda 09/Dec/2013 às 17:03
20
Comentários

Sete frases de Nelson Mandela que você não verá na grande mídia

nelson mandela revolucionário frases

Como sempre acontece quando alguém famoso morre, o líder sul-africano ganhou merecidas manchetes elogiosas em veículos de todo o mundo nesta sexta-feira. Mas a maioria dos jornais, especialmente os brasileiros, fizeram de tudo para esconder quem realmente era Nelson Mandela: um líder revolucionário progressista, pró Cuba e Palestina, anti imperialismo e crítico das ações americanas e israelenses pelo mundo.

Afinal, se tem uma coisa que a grande imprensa faz bem é maquiar a realidade de acordo com seus interesses.

Vejamos as frases:

1. Sobre a invasão americana ao Iraque

“Se há um país que cometeu atrocidades inomináveis no mundo, é os Estados Unidos. Eles não se importam com seres humanos.” (fonte: CBSNews)

2. Sobre Israel

“Israel deveria desistir de todas as áreas que ganhou dos árabes em 1967, e em especial Israel deveria desistir completamente das Colinas de Golã, do Sul do Líbano e da Cisjordânia.” (fonte: JWeekly.com)

Leia também

3. Sobre a invasão americana ao Iraque

“Tudo que o sr. Bush quer é o óleo iraquiano.” (fonte: CBSNews)

4. Sobre Fidel Castro e a revolução cubana

“Desde o princípio, a Revolução Cubana também foi uma fonte de inspiração para todas as pessoas amantes da liberdade. Nós admiramos os sacrifícios do povo cubano em manter sua independência e soberania em face à campanha imperialista orquestrada para destruir o ganho impressionante da Revolução Cubana. Vida longa à Revolução Cubana! Longa Vida ao camarada Fidel Castro.” (fonte: lanic.utexas.edu)

5. Sobre o ex-presidente da Líbia Muammar Kadafi

“É nosso dever apoiar nosso líder-irmão… principalmente levando-se em conta as sanções que não atingem apenas ele, mas também a população líbia em geral… nossos irmãos e irmãs africanos.” (fonte: The Final Call)

6. Sobre a preparação dos Estados Unidos para invadir o Iraque em 2002

“A atitude dos Estados Unidos é uma ameaça à paz mundial” (fonte: Newsweek)

7. Sobre o estado palestino

“As Nações Unidas tomaram uma medida forte contra o apartheid e, ao longo dos anos, um consenso internacional foi construído, o que ajudou a acabar com esse sistema. Mas nós sabemos muito bem que nossa liberdade é incompleta sem que haja liberdade para os palestinos.” (fonte: CBSNews)

BuzzFeed

Recomendados para você

Comentários

  1. ademar Postado em 09/Dec/2013 às 19:43

    Todo mundo tem seus deslizes, até mesmo Mandela, "vida longa a Fidel e líder-irmão Kadafi" não pertencem a tudo que Mandela pregou e defendeu por toda a vida.

    • Igor Postado em 09/Dec/2013 às 21:30

      Será que você sabe realmente quem foi Kadafi? O conheceu pessoalmente, já ao menos conversou com alguns cidadão de seu país... já esteve lá? Ou todo o seu vasto conhecimento acaba junto com o Jornal Nacional?

      • Pedro Postado em 09/Dec/2013 às 22:51

        Igor, e vc já esteve na Líbia ?? De onde vem seu conhecimento. Eu já estive em Cuba por três meses a trabalho, vida Longa a Fidel esta longe de ser dominante, qualquer governo autoritário é desprezível. Por favor sem espantalhos e apelo a autoridade para rebater opiniões diferentes a sua.

      • Artur Sander Postado em 10/Dec/2013 às 10:37

        Meu sonho era conseguir entender esses esquerdinhas que se dizem pró-democracia e ao mesmo tempo patrocinam regimes totalmente antidemocráticos, alegando que o jornal nacional mente. Será que em 1940 diziam que hitler era um homem bom, e que a mídia da época é que mentia? hahahaha

  2. Ingrid Postado em 09/Dec/2013 às 20:05

    Um grande homem que realizou grandes feitos, respeito, mas nem por isso concordo com todas as frases.

  3. Marcos Postado em 09/Dec/2013 às 22:05

    Mandela não é um santo, fez boas ações em seu país, mas como qualquer esquerdista é o cumulo da hipocrisia.

    • Franklin Weise Postado em 09/Dec/2013 às 22:49

      Se TODO esquerdista é hipócrita: a) todos direitistas são confiáveis? b) alguns direitistas são confiáveis e outros são hipócritas? c) todas as pessoas são hipócritas?

      • Marcos Postado em 09/Dec/2013 às 22:58

        Qualquer pessoa que pregue a paz elogiando Fidel Casto é um completo idiota.

      • Carlos Prado Postado em 10/Dec/2013 às 16:09

        d) não se conclui nada da frase além de que todo esquerdista é hipócrita. Querem monopolizar o bem como se todos os outros fossem maus. Não adianta se definir como o bem e aos outros como o mal, importa mesmo são os métodos que se usa para alcançar os objetivos, pois o bem todos os lados desejam a menos que estejamos falando de um desajustado líder sádico. Como diria Torvald, show me the code! Os marxistas mentem ao fazermos pensar que antes tudo que havia era a tal "direita" no meio político e que eles trouxeram a divergência. Porém o que conhecemos hoje como conservadorismo ou liberalismo foi revolucionário numa época em que havia divergências políticas sem precisar do marxismo. Em nada os marxistas prezam pela liberdade, preferem nos classificar sob os seus olhares em grandes grupos conflituosos e querem criar uma grande ditadura "do bem". No que isto se difere do espirito positivista que assolava os militares brasileiros? Os positivistas criam numa ditadura tecnocrata, enquanto os comunistas criam numa ditadura de um (sabe lá quando trabalhou) proletário. Em ambos um ditador benevolente seria responsável por manter a "harmonia" da sociedade, reeducando e reprimindo àqueles que não estivessem de acordo com o sistema. A ditadura dos positivistas podemos ver aqui em território tupiniquim que não funciona. Os militares imaginavam obras faraônicas de pouca utilidade, tinham uma visão nada ortodoxa do que seria a paz e harmonia social e de como tratar os discordantes. A economia artificialmente inflada resultou em quebras desastrosas nos anos 80. Já a ditadura comunista não difere muito, como podemos ver na URSS: má administração, falta de liberdade, economia estagnada, severas repreensões aos que discordassem do regime, genocídios e prisões arbitrárias. Cada qual tinha sua visão de mundo perfeito. Mas de boas intenções o inferno está cheio.

  4. Franklin Weise Postado em 09/Dec/2013 às 22:44

    Existem paralelos incríveis entre a luta dos negros sul-africanos e dos palestinos. No entanto, estes últimos não gozam da simpatia do ocidente - coisa que Nelson Mandela soube obter.

  5. Fernando Postado em 09/Dec/2013 às 23:03

    Mandela não precisa da admiração da direita coxinha!!!

    • Érika Postado em 10/Dec/2013 às 00:03

      Boa, Fernando!

    • joselúcio de medeiros Postado em 10/Dec/2013 às 07:46

      Excelente resposta Fernando!

    • Sergio Postado em 12/Dec/2013 às 00:01

      Sergio curtiu isso !

  6. Hermógenes Benevides Postado em 10/Dec/2013 às 11:37

    Fernando concordo contigo em número, gênero e grau. O que Mandela fez está feito e o mundo todo aprovou e aprova, com certeza, ele não precisa de nenhuma admiração da direita hipócrita e podre do mundo, Mandela está acima de qualquer suspeita da direitosa reacionária e corrupta do planeta.

  7. John Postado em 10/Dec/2013 às 13:26

    Não podemos nos esquecer, que essas infelizes frases ditas por Mandela, não são realizações, promessas ou conceitos para novos ideais. Mas, tão somente opiniões pessoais. Lembre-se, uma pessoa não é totalmente aquilo que ela diz. "Liberdade de ir e vim, dizer o que quiser sem ser perseguido por quem não concorda com você..." Não foi essas uma das coisas pela qual Mandela lutou?

  8. Fatima medeiros Postado em 10/Dec/2013 às 17:40

    Concordo com Fernando

  9. Thiago Teixeira Postado em 10/Dec/2013 às 17:42

    É impressionante como a Veja e Reinaldos Azevedos da vida distorceram a Revolução Cubana e doutrinaram verdadeiros pit bulls on-line que retalham qualquer elogio ao pais caribenho. Bom são os países nórdicos.

    • Luciana Coelho Postado em 12/Dec/2013 às 16:27

      Quem é reinaldo azevedo?

  10. Victor Evangelista Postado em 12/Dec/2013 às 00:12

    É exercício de sabedoria evitar conclusões precipitadas. Por que nos sentimos tão impelidos a nos posicionar sobre fatos e situações que claramente não conhecemos ou sobre que nos instruimos por fonte que sabemos logicamente que são apenas parcialmente confiáveis?