Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mundo 09/Dec/2013 às 16:27
1
Comentário

Dilma, Obama e Raúl Castro discursarão na homenagem a Mandela

Dilma, Obama e Raúl Castro farão discurso na homenagem a Mandela. Ato será realizado em estádio de Johanesburgo e contará com 80 mil espectadores

O presidente americano Barack Obama, a brasileira Dilma Rousseff e o cubano Raúl Castro falarão nesta terça-feira em homenagem a Nelson Mandela no estádio Soccer City de Johannesburgo, informou o governo sul-africano em um comunicado.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon e quatro netos de Mandela também falarão neste ato, que deve contar com a presença de ao menos 80 mil pessoas.

Lista de líderes

Pelo menos 90 chefes de Estado ou de Governo atuais, alguns ex-líderes, cabeças coroadas, líderes religiosos e artistas confirmaram nesta segunda-feira (9) sua presença na África do Sul para a cerimônia oficial em homenagem a Nelson Mandela.

Leia também

A maioria dos líderes devem comparecer à cerimônia de homenagem oficial terça-feira no estádio de Soccer City, em Soweto, na periferia de Johanesburgo.

Apenas o príncipe Charles da Inglaterra confirmou sua participação no funeral, domingo, no vilarejo de Qunu (sul), onde Mandela passou sua infância e escolheu para ser enterrado.

Mandela morre aos 95 anos

Nelson Mandela morreu na noite de 5 de dezembro. Há meses ele combatia uma infecção pulmonar. Logo após o presidente sul-africano, Jacob Zuma, anunciar oficialmente o falecimento, líderes mundiais prestaram homenagem ao principal líder da luta contra o apartheid na África do Sul.

A presidente Dilma Rousseff lembrou Mandela como a principal personalidade do século XX. O americano Barack Obama disse que Mandela “conseguiu mais do que se poderia esperar de qualquer homem”.

No dia seguinte, jornais de todo o mundo repercutiram a notícia da morte em suas páginas. Milhares de sul- africanos se reuniram em frente a suas residências, ou em lugares que ele morou, para homenagearem o herói nacional.

No início da tarde, o presidente Zuma confirmou que a programação do funeral de Mandela durará 10 dias. Ele será enterrado em seu vilarejo natal, Qunu, no dia 15 de dezembro.

com Terra e agências

Recomendados para você

Comentários

  1. Marcos Postado em 10/Dec/2013 às 16:58

    Esse Castro não sera o que tornara Cuba um país capitalista, sera outro futuro.