Redação Pragmatismo
Compartilhar
Homofobia 16/Oct/2013 às 09:52
15
Comentários

Passageiro recebe mala com frase "Eu sou gay"

Passageiro teve uma surpresa ao buscar sua bagagem na esteira quando chegou de viagem. Companhia aérea devolveu a sua mala com a frase "Eu sou gay"

jetstar mala eu sou gay
Mala vermelha do passageiro com a frase “Eu sou gay” (Reprodução)

Um passageiro da companhia aérea Jetstar, subsidiária da australiana Qantas, teve uma surpresa ao buscar sua mala na esteira de bagagem quando chegou ao seu destino. Várias etiquetas foram coladas à mala vermelha formando a frase “I am gay” (“Eu sou gay”, em inglês).

O consumidor, que não se identificou, relatou o caso em seu blog. Segundo ele, a Jetstar pediu desculpas e está investigando o caso.

Leia também

A mala do passageiro foi a primeira a ser disponibilizada na esteira de bagagem. Ele diz que, ao verem a inscrição, os demais passageiros passaram a encará-lo.

Como tinha de pegar outro voo, ele pegou a mala e andou com ela pelo terminal do aeroporto. Todas as pessoas por quem ele passava, diz, o olharam de forma diferente.

O passageiro conta que se sentiu humilhado. “Não são as palavras que ferem. É a intenção por trás delas. ‘Eu sou gay’ não foi escrito na minha bagagem como uma celebração. Foi usado em tom pejorativo, para humilhar”, afirma.

O consumidor também se mostrou chocado com o preconceito demonstrado pelas pessoas que circulavam pelo aeroporto.

“Eu sou um homem heterossexual branco. Isso significa que eu não estou rotineiramente submetido a preconceito. Mas, por alguns minutos, andei na pele de um gay em um lugar público. Se o que eu senti por aqueles poucos minutos é vivido a cada dia por outras pessoas, então eu posso entender completamente por que nossos amigos gays se sentem perseguidos.”

com agências

Tags

Recomendados para você

Comentários

  1. renato Postado em 16/Oct/2013 às 10:27

    Se fosse no Brasil, cairíamos na gargalhada, inclusive o dono da mala. E gritaríamos, seus f......d......p.........

    • Lopes Postado em 16/Oct/2013 às 12:24

      Concordo com o Renato!

    • Pedro Postado em 16/Oct/2013 às 14:15

      Boa Renato!!

    • Jean Postado em 16/Oct/2013 às 14:29

      Se fosse em São Paulo iriam te atacar com lâmpadas florescentes e te chamar de "bixa loca". Nem tudo é tão bonito no Brasil.

      • Janaina Postado em 16/Oct/2013 às 15:53

        Exatamente, Jean, exatamente.

  2. Thiago Teixeira Postado em 16/Oct/2013 às 12:53

    Kkkkkkkkkkkkkk. Cada gente aloprada!

  3. Rodrigo Postado em 16/Oct/2013 às 14:08

    Graaaande coisa. Puta que o pariu qualquer merda de fato vira notícia, que lixo.

  4. Leandro Postado em 16/Oct/2013 às 15:03

    Claro que iríamos rir. No Brasil tudo é piada mesmo, inclusive a corrupção. Leiam de novo e tentam captar a questão do preconceito.

    • Fabio Carvalho Postado em 16/Oct/2013 às 15:07

      perfeito amigo.

    • Janaina Postado em 16/Oct/2013 às 15:54

      Será que alguém leu alguma coisa além do titulo e a imagem?

    • renato Postado em 17/Oct/2013 às 20:47

      Tem razão, eu deixria passar e esperaria as outras, quando estivesse cheio de malas eu pagaria alguem para pega-la, e me entregar na saida. Se a pessoa desse risada, eu não pagaria. Depois tiraria os decalques e colaria no vidro do aeroporto.. F......D.......P...... e iria embora, tranquilo....

  5. Carlos Postado em 16/Oct/2013 às 16:21

    Um evolucionista facilmente perceberia que os adesivos se organizaram dessa forma no decorrer do tempo.

    • Antônio Postado em 17/Oct/2013 às 04:20

      E viva os comentários totalmente fora de contexto!

  6. Müller Postado em 16/Oct/2013 às 18:50

    Aqui no Brasil, os retardados iriam minimizar o caso com aquela merda de discurso " ...hoje o Brasil está tão politicamente correto, qualquer coisa dita já sentem-se ofendidos..." . Acho que esses caras ou moças que perdem tempo fazendo um frase desta na mala de alguém têm definitivamente um sério problema psiquiátrico, sei lá, alguma neurose com os homossexuais/homossexualidade...tem tanta coisa séria no mundo para se preocupar, e vai se preocupar se o outro é gay ou não...porra, que diferença fática faz !? deixa o cara ou a moça que é homossexual na dela então, se não concorda(gosta), não presta atenção na pessoa...

  7. Evandro von Sydow Postado em 16/Oct/2013 às 21:01

    A reação do sujeito foi digna. O acontecido merece pauta, sim, e o post está ótimo. PS: Por detrás das "brincadeiras" brazucas, por detrás da "cordialidade" brasileira esconde-se o país líder em crimes homofóbicos.