Redação Pragmatismo
Compartilhar
Polícia Militar 18/Oct/2013 às 10:03
6
Comentários

"Eu vou largar o aço", diz PM para manifestantes

Flagrante foi feito durante ato dos professores, no Rio de Janeiro. Em outro vídeo, fica confirmado que policiais usaram armas letais na manifestação

pm arma letal manifestação
PM grita a manifestantes: “Eu vou largar o aço”. Vídeo flagrou as ações (Reprodução)

Dois vídeos publicados nesta quarta-feira (16) demonstram o descontrole da Polícia Militar durante as manifestações no Rio de Janeiro. No primeiro, um policial dispara com uma arma de fogo duas vezes contra os manifestantes (vídeo 1, aos 3:14). No segundo, um outro agente grita “Eu vou largar o aço”, ameaçando as pessoas que protestavam (vídeo 2, aos 0:34).

Leia também

Os disparos efetuados pelo policial militar, no primeiro vídeo, foram feitos na Glória, região central do Rio de Janeiro. A viatura utilizada pelo agente como escudo é destruída por manifestantes logo após.

No segundo vídeo, as ameaças do policial militar são feitas enquanto um grupo de manifestantes é preso. Nota-se, pela imagens, que o fato aconteceu na Cinelândia.

Ambos os registros foram feitos durante o ato dos professores, na última terça-feira (15). Os flagrantes foram feitos pelo coletivo “Das Lutas” e pelo “Jornal A Nova Democracia”.

Assista aos vídeos:

(1)

(2)

Revista Fórum

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 18/Oct/2013 às 10:26

    Policiais devem usar flu flu igual as torcidas femininas do futebol americano, participar das manifestações, distribuir bombas de efeito moral para a galera jogar dentro das prefeituras, ajudar a virar suas próprias viaturas de ponta cabeça e orientá-los quanto aos procedimentos de segurança para incendiar veículos de atendimento a população. Com licença que vou vomitar.

    • renato Postado em 18/Oct/2013 às 15:35

      Eu acho que a Policia deveria seguir as manifestações, para proteger os manifestantes de carro, ônibus, e alguém que não aceite a manifestação. Com hora acertada para começar, bem como para terminar. No final da hora estipulada, deveria pegar os onibus,e van e motos e carros, e recolher-se ao batalhão. Só sai de lá se for acionado pela sociedade. E já sai para resolver o apelo da sociedade. Bandido preso, tem que ratear despesas para pagar os estragos, formação de quadrilha, e tudo que tem direito a sociedade para se proteger de vândalos. Bombas de gás, balas de borracha, capacetes, escudos, uniforme, soldados feridos e em tratamento, soldados estressados, atestados médicos, tudo isso custa um dinheiro lascado, fora que deveriam estar prendendo outros tipos de bandidos.....acabou minha paciência. Eu não quero fazer justiça pelas próprias mâos, eu quero que a POLICIA faça isto, eu não quero matar ninguém, mas se precisar eu quero que seja a Policia. Eu quero ir para o Céu..

  2. Rodrigo Postado em 18/Oct/2013 às 10:29

    Foi nessa manifestação que criminosos (que não eram professores, certamente...) depredaram prédios públicos, inclusive históricos, depredando ainda bancas de jornais, levando à ruína financeira muitas pessoas honestas e de bem? Lamentável o uso de força letal, mas lamentável também o acobertamento de crimes praticados por quem busca tirar a credibilidade do legítimo movimento dos professores, bem como se aproveitar da situação para roubar, depredar, barbarizar.

  3. Diego Postado em 18/Oct/2013 às 12:36

    "Pessoas honestas e de bem" Isso me soa tão hipócrita...

    • Rodrigo Postado em 18/Oct/2013 às 15:00

      Pois é, Diego. Quem sabe, aquele vendedor de jornais, de revistas, ou dono do carrinho de pipocas, ou o dono de lojas invadidas por marginais infiltrados, não sejam mensaleiros ou trensaleiros disfarçados, que ali estão, a todo dia, nos passando mensagens subliminares ou nos espionando, não é? Se você não nos alerta, olha o risco a que estamos sujeitos, sem sabermos... Coitados de nós, que vemos essas pessoas como de bem e honestas...

    • Marcos Postado em 20/Oct/2013 às 02:40

      A esquerda não tolera os mantenedores do "status quo" as pessoas honestas mortas pelas "vitimas dos sistema" sempre foi assim, estamos vendo esses "manifestantes" destruírem tudo no caminho em toda parte a polícia esta pegando leve.