Luis Soares
Colunista
Compartilhar
Rede Globo 23/Aug/2013 às 11:23
18
Comentários

A hipocrisia do Criança Esperança

Dar com uma mão e pegar muito mais com a outra é indefensável moralmente. Saiba mais sobre a hipocrisia de ações “filantrópicas” como o Criança Esperança

Paulo Nogueira, diário do centro do mundo

criança esperança hipocrisia globo

A hipocrisia da Rede Globo / Criança Esperança: programa arrecada menos de 0,5% do que a Receita Federal está cobrando da Globo

Imposto é um dos temas mais quentes do mundo moderno.

Nos Estados Unidos, por exemplo. Barack Obama usou isso como uma arma para atacar seu adversário republicano Mitt Romney. Romney é um homem rico, mas tem pagado bem menos imposto, proporcionalmente, do que um assalariado comum.

Obama o desafiou a publicar o quanto ele pagou nos últimos cinco anos. Se ele fizesse isso, Obama jurou que não tocava mais no assunto. Romney não fez, e se estrepou nas eleições.

No mundo, agora. Um levantamento de um instituto independente chamado TJN mostrou, em 2012, que mais de 30 trilhões de dólares estão escondidos em paraísos fiscais, longe de tributação. Se aquela cifra descomunal fosse declarada, ela geraria impostos de mais de 3 trilhões, considerada uma taxa (modesta) de 10%.

Leia também

Lembremos. Imposto é chato e ninguém gosta, nem você e nem eu. Mas é com ele que governos constroem escolas, estradas, hospitais etc. Logo, eles são do mais absoluto interesse público.

Agora, o Brasil.

Uma notícia espetacular, a despeito do número esquálido de linhas, foi publicada há algum tempo na seção Radar, de Lauro Jardim, da Veja: a Globo, o Paraíso dos “PJs” está sendo cobrada em 2,1 bilhões de reais pela Receita Federal por impostos que alegadamente deveria recolher e não recolheu.

Segundo o Radar, outras 69 empresas foram objeto do mesmo questionamento fiscal. Todas acabaram se livrando dos problemas na justiça, exceto a Globo. Chega a ser engraçado imaginar a Globo no papel de vítima solitária, mas enfim.

Em nome do interesse público, a Receita Federal tem que esclarecer este caso. É mais do que hora de dar um choque de transparência na Receita – algo que infelizmente o governo Lula não fez, e nem o de Dilma, pelo menos até aqui.

Se o mundo fosse perfeito, a mídia brasileira cobriria a falta de transparência fiscal para o público. Mas não é. Durante anos, a mídia se ocupou em falar do mercado paralelo.

Pessoalmente, editei dezenas de reportagens sobre empresas sonegadoras. A sonegação mina um dos pilares sagrados do capitalismo: a igualdade entre os competidores do mercado. Há uma vantagem competitiva indefensável para empresas que não pagam impostos. Elas podem investir mais, cobrar menos pelos seus produtos etc.

Nos últimos anos, o assunto foi saindo da pauta. Ao mesmo tempo, as grandes corporações foram se aperfeiçoando no chamado “planejamento fiscal”. No Brasil e no mundo. O NY Times, há pouco tempo, numa reportagem, afirmou que o departamento contábil da Apple é tão engenhoso quanto a área de criação de produtos. A Apple tem uma sede de fachada em Nevada, onde o imposto corporativo é zero. Com isso, ela deixa de recolher uma quantia calculada entre 3 e 5 bilhões de dólares por ano.

Grandes empresas de mídia, no Brasil e fora, foram encontrando jeitos discutíveis de recolher menos. Na Inglaterra, soube-se que a BBC registrou alguns de seus jornalistas mais caros, como Jeremy Paxton, como o equivalente ao que no Brasil se chama de “PJ”. No Brasil, muitos jornalistas que escrevem catilinárias incessantes contra a corrupção são “PJs” e, aparentemente, não vêem nenhum problema moral nisso. Não espere encontrar nenhuma reportagem sobre os “PJs”.

Os brados contra a sonegação deixaram de ser feitos pela mídia brasileira quando as empresas aperfeiçoaram o ‘planejamento fiscal’ — uma espécie de sonegação legalizada, mas moralmente imoral.

O dinheiro cobrado da Globo – a empresa ainda pode e vai recorrer, afirma o Radar – é grande demais para que o assunto fique longe do público. A Globo costuma arrecadar 10 milhões de reais com seu programa “Criança Esperança”. Isso é cerca de 0,5% do que lhe está sendo cobrado. Que o caso saia das sombras para a luz, em nome do interesse público – quer a cobrança seja devida ou indevida.

A Inglaterra não apenas está publicando casos de empresas que pagam muito menos do que deveriam, como Google e Starbucks, como, agora, nomeou os escritórios de advocacia mais procurados por corporações interessadas na evasão legal.

De resto, a melhor filantropia que corporações e milionários podem fazer é pagar o imposto devido. O resto, para usar a grande frase shakesperiana, é silêncio.

Recomendados para você

Comentários

  1. aline Postado em 23/Aug/2013 às 13:16

    Verdade ^^

  2. Junior Postado em 23/Aug/2013 às 14:00

    Quero contratar uma pessoa por R$ 2.700 mensal registrado. Pra mim esse custo saira no minimo R$ 3.700. Agora pergunto a vc, nobre jornalista: como vou arcar com essa despesa extra? Vc, como funcionario, só se preocupa com o salario caindo na sua conta todo dia 05, eu, como chefe, preciso pensar em como vou pagar o seu salario, e isso meu querido, vai muito alem da sua compreensão. Contratar PJ é uma solução para eu conseguir pagar mais pro meu funcionario. Sonegar imposto é errado, mas pagar imposto criado por pessoas como vc, que nunca geriram um negocio, é desumano. Quer falar sobre o assunto com proriedade, vire dono. Quem sabe assim, mudando o seu ponto de vista, vc entenda como é dificil ser dono.

  3. renato Postado em 23/Aug/2013 às 17:41

    Junior, até entendo, você. E dou os parabéns a você, por ter um lugar onde dê emprego.De verdade. O Brasil precisa de empreendedores. Precisa! Nas vamos lá, você me paga bem e consequentemente paga imposto. De um lado eu feliz, e do outro você triste e aborreciso. Mas, se o teu empregado não pudesse chegar ao trabalho por que choveu muito e fez barro na estrada de chão, e não pode ligar para você por que o Brasil não tem linhas ou não pagou o satélite, seu cliente tambem não chegou, o caminhão que ia buscar sua produção também não chegou, daí um outro empregado seu querendo ajudar se acidenta feio, e não há telefone para chamar a ambulancia. Sua esposa está gravida e o nenen quer nascer agora, mas não há hospital só um postinho com um Cubano, e el precisa chegar lá, mas não tem como avisa-lo De repente lá pelas 11 h, chega o seu funcionário, dizendo que não quer mais trabalhar que arrumou serviço, melhor que inclui pagamento de FGTS. Há acabou a energia na sua fábrica, e ninguém vai colocar poste de luz.. A noite se roubarem, não há policia para chamar. Ah, o nenen nasceu, com parteira....Parabens...mas não tem exame do pezinho. Não tem vacina...não tem pediatra, vai ter que passar a fronteira, lá do outro lado tem, ali na Suécia, o nenen tem tudo, os país tem casa calafetada dada pelo governo. Pergunte-se em quem voce votou. Cobre dele... Moro no mesmo país que voce, e gostaria de pagar meu imposto. Funcionário feliz é funcionário que gasta, e retorna a você.

  4. Maria de Lourdes Cardoso Postado em 23/Aug/2013 às 18:19

    Junior os impostos aqui, são muito alto e no caso em questão o IR, tem uma tabela que precisa ser corrgida como no caso das empresas que tem altos lucros, poderiam pagar bem mais e neste caso a Globo estaria colaborando com a sociedade, já que tem dinheiro em Paraiso Fiscal. O que o jornalista Paulo Nogueira teceu foi o que vem aconteceu não de agora que quem frauda são as grandes empresas. Ele em momento algum falou em criar imposto, mas quem deve que pague porque ele vai arrebentar em algum ponto a sociedade. É comum empresários pagar muito mal seus empregados porque estão falindo mas tem mansão à beira do rio Sena. Aqui no Brasil toda empresa que prospera e aparece como grandiosa pode saber que há safadesa. O diretor da UNISINOS (RS) o padre andava de BMW. Um belo dia os alunos resolveram quebrar o carro dele, que mandava recado para os alunos querecisavam aumentar as prestações da Universidade. O que nos resta neste momento e exigir da Receita que faça o seu trabalho, cobre de todos e assim até poderia modificar a tabela do IR.

  5. jorge Postado em 23/Aug/2013 às 18:25

    que bosta Junior

    • Guilherme Augusto Postado em 08/Sep/2013 às 21:12

      Like! Perfeito. 3 palavras, tanta coisa a dizer!

  6. Maria de Lourdes Cardoso Postado em 23/Aug/2013 às 18:36

    Renato o problema brasileiro não está em quem votou ou deixou de votar. Vivemos há alguns anos sendo governados por políticos que só sacanearam. Leia sobre a Ditadura de Getúlio que muitos veneram. Leia sobre os gastos feitos por JK com a mudança da capital do Rio para Brasília, deixou uma dívida imensurável para ser paga através dos nossos impostos. Leia sobre a Ditadura dos militares, onde já se sabe que houve corrupção, Sarney, FHC e toda a corte canalha com empresas em Miami, e já não sabemos mais se falamos em milhões, sem bilhões ou em trilhões que foram desviados do governo dos tucanos. Por favor me indique um candidato de ficha limpa o memso que vais votar e procure ler sobre a nossa história política e tu vais ter uma grande surpresa, depois me aponte se gostaste de algum.

  7. Helder de lima couto Postado em 23/Aug/2013 às 21:32

    globo e hipocrisia,tudo a ver.

  8. Leonardo Postado em 24/Aug/2013 às 02:34

    O governo que deixe de ser cara de pau e fabrique dinheiro para fazer o que ??, sabe o que eles fazem?, nada, viatura rodando pelas ruas, hospitais caindo nos pedaços, escolas o mesmo, terras nas mãos de poucos, e ninguém para gerenciar o caos, é a mesma coisa que os países africanos, que os EUA, que o mundo em geral, tem que acabar com impostos, o 2012 vai pegar bem mais pesado para que se mude a mentalidade, você vão ver !!

  9. pedro Postado em 24/Aug/2013 às 14:53

    Parabéns Junior, você sabe o quanto é difícil ser dono, pobre coitado, é empresário. Pena que você não leu o texto, pois, caso o tivesse feito, teria percebido que este se dirige contra a sonegação de grandes empresas.

  10. Saru Postado em 24/Aug/2013 às 21:32

    Maria, me faz um favor? Sem querer defender o Junior, mas sempre que leio "vá ler", me pergunto: ler o q?

  11. Jujutomank Postado em 24/Aug/2013 às 22:28

    Muito bom seu texto. Coerente.

  12. Webert Machado Postado em 24/Aug/2013 às 23:53

    Todos estão falando do "Criança Esperança", com o que concordamos, condenável pelo aproveitamento escuso da ignor}ância da maioria da população. Mas estamos nos esquecendo do "Teleton", tão hipócrita quanto! Aliás o SBT - até pior do que a Globo, usa técnicas de comunicação midiática condenáveis cientifica e historicamente pela comunicação, ao inserir suas mini vinhetas podres de "frames" de segundos em meio à sua programação vendendo seus lixos "perfumes" e programas de má qualidade dentro de seus programas normais, as quais imperceptível e imoralmente condicionam o cérebro humano ao consumo dos mesmos...

  13. Alex Postado em 25/Aug/2013 às 01:00

    Gosto da página, mas como crítica, faço um pedido: deem uma revisada na edição do texto. Erros de concordância e até mesmo pontuação inadequada interferem um pouco no entendimento do texto. Sem contar que perde-se um pouco a credibilidade... Não é o primeiro texto do site que eu leio onde noto esses problemas.

  14. so lendo Postado em 25/Aug/2013 às 10:57

    Vai ver que esse Junior é um dos que SONEGA. Alô Receita Federal, investiga ele e a globo também.

  15. leonardo brito Postado em 25/Aug/2013 às 22:35

    Com a Globo acontecem coisas hilariantes e curiosas. No medida certa com Ronaldão a Globo gastou alguns milhões para, em três meses, acompanhar o Ronaldo por aqui e em vários países pelo mundo. Ou seja, gastou milhões para emagrecer um camarada milionário e quando quer sustentar o Criança Esperança, vai ao povão para pedir doações. Não é um contrassenso ??

  16. AntiHipocrita Postado em 26/Aug/2013 às 16:28

    Esse junior é bem tapado.. claro que o funcionario precisa se preocupar APENAS com o salário do dia 5, porque obviamente ele também não tem nenhum imposto pra pagar né. Que opinião retardada, devia guardar pra você mesmo, já que você é Dono apenas de suas ideias e de mais ninguém. Valeu tentativa, senhor feudal moderno. Sou muito bons pros meus funcionários, sou um dono exemplar! Faz me rir.